Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Fui ao Horto!

por Jorge Soares, em 31.07.08

 

As plantas que tinha na outra casa, excepto as orquídeas e a borracheira, foram atacadas por uma lagarta e decidi que  mudava de casa sem levar animais de estimação, logo, as lagartas ficaram lá.. junto com as plantas. Já estava farto de passar horas na varanda ou nas janelas a caçar lagartas.

 

Nesta casa tenho muito mais varandas e há muito mais sol, logo, posso ter mais orquídeas e muitos mais vasos com plantas. Ontem fomos ao Horto, não havia grande escolha, esta não é  boa altura para comprar plantas, mas mesmo assim chegamos a casa com uma caixa enorme cheia de vasinhos. Compramos principalmente sardinheiras e alfazemas, além de uma planta que eu não conhecia mas que tem umas flores lindas e um cheiro intenso.

 

Já jantados, chegou a altura de sujar as mãos na terra recém comprada e distribuir as plantinhas pelas floreiras, após uma disputa entre mãe e filha sobre qual a janela que ficava com qual planta, lá consegui transplantar tudo.. sim, porque elas gostam de plantas e de flores, mas se não sou eu a sujar as mãos e a regar....  não há flores para ninguém. Mas eu gosto, gosto das plantas e de sujar as mãos na terra, de tratar e cuidar das flores, até de caçar lagartas... , quando eu for grande.. acho que quero ser jardineiro.

 

O meu próximo plano passa por comprar uma série de vasinhos com ervas aromáticas, a cozinha tem uma janela enorme e um parapeito perfeito para o efeito... colher a salsa ou os coentros do vaso directamente para a panela.. dá logo outro sabor à comida.

 

Para além de gastar dinheiro, aproveitei para levar o meu brinquedo novo e tirar fotografias.. sem muito sucesso, diga-se de passagem..acho que preciso de ler o manual do brinquedo.. e ir ao Horto a horas em que a luz esteja de feição.

 

Por acaso alguém sabe o nome da planta que dá a flor da fotografia?

 

Jorge

PS:Esta imagem não é da internet, é mesmo minha.

PS2:Meio lamechas este post..mas eu estava mesmo a precisar de mudar de assunto.

 

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Acordes c/ Arroz

por Jorge Soares, em 30.07.08

Isto está mau de escrita, ando sem paciência....  isto de não andarmos em paz com o nosso espirito é mau.... eu fico assim, sem animo.

 

Acabo de passar pelo Curtas Metragens,  a João tinha lá mais um video de um excelente grupo Português que não conhecia, os 2008.... nome original não acham?.. onde o terão ido buscar?

 

Eu gostei da musica e portanto fui ver se havia mais.. e  descobri que há...  e gostei desta, uma musica com um nome no minimo curioso:

 

2008 - Acordes c/ Arroz

 

 

 

Gosto da sonoridade, é excelente.

 

Jorge

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41

Já tenho idade para deixar de ser inocente

por Jorge Soares, em 29.07.08

Eu Quixote

Imagem retirada da internet

 

Já alguma vez tiveram um momento na vida em que estão a fazer algo ou a tomar uma atitude em que sabem que estão a fazer o correcto, o que deve ser, mas olham à vossa volta e sentem que o resto do mundo olha para vocês como se estivessem a fazer algo de muito errado?
 
De vez em quando dou por mim a sentir isso, é como se de repente o sentido do bem e do mal, do que deve ou não ser, simplesmente se desvanece. Nessas alturas dou por mim a pensar que o mundo não pode estar errado, que de certeza absoluta sou eu que estou errado.... e confesso que fico na duvida.
 
Hoje isso aconteceu de novo, e de novo eu tenho a certeza absoluta que tomei a  atitude certa, sei que fiz o que devia fazer.... mas parece que só eu vejo isso.
 
Parece que o não nos chatearmos, o termos medo das retaliações, o termos medo do que dirão ou farão, são mais fortes que o que deve ser......  e nestas alturas eu sinto que realmente ou sou muito inocente e lírico... ou estou a mais neste mundo... porque realmente eu não consigo ser de outra maneira.
 
Costumo dizer que prefiro ser assim, que prefiro sentir-me bem comigo mesmo que ser hipócrita, mas a realidade é que isto farta. Ser prejudicado no emprego porque chamamos as coisas pelo nome, sentir que as pessoas não me entendem e acham que eu tenho mau feitio quando só estou a ser sincero e digo as coisas que elas não gostam de ouvir, ... com o tempo isto cansa.. e com o tempo, termino a pensar..será que não é mesmo verdade e sou eu que estou errado? Será que ser sempre sincero é o mais certo?, será que fazer sempre o que deve ser, o legal, não entrar  ou não ser conivente com esquemas é o que está certo?...
 
Já tenho idade para deixar de ser inocente, mas será que há uma idade para deixar de acreditar que devemos seguir o caminho recto e para não fazer as coisas só para não nos chatearmos?
 
Não sei, juro que hoje não sei... e sim, tudo isto tem a ver com o ultimo post.
 
Jorge

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:21

Somos um país de chicos espertos!

por Jorge Soares, em 27.07.08

Golfinhos do sado

 

Se bem se lembram, neste post falei da seriedade do construtor do prédio onde moro em Setúbal. Hoje vou falar do mesmo senhor mas não é de seriedade que vou falar, é mais de chico espertismo.

 

Há um ano atrás quando foi assinado o contrato promessa, ele exigiu que parte do sinal fosse pago em notas, na altura achamos aquilo estranho, a explicação da imobiliária foi que esse dinheiro seria para pagar o valor da escritura.

 

No dia da escritura, verificamos que o valor a pagar ao notário foi inferior ao que tínhamos entregue e que o recibo foi passado em nome da empresa de construção civil. Imediatamente fizemos saber à imobiliária que queríamos o acerto de contas. Passada uma semana, e após muitos telefonemas, finalmente foi-me entregue a diferença, mas não o recibo.

 

Ora o que temos aqui?, temos alguém, que pede o valor da  escritura em dinheiro vivo de modo a que não restem provas, e que agora pretende reaver o Iva que eu paguei e entregar a factura do notário nas suas contas de modo a abater nos seus impostos.

 

É  claro que exigi que me fosse entregue o original do recibo do notário, já que fui eu que paguei e portanto a entrega da factura por parte deles nas contas constitui uma ilegalidade, tanto na declaração do Iva como na declaração de impostos.

 

O prédio tem 10 fracções, e este é o terceiro bloco de apartamentos, ou seja 30 fracções, vejam lá só em Iva o que o senhor embolsa com o esquema.... e é assim  que somos o país que somos, um país de chicos espertos.

 

Jorge

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58

O que significa inimputável?

por Jorge Soares, em 25.07.08

Medico louco

 

"Artigo 20.º  do código penal

Inimputabilidade em razão de anomalia psíquica

1 - É inimputável quem, por força de uma anomalia psíquica, for incapaz, no momento da prática do facto, de avaliar a ilicitude deste ou de se determinar de acordo com essa avaliação.
2 - Pode ser declarado inimputável quem, por força de uma anomalia psíquica grave, não acidental e cujos efeitos não domina, sem que por isso possa ser censurado, tiver, no momento da prática do facto, a capacidade para avaliar a ilicitude deste ou para se determinar de acordo com essa avaliação sensivelmente diminuída. "

 

Não sei se esta noticia me deve deixar escandalizado ou assustado, como é que alguém que tentou matar uma pessoa com um machado, alguém a quem a Segurança Social esteve prestes a retirar um filho por manifestos maus tratos, alguém que por ser doente mental foi declarado inimputável pelos tribunais, como é que pode exercer a profissão de médico e tratar doentes?

 

De acordo com o código penal, é inimputável quem por força de anomalia psíquica for incapaz de avaliar um acto ou de se determinar por uma avaliação.. então e se ele receitar o medicamento errado porque não conseguiu avaliar a doença? e se decidir praticar um acto médico contrario à vida de alguém?

 

Todos ficamos escandalizados com os casos dos professores obrigados a dar aulas apesar das doenças, mas desculpem lá, isto é o cumulo!

 

Jorge

 

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34

Gaticha

Imagem retirada da internet

 

A minha Avó disse-me que eu não tenho quereres!

 

Outro dia a minha Avó disse-me que eu não tenho quereres! Mas não é verdade, as crianças têm alguns quereres, por exemplo as crianças têm o querer de ter um pai e uma mãe que gostem deles para serem felizes. Têm direito de brincar na hora certa, têm o querer de ir à escola e aprender. E acima de tudo têm o direito de ser felizes.

 

Moral: As crianças têm alguns quereres.

 

Raquel - 8 anos

 

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:34

Montando Puzzles

por Jorge Soares, em 22.07.08

Montar moveis

 

 

Antes que nada peço desculpa a todos os meus amigos dos blogs, porque além de que não tenho comentado os vossos posts, ao contrario do que é costume, não tenho respondido aos comentários que me deixam aqui ou no Momentos e Olhares.... mas como devem imaginar isto da mudança é mesmo uma canseira e não deixa tempo para muito.

 

Há uns meses atrás escrevi um post em que dizia que nunca na vida tinha tido um Lego, bom, alguém algures deve ter lido o post, é que na ultima semana não tenho feito mais que montar e desmontar coisas, assim uma espécie de Lego para adultos. Primeiro foi desmontar a mobília na casa antiga, depois foi montar tudo na casa nova, como na mudança baralharam as peças, foi mais montar um puzzle gigante.  Como ainda não estava contente com a brincadeira, lá fui ao Ikea comprar alguma mobília nova.

 

As minhas idas ao Ikea são sempre algo estranhas, ao contrario do resto do mundo eu consigo andar aqueles Kms todos da loja e sair sem ter comprado nada, já aconteceu mais que uma vez... Mas esta vez ia mesmo com objectivos fixos, uma cama de casal, duas cómodas e duas mesinhas de cabeceira, e depois de umas três horas e de ter andado Kms, saí de lá carregado...... Esperava eu que eles viessem entregar e montar..entregar entregavam, montar era lá para daqui a um mês. Como eu não ia estar mais um mês com o colchão no chão e a roupa em sacos, ......

 

Ontem coloquei mãos à obra..... entre eu, a minha meia laranja e os miúdos, estivemos 4 horas para montar uma cama, isto dos legos para adulto, além de que é caro pa caraças,... dá um trabalhão. Já para não falar de que já tive treinos de Karaté em que no dia a seguir me doía menos o corpo que hoje.

 

Tudo isto para dizer, que ainda falta montar o resto dos puzzles..ou dos legos, e que ainda não vai ser esta semana que meto mãos à obra nas alterações ao Blog e nos comentários.. mas prometo que pelo menos vou tentar responder aos vossos comentários.

 

Jorge

PS:Imagem retirada da Internet

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:59

Passamos sem Televisão?

por Jorge Soares, em 20.07.08

 

Há 6 anos quando da ultima mudança de casa antes desta, deixei de ter telefone fixo porque quase três meses depois de termos pedido a transferência da linha, decidimos que quem estava há três meses sem telefone, bem que podia passar sem ele para sempre.

 

Na segunda feira passada liguei para a TVCabo a pedir a transferência do serviço para a nova morada. Se bem se lembram, aqui há uns tempos havia uma publicidade em que esta empresa prometia a transferência em 24 horas. A mim, cliente desta empresa e conhecedor da forma como tratam os clientes, aquilo dava-me vontade de rir, agora percebi porquê.

 

Logo na primeira chamada as coisas aqueceram, sim, eles conhecem o prédio, até tem um contrato com o construtor em que não temos que pagar os três primeiros meses. Nesse caso, quando posso ter o serviço ligado? Bom, eles não sabem! Então e as 24 horas?, pois, isso não é para prédios novos. E o que posso fazer? Esperar!. Aqui foi quando saiu a reluzir o meu mau feitio. Garanti que ia ligar para a concorrência e que se eles me colocassem o serviço primeiro.....Voilá, mudou de imediato a conversa, iam fazer o pedido de imediato e que no máximo em 48 horas me ligavam.

 

Efectivamente na quarta ligaram, a dizer que ainda durante esta semana tinha o serviço. Na sexta à hora do almoço voltei a ligar. Foi assim uma conversa para o surreal, basicamente a pessoa que me atendeu repetiu tudo o que tinha sido dito na segunda, quando expliquei que já tinha passado por essa parte e que só queria saber se iam cumprir o prometido, fiquei a saber que não sabiam de nada. E lá voltou o meu mau feitio... e as ameaças de cancelar o contrato.... mas não serviu de muito, porque ela não sabia de nada e não podia dizer nada.

 

No Sabado ligaram, afinal o prédio tem ligação e basta cá virem ligar a entrada em minha casa, e isso será na segunda feira....dizem eles, eu acredito quando ligar a televisão e tiver sinal, e quando ligar o computador e a internet funcionar.

 

A verdade é que estou há uma semana sem ver televisão, a internet móvel é mais lenta, mas lá vai funcionando, talvez quando deixar de ter coisas para arrumar vou dar pela falta das séries do AXN, mas a verdade é que se calhar um dia de estes descubro, que se já estou há tanto tempo sem TVCABO, bem que posso poupar a mensalidade.

 

Tenho um colega que mudou de casa e esteve mês e meio à espera de algo que era prometido em 24 horas, atenção senhores da TVCABO, que é assim que se perdem clientes.

 

Jorge

PS:Imagem retirada da internet

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Quero o livro de reclamações!

por Jorge Soares, em 17.07.08

Reclamar

 

O dia correu bem, a escritura foi mesmo hoje, o construtor apareceu. com mais de meia hora de atraso, mas apareceu..e finalmente estou na minha casa com as minhas coisas.

 

Mas o dia começou bem, levantei-me cedo, dormi em Lisboa e queria estar em Setúbal às nove para passar pelos CTT a pedir a transferência de morada na correspondência dirigida à antiga casa. 

Chegamos, tirei a senha, era o numero 22,..estavam a atender o  8 . eram 9 horas, a escritura era às 10..... devia dar. Reparei que havia três balcões a funcionar. Reparei mal, porque na realidade para atendimento geral era um, dos outros dois, um era para atender os certificados de aforro, o outro...bom, o outro era para as pessoas que entravam directamente.

 

Passados 10 minutos estavam a atender  o numero 10, e eu comecei a reparar no que acontecia no ultimo balcão, as pessoas entravam, iam aos apartados, retiravam a correspondência, umas iam-se embora as outras iam para esse terceiro balcão, eram atendidas, davam dois dedos de conversa...e iam embora....enquanto havia dezenas de pessoas que tiravam senha e esperavam.

 

Numa altura em que a conversa versava sobre o salário do primeiro ministro e namorada, decidi que já estava bom.

 

-Desculpe, a conversa está engraçada, mas reparei que o senhor não tirou senha!

-Pois não, mas não tinha que tirar...e já me vou embora - e pirou-se de fininho.

-Desculpe, mas porque é que estas pessoas não tiram senha? - Perguntei à funcionária.

-Porque não tem que tirar!

-Não?, e porquê?

-Porque as pessoas dos apartados não tem que tirar senha.

-Desculpe lá, mas se é assim, isso devia estar escrito bem claro, porque tem dezenas de pessoas à espera, e estes senhores entram, ficam na conversa consigo, e o resto espera.

-Isto é um serviço pago! - diz alguém.

-Pois, e as restantes pessoas não pagam?.... quero o livro de reclamações!

 

Entretanto as restantes pessoas que estavam na conversa decidiram interceder, pela funcionária..claro.

 

Lá veio o livro de reclamações, e vejam lá, a partir daquele momento a senhora começou a pedir senha.... aos indignados senhores que vinham dos apartados.

 

Acho que as regras devem estar sempre claramente afixadas, se há pessoas que não tem que tirar senha, isso deve estar escrito em local visível para que os restantes utentes não se sintam enganados, mas o facto de depois da reclamação ter sido pedida a senha ....diz tudo.

 

35  minutos depois de lá ter chegado, fui finalmente atendido e cheguei a horas à escritura.

 

Jorge

PS:Imagem retirada da internet

 

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38

Falsos moralismos!

por Jorge Soares, em 15.07.08

 

Eu sou uma pessoa que ainda acredito no valor da palavra das pessoas, para mim a minha palavra ainda vale mais que qualquer papel e por vezes esqueço que faço parte de uma espécie em extinção.

 

Na sexta feira tive uma discussão que só não passou a mais porque o senhor tinha quase o dobro da minha idade. Infelizmente ainda não cresci o suficiente para perceber que me tenho que proteger, que o mundo está cheio de chicos espertos e eu sou um inocente.

 

Nesse dia fiz  a escritura da venda da minha casa, que estava acordada  há um ano, infelizmente por atraso, despreocupação e presunção do construtor da nova, não consegui marcar a escritura de compra para o mesmo dia.

 

Fui falar com o construtor, que só tem 6 meses de atraso na construção, para que  permitisse colocar os moveis na casa nova dois dias antes da escritura. Tenham em conta que o senhor só recebeu 10% do valor do apartamento como sinal, que a escritura já está marcada, os registos já estão feitos, os contratos dos serviços já estão todos em meu nome, tudo, só falta a escritura...que ainda não está assinada porque ele, ou os seus funcionários, conseguiram encrencar os registos na conservatória várias vezes, como vêem, tudo culpa dele.

 

A resposta do senhor foi um rotundo não. Ele não deixa porque as pessoas não são sérias e depois de lá estarem não pagam, mas eu não quero ir para lá, só quero lá colocar as coisas.... nada feito. Quando lhe recordei que o prédio devia estar pronto em Janeiro e esteve me Maio, ele diz que não é culpa dele, os outros não cumprem, mas ele é sério, os outros é que não.

 

Mas o mais incrível é a arrogância do senhor, que se coloca no seu pedestal de seriedade, ele é sério, nunca enganou ninguém e nunca teve que ir a tribunal....o atraso?, é culpa dos empreiteiros, não dele...e chegou-me a ameaçar que se a escritura não fosse na  data que ele pretende, eu teria que pagar juros.......isto quando ele tem 6 meses de atraso....

 

E à custa disto, tivemos que encaixotar a casa toda e mandar para um armazém, porque apesar de que conseguíamos convencer o banco a fazer a escritura hoje, sua excelência foi de fim de semana e portanto hoje não podia, só quinta.....e eu fico dois dias com a casa num armazém, e a viver emprestado.

 

Na sexta apeteceu-me matar alguém, só espero que na quinta ele apareça, porque caso contrário........

 

Enfim, estou com internet móvil, que funciona às vezes e sem tempo para visitar os blogs e deixar comentários....além de meio morto de cansaço...... não volto a mudar de casa!

 

Jorge

PS:Imagem retirada da Internet

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails

Pág. 1/2



Ó pra mim!

foto do autor






Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D