Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Bloco operatório

 

Na semana passada vi uma noticia em que se falava de um bloco operatório de um hospital privado que foi encerrado porque descobriram um pequeno insecto na sala de esterilização.
 
Acho que já todos vimos os filmes em que os médicos se lavam, vestem as batas todas e entram na sala sem tocar em nada. Eu nunca tinha passado por um bloco operatório, e é uma experiência que não quero repetir... mas não deixou de ter alguns aspectos interessantes....vejamos:
 
Eu tinha estado 10 horas numa maca num corredor do hospital, a ver passar a vida e até a morte, portanto foi  alivio o que senti quando me levaram. Primeira constatação, fui recebido por um bando de mulheres.... só mulheres.. que depois das mesmas perguntas que já me tinham feito umas dez vezes.... e de me passarem para uma mesa fria, me despiram completamente. Eram simpáticas, aliás, como todas as pessoas que encontrei nos 3 hospitais em que estive. Não sei o que me deram, mas lembro-me de me falarem dos tipos de anestesia e de decidirem que era só para as pernas, de me perguntarem sobre os meus filhos e que alguém ficou baralhado por eu ter dois filhos de 8 anos que não são gémeos... e de se falar sobre as sogras.
 
Entretanto foram chegando mais mulheres, levaram-me para o bloco e foi a vez da anestesista, que me esteve a apalpar a coluna durante muito tempo. Alguém muito simpático agarrou-me um braço e disse-me para fazer de gato assanhado, e eu fiz... finalmente a anestesista lá encontrou o lugar certo e espetou a agulha.... tentou dizer que ainda não era ali... mas eu senti de imediato o medicamento a correr. Entretanto deram-me algo que supostamente me ia fazer sentir bem... e entrei num estado de euforia.
 
Depois disso lembro-me de estarem a discutir os tipos de chapas e parafusos para o meu tornozelo...e de pedirem a broca..e de ouvir o berbequim a trabalhar...e pareceu-me ouvir.... um telemóvel.... sim, um telemóvel dentro do bloco operatório...e que alguém deixou o que estava a fazer e foi atender..... e mais brocas...e o médico a pedir a câmara para ver a imagem...e outro telemóvel, um diferente.. mas também estava lá dentro..e de novo alguém deixou o que estava a fazer e foi atender.
 
Lembro-me que a sala estava gelada e que sai de lá a tremer..... que os enfermeiros do recobro foram de uma simpatia extrema...... mas não deixei de pensar se os telemóveis estariam esterilizados..... e se as pessoas que foram atender estariam a fazer algo importante na operação....algo que podia esperar. E depois voltei-me a lembrar quando ouvi a noticia do bloco que foi encerrado porque alguém encontrou um insecto na sala de esterilização.
 
Já farei um post sobre como fui bem tratado nos 3 hospitais, Ponta Delgada, Setúbal e Outão.... mas fiquei a pensar no assunto.

 

Jorge

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17

Os Açores

por Jorge Soares, em 30.08.08

 

 

Eu tinha estado nos açores há 11 ou 12 anos, na altura fui em Abril, estava mais verde e as flores predominantes eram as azáleas, de resto, achei que estava exactamente igual, a mesma natureza inebriante, a beleza da paisagem, o mar e os vulcões, tudo exactamente igual, uma beleza que não cansa.

 

Na verdade, e ao contrario do que dizem os Açorianos, não acho que tenha havido uma grande evolução nestes anos, o mesmo aeroporto, as mesmas infra-estruturas, quase as mesmas estradas e quanto a mim, o mesmo problema, a falta de qualidade dos serviços, principalmente  na restauração.

 

Exceptuando o restaurante nas Furnas onde comi o famoso cozido e um outro em Ponta Delgada, todos os restaurantes onde comi eram pouco acima de sofríveis. E por incrível que pareça, nos açores não sabem preparar o peixe.... depois de dois fiascos desisti....peixe é em Setúbal. De resto, senti uma enorme falta de profissionalismo e de cuidado no atendimento.. principalmente quando saímos de Ponta Delgada. Num dos dias serviram um pão que além de ter aspecto de ter dias, já tinha sido congelado e descongelado... isto em restaurantes onde no fim se pagava razoavelmente...... acho que a ASAE deveria dar um saltinho aos açores. .. mas é claro que pode ser azar meu na escolha.

 

Depois há coisas engraçadas, na sexta já eu estava com a perna engessada, a família foi para a praia na Ribeira Quente e eu fiquei sentado cá em cima, havia vários contentores para o lixo, um de cada cor como mandam as regras da separação, chegou um camião do lixo e despejou todos os contentores lá para dentro.... bela separação!

 

De resto, como dizia no post de ontem, São Miguel é sem dúvida o sítio mais bonito onde já estive, a beleza natural está para além do que conseguimos descrever, as praias são magníficas e a água do mar é quente e convida a estar lá dentro..... já fui duas vezes, mas já está prometido que vamos voltar..e com mais tempo.... porque há muito que quero ver e rever

 

Jorge

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42

O dia em que virei atracção turística

por Jorge Soares, em 29.08.08

Hospital

 

Sem sombra de dúvidas, São Miguel é o lugar mais bonito em que já estive, a natureza, as  paisagens e o enquadramento humano formam o que para mim estará mais perto do paraíso.
 
É claro que há lugares da ilha que não estão nos roteiros de ninguém.... o Hospital por exemplo. ...e  muito menos chegar lá de ambulância e sair engessado... que foi o que me aconteceu.
 
Faltavam dois dias e meio para o fim das férias, já tínhamos visto a maior parte da ilha, na quinta feira fomos ao Nordeste, que é a zona onde as coisas estão mais arranjadas e mais bonitas. Estava a chover e portanto molhado. Paramos num sítio lindíssimo, com uma cascata, uma ribeira, muitíssimas flores..... estava a tirar fotografias.... cheguei a um ponto em que havia uma ligeira descida, estava molhado.... pensei - Vou cair..é melhor ir por ali ao lado - ..... pus um pé, escorreguei, cai e senti  crak!....... levantei-me e percebi que era grave...... pé partido... mas não sujei a máquina fotográfica.
 
Entre mim e a estrada havia uns 30 metros.... com uma ribeira e declives vários....sentei-me no chão molhado e mandei vir os bombeiros...... que chegaram passado uns 20 minutos.
 
Olharam para mim, para o sitio donde eu estava...e para o problema que tinham em mão..eu não podia por o pé no chão e eles os dois não me conseguiam tirar dali. Um dos bombeiros era enorme, o dobro de mim.. entretanto chegou outro, pediram ajuda de alguém que conheciam, colocaram-me numa daquelas macas simples para transporte e lá começou a odisseia.
 
Entretanto, a ambulância e o aparato foram chamando a atenção dos turistas,.... bom, a situação era meio hilariante...quatro fulanos a suar as estopinhas para me transportarem..e eu sempre a ver quando ia por ali abaixo e partia o resto dos ossos do corpo... ou quando é que o bombeiro mais avantajado tinha uma sincope e caía por cima de mim. Havia um monte de gente a olhar, alguém a filmar... enfim.. por momentos virei atracção turistica
 
Lá conseguiram, colocaram-me na ambulância, levaram-me para o Hospital de Ponta Delgada, donde fui imediatamente atendido...... e lá veio a confirmação, fractura do osso, ruptura de ligamentos...e tem que ser operado.
 
Fui operado no Domingo no Hospital de Setúbal, e passei os últimos dias no Hospital do Outão....e aqui estou.
 
Jorge

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:53

Férias!

por Jorge Soares, em 15.08.08

Caloura Hotel, Açores

 

Pois é, durante a próxima semana este senhor vai estar de férias, longe de casa, longe do telemóvel, longe das preocupações, longe dos horários ..longe do computador..... logo, longe do blog.

 

Durante uma semana não há jantar....quer dizer, haver há, não vai ser é aqui. Se por acaso alguém me quiser encontrar, vou estar ali algures numa daquelas janelas a ler um bom livro e olhar o Atlântico... ou a comer um cozido das furnas, ... ou a tomar banho numa das caldeiras.... ou a passear por Ponta Delgada..... ou a tirar fotografias às vaquinhas.

 

Uma boa semana para todos, divirtam-se.... que eu de certeza que me vou divertir.

 

Jorge

PS:Imagem retirada da Internet

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43

The Girl effect

 

No outro dia ouvi, por mero acaso, uma conversa em que alguém sugeria que os homens são melhores informáticos que as mulheres porque no fim do dia ao chegarem a casa, em lugar de irem tratar dos filhos e das tarefas domésticas, vão sentar-se ao computador... mexer em informática..  e isso faz com que evoluam e interiorizem as tecnologias mais rapidamente que elas....  isto até poderia ter algo de fundamento.. .se vivêssemos numa sociedade o suficientemente machista como para que os homens não cumpram a sua parte das tarefas caseiras... e se os que não as cumprem não se fossem sentar numa qualquer consola de jogos em lugar do computador.......

 

Estava eu a ler algo sobre fotografia.. aqui, quando me deparei com este post, que me levou a seguir este link, onde nos é apresentada uma nova versão do famoso efeito borboleta, que diz que uma borboleta que inocentemente bata as asas em Pequim, poderá causar um enorme furacão em Nova Iorque......Afinal, não só são tão competentes como nós, como ainda são o motor do mundo.... vejam com atenção.

 

 

 

Jorge

PS:Imagem retirada da internet

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:10

A espera... o silêncio das palavras

por Jorge Soares, em 12.08.08

Mãos

 

Há palavras que pesam mais que o silêncio, se bem se lembram a primeira entrevista foi a 11 de Junho, bom, algures a 16 de Julho finalmente aconteceu o telefonema esperado....  estávamos preocupados que ligassem por esses dias, depois da mudança a casa estava um desastre e havia caixas por todo o lado..... por incrível que pareça em 3 dias arrumamos tudo..... bem.... quase tudo!. À distância não consigo deixar de pensar que havia algo de ansiedade em toda essa pressa por termos tudo arrumado rapidamente....... havia sempre uma remota possibilidade de que quisessem cá vir naquela altura....ideia parva.
 
Vínhamos do Ikea de comprar os moveis quando ligaram, era para marcar a primeira entrevista..... dia  16 de Julho....... quase na altura de férias...... eu ia a conduzir e fiquei na expectativa, ..... talvez ainda antes da férias?... não, nada disso a entrevista foi marcada para.... 9 de Outubro!!!!!!!!!!
 
Não vou comentar, deixo a cada um de voz a oportunidade de pensar no assunto..... marcam uma entrevista a 16 de Julho, para 9 de Outubro..........A verdade é  que  continuam dentro dos 6 meses da lei.
 

Porque
não vens agora, que te quero
E adias esta urgencia?
Prometes-me o futuro e eu desespero
O futuro é o disfarce da impotência....

Hoje, aqui, já, neste momento,
Ou nunca mais.
A sombra do alento é o desalento
O desejo o imite dos mortais.

 

Miguel Torga

 

Jorge

PS:Poema e imagen retirados da internet

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09

Pelo direito à familia

 

Cada vez mais vivemos numa sociedade ecológica, verde e politicamente correcta, mas até que ponto estes conceitos interferem com a nossa vida até ao ponto em que se sobrepõem ao bom senso?
 
Na semana passada estive numa reunião em que tentávamos dar forma a um projecto onde se pretende chamar a atenção da sociedade portuguesa para o drama das milhares de crianças que vivem em instituições de acolhimento sem que o estado ou alguém defina um projecto de vida para elas. Entre os participantes, um grupo de pais adoptivos e candidatos à adopção, foram surgindo as ideias que eram expostas ao grupo.
 
A certa altura dei comigo a pensar que para cada ideia sugerida, alguém contrapunha um problema, se a ideia era lançar 10000 balões, um por cada criança, logo outro lembrava que os balões são prejudiciais para o ambiente. Se a ideia era escolhermos duas ou três instituições e irmos pintar paredes com as crianças, logo outro dizia que as crianças institucionalizadas não podem aparecer na comunicação social. Se a ideia era entregarmos 10000 flores, logo diziam que era necessário cortar as flores da natureza....e assim sucessivamente.
 
Como é fácil de ver,  a nossa preocupação ecológica e politicamente correcta, estava-se a sobrepor perigosamente aos objectivos propostos, e as pobres crianças estavam a ser esquecidas. Nessa altura tentei chamar a atenção para a existência dos meios termos, por exemplo a comunicação social pode perfeitamente dar noticias sem mostrar as caras das crianças, .....
 
Na realidade, e como estão as coisas, em breve temos uma polícia qualquer dos costumes a vigiar cada passo que damos e a verificar se esse passo é ou não ecológico e politicamente correcto..... e para ser sincero, tenho certas duvidas que tal coisa se justifique ou torne melhor e mais aceitável a nossa vida.
 
Eu não estou a  dizer que não deve haver preocupação ecológica, ou que os direitos devam ser esquecidos, nem que os fins justifiquem os meios, entendo que em tudo na vida deve existir um meio termo e o bom senso deve imperar, caso contrario, haverá uma ASAE para cada passo que damos e de certeza que não damos passos nenhuns.

 

Para tudo na vida deve haver bom senso e sentido comum, sob pena de não cairmos naquele exagero dos tempos da velha senhora em que se andava com uma telha debaixo do braço para se fumar debaixo de telha.
 
Bom,  Já agora, a ideia é no final de Novembro, fazer-se uma grande campanha de sensibilização para chamar a atenção para as 11000 crianças que vivem institucionalizadas, entregues ao estado, sem um projecto de vida e sem o direito a terem uma família. Uma das ideias aprovadas passa por colocar os jogadores de futebol a chamar a atenção para o problema, se alguém da liga de clubes ou de algum clube ler isto..... uma cunha dava jeito....e todas as participações e ideias são bem vindas.
 
Jorge
 

PS:Imagem retirada da internet

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Um ano de Blog

por Jorge Soares, em 08.08.08

 

Este blog fez um ano ontem, 365 dias, 260 posts, 2260 comentários, 2 destaques do SAPO, 3 textos escritos aqui escolhidos para o programa historia de vida da Antena 1 , muitos amigos novos........ 3 outros blogs.. tantas coisas.

 

Tudo isto começou sem expectativas nenhumas, sempre gostei de escrever, há muito que não o fazia, o blog foi alimentado dia a dia por esse bichinho da escrita, que vai crescendo dentro de mim, apesar de que evidentemente tem altos e baixos.  Continuo a não ter expectativas, há alturas em que me parece que tenho 10 temas para escrever e que consigo falar de qualquer coisa, outras há em que simplesmente nada me parece o suficientemente interessante e nem consigo iniciar os posts, mas o blog continua e há sempre um outro dia e mais vontade de escrever.

 

Este post deveria ter saído ontem, não saiu porque ao fim do dia estive numa reunião que teve a ver com o tema do blog nos adoptamos, e portanto estive longe do computador. Sobre isso falarei em breve e possivelmente irei pedir a vossa ajuda.

 

Resta-me uma palavra de gratidão, o contador de visitas passou hoje dos 45000, o numero vale o que vale, mas deixo o meu agradecimento a cada um de vós pelos 10 segundos de vida que ocupam em ler um post, porque se não fossem esses 10 segundos de cada um, este blog não existiria.

 

Só mais uma palavra especial para a Sónia, por este post... que ainda por cima fui o ultimo a ver.. foi ela que forneceu o bolo.. digam lá que não deixa agua na boca! Obrigado amiga.

 

Jorge

PS:Imagem retirada da internet (Via blog da Sonia!) 

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:17

Eu em Destaque no SAPO:Obrigado Maria

por Jorge Soares, em 06.08.08

Rosa

 

 

Hoje fui apanhado completamente desprevenido, não estava mesmo à espera...e só dei pelo destaque quando me chegou ao mail o primeiro comentário a dar os parabéns....

 

Para quem não sabe, desde há uns dias, o pessoal do SAPO escolhe um dos bloguers e pede que nomeie 5 blogs para o destaque. Hoje foi a Maria, do blog Quinta da Ribeira e para grande espanto meu, entre os blogs nomeados estava este. Agora ficava bem eu dizer que conheço o blog da Maria desde sempre.... mas mentir é feio, Conhecia o blog de ter passado por lá uma ou duas vezes, mas não era uma das minhas leituras habituais, não era, porque hoje fui lá com algum tempo e gostei, por tanto passará a ser.

 

Já passei lá a agradecer à Maria, mas vou-me repetir:

 

Maria, muito obrigado por essa nomeação que me deixou sem palavras, e pelas belas palavras que a acompanharam.... nestas alturas fico sempre sem jeito, portanto, deixo-te a flor que acompanha o post.

 

O blog faz 1 ano amanhã, portanto esta foi sem duvida a melhor prenda que me podiam ter dado.

 

Jorge

PS:Esta imagem é mesmo minha

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58

Terei eu sorte ou ele azar?

por Jorge Soares, em 05.08.08

Poupar

Imagem retirada da internet

 

O notário que fez a escritura da casa era um senhor com alguma idade e pelo vistos uma pessoa divertida,..bom, pelo menos foi a ideia com que fiquei.
 
O vendedor estava atrasado, mas o homem decidiu que também não precisávamos dele para nada, vai daí decide começar o acto sem ele.
 
Em todas as escrituras é necessário que se leia toda a documentação, ao mesmo tempo que o notário vai lendo, o representante do banco vai conferindo nas copias se todos os dados estão correctos..... afinal são eles que pagam. Lá foram lendo até que chega ao momento do valor da casa, o diálogo foi mais ou menos assim:
 
-...compram a casa no valor de xxx mil Euros- diz o notário.
-E só pedem empréstimo de xxx a dividir por três, mil euros doutor! - Diz o homem do banco.
 
O senhor fez uma pausa, ficou a olhar para mim e diz:
 
-Você é um homem de sorte, tem uma mulher que vale ouro.
-..........???????- Fiquei meio parvo, nem disse nada.
-Trate bem dela, olhe que não há muitas assim!
 
Nisto a P. reagiu e disse:


-Sabe doutor, nós temos por principio que só compramos o que quer que seja se tivermos pelo menos metade do valor.
-E é um excelente principio, fazem muito bem, o senhor é um homem com muita sorte.
 
Lá se continuou com a escritura e no fim, lá voltou o homem à conversa.
 
-O senhor é mesmo um homem de sorte, trate muito bem dela, olhe que não há muitas assim... bom, mas o senhor soube escolher, também tem mérito.
 
Fiquei na duvida, há varias interpretações possíveis para esta conversa, e na realidade não sei qual se aplica, vejamos se alguém me ajuda:

  • Primeira hipótese: as mulheres são as responsáveis pelo descalabro financeiro das famílias portuguesas, eu tenho muita sorte porque a minha não é assim e conseguimos poupar.
  • Segunda hipótese: Os homens não conseguem poupar nada, mas eu tenho uma que me põe na ordem.
  • Terceira hipótese: O notário tem lá em casa uma mulher que lhe dá cabo das economias e  apesar do valor absurdo que eu paguei por uma hora de trabalho dele, ele não consegue poupar nada.

Certo é que desde a perspectiva dele, o meu único mérito é que soube escolher e não fosse essa minha qualidade, estava condenado à penúria......é caso para dizer: E esta hein?
 
Jorge

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails

Pág. 1/2








Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D