Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





O Egipto, nós e a crise

por Jorge Soares, em 31.01.11

Exército do Egipto diz que não lutará contra o povo

Imagem do Público

 

É curioso, hoje vinha no carro a ouvir as noticias na rádio e vinha a pensar naquele meu post de Domingo à noite com os seus mais de 100 comentários, a quantidade de gente que em Portugal vira as costas à Democracia, as pessoas que dizem que é necessário sair à rua e fazer uma revolução que corra com estes políticos que temos... ou naquele inquérito que diz que antes do 25 de Abril se vivia melhor que agora... e depois vemos as noticias e vemos todo um povo que sai à rua e desafia tudo e todos em nome da Democracia.. quanto dariam os Egípcios por poderem votar?, por poderem eleger os seus governantes? Quantas vidas estão dispostos a sacrificar em nome da Democracia que pelos vistos por cá há quem despreze?

 

Hoje o Petróleo chegou aos 100 Dólares por barril, daqui a dois ou três dias nós veremos as consequências disso cada vez que formos abastecer o carro. É pelo Egipto que passa o canal de Suez e é pelo canal que todos os dias passam mais de um milhão de barris de petróleo. Foi este petróleo que fez com que Mubarak se mantivesse no poder nos últimos 30 anos, o ocidente não prescinde do ouro Negro e entre apoiar o poder de um ditador ou correr o risco de com umas eleições livres o país pender para o lado árabe, o amigo americano e os seus seguidores apoiam o ditador.. No Futuro o Egipto pode ser uma nova Turquia, ou um novo Irão, na dúvida, o ocidente mantinha o amigo Mubarak.

 

Nós observamos de longe, mas joga-se muito do nosso futuro e da nossa crise por estes dias no Egipto.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:23

 

 

"Sou professora na escola de Vila Real, digo no frigorífico, porque as temperaturas dentro da escola são inferiores às da rua. Na primeira 3ªfeira do ano tive aulas toda a tarde e apesar de estar enregelada e a meio da tarde me ter sentido febril, como tinha reunião de encarregados de educação só sai da escola às 20 horas. Quando cheguei a casa estava com temperatura e nos dias seguintes fiquei mesmo sem voz, no entanto graças à colaboração dos alunos consegui dar as minhas aulas. Mas todos os dias há alunos a faltar e alguns professores que não se aguentam de pé. Ainda bem que o estatuto do aluno mudou e as faltas justificadas já não contam para efeitos de testes de recuperação, se isto tivesse acontecido no ano anterior para além de doentes ainda estaríamos sobrecarregados de trabalho…

Mas o que me levou a escrever este comentário é que, segundo o ministério da educação, não há escolas públicas a rebentar pelas costuras, porque eles resolvem isso com 30 alunos ou mais por turma, já tive uma com 32…
Quanto às distâncias nem imaginam o que as crianças de Trás-os-Montes passam – 20 km não é nada – caminhos em mau estado e estreitos e no Inverno, devido ao gelo, extremamente perigosos, ou pensam que as aldeias são todas acessíveis pelo IP4 ? Em muitas aldeias têm mesmo que andar 3 ou mais Km para apanhar o transporte…
Sabem que há crianças que a única refeição em condições é a que comem na escola e, por vezes, nem agasalho adequado trazem para suportar o frio? Sabem a que preço está o pão? E o leite? E as batatas? E o arroz?
Deixo-vos um tema de discussão sobre o Portugal real!!!"

 

O comentário acima foi-me deixado no post da passada quinta feira em que se falava do financiamento das escolas privadas. Ao contrario do que diz a Leamar, eu não acho que o Ministério da Educação esteja a lançar as pessoas umas contra as outras. Estamos a falar de um protocolo que foi pensado e assinado há muitos anos atrás quando as condições das escolas, da educação e até do país eram outras. Acredito que como diz a Leamar, existam escolas destas que são uma verdadeira mais valia e o garante de uma educação de qualidade para muita gente, mas a percepção que tenho, até pelo que conheço aqui em Setúbal, é que na maioria dos casos, estas são escolas para as elites, onde dificilmente se consegue uma vaga a menos que se tenham muitas cunhas e onde  a maioria das pessoas paga um balurdio por condições que afinal não diferem muito das escolas públicas da cidade...e eu falo por experiência... não quero alongar muito o post, mas a coisa terminou quando numa reunião de pais eu disse às senhoras freiras que elas não eram sérias...e não eram.

 

Não é necessário ler o comentário desta professora da Escola de Vila Real para percebermos que apesar de as coisas terem melhorado bastante, falta muito por fazer nas nossas escolas, e como disse no outro post, acho que o governo em lugar de estar a financiar escolas privadas, tem que utilizar esse dinheiro para melhorar o ensino público e garantir que todas as crianças tem acesso a escolas dignas e com um mínimo de condições.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:56

 

 

Letra

 

Sou da geração sem remuneração
e não me incomoda esta condição.
Que parva que eu sou!
Porque isto está mal e vai continuar,
já é uma sorte eu poder estagiar.
Que parva que eu sou!
E fico a pensar,
que mundo tão parvo
onde para ser escravo é preciso estudar.

Sou da geração ‘casinha dos pais’,
se já tenho tudo, pra quê querer mais?
Que parva que eu sou
Filhos, maridos, estou sempre a adiar
e ainda me falta o carro pagar
Que parva que eu sou!
E fico a pensar,
que mundo tão parvo
onde para ser escravo é preciso estudar.

Sou da geração ‘vou queixar-me pra quê?
Há alguém bem pior do que eu na TV.
Que parva que eu sou!
Sou da geração ‘eu já não posso mais!’
que esta situação dura há tempo demais
E parva não sou!
E fico a pensar,
que mundo tão parvo
onde para ser escravo é preciso estudar.

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:04

Conto, O amante

por Jorge Soares, em 29.01.11

O amante

 

- Você é meu amante! Você tem que me comer! É pra isso que servem os amantes. O que é? Isso virou um casamento? É isso? A gente sai pra jantar, tomar um chopp e você não fala nada. Eu chego você não nota. Eu corto o cabelo você não comenta. Só falta a televisão, com um jogão daqueles, aqui nesse quarto de motel que você arranjou. Nem em motel decente você me leva mais. Vamo levanta dessa cadeira. Levanta! É pra isso que serve ter amante: Pra levantar. Pra levantar o cacete, pra levantar meu moral, pra levantar dinheiro do meu marido.


O que? Você está indisposto? Meu bem, de onde você vem não te avisaram que amante não fica indisposto, nem gordo e nem faz greve? Ah, não? Pois estou te avisando. Vamo. De pau duro agora, que não tenho muito tempo. Tenho um trabalho para entregar na faculdade ainda hoje. Sabe que eu entrei para faculdade? Imagina, eu? Nessa idade? Mas eu pensei, se eu já tenho um amante porque não entrar na faculdade? Acho que tem tudo a ver: amante, faculdade. Não quero parecer ultrapassada.


Vamo. Tá demorando muito. Quer uma ajuda? Uma chupadinha, quer que eu dê uma pegada e tal? Quer? Não precisa ficar assim. Não, não estou pressionando, benzinho, mas veja bem. Quem paga aquele apartamento lindo e grande pra você? Quem compra suas roupas caras enquanto você se exibe pras gatinhas de bundinha ainda pra cima, mas que um dia ainda vai cair? Quem? A titia aqui. A titia não pede nada, só que você fique de pau duro pra ela. Só isso.


Vamo benzinho. Cresce pra titia, vamo. O que? não posso conversar com seu cacete? Porque não? A gente se conhece bem, somos íntimos. Ele me entende, ele até me conhece por dentro.


Tá bom não é hora de piadas, você tá certo. Mas e agora o que é que faço? Não posso sair assim e ir atrás de outro amante agora. Tem que ser você mesmo. Sabe aquela expressão, se só tem tu, vai tu mesmo. Tá bom. Vou parar com as piadas. Mas você não me deixa muita opção, não acha? Já que você não vai me fazer gozar eu vou pelo menos gozar de você. Tá, já parei.


Você realmente está sensível hoje. Nunca vi disso. Amante sentimental. Ainda bem que você não tá apaixonado por mim. O que? Era isso que você queria me dizer? Você? Apaixonado? E por mim? Essa é boa. Amante apaixonado! Meu bem, eu já casei. E casar você só casa apaixonado. Já passou, é verdade. Mas na minha idade eu não arranjo mais marido, de modos que fico com este mesmo que já tenho. Na minha idade se arranja amante. A-man-te. Ouviu isso? Eu não quero namorado, eu não quero marido. Eu quero AMANTE. Por isso trate de se desapaixonar e ficar de cacete pra cima. Não funciona assim? E como funciona? Já pedi pra você me dizer o que faço. Coloco um filme pornô? Pego um óleo com sabor amora? Tomar um banho juntos? Você gosta tanto dos nossos banhos! Benzinho, vamos resolver isso logo. O tempo está passando, tenho que sair e ninguém me comeu. Vou chegar em casa, aborrecida, meu marido vai perguntar o que houve, me dizer que hoje estou um porre e o que eu digo a ele: - ah, é culpa do meu amante que não me comeu! Não se preocupe. Se duvidar, ele até concorda comigo, que isso é um absurdo, um amante de pau mole. Isso chega a ser uma contradição. Amante e pau mole na mesma frase.


Enfim, querido, preciso ir realmente. Fique aqui sozinho no seu motelzinho de segunda pra pensar bem muito no que você quer fazer comigo, da próxima vez que a gente se encontrar. Quero bastante safadeza que é pra tirar o atraso. Por hoje me resolvo no banheiro com uns brinquedinhos que ganhei das amigas que ainda estão vivas, se é que você me entende. Não entendeu? Elas estão vivas porque também tem amantes e não só maridinhos encardidos. Se bem que os amantes delas devem comê-las. O que não é meu caso. Não, não estou cochichando. 
Não esqueça do meu pedido, tá? Já esqueceu? Safadeza, benzinho. Safadeza. Tchau.

- alô. É da casa de acompanhantes do Mister Perfeito? Eu queria contratar um acompanhante. Sem tempo determinado, mas com urgência. Pra hoje, o sr. tem? É, estou com certa urgência. Ele tem boas referências? Huuum, com a aquela atriz? Tá bom, então. O numero do meu cadastro é...

 

Ayla Andrade

 

Retirado de Uma escada para o nada

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:04

Alunos de Vila Real com cobertores na escola

 

Imagem do Público

 

O nosso país é feito de contrastes, hoje no telejornal duas noticias que me deixaram a pensar, na primeira, um grupo de alunos de uma escola de Vila Real (Escola Camilo Castelo Branco) manifestam-se à porta da mesma com mantas e cobertores contra o frio que passam nas aulas...  Na segunda um grupo de crianças num enorme pavilhão gimnodesportivo de um externato de Torres Vedras, com ar de quem está feliz por não estar nas aulas, fazem uma manifestação em prol do financiamento das escolas privadas por parte do estado.

 

As manifestações contra o frio à porta das escolas públicas não são nada de novo, repetem-se ano sim, ano também mal chega o Inverno a sério e mostram o muito que ainda falta fazer no que respeita às condições de muitas das nossas escolas. As manifestações a favor do financiamento de escolas privadas são uma novidade... mas pelos vistos vieram para ficar.... ou não!

 

Diz-se por aí que as crianças são obrigadas a alinhar, que quem não vai às manifestações tem falta, há quem esteja escandalizado porque puseram as crianças a carregar caixões com fotografias e flores, dizem-se muitas coisas... Um destes dias uma senhora entrevistada para a televisão dizia o seguinte:

 

"Eu estou a manifestar-me pelo direito à escolha, porque eu tenho direito a escolher a escola dos meus filhos"

 

Estou completamente de acordo, o que não sei é se a senhora tem direito a escolher a escola privada para os filhos dela que é paga com o dinheiro dos meus impostos, é que eu não tenho direito, os meus filhos vão para a escola que decide o agrupamento. Eu gostava de poder escolher a escola mais cara e conceituada de Setúbal para os meus filhos, mas para isso teria que poder pagar as mensalidades... e não posso, logo eles vão para a escola pública.

 

Acredito que existam zonas do país em que o número de escolas públicos ainda não seja suficiente e que aí se justifiquem as parcerias, mas será que isso é verdade em Torres Vedras, ou em Viseu, Lisboa, Porto?

 

Quanto a mim o estado deveria era acabar com todas estas parcerias, colégios e externatos são empresas privadas... e como tal devem conseguir financiar-se, o estado deveria pegar em todo este dinheiro e investir num enisno público de qualidade, em melhores escolas, investir para que as crianças de Vila Real não tenham que ir para a escola de manta e cobertor.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45

you need to get off facebook

por Jorge Soares, em 27.01.11

 

 

Como para ficar a pensar....

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:25

Caso Casa Pia,.. mentira?, tenham dó!

 

A noticia é de ontem, mas como não poderia deixar de ser, hoje é a noticia do dia... já ninguém se lembra das eleições, dos números de eleitor perdidos, da abstenção ou dos cortes dos ordenados , hoje a noticia é o Bibi e o seu desmentido do desmentido do desmentido....

 

Tenho estado a ler as diversas opiniões sobre o assunto que tem aparecido na blogosfera, como seria de esperar, a maioria das pessoas culpa a pobre justiça que temos de mais esta telenovela... Eu não consigo ver as coisas assim, a justiça funciona muitas vezes mal, neste caso especifico foi lenta e até desumana, mas não tem culpa nenhuma que este senhor, ou alguém por ele, tenha uma imaginação tão fértil... esteja ele a imaginar agora, ou tenha estado a imaginar durante todo o julgamento.

 

Eu ontem não queria crer no que estava a ouvir, então ele foi obrigado a mentir porque lhe deram um copo de água que fez com que inventasse aquela historia toda... A nossa Policia Judiciária deve ser fantástica, conseguiu inventar uma droga para colocar num copo de água cujo efeito durou anos... e não só afectou o Carlos Silvino, como a todos os jovens abusados e a centenas de testemunhas que foram chamadas a depor e corroboraram grande parte das coisas.... muito à frente mesmo... tenham dó... mas alguém acha isto possível?

 

Também é verdade que mentira ou não, os condenados continuam em liberdade e a gozar a vida cá fora... que importa se isto é mentira ou verdade?... curiosamente, ou não, o único que está preso é o que agora diz que é tudo mentira....

 

Update: Como muito bem diz O José nos comentários, ao contrário do que eu achava, o Carlos Silvino também não está preso.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07

ele é economista e do PSD, não comunista

 

 

Conversa no messenger a propósito desta noticia

 

Amiga says: olha Jorge, o TEU presidente está a ajudar o país


Jorge says: o MEU..... de onde?


Amiga says: de Portugal


Jorge says: está? mas os juros estão a subir


Amiga says: o ordenado que ele dispensou dava-me jeito


Jorge says: eu pensei que o homem era eleito e os juros vinham por ali abaixo

 

Amiga says: pensaste nada, se não votavas nele

 

Jorge says: ele dispensou o ordenado de 7000.. para receber os 11000 das reformas

 

Jorge says: não seria mais lógico ao contrário?

Amiga says: tontareco, tu és tontareco, ele é economista

 

Amiga says: isso era ser comunista, e ele é do psd

 

Jorge says:

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:14

Como escolher um nome para um filho!!!!

por Jorge Soares, em 25.01.11

Nomes estranhos

Imagem de aqui

 

Nós os portugueses temos algumas coisas singulares, uma delas são os nomes, para além de de utilizarmos uma regra diferente do resto do mundo para os apelidos, temos uma lista de nomes válidos... não sei se ainda é assim, mas os filhos dos portugueses na Venezuela, eram registados no registo civil com uns apelidos e no consulado português com outros, conheço pessoas que quando os pais regressaram a Portugal, simplesmente mudaram de nome e de apelidos quando foram tirar o primeiro bilhete de identidade.

 

Escolher os nomes para os filhos é quase sempre uma tarefa complicada, primeiro os pais babados tem que estar de acordo, o que nem sempre é fácil. Há quem deixe os padrinhos escolher e quem só lhes  tente agradar, depois há que escolher um nome que agrade a avós paternos e maternos... complicação a multiplicar por 4... principalmente quando os avós gostavam muito que os netos se chamassem como eles... Há casos em que o nascimento da criancinha termina em zanga com uma parte da família, ou com as duas, e até em divórcio...

 

Eu lembro-me de estar sentado com a minha meia laranja numa esplanada da avenida de Roma e escrever num guardanapo de papel os nomes que eu queria para as meninas e que ela queria para os meninos, ... A coisa até nem começou mal... R. era o primeiro nome da lista... os dois seguintes é que já não foi bem assim, adoptar não é bem a mesma coisa que ter filhos naturais... e agora que penso nisso, um dos nomes não ia passar na famosa lista oficial.

 

Conheço casos de pessoas que no último dia do prazo legal para inscrever a criancinha ainda andavam às turras com o nome, outras que até já tinham escolhido o nome para o rebento... e um dia depararam-se com um babete bordado com todo o amor do mundo pela avó... com um nome de que até não gostavam muito... mas não iam fazer a desfeita... cá por mim desfazia-se o bordado, mas eu tenho mau feitio.

 

Há um casal que tinha um método infalível,  se fosse menino ela escrevia 5 nomes e ele escolhia um, se fosse menina ele escrevia 5 nomes e ela escolhia um... parece-me bem. Há quem passe horas a olhar para listas de nomes a tentar chegar a um acordo... há quem tire à sorte... há muitas formas.

 

Voltando ao inicio do Post, eu sempre achei uma parvoíce o facto de em Portugal existir uma lista de nomes válidos, bem, a vida vai-nos ensinando que nem tudo o que parece parvo o é... no dia em que descobri que alguém chamou a uma pobre criatura Lyonce Viiktórya, só possível porque o pai  nasceu em Bissau e não em Portugal, percebi que sim, que a lista é necessária..e que não deveria mesmo ter excepções... aposto que no Brasil e em Maracaibo na Venezuela, há mesmo crianças que se chamam Skype.

 

E vocês, querem contar como escolheram o nome dos rebentos?...

 

 

 

 

Jorge Soares

PS:Se ainda não o fez, Pode Lyoncificar o seu nome, aqui

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:49

A abstenção e a lógica da batata

por Jorge Soares, em 24.01.11

A abstenção e a lógica da batata

 

Imagem do Público

 

No post de ontem deixei uma pergunta, graças ao pessoal do SAPO que colocou o post em destaque, não só tive uma avalanche de visitas, mais de 7000, como tive uma avalanche de respostas, mais de 100 comentários.

 

Depois de tudo lido, a conclusão é no mínimo estranha, as pessoas não vão votar porque os políticos que temos são todos iguais e acham que a melhor maneira de os castigar é não votando.... Curioso, porque eu diria que o efeito é mesmo o contrário, os politicos estão-se a marimbar para quem não vai lá e só lhes interessa mesmo quem vota... neles de preferência. No fim fiquei com uma dúvida ainda maior, há uma solução para tudo isto, ou simplesmente não votar vai resolver tudo?

 

Estou cada vez mais convencido que o voto deveria ser obrigatório, se não temos um povo com consciência do dever cívico então a solução é arrebanhar tipo cordeirinhos e levar às mesas de votação.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails

Pág. 1/4








Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D