Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





A guerra dos (aos) cartazes políticos

por Jorge Soares, em 13.08.15

cartazes.jpg

 

Imagem de aqui

 

Foi há cinco anos  que dei por mim um dia estupefacto a olhar para um cartaz de campanha à presidência da república com uma das minhas fotografias ao lado do nome do candidato, (ver este post), por isso consigo entender o que terão sentido as pessoas que apareciam nos cartazes do PS ao lado das frases sobre emigração ou desemprego em Portugal, que não tinham nada a ver com elas

 

Entretanto ficamos a saber que a coligação de governo recorre a fotografias compradas em bancos de imagens destinadas à publicidade para fazer os seus cartazes, a probabilidade de alguma das pessoas que aparecem nos cartazes ser portuguesa é mínima e evidentemente não tem nada a ver com as frases que as acompanham.

 

Os cartazes das campanhas políticas não passam de publicidade, para as agências de publicidade a politica não passa de um produto mais que se tenta vender, e tal como sabemos que as pessoas que aparecem nos outros anúncios muitas vezes nem gostam do que estão a vender, deveríamos saber que quem aparece nos cartazes dos políticos, nem sempre tem que acreditar no que vem lá escrito.

 

O que está errado nos cartazes do PS não é o facto de as pessoas não serem mesmo desempregadas ou emigrantes, é o facto de terem tirado as fotografias e não terem explicado às pessoas a que fim se destinavam.  Se eles tivessem ido buscar as fotografias ao banco de imagens onde foram os outros partidos, não tinha havido polémica, isto apesar de  as histórias continuarem a não ser reais.

 

Será que alguém que está desempregado à cinco anos estaria disposto a associar a sua cara e a sua história de vida a uma campanha politica de um partido sem ser a troco de nada? E acharíamos bem que um partido pagasse por histórias reais para colocar nos cartazes de campanha? O escândalo não seria o mesmo ou maior?

 

Entretanto as redes sociais tem estado a ser inundadas de imagens como as do topo do post que por acaso até retirei do site de um jornal, será que alguém pediu a Paulo Portas, ou a alguma das figuras públicas que aparece nas imagens, autorização para usarem a sua imagem nos "cartazes"?, É claro que não! 

 

Porque é que o que não é permitido aos partidos parece ser licito para o resto dos mortais que gosta de brincar com a situação? E se Paulo Portas decidisse cobrar direitos de imagem a cada pessoa que partilhou o cartaz acima?  (sim eu sei, também tinha que pagar a minha parte!)

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:27

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails


9 comentários

Sem imagem de perfil

De marquês barão a 14.08.2015 às 09:53

A propósito do tema abordado aqui deixo uma pérola Expressa de Ricardo Costa:
"As redes sociais estão para a publicidade como uma praga de gafanhotos para um campo de cereais. Destroem tudo o que lhes aparece à frente, de forma acéfala e em bando. Tanto fazem troça de campanhas absurdas ou tontas, como dos cartazes do PS, como obrigam a retirar do ar uma extraordinária promo de televisão, como era o caso da que a RTP fez para a Supertaça , totalmente centrada em Jorge Jesus. A promo era tão bem feita que a estupidez nacional não a conseguiu perceber."

Ai Jesus, não tarda vai querer acabar com a estupidez nacional promovendo o silenciamento das redes sociais, mas lembre-se Ricardo que a caridade bem exercida começa na própria casa. Vá dar uma volta pelos seus cantos, mire debaixo dos tapetes onde sacode os pés e aproveite para limpar as mãos á parede. A ser você o expoente visível do energúmeno com que ousa catalogar os portugueses espero bem que leve as respostas devidas em modo porrada de criar bicho nesta sexta feira 14 que o façam gritar pelo tradicional 13 do azar. Acho mesmo que este Costa bem precisava de uns abanões na lapela.
Imagem de perfil

De Kok a 15.08.2015 às 11:40

Pergunto-me se todo este folclore é uma versão actualizada da falada:
Guerra do Alecrim e da Manjerona.
Passaram a ser "importantíssimos" os cartazes e os jornalistas ávidos de notícias bombásticas juntaram-se aos comentadores políticos e vá de discutir e opinar sobre os ditos cartazes, uns tecendo fortes críticas e outros procurando uma desculpa esfarrapada.
Não fosse a mediocridade, a incompetência e a irresponsabilidade, da grande maioria dos intervenientes, (senão de todos), este episódios grotesco teria morrido no dia seguinte; mas tal não aconteceu e é o que se vê. E como também eu "me achei com direito de referir o assunto", só não me incluo "naqueles" porque imagino a blogosfera como um espaço cheio de mesas, tipo esplanada, onde cada um fala o que pensa sem se preocupar que a sua opinião seja relevante, interessante, ou nenhuma das duas.
Já os políticos, comentadores e jornalistas deveriam ter outros e mais importantes assuntos para opinar, discutir e noticiar.
Cá está, é somente uma opinião; a minha.
Um abraço pah!
Sem imagem de perfil

De marquês barão a 15.08.2015 às 22:24

Gostei mesmo desta parte que diz tudo em favor de poder falar sem ter que agradar: "porque imagino a blogosfera como um espaço cheio de mesas, tipo esplanada, onde cada um fala o que pensa sem se preocupar que a sua opinião seja relevante, interessante, ou nenhuma das duas."
Imagem de perfil

De golimix a 25.08.2015 às 08:40

Não é só a tua amigo. Estou inteiramente de acordo com ela. Exceptuando o facto de que estive calada sobre este assunto. É que já estou farta de lhes dar protagonismo no meu lado da cadeira
Sem imagem de perfil

De A.Santos a 16.08.2015 às 17:46

A mim a história dos elementos que aparecem nos cartazes cheira-me a esturro. Um dia participei com a minha namorada, hoje mulher num manif do 1 de maio. E alguém nos tirou uma fotografia abraçados. Passados um bom par de anos, alguém nos informa que em toda a Amadora a nossa foto estava em cartazes da JCP. Ainda hoje tenho guardado dois cartazes que pedi junto da sede do PCP e guardo com orgulho, porque modéstia à parte, estávamos giros, apesar de não sermos deste partido.
Ora irem junto do jornal digital O Observador denunciarem a situação, soa-me a esquisito, quando o que deviam ter feito era dirigem-se a quem foi o responsável da situação.
Nota final. Vi há pouco tempo Rita Pereira numa revista, de noiva. Casou-se? Em que igreja ou registo civil?
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 16.08.2015 às 18:49

Concordo na generalidade com o seu post, o que é de realçar pela raridade do acontecimento.
Já a sua reflexão sobre a possibilidade de Paulo Portas cobrar direitos de imagem parece-me de todo despropositada.
Quanto aos cartazes em si, o único erro que vejo é o de terem utilizado imagens das pessoas sem o seu consentimento, mas também acho estranho que as pessoas envolvidas (que presumo próximas do PS ou, no mínimo, não antagónicas) não se tenham dirigido aos responsáveis pelo sucedido mas sim, e a julgar pelas notícias vindas a lume, relatado o caso a um órgão da CS manifestamente anti-PS.
Imagem de perfil

De golimix a 25.08.2015 às 08:41

PS- Tudo bem Jorge?
Nunca estiveste, que me lembre, tanto tempo sem escrever!

Espero que voltes e bem!
Imagem de perfil

De golimix a 25.08.2015 às 19:24

PS- Tudo bem Jorge?
Nunca estiveste, que me lembre, tanto tempo sem escrever!

Espero que voltes e bem!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 01.09.2015 às 22:35

Olá

Estava de férias, nos anos anteriores preenchia os dias das férias com fotografias .. .este ano não consegui ter tempo para fazer os posts.... mas já estou de volta....

Jorge

Comentar post








Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D