Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Conto - O Ponto G de Pâmela

por Jorge Soares, em 22.03.14

Ponto G

 

Ao esquecer o Ponto G na pia de um banheiro, numa loja de conveniências, depois de comprar o próprio peso em mercadorias, Pâmela foi para casa e jamais o viu de novo. Era menina de fendas, de roupas jogadas em cores sugestivas, vermelhos, laranjas e amarelos, e era assim de puro calor na idade e nas curvas.

 

Ó Pâmela, magra de alma, que a uma lágrima do fim culparia o marido, culparia os homens de nenhum comover sua carne nos lençóis de uma cama em cor de vinho.

 

Não sabe ela, não sabe ninguém, é que ao deixar o Ponto G ali, ao ir embora, foi ele encontrando por uma senhora, a pequena e barriguda Neide, cujos pêlos copiosos desenhavam uma sinuosa vereda rumo ao meio de suas pernas; funcionária da loja, guardou-o em um bolsinho e levou-o para o lar, sem querer, e, antes do banho nas seis, ao largar calça e camisa para lavar, achou-o ali, envergonhado.

 

Estudou-o a ponto de o levantar entre polegar e indicador, nua na frente do espelho alongado, de mesmo ligar a lâmpada para vê-lo melhor entre os reflexos. Daí curvou-se e numa paixão de querer fincou-o no umbigo, achando dele um piercing.

 

Cabe falar: foi alegre ao caixão, muito depois, a barriga e curta Neide; sempre que alguém passou os dedos em sua barriga, foi ela a mais abençoada mulher no mundo.

 

As de copas

 

Retirado de Samizdat

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:14

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails








Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D