Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Marcia.jpg

 

Imagem de aqui

 

A expectativa era grande, nomes como Luísa Sobral, Márcia, Samuel Uría, Rita Redshoes, etc, deviam ser a garantia de que algo ia mudar. São músicos consagrados, que dão cartas na nova música portuguesa, com muito sucesso e que não ficam a dever nada a muita coisa que se faz pelo mundo fora.... desta vez é que era.

 

Afinal, a montanha pariu um enorme rato.... desde a  semana passada na rubrica da Antena 1, "A contar", David Ferreira tem estado a recordar alguns dos festivais dos anos 60... Bom, algumas das músicas que se cantaram nesta primeira meia final poderiam ter sido encaixadas no meio de qualquer um desses festivais sem que ninguém desse pelos quase 50 anos de diferença temporal.... 

 

É verdade que há letras muito bonitas, muito bem escritas... mas que claramente não tem nada a ver com um Festival da Eurovisão, podem ter muito a ver com o Festival RTP da canção dos anos 60 e 70.... mas dificilmente irão fugir aos últimos lugares na Eurovisão.

 

Qual é o problema da RTP com a música portuguesa do século XXI? Porque é que em lugar de escrever uma balada de outros tempos a Rita RedShoes não pode participar com uma das suas músicas em inglês? Porque é que o Samuel Uría, que escreve e canta coisas fantásticas, não pode participar no festival com uma das suas criações do século XXI? 

 

Porque é que o Rui Drummond que tem uma das melhores e mais versáteis vozes do panorama nacional , não pode cantar mais que uma balada insossa e sem jeito?

 

Se realmente queremos participar na Eurovisão e ficar  pelo menos a meio da tabela, porque é que não fazemos um festival a sério com:  os the Gift , os Clã,  os Xutos, os GNR, David Fonseca, The Legendary Tigerman, os Tambor, Isaura, Mimicat, Capitão Fausto, Acordes c/ arroz, Miguel Araújo, os Azeitonas, Marta Hugon, Aurea, etc, etc, etc,..... 

 

Há tanta gente fora de série no panorama musical português que a única explicação que eu tenho para que ano após ano raramente se passe do medíocre, é que as regras de participação estão completamente erradas..... 

 

Este ano esforçaram-se para trazer músicas escritas por jovens consagrados, mas esqueceram-se de mudar as regras... que de certeza são as mesmas de 1960.... se é que não são mais arcaicas. Como é que conseguem fazer um festival tão fraco com tantos nomes sonantes e cheios de sucesso na música nacional? O que é que a RTP tem contra a música POP e o Rock nacional? Esta vez até tivemos música em inglês... tão chata e sem graça como as baladas em português.. porquê?

 

Que tal esquecermos que este fim de semana aconteceu e começarmos de novo?

 

Jorge Soares

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:55

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.02.2017 às 18:19

a expectativa era grande eheheh, faltaram os homens da luta pa, a proposito que e feito dos cromos.

Comentar post








Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D