Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





refugiado3.jpg

 

Imagem de aqui

 

Li algures que "o ser humano é o único animal que tropeça duas vezes na mesma pedra", esta semana lembrei-me desta frase mais que  uma vez, primeiro quando vi nas noticias a forma que a Dinamarca está a utilizar para manter os refugiados longe, o roubo descarado.

 

Hoje voltei a lembrar-me quando li aqui, que no país de Gales os refugiados são obrigados a utilizar uma pulseira vermelha que serve para os identificar e terem acesso a comida. Em Middlesbrough, no Reino Unido, as portas das casas que lhes são entregues são pintadas de cor vermelha. Ambas as medidas terminam por facilitar a identificação dos recem chegados e os ataques racistas contra eles.

 

Junto com a frase vieram-me à lembrança outras coisas e outras épocas. Na Europa do Século XX milhões foram primeiro obrigados a utilizar uma estrela amarela na lapela, depois espoliados de todos os seus bens, marcados e enviados como gado para campos de morte.... 

 

A julgar pelas coisas que leio nos meios de comunicação e nas redes sociais, não me estranharia nada que um destes dias surja a noticia que algures foi criado um campo de trabalho para juntar todos os que agora chegam.

 

Em Dezembro estive em Berlim, entre as muitas coisas que aprendi da história e da forma de viver dos alemães, está o facto de todas as crianças alemãs terem que fazer pelo menos uma visita em cada um dos ciclos escolares a um campo de concentração. O objectivo é que nenhuma geração esqueça o que se passou na Europa do século XX e assim tentar evitar que se cometam os mesmos erros.

 

Não sei até que  ponto não será esta a explicação para a forma,  tão diferente do resto da Europa,  como os alemães estão a tratar o problema dos refugiados. Quer-me parecer que há muita gente por essa Europa fora que tem a memória curta e a quem não faria mal uma visita aos campos de concentração, talvez assim ficassem mais humanos, mais humildes, menos racistas, menos  preconceituosos... e não ouvíssemos falar de mais medidas como as agora tomadas na Dinamarca e no Reino Unido.

 

Já agora, para quem não percebeu ou não quer perceber, o que aconteceu no século XX na Europa tem um nome, chama-se holocausto e os que o causaram chamavam-se nazis.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails


6 comentários

Imagem de perfil

De Charneca em flor a 01.02.2016 às 00:04

Também já tenho pensado nisto que escreves. A memória dos europeus é muito curta, passaram "apenas" 70 anos. O passado deveria servir para amadurecermos enquanto civilização e não voltarmos a cometer os mesmos erros. Infelizmente, mais tarde ou mais cedo a História volta a repetir-se.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.02.2016 às 18:55

Se se aprendeu, alguma coisa com a historia, mas claro que sim, a tapar estatuas de nudez em museus e a nao beber vinho as refeicoes com alguns convidados, ainda havemos de aprender mais.
Imagem de perfil

De Kok a 01.02.2016 às 21:04

Há de tudo como na pharmácia:
-há os que não sabem nem querem saber (são muito novos),
-há os que sabem mas não querem nem saber nem quem lhes lembre,
-há os que sabem mas até negam que tenha acontecido,
-há os que nativos de famílias de refugiados mas que agora negam apoio aos novos refugiados,
-há também quem receba refugiados "à condição".
As pessoas têm memória curta? Não Jorge, não têm memória nem querem tê-la.
O insólito de tudo isto é perceber que se outro Hitler nascesse teria hordas de seguidores.
1 abraço pah!
Sem imagem de perfil

De Maria G. a 02.02.2016 às 07:59

Com a recente entrada no domínio publico de: “Mein Kampf”.
As reedições já preocupam a Europa.
Mas.. "Hitler pressentiu que 'Mein Kampf', obra ferozmente apologética, podia voltar-se contra a doutrina que veicula. Assim seja!"
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.02.2016 às 09:53

O mein kampf e um livro patetico de opinioes proprias de um sujeito sem qualquer fundamento com consistencia. Mas proibi-lo porque? Nao se vive em democracia? A democracia e isso liberdade de expressao . o reverso e as pessoas em vez de informadas e rebaterem as ideias que la estao ponto por ponto, aderirem por popularidade e ignorancia, mas se for assim entao vem a censura e a pergunta e quem entao decide para nos proteger o que deve ser publicado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.02.2016 às 09:34

aprender com a historia sim senhor sempre, mas sendo a esquerda actual a amiga e apoiante pra frentex dos islamitas e muito engracado vir falar de nazis, quando foram os islamicos aliados dos nazis na segunda guerra mundial e tiveram regimentos arabes a combater na europa ao lado das tropas nazis, organizados pelo lider arabe o mufti de jerusalem. de facto e preciso conhecer a historia e o actual islamofascismo.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor






Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D