Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Queremos paz, sem roubos e sequestros, queremos paz sem pobreza

 

Imagem de aqui

 

Vai fazer um mês que o povo da Venezuela começou a sair à rua, numa luta que iniciaram os estudantes mas que pouco já é da maioria da população. Uma luta desigual em que o povo armado com palavras e consignas se enfrenta com a Guarda Nacional Bolivariana e as forças paramilitares afectas ao regime.. uma luta que começa sempre por ser pacifica mas que na maior parte das vezes termina com manifestações dispersas com o uso da força e à lei da bala.

 

O saldo oficial até agora vai nos 21 mortos, centenas de feridos e milhares de presos, entre os quais o principal dirigente da oposição Leopoldo Lopes.

 

Na última semana Nicolás Maduro fez um chamado aos colectivos chavistas, grupos armados  afectos ao regime, para que ajudem a reprimir os protestos, o resultado foi um endurecimento dos enfrentamentos que só no primeiro dia se saldou em três mortos, um dos quais uma agente do Sebin, a policia politica do regime,  morta pela policia de Chacao quando tentava introduzir à força três jovens estudantes numa viatura descaracterizada.

 

A Venezuela é um dos países com mais recursos do mundo, é o terceiro produtor de petróleo, todos os dias entra muitos milhões de dólares provenientes da renta petrolífera, apesar de tudo isto e ao contrário do que por vezes se tenta fazer passar, a generalidade da população está cada vez mais pobre, e ninguém sabe para onde vai todo esse dinheiro.

 

Só nos dois primeiros meses do ano ocorreram mais de 200 assassinatos no país, as estatísticas dizem que é o segundo país mais inseguro do mundo tendo em conta o número de assassinatos por cada 100 mil habitantes.

 

O chavismo está no poder há 15 anos, é verdade que ganharam muitas eleições, mas também é verdade que o país está hoje muito mais inseguro, o governo controla os meios de comunicação e a censura está instalada, a corrupção não pára de aumentar, não há praticamente industria para além da petrolífera, a que existe foi nacionalizada e está práticamente parada devido à falta de divisas para importações de matérias primas. Há uma enorme escassez de bens essenciais e em lugar de diminuir, a desigualdade entre os poucos ricos e os muitos pobres é cada vez maior.

 

A democracia é cada vez mais uma miragem, o povo está farto e o país está neste momento entre uma ditadura à imagem da que governa Cuba há quase 50 anos e uma guerra civil.

 

Tirem 5 minutos e vejam com atenção o seguinte vídeo onde se explica porque lutam os jovens Venezuelanos:

 

 

 

 

Jorge Soares
Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:32

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails


5 comentários

Sem imagem de perfil

De ruben lopez machado a 11.03.2014 às 15:42

Ayer los luchadores por la "libertad" han asesinadomás otra venezuelana....es eso sus luchas....una VERGUENZA en el Mundo.... Paz sin pobreza....si, MUERTE con VIOLENCIA a quien no queriahacer barricadas... estoes LIBERTAD???ADONDE?
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.03.2014 às 19:17

Se te olvidó leer en las noticias la parte en que hablaban de los dos estudiantes de la ULA fueron esta noche pasada asesinados por los colectivos?

Los muertos en nombre de la paz son martires...

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Cris a 11.03.2014 às 18:33

ó Jorge, tanta gente a comentar o stripper gnr, e este tipo de situações que são, de facto, importantes quase sem comentários. Já aconteceu muitas vezes no teu blog. Eu pergunto-me acerca do tipo de prioridades que têm as pessoas...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.03.2014 às 19:15

Não fosse porque eu vejo os logs e sei que as pessoas pessoas passam por cá mesmo quando não comentam e já tinha desistido, porque isto Às vezes é frustrante.... mesmo.

Continuo sempre a pegar nos assuntos sérios porque sei que das pessoas que me Lêem alguma deve pelo menos penar no assunto, mesmo que não diga nada.

Obrigado a ti pelos comentários.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Telmo a 12.03.2014 às 00:48

Boa noite Jorge. Antes de mais, um grande bem haja pelo post, e pela forma como está redigido, finalmente leio palavras verdadeiras na minha língua de Camões. Pois tal como o primeiro comentário, o que habitualmente se lê são mentiras e verdades distorcidas que atravessam o atlântico. Quanto ao Sr. do primeiro comentário, gostaria de lhe perguntar, porque está em Portugal, se a Venezuela vive debaixo de um regime tão \"democrático\" ou como o \"falecido Pai\" do populismo afirmava. Se o Bolívar tivesse ossos, já tinha dado muitas voltas no túmulo com tanta mentira e crueldade. Todos sabem como o Sr. Maduro chegou ao poder, e quem o apoiou hoje morre à fome num país que produz de tudo, e podia ainda exportar, mas prefere ver o povo a morrer num país fechado. Se me fizessem o que fazem ao povo Venezuelano, eu também ia para a rua lutar, mais vale lutar pela liberdade, que morrer amordaçado... Apenas gostaria de vos deixar uma expressão de uma venezuelana verdadeira. \"Não existe Chavismo sem Chaves, e esse pagou já pelos seus crimes\".

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor






Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D