Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Marcia.jpg

 

Imagem de aqui

 

A expectativa era grande, nomes como Luísa Sobral, Márcia, Samuel Uría, Rita Redshoes, etc, deviam ser a garantia de que algo ia mudar. São músicos consagrados, que dão cartas na nova música portuguesa, com muito sucesso e que não ficam a dever nada a muita coisa que se faz pelo mundo fora.... desta vez é que era.

 

Afinal, a montanha pariu um enorme rato.... desde a  semana passada na rubrica da Antena 1, "A contar", David Ferreira tem estado a recordar alguns dos festivais dos anos 60... Bom, algumas das músicas que se cantaram nesta primeira meia final poderiam ter sido encaixadas no meio de qualquer um desses festivais sem que ninguém desse pelos quase 50 anos de diferença temporal.... 

 

É verdade que há letras muito bonitas, muito bem escritas... mas que claramente não tem nada a ver com um Festival da Eurovisão, podem ter muito a ver com o Festival RTP da canção dos anos 60 e 70.... mas dificilmente irão fugir aos últimos lugares na Eurovisão.

 

Qual é o problema da RTP com a música portuguesa do século XXI? Porque é que em lugar de escrever uma balada de outros tempos a Rita RedShoes não pode participar com uma das suas músicas em inglês? Porque é que o Samuel Uría, que escreve e canta coisas fantásticas, não pode participar no festival com uma das suas criações do século XXI? 

 

Porque é que o Rui Drummond que tem uma das melhores e mais versáteis vozes do panorama nacional , não pode cantar mais que uma balada insossa e sem jeito?

 

Se realmente queremos participar na Eurovisão e ficar  pelo menos a meio da tabela, porque é que não fazemos um festival a sério com:  os the Gift , os Clã,  os Xutos, os GNR, David Fonseca, The Legendary Tigerman, os Tambor, Isaura, Mimicat, Capitão Fausto, Acordes c/ arroz, Miguel Araújo, os Azeitonas, Marta Hugon, Aurea, etc, etc, etc,..... 

 

Há tanta gente fora de série no panorama musical português que a única explicação que eu tenho para que ano após ano raramente se passe do medíocre, é que as regras de participação estão completamente erradas..... 

 

Este ano esforçaram-se para trazer músicas escritas por jovens consagrados, mas esqueceram-se de mudar as regras... que de certeza são as mesmas de 1960.... se é que não são mais arcaicas. Como é que conseguem fazer um festival tão fraco com tantos nomes sonantes e cheios de sucesso na música nacional? O que é que a RTP tem contra a música POP e o Rock nacional? Esta vez até tivemos música em inglês... tão chata e sem graça como as baladas em português.. porquê?

 

Que tal esquecermos que este fim de semana aconteceu e começarmos de novo?

 

Jorge Soares

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:55

Vem aí a Feira de Santiago 2016

por Jorge Soares, em 18.07.16

feira de santiago 2016.jpg

 

Assim de repente parece que cada ano que passa temos menos feira, o meu primeiro post sobre a feira é de 2010, aqui, nesse ano era  de 24 de Julho a 8 de Agosto, 16 dias de feira e de festa,  no ano a seguir  foi de 23/07 a 07/08, aqui, em 2012 o número de dias manteve-se (aqui), em 2013 a crise estava no auge mas continuávamos com 15 dias de feira, aqui, em 2014 não sei porquê, mas não houve post, em 2015 parece que finalmente chegou a crise, 10 dias de feira (aqui), este ano é de 29 de Julho a 7 de Agosto, 10 dias que de certeza vão saber a pouco... valham-nos as figuras do Cartaz

 

Cartaz da Feira de Santiago 2016 em Setúbal

 

Dia 29 de Julho, sexta-feira

• 21H00 - BANDAS DE GARAGEM DE SETÚBAL 2016
• 21H45 - JOAQUIM GOUVEIA URBAN TRIO
• 23H00 - TIAGO BETTENCOURT

 

Dia 30 de Julho, sábado

• 21H00 - FEEL YOUR HEART BEAT
• 22H00 - GRANDE FILARMÓNICA SETÚBAL
• 23H30 - DEOLINDA

 

Dia 31 de Julho, domingo

• 18H00 - DIA DAS FAMÍLIAS - VILA DOS HERÓIS
• 21H15 - OS MASSACOTES
• 22H30 - OS ALCORRAZES

 

Dia 1 de Agosto, segunda-feira

• 21H00 - MESTIÇO + L. REPRESAS e PAULO FLORES
• 23H00 - CAROLINA DESLANDES

 

Dia 2 de Agosto, terça-feira

• 20H30 - CORAL ALENTEJANO OS AMIGOS DOS SADINOS
• 20H50 - CORAL ALENTEJANO OS AMIGOS DO INDEPENDENTE
• 21H30 - MIGUEL GUERREIRO
• 23H00 - ANTÓNIO ZAMBUJO

 

Dia 3 de Agosto, quarta-feira

• 21H00 - Flashmob ACM/YMCA
• 21H30 - ÁTOA
• 23H00 - CARLÃO

 

Dia 4 de Agosto, quinta-feira

• 21H00 - BANDAS DE GARAGEM DE SETÚBAL 2016
• 21H45 - SUPERNOVA
• 23H00 - CAIS SODRÉ FUNK CONNECTION

 

Dia 5 de Agosto, sexta-feira

• 21H00 - VENCEDORES DO CONCURSO DE FADO DE SETÚBAL 2016
• 21H45 - QUARTETO DE FADO DEOLINDA DE JESUS
• 23H00 - CUCA ROSETA

 

 Dia 6 de Agosto, sábado

• 18H00 - TARDE INTERCULTURAL
• 21H00 - BANDAS DE GARAGEM DE SETÚBAL 2016
• 21H45 - BRANCO
• 23H00 - DENGAZ

 

Dia 7 de Agosto, domingo

• 18H00 - GRUPO DE ANIMAÇÃO E TEATRO ESPELHO MÁGICO
- O MUNDO FABULOSO DE BOCAGE
• 21H00 - FADISTAS DE SETÚBAL
• 23H00 - MARCO PAULO

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16

A Joana Vasconcelos não ia longe

por Jorge Soares, em 08.04.16

joana vasconcelos.jpg

 

Imagem do P3

 

Aposto que o IPAD, os óculos de Sol de marca e as jóias iam dar imenso jeito.. .quando fossem vendidos ao desbarato para comprar roupa e comida... .as lãs e a agulha iam de certeza servir para fazer roupa interior.... 

 

Está visto que há gente a quem a cultura serve de pouco, da realidade da vida, esta senhora sabe zero.

 

Vejam o Vídeo:

 

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

A (falta de) cultura à bofetada!

por Jorge Soares, em 07.04.16

joão soares.jpg

 

Imagem do Público

 

"Em 1999 prometi-lhe publicamente um par de bofetadas. Foi uma promessa que ainda não pude cumprir. Não me cruzei com a personagem, Augusto M. Seabra, ao longo de todos estes anos. Mas continuo a esperar ter essa sorte. Lá chegará o dia.... Estou a ver que tenho de o procurar, a ele e já agora ao Vasco Pulido Valente, para as salutares bofetadas. Só lhes podem fazer bem. A mim também."

 

Que me lembre foi esta a primeira vez em que o ministro da cultura foi noticia desde que o governo socialista tomou posse, e na altura foi noticia  pela surpresa  da sua nomeação para o cargo .

 

Hoje foi noticia pelas piores razões,não li o artigo de Augusto Seabra, nem este nem o original de 1999, não faço ideia do que terá deixado o ministro da cultura tão irritado, mas por muito critico e ofensivo que o mesmo tenha sido, nada desculpa a reacção pública de João Soares.

 

Todos temos direito á indignação, mas um ministro não pode esquecer que é uma figura pública e membro do governo, um ministro não pode  reagir como uma criancinha em idade escolar e ameaçar com resolver as coisas à estalada. A atitude de João Soares é uma falta de respeito para o cargo que  representa,para o país e para todos os portugueses.

 

Hoje João Soares mostrou que não percebe o que significa ser ministro, no passado houve quem se demitisse de cargos de ministro por fazer uma piada de mau gosto  ou por fazer corninhos a um deputado na Assembleia da República, a atitude de João Soares não é menos grave que as que deram origem às demissões de Carlos Borrego e Manuel Pinho... 

 

Senhor ministro hoje mostrou muita falta de cultura, mostre algum respeito pelos portugueses e demita-se, quem sabe e a seguir António Costa elege alguém ligado à cultura, alguém que perceba os problemas e necessidades da cultura, para o cargo.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:06

Sem si o país fica triste Senhor Contente

por Jorge Soares, em 14.03.16

Imagem de aqui

 

A primeira imagem de Nicolau Breyner que guardo na memória é dele a gritar "Ó Mário, pisca para a esquerda" num anuncio da prevenção rodoviária portuguesa que algures pouco tempo depois do 25 de Abril pretendia ensinar a facilitar as ultrapassagens na estrada.

 

Durante os dez anos que estive fora de portugal perdi-lhe o rastro, mas quando a meio da década dos oitenta ouvi falar da primeira telenovela portuguesa, lá estava ele, como não podia deixar de ser.

 

Diz-se que morreu hoje, não é verdade, Nicolau  Breyner faz  parte do imaginário de todos os portugueses, o seu nome é sinónimo de cultura e uma parte muito importante da mesma nos últimos 50 anos.... está ligado ao teatro, à música, ao humor, à televisão, ao cinema.

 

A sua academia de formação é uma escola por onde passa muito do futuro da nossa cultura e faz parte do seu  legado

 

Nicolau Breyner é um mito da cultura portuguesa e os mitos não morrem, vivem para sempre na sua obra e no seu legado.

 

Sem si o país fica triste senhor contente.

 

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58

Porque morreram mais de cem pessoas em Paris?

por Jorge Soares, em 16.11.15

prayforParis.jpg

 

Era inevitável, mal começaram as noticias sobre os atentados em Paris apareceram os comentários nas redes sociais sobre os refugiados e a Europa, quando o mais lógico é pensarmos que é precisamente de pessoas como estas que fogem os refugiados, não falta quem aproveite qualquer ocasião para mostrar o seu racismo e xenofobia.

 

Numa resposta ao um comentário no post de sexta (aqui), eu dizia que devíamos esperar dois ou três dias pelas investigações, mas que era capaz de apostar que os culpados seriam franceses. Só foi preciso esperar um dia, o primeiro terrorista identificado era francês, tal como o eram outros e os cúmplices já identificados e detidos. Hoje até ficamos a saber que um dos terroristas não só é francês, como tem mãe portuguesa.... Bem me parecia que essa gente não era de fiar!

 

Por mais irónico que possa parecer, no Sábado na SIC noticias uma senhora portuguesa imigrante em França, criticava a França por  permitir a imigração... irónico mesmo seria que ela até conhecesse a mãe do terrorista luso-descendente.

 

Mas afinal porque morreram mais de cem pessoas em Paris?

 

Porque o ocidente está à muito tempo a ver o que se passa no médio oriente e a olhar para o lado. Na Síria há uma guerra civil onde morrem diariamente centenas de pessoas, há limpezas étnicas, perseguições religiosas,...  mas para a Europa e os europeus isso só passou a ser um problema quando os refugiados começaram a deixar os países limítrofes da Síria e começaram a chegar aos milhares às nossas fronteiras.

 

Há muita gente, a começar por alguns políticos franceses e de outros países europeus, que acham que a solução é fechar as fronteiras, virar as costas ao mundo e deixar a Europa para os Europeus, em que é que isso iria resolver o problema quando os terroristas que atacam em Paris são nascidos, criados e educados em França ? 

 

Foi na sexta que ficamos a saber que foi morto o principal assassino de reféns do estado islâmico, nascido, criado e educado na Inglaterra. Na Síria e no Iraque há dezenas de combatentes Portugueses, Espanhóis, italianos, o que prova que ao contrário do que muita gente acha, os terroristas não vem com os refugiados, vão da Europa para lá.....

 

A verdade é que o problema está em nós,na forma como estamos a criar e a educar os nossos filhos, é antes de mais um problema cultural e de educação, para além de combater os terroristas no médio Oriente, é necessário dar educação e oportunidades aos nossos filhos, sem isso atentados como estes irão acontecer muitas mais vezes.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54

 

letra

 

Com um olhar de soslaio

não me vêem como eu sou

atracados na memória

com quem ando e ou me vou

 

e falam sobre mim

sem me conhecer

dizem que é assim

não tem o que dizer

não tem o que dizer

não tem o que dizer

 

não sabem da minha vida

quem morreu e quem ficou

são doenças que descuram

que ninguém lhes segredou

 

 

e falam sobre mim

sem me conhecer

dizem que é assim

nem sei que lhes dizer

nem sei que lhes dizer

nem sei que lhes dizer

 

Entre dentes especulam

onde vou e o que faço

não passam de vis criaturas

a quem nego o meu enlaço

 

e falam sobre mim

sem me conhecer

dizem que é assim

nunca hão de saber

nunca hão de saber

nunca hão de saber

 

e falam sobre mim

sem me conhecer

dizem que é assim

não tem o que dizer

 

e falam sobre mim

sem me conhecer

dizem que é assim

nem sei que lhes dizer

 

e falam sobre mim

sem me conhecer

dizem que é assim

nunca hão de saber

nunca hão de saber

nunca hão de saber

nunca hão de saber

 

Vídeo da música "Prosas Mordazes", dos Lacre, numa parceria com a ASCUDT- Associação Sócio - Cultural Dos Deficientes De Trás -Os- Montes, Bragança.

 

Mais dos Lacre, aqui

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:39

Vem aí a Feira de Santiago ....

por Jorge Soares, em 23.07.15

feiradesantiago.jpg

 

 
A Feira começa amanhã.... e é por lá que me podem encontrar nos próximos dias 
 

O Parque de Santiago, na Avenida Emídio Graça, em Setúbal, recebe, entre os dias 24 de julho e 2 de agosto, mais uma edição da Feira de Sant’Iago. Ana Moura, Diogo Piçarra, Master Jake, Expensive Soul, Toy, GNR, Capicua e Amor Electro são os artistas principais dos dez dias de festa.

 

Cartaz completo da Feira de Sant’Iago 2015:

 

24 de julho

  • Susana Almeida
  • Mickael Salgado
  • Ana Moura

25 de julho

  • Cante Alentejano
  • Orquestra Filarmónica de Setúbal

26 de julho (Dia das Famílias)

  • Espetáculo de SID, Dudu e Winx
  • Radiophone

27 de julho

  • Low Budget
  • Diogo Piçarra

28 de julho

  • Master Jake

29 de julho

  • Expensive Soul

30 de julho

  • Toy

31 de julho

  • Loosense
  • Capicua

1 de agosto

  • GNR

2 de agosto

  • Conjuntoevinte
  • Amor Electro

Fonte A música Portuguesa

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:23

robertmeaning.jpg

 

 

É mais um daqueles músicos de que nunca tinha ouvido falar, alguém me fez chegar um mail sobre a apresentação de um novo álbum, no mail vinha um link para o youtube e outro para o bandcamp, fui ouvir e não dei o meu tempo por perdido, já tentei encontrar mais informação na internet mas encontrei muito pouco, pelos comentário aos vídeos fiquei a saber que se chama Gonçalo e que é natural do entroncamento, e sim, acho que pode ser um fenómeno da nossa música, assim quem tem o poder para fazer  as coisas acontecer gaste uns minutos a ouvir o seu trabalho.

 

A apresentação de The last girl standing foi no dia 28,  um trabalho de características folk-pop, com grande atenção e detalhe nas letras que são da sua autoria.

 

Deixo-vos com um o vídeo de The last girl standing, a música que dá nome ao disco e há mais para ouvir no A Música Portuguesa

 

 

Jorge Soares

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:44

Walter Benjamin

 

Luís Nunes, lisboeta de gema, mas com Londres no coração, assina como Walter Benjamin o seu trabalho a solo, que tem em "The Secret Life of Rosemary and Me" o seu mais recente exemplar. Uma obra que deve ser ouvida do início ao fim, cujas histórias deverão ser descobertas e decifradas pelo público. Porque a música - elucida - é exatamente isso: "sentir sem ver imagens, sentir sem haver contacto físico, e ter a perceção de algo que anda pelas ondas no ar, que é insensível, que não sabes bem o que é, pois não é real".

 

Fonte Palco Principal

 

Ouvi falar por primeira vez deste músico que adoptou o mesmo nome do filosofo alemão que morreu durante uma viagem a Portugal, no programa da Antena 1 David "Ferreira a Contar" do qual sou ouvinte fiel desde o primeiro dia. Tal como a David Ferreira também a mim me maravilhou a voz melodiosa deste alfacinha radicado em Londres que tem uma qualidade musical extraordinária e que é entre nós um quase completo desconhecido.

 

Entretanto fiquei a saber no programa de hoje que o Luís já voltou a Portugal e está algures no Alentejo a preparar o seu próximo disco que será em Português, espero que não tarde....

 

Letra

Letra

 

Mary 

This is our last shot 
before the glasses are filled with wine 
and your eyes are full of life. 
This is a big day, 
it was a big decision 
and a big mistake 
for me to come. 

Mary, 
won't you dance with me 
before you marry him? 
Mary, 
won't you dance with me? 

I never learned when to stop, 
and even at school 
I was too fast for you. 
Come on, 
I'm not advertising for a new mood 
- this is old stuff and you know it, 
someone's waiting on your couch. 

Mary, 
won't you dance with me 
before you marry him? 
Mary, 
won't you dance with me?

 

 

Há mais para ouvir aqui

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails







Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D