Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Afinal, quem queria o Brexit?

por Jorge Soares, em 05.07.16

Nigel Farage.jpg

 

Imagem do Observador

 

De repente o Brxit ficou órfão, conscientes do que por aí vem, os políticos britânicos abandonam o barco a toda a pressa.

 

Visto desde fora o que parece é que afinal ninguém queria o Brexit, Camerom convocou o referendo para calar a oposição e ganhar alguns votos de quem era a favor da manutenção, nunca lhe passou pela cabeça que o sim ao abandono da união Europeia pudesse vencer.

 

A oposição, encabeçada pelo Ukip, só era a favor porque isso trazia dividendos políticos e votos, na realidade eles tampouco acreditavam que o desfecho pudesse ser o que aconteceu... De repente acordaram para a realidade e perceberam que as consequências vão muito para além daquilo que poderiam imaginar..  o resultado foi uma debandada de políticos.

 

Nos primeiros dias havia quem acreditasse que a queda da Libra seria temporária, a realidade é bem diferente, não só a moeda britânica não recupera, como muitas das grandes empresas britânicas começam a procurar alternativas dentro da união europeia e há muitíssimos cidadãos britânicos a procurar formas de ter passaportes  irlandeses, franceses, espanhóis e até portugueses.

 

Acredito que nesta altura haverá muita gente na Gran Bretanha a tentar perceber como é que se dá a volta ao texto e como é que não se sai da União Europeia.

 

Pode ser que as coisas mudem, mas assim de repente o que parece é que quem votou no brexit para não ter imigrantes vai conseguir os seus objectivos, não porque se fechem as fronteiras e sim porque uma libra fraca e uma economia em crise, dificilmente atrairão trabalhadores estrangeiros.

 

Moral da História (alô bloco de esquerda) por vezes é preciso ter cuidado com o que se deseja.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:23

london racism.jpg

 

Imagem da internet 

 

"Em Londres, Fátima Lourenço ainda está abalada com o que aconteceu na passada sexta-feira, quando um grupo de jovens com idades entre os 18 e os 20 anos lhe cuspiu na cara e agrediu na rua com uma bandeira inglesa" 

 

O texto acima foi retirado do Observador, de uma noticia que fala de insultos e até agressões racistas a imigrantes portugueses na Gran Bretanha, mas há noticias como estas nos jornais de todo o mundo. De repente parece que o Brexit abriu a caixa dos horrores e muitos idiotas ingleses se sentem com direito a deitar cá para fora o ódio a tudo o que é estrangeiro e/ou diferente.

 

Polacos, portugueses, espanhóis, hindus, passaram a ser alvo de quem evidentemente andava ressabiado e a esconder o ódio contra quem chegou à Gran Bretanha para procurar trabalho e um modo de vida que dificilmente seria possível nos seus países de origem..

 

Se havia dúvidas sobre o que levou mais de metade dos ingleses a votar sim ao Brexit, estas começam a dissipar-se... estas coisas tem nomes: racismo, xenofobia, ódio aos estrangeiros e a quem é diferente.

 

Vejam os vídeos abaixo, são por demais esclarecedores.

 

 

 

 

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:51

bebes terroristas

 

Imagem de aqui

 

A noticia é do Público e começa assim:

 

"O Governo britânico, chefiado pelo conservador David Cameron, tem preparado um projecto de lei que pretende que os professores, incluindo os educadores de infância, detectem se há crianças nas suas salas que correm o risco de serem seduzidas pelo terrorismo.

O documento que menciona os infantários acompanha a Lei Anti-Terrorismo e Segurança preparada pelo Home Office (ministério do interior) e está no Parlamento, diz o jornal The Telegraph. Nele, os infantários e outros lugares onde se educam crianças de pouca idade (amas, por exemplo) são identificados como alvos, a par das restantes escolas e universidades."

 

É nestas alturas que sabemos que os terroristas estão a ganhar a guerra, quando um governo democrático decide que professores e educadores devem fazer de espiões é porque deixou de acreditar que esses mesmos professores são capazes de formar cidadãos íntegros e respeitadores.

 

Eu concordo que é na escola que se deve começar a combater o terrorismo, mas não é de certeza colocando marcas nos jovens que se consegue isso, é com educação e princípios democráticos sólidos. Converter professores em espiões só vai servir para que os jovens deixem de confiar definitivamente nestes e se neguem a aceitar o que eles transmitem, isso sim vai contribuir para que os jovens estejam mais vulneráveis e influenciáveis por quem os tenta desviar dos caminhos da liberdade e democracia.

 

Já agora, como é que se detecta que uma criança de cinco anos tem tendências terroristas ou está próxima de ser seduzida pelo terrorismo? Será que a minha mais nova passava no teste?

 

É com leis como estas que se dão armas a quem tenta influenciar os jovens ocidentais e é por governos como este que há tantos jovens ingleses a combater pelo estado islâmico na Síria e no Iraque, disso eu não tenho dúvida nenhuma.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28

A triste história de Ahsya King

por Jorge Soares, em 10.09.14

Ashya King

 

Imagem de aqui

 

O menino da fotografia chama-se Ahsya King, tem 5 anos e sete irmãos, é inglês e foi-lhe diagnosticado um cancro cerebral. Os médicos ingleses  receitaram quimioterapia ao Ashya para o tratamento da sua doença. Esta terapia é extremamente agressiva até para os adultos e tem efeitos secundários terríveis.

 

Os país de Ashya que são testemunhasde Jeová, depois de muita investigação principalmente na internet tentaram convencer os médicos do hospital a em lugar dos tratamentos com quimio, utilizarem a terapia de protões que se utiliza nos Estados Unidos e em alguns países europeus. Esta terapia é muito menos agressiva mas também é muito mais cara, pelo que não é autorizada pelo sistema de saúde britânica.

 

Ante esta negativa, os pais de Ahsya tiraram o menino do hospital e foram com ele para o sul de Espanha, a ideia era vendar a sua casa perto de Málaga e com o dinheiro obtido, viajar à Republica Checa onde o tratamento com portões custa perto de 20000 Euros.

 

Uma denuncia de rapto por parte do Hospital deu origem a um mandado de captura internacional e os pais de Ahsya foram presos pela policia Espanhola, Ahsya foi internado num hospital do sul de Espanha.

 

Entretanto todo o caso levantou uma enorme polémica na Inglaterra e as autoridades inglesas voltaram atrás na sua decisão de retirar o controlo parental aos pais de Ahsya... Imagino e desejo que entretanto os pais de Ahsya tenham conseguido o dinheiro de que precisavam e nesta altura o menino já esteja a ser tratado na República Checa.

 

Todos este caso levanta uma série de interrogantes, há pouco tempo em Portugal discutia-se se o estado devia ou não comparticipar um medicamento contra a hepatite que é muito caro mas garante a cura total aos doentes. O caso Ahsya não deixa de ser parecido, os hospitais ingleses não desconhecem o tratamento com protões, há na Inglaterra hospitais onde ele é subministrado aos doentes, só que Ahsya teve azar e foi levado para um onde o consideram muito caro e portanto não o utilizam.

 

Por outro lado fica a questão, até que ponto as autoridades de um país podem sobrepor-se aos desejos da família de um doente? Como disse, os pais de Ashya são testemunhas de Jeová, imaginemos que ele precisava de uma transfusão para salvar a sua vida e eram os pais que de acordo com a sua fé religiosa, a impediam, nesse caso as autoridades já podiam sobrepor-se à autoridade parental?

 

Os médicos e as autoridades inglesas consideraram que ao retirar a criança do hospital e viajar com ela para outro país, os pais tinham posto em risco a vida de Ashya já que este precisava de cuidados de saúde permanentes para sobreviver, mas não será licito que os pais queiram o melhor para os seus filhos e lutem por isso?

 

O mais triste da situação é que Ashya e a sua família tiveram de passar por tudo isto porque as autoridades de saúde inglesas, como as de tantos outros países, decidem o que é melhor para os doentes com base em critérios economicistas, na Inglaterra o novo tratamento custa perto de 120 mil Euros, e não no bem estar deles... quantos de nós não teríamos feito o mesmo que fizeram os país de Ashya?

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

Itália- Costa Rica

 

Imagem do La Nacion 

 

É nestas alturas que vemos a beleza do futebol,  o grupo D era o grupo da morte, 3 Golias ex-campeões mundiais e a Costa Rica, o pequeno David para o que estaria reservado o papel de bombo da festa.

 

Itália, Inglaterra e Uruguai são ex-campeões mundiais, o Uruguai onde joga Luís Suarez, uma das estrelas maiores da liga Inglesa, ficou em quarto lugar no último mundial, a Itália e a Inglaterra são selecções recheadas de estrelas maiores do universo futebolístico e estão sempre entre os candidatos em todas as competições em que participam. Tudo isto na teoria, porque a realidade vê-se dentro do campo e  dentro do campo quem até agora se mostrou enorme foi a Costa Rica, dois jogos, duas vitórias e a classificação para os oitavos de final garantida.

 

Com a vitória de hoje dos Ticos sobre a Itália, a Inglaterra, que desde 1958 não era eliminada na primeira fase de um mundial, deixou de ter hipóteses matemáticas de se classificar e vai regressar a casa  muito mais cedo do que estaria à espera.

 

Na última jornada deste grupo vai haver um duelo de titãs, Itália e Uruguai vão jogar entre si para decidir quem acompanha a Costa Rica nos oitavos de final.

 

No outro jogo do dia, a França presenteou a Suíça, que no primeiro jogo tinha deixado alguns apontamentos muito positivos, com uma mão cheia de golos, 5-2 foi o resultado final  num jogo de um único sentido em que marcou um golo, falhou um penaltie e marcou outro que não valeu quando o árbitro já tinha apitado para o fim do jogo. Com esta vitória os franceses ainda não garantiram a classificação para os oitavos, mas deram um passo enorme nesse sentido.

 

Ontem no último jogo do dia, a Grécia de Fernando Santos, que jogou quase 70 minutos com 10,  empatou com o Japão a zero e manteve-se à tona da água. 

 

Jorge Soares

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:55

Luís Suárez

 

 

Ontem no último jogo do dia, com arbitragem de Pedro Proença, a Croácia ganhou 4-0 aos Camarões, mantendo viva a esperança de classificar-se para os quartos de final e sentenciando a eliminação de uma selecção africana que uma vez mais não se conseguiu encontrar em campo, tendo inclusivamente havido tentativas de agressão entre colegas em pleno relvado ainda durante o decorrer do jogo.

 

Nos jogos de hoje, a Colômbia fez jus à sua condição de favorita do grupo e praticamente carimbou a passagem à segunda fase ao derrotar  a Costa do Marfim por 2-1. Sem  Falcão, a sua estrela mais cintilante, os Colombianos fizeram um excelente jogo sob a batuta do maestro James Rodrigues que marcou um golo e serviu outro ao portista Quintero.

 

Noutro dos jogos do dia, contra as minhas expectativas, o Uruguai com a sua estrela Luís Suarez em campo a jogar ao mais alto nível, como que renasceu para derrotar a excelente selecção Inglesa que apesar de derrotada, tão boa conta de si tinha dado no jogo inaugural do grupo contra a Itália. Com este resultado o Uruguai fica com as suas aspirações de se classificar intactas, a Inglaterra terá que ganhar à Costa Rica e ficar de calculadora na mão à espera de um milagre.

 

Este é cada vez mais o mundial dos golos, dos penalties e das reviravoltas no resultado.... 

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18

 

 

Imagem do Público

 

Dois dias em que até agora, ainda falta jogar a favorita Argentina, não se ouviu falar dos árbitros, o que depois das polémicas dos dois primeiros dias, são boas noticias. Os árbitros fazem parte dos jogos e erram como os jogadores e os treinadores, deseja-se que errem o mínimo possível e se possível sem ser sempre a favor dos mais favoritos.

 

O Sábado começou com um Colombia-Grécia, mesmo sem Radamel Falcão a Colômbia é uma excelente selecção, muito melhor que a Grécia e quanto a mim o resultado que talvez seja um pouco exagerado, é mais que justo. Fernando Santos tem feito um excelente trabalho mas a verdade é que a Grécia não tem argumentos para ir mais longe que a primeira fase.

 

No segundo Jogo do dia tivemos uma das maiores surpresas até agora a Costa Rica com um futebol muito agradável e um jogador muito acima da média, Joe Campbel, derrotou um Uruguai sem ideias e sem soluções.

 

O uruguai que jogou sem a sua estrela Luiz Suarez e que foi quarto no último mundial, não mostrou futebol para bater uma Costa Rica muito mais humilde e muito mais lutadora. Tendo em conta o que se viu no jogo a seguir a este, acho que estas duas equipas podem ir marcando a viagem para casa.

 

O último Jogo do dia foi o Itália-Inglaterra e para mim foi o melhor até agora. Há muito que não via a Inglaterra jogar e fiquei gratamente surpreendido, uma equipa muito jovem mas que tem ali jogadores com um futuro enorme, não sei se já estarão prontos para este mundial mas é sem dúvida nenhuma uma equipa com um enorme futuro.

 

A Itália que se viu ontem  foi uma equipa virada para a frente, continua a ter solidez defensiva mas sem rastos do catenacio, ganhou porque soube explorar melhor os momentos do jogo e porque mostrou mais maturidade que a jovem equipa inglesa.

 

Já vamos no quarto dia de mundial e até agora não tivemos nenhum empate e o único jogo com menos de três golos foi o México-Camarões, louve-se o futebol ofensivo e a veia goleadora.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Apontamentos sobre a visita a Londres

por Jorge Soares, em 30.08.11

Londres

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

A maioria das pessoas ruma a Sul e ao calor no Verão, cá por casa o hábito é o contrário, verão é a Norte, este ano incluiu uns dias um pouco mais a Norte ainda, em Londres.  

 

Primeira constatação, a diária em Londres para dois adultos e 2 crianças num hotel de 4 estrelas (da cadeia Novotel) fica mais barato que alugar um bungalow nos parques de campismo da costa Alentejana e nem estou a comparar com o mês de Agosto. Pagamos mais na Pascoa ou em Junho num bungalow que o que pagamos pelo hotel em Londres... é claro que a isto há que juntar as viagens... que se marcadas com a devida antecedência também não ficam assim tão caras. É verdade que o hotel não era no centro, mas tinha metro quase à porta e em 10 minutos estávamos na Tower Bridge. Com isto não é de admirar que por cá os ingleses sejam cada vez menos.

 

É claro que todos adoramos a cidade, evidentemente 5 dias não dá para ver tudo com a calma e o detalhe que gostaríamos, mas dá para ficarmos com uma ideia da grandiosidade da cidade e da enorme mescla de povos e culturas que vivem e convivem em (pelo menos) aparente calma e harmonia.

 

A maioria dos grandes museus são gratuitos, pelo que a nossa escolha de visitas recaiu principalmente sobre estes... e mesmo nos sítios em que não era gratuito existem os bilhetes familiares que tornam o acesso muito mais barato. A alimentação é mais cara que por cá, mas com algum cuidado consegue-se almoçar ou jantar a preços mais ou menos acessíveis... mesmo sentados e de faca e garfo conseguimos jantar por menos de 50 Euros, 4 pessoas.

 

Todos adorámos a cidade, a R. ficou um pouco triste porque não pode ir visitar o Museu da cera, mas 100 libras por um bilhete familiar era assim um pouco para o exagerado... fica para a próxima.

 

Aconselho vivamente o passeio de barco pelo rio, há uns barcos que vão do O2 até à zona do Big Ben, o bilhete familiar custou-nos 26 Libras, dá para o dia inteiro e podemos entrar e sair as vezes que quisermos, a perspectiva da cidade desde o Rio é fantástica e é uma  excelente forma de visitar uma grande parte da mesma sem termos que andar muito.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:35

Fim do News of the World

Imagem do Público

 

Sempre me fez confusão que exista este tipo de jornalismo, jornais feitos de boatos, meias palavras, meias verdades, completas mentiras ... faz-me espécie que existam pessoas que façam deste tipo de escrita modo de vida, assim como me faz especie que existam pessoas que mesmo sabendo que na maior parte das vezes o que lá vem escrito não passa de mais um episódio da imaginação de um qualquer escriba de ocasião, as comprem.

 

O News Of the World era um jornal com 168 anos, não sei quantos haverá no mundo mais antigos, de certeza que serão poucos, também não sei desde quando enveredou por este tipo de jornalismo de sarjeta. Hoje foi a sua última edição, em qualquer outro caso seria de lamentar a morte de mais um jornal, e para mais um jornal com esta idade, neste caso, só podemos lamentar que tenha demorado tanto tempo.

 

O sucesso deste tipo de de jornalismo mostra como somos cada vez mais uma sociedade voyeur, uma sociedade que dá cada vez mais importância ao acessório, ao fútil, ao que não deveria interessar a ninguém. Num mundo em que os jornais sérios, os que vivem de vender informação e noticias, tem cada vez mais dificuldades em sobreviver, as revistas cor de rosa e este tipo de jornais florescem como cogumelos a seguir às chuvas do Outono.

 

Curiosamente há muito que eram conhecidos os métodos deste jornal, há muito que se sabia que se faziam noticias com base em métodos ilegais, até agora as vitimas era só famosos, imagino que até agora se partiu do principio que ser vitima destes senhores era parte do preço a pagar por ser ser rico e/ou famoso. O escândalo e o encerramento do jornal só chegaram quando se percebeu que os métodos ilegais afinal servem para todos, ninguém está livre, é pena, se tivessem tomado medidas logo na primeira vez, não se teria chegado tão longe.

 

Mas o News of the Worls não é o único a viver deste tipo de jornalismo, há mais, muitos mais, esperemos que tenham rápidamente o mesmo fim.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14

Mourinho, melhor treinador do Mundo

Imagem do Público

 

Sou admirador de Mourinho desde que iniciou a sua carreira de treinador, eu gosto de futebol, não sou um adepto de ir aos estádios, nem sequer sou grande adepto de sofá, mas gosto de bom futebol, e quem gosta de bom futebol não pode ficar indiferente à qualidade das equipas treinadas por ele...  Há quem lhe chame arrogante, há quem diga que lhe falta humildade, há quem ache que é o maior e quem só tente minimizar os seus feitos, a verdade é que não há em Portugal e na Europa quem não o conheça, porque neste momento não há quem seja melhor que ele e não há quem consiga ser mais ganhador que ele, a FIFA acaba de muito justamente reconhecer isso mesmo, Mourinho é o melhor treinador do Mundo.

 

A verdade é que todos deveríamos olhar para ele como um exemplo, os seus títulos são o resultado da sua capacidade de trabalho, de muitas horas de estudo, de não deixar nada ao acaso, de pensar em tudo ao mínimo detalhe... trabalho, muito trabalho.

 

Somos um país pequeno, a maioria dos portugueses tem uma mentalidade pequena, o futebol é olhado de lado por muita gente, e assim de repente o que parece é que o país é pequeno de mais para um homem com uma capacidade muito acima da média. Ele conseguiu ter sucesso  a sério em Portugal, Na Inglaterra, em Itália e na Europa, e tudo indica que a seguir terá a Espanha a seus pés.. é um homem do mundo. Todos deveríamos olhar para ele como um exemplo da forma como se deve encarar o mundo. Nem todos teremos a sua capacidade de gerar resultados, mas ele é a prova de que o trabalho, o esforço, o acreditar nas nossas  capacidades podem ser convertidos em resultados positivos.

 

Nesta altura em que o país passa por dificuldades, em que a vida custa cada dia um pouco mais, são exemplos como o dele o que precisamos. Independentemente de gostarmos de futebol ou não, a sua crença, o seu querer fazer sempre melhor, a sua vontade de ter sempre mais sucesso, deveriam servir de inspiração a cada um de nós.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:22

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails


Ó pra mim!

foto do autor






Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D