Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Livro - O monte dos vendavais

por Jorge Soares, em 09.07.13

O monte dos vendavais

 

Este foi um dos que a R .levou para as férias da Páscoa, com tudo o que choveu por aqueles dias (que saudades da chuva) ao terceiro dia já ela o tinha lido, encontrei-o pousado algures e peguei nele... já foi difícil de largar. Por algum motivo que não percebi, o livro perdeu-se na viagem de volta, apareceu há pouco e pude finalmente terminar a leitura.

 

Este romance de Emilie Jane Brontë já é considerado um clássico da literatura inglesa. É um livro que fala de amor, de grandes paixões, de grandes desilusões e sobretudo de raiva e vingança. 


A história passa-se algures no campo na Inglaterra pré-vitoriana e é contada por Nelly Dean, a governanta da família Earnshaw. Numa Viagem a Liverpool, Mr. Earnshaw recolhe Heathcliff um órfão que encontra na rua e leva-o para sua casa para que este cresça junto com os seus dois filhos biológicos, Hindley e Catherine


A relação entre os três nunca é pacifica, com o tempo o pobre órfão cresce e apaixona-se por Catherine, num romance impossível que termina quando Catherine se casa com outro e Heathcliff após inúmeros maltratos e humilhações, decide partir.


Quando volta, Heathcliff tornou-se um homem duro, tem como único objectivo de vida tornar-se dono de tudo o que pertenceu aos Earnshaw e vingar-se deles por todas as formas possíveis.


Todo o livro apresenta não  romantismo poético em que se vão desenvolvendo as várias vidas, como também um realismo violento e perturbador. É um livro forte e complexo e as suas personagens revelam um carácter profundo e forte. 


A obra foi adaptada para cinema, com título homónimo, destacando-se o filme de William Wyler (1939) e o de PeterKosminsky (1992); este tem as interpretações de Juliette Binoche e Ralph Fiennes.


Nunca vi nenhum dos filmes, mas apesar da dureza e até crueldade da narração, adorei o livro.


Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39

 

O fim dos jornais como os conhecemos

 

 

 

Imagem de aqui

 

Há quem não acredite, mas a verdade é que o papel escrito tal como o conhecemos tem mesmo os dias contados. Há muito que as vendas de livros em edições electrónicas superam as vendas das edições em papel, as versões online dos jornais são cada vez mais a nossa primeira opção para nos mantermos informados, os portais electrónicos de noticias vão-se impondo como a forma mais rápida e eficaz de fazer chegar a informação ao público.

 

Os jornais impressos tal como os conhecemos foram desaparecendo ou perdendo fulgor, quem se não se lembra do expresso no seu formato enorme, com 4 cadernos e duas revistas, quilos de papel que mal cabiam no saco plástico, o que resta daquele jornal enorme? não me lembro quando foi a última vez que o comprei, em contrapartida é raro o dia em que não passo pelo site online, ou pelo do Público.

 

Outra das vantagens dos formatos electrónicos é a proximidade, a maioria dos jornais do mundo estão ali ao alcance de um click, terei comprado o espanhol El País uma dúzia de vezes quando nas férias nas Astúrias longe de computadores e gadgets me quero manter informado, mas a visita diária ao seu site na internet e à sua secção de blogs é quase obrigatória.

 

Tudo isto vem a propósito da noticia que diz que o Jornal Francês La Tribune decidiu abandonar a sua edição em papel, é um sinal dos tempos, não sei se será o primeiro não será de certeza o último, e não me parece que tarde muito em acontecer por cá...  e nem será muito difícil prever por onde irá começar.. basta olhar para a forma como o número de páginas impressas de alguns jornais vai diminuindo à medida que o tempo passa e as versões online vão crescendo.

 

Posso estar enganado, mas prevejo que daqui a no máximo 10 anos restará um ou dois jornais em papel e dos livros restarão as edições de luxo.. o resto será electrónico.... por muito que muita gente, e eu sou um desses, ache que só consegue ler livros se eles estiverem em papel.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:40

Desafios de ser pai, os vícios da leitura

por Jorge Soares, em 17.10.11

Os vícios da leitora

 

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

Há vícios e vícios, cá em casa há uma miúda que tem o vicio da leitura, porque é que isso pode ser mau?, porque é compulsivo e tudo o que é compulsivo termina por atrapalhar, neste caso, atrapalha-a a ela e sobretudo aos nervos da mãe.

 

Para as férias nas Astúrias ela levou 3 livros, um deles era daquela série dos vampiros e tinha umas 500 páginas, ao fim de 3 ou 4 dias já os tinha lido, como não havia hipótese de comprar mais, ela ainda não lê em espanhol, recomeçou, quando demos por nós já tinha lido o das 500 páginas 3 vezes em pouco mais que uma semana. Assim à primeira vista não é tão mau, enquanto está a ler está entretida e não chateia ninguém, o problema é quando começa a aproveitar qualquer minuto para ler, do estilo:

 

- R. já fizeste a cama?

- Não mãe.

- Vai lá fazer.

 

Ela vai, chega lá, olha para a cama e repara que está lá um livro, senta-se, pega nele, começa a ler e esquece que o mundo existe.

 

Ou:

 

R: Vai-te calçar.

 

Ela vai, como está com o livro na mão, senta-se abre o livro e .....  agora imaginem a cena de manhã, quando a mãe quer que ela se despache para sair de casa e descobre que em lugar de se vestir ela se sentou a ler, ou que quando achamos que ela está a tomar o pequeno almoço, ela está sentada à mesa com o pacote do leite e os cereais por despejar para a taça, mas com o livro aberto e absorta na leitura.

 

Depois há aquelas vezes em que acordo de madrugada e vejo que há luz no quarto... e lá está ela a ler... ou a dormir com o livro aberto ao lado. E não interessa quantas vezes já leu o livro, o interesse é o mesmo, quando não há novos ela pega num qualquer... o que interessa é que tenha letras.

 

É claro que isto tem vantagens, com tanta leitura o vocabulário e os conhecimentos aumentam rapidamente e os efeitos já se notam na escola, além disso, enquanto está a ler não está a ver parvoíces na televisão e além da paciência dos pais, não chateia mais ninguém.

 

Neste momento tenho dois problemas, arranjar livros para a idade dela que demore mais que um par de horas a ler, ela deve ser a única pessoa do mundo que lê mais rápido que o professor Marcelo, e lidar com os nervos e a impaciência da  mãe que já não aguenta o esquecimento e até desleixo que os livros provocam. ..... Ainda por cima a biblioteca de Setúbal, segundo as palavras dela, é uma miséria, só tem livros de há 30 anos atrás e mesmo assim, pouco que se aproveite. Por mim deixava-a ler a minha biblioteca toda, a começar pelo 100 anos de solidão, sempre queria ver se a velocidade de leitura era a mesma.... mas a mãe não vai na história nem em saltar etapas do conhecimento....

 

Mas como ela diz quando os gritos da mãe excedem os decibéis aceitáveis: Antes este vicio que os outros todos que poderia ter.

 

Pai sofre.

 

Jorge

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:11

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails







Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D