Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Coisas das que nos devíamos envergonhar

por Jorge Soares, em 01.05.16

lisboa.jpg

 

Imagem do El País

 

Já tinha visto o vídeo no Facebook, hoje ao fim do dia no Jornal  online espanhol El país, encontrei uma  noticia com um titulo sugestivo e que nos devia fazer corar de vergonha, a mim fez: "Lisboa no es ciudad para discapacitados", Lisboa não é cidade para deficientes... é a mais pura verdade, a fotografia acima é por demais esclarecedora.

 

E não, não é só Lisboa, é o país inteiro, português que se preze senta-se ao volante e esquece que existe o resto do mundo, as ruas, as estradas, as auto-estradas, são dele e não há lei ou regra de trânsito que se aplique.

 

Na hora de estacionar o ideal mesmo era conseguir levar o carro até dentro do hall de entrada da casa ou do escritório, como normalmente isso não é possível, deixa-se o mais próximo possível, mesmo que isso implique estacionar em cima do passeio, nas passadeiras, em lugares reservados a deficientes, nas curvas, em qualquer lado.

 

Na maior parte das vezes basta andar mais umas dezenas de metros e há onde estacionar legalmente e sem implicar com o resto do mundo, mas dá muito trabalho, é uma canseira e a malta não está para isso.

 

Como muito bem diz Salvador Mendes no artigo, em Portugal temos as leis mais avançadas do mundo, desde 1998 há uma lei que obriga a que todos os espaços públicos e todas as novas obras tenham condições de acessibilidade, mas não há forma de a fazer cumprir.

 

Para quem tem que se deslocar numa cadeira de rodas, com um carrinho de bebé e até mesmo para o comum mortal que quer andar a pé, qualquer deslocação pelas  ruas das nossas cidade torna-se uma verdadeira gincana. Os passeios estão ocupados pelos carros e muitas vezes por mobiliário urbano mal desenhado e/ou mal colocado... ao peão resta-lhe andar pela rua e muitas vezes tourear os carros.

 

O vídeo criado para a Associação Salvador pretende chamar a atenção para este problema, vejam e reflictam, li algures que 60 % dos portugueses reconhece que costuma ter este tipo de comportamentos na hora de estacionar, devíamos ter vergonha.

 

Da próxima vez que for estacionar lembre-se do Salvador e de todas as pessoas como ele, não acrescente ainda mais dificuldades às que elas já tem.... de certeza que para si andar  mais uns metros e estacionar num lugar que não incomode a ninguém é um problema. E já agora, que tal andar de transportes públicos?

 

 

 "...6 em cada 10 condutores admite que estaciona indevidamente, dificultando a vida de quem tem dificuldade em deslocar-se, bem como estacionam indevidamente nos lugares de deficientes, sendo que na maioria da vezes referem que foi apenas "5 minutos". Fizemos este filme para tentar mudar as mentalidades, de quem acha que 5 minutos não afecta a vida de ninguém..."

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails


Ó pra mim!

foto do autor






Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D