Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




portugal.jpg

 

 

Honra seja feita aos campeões, mas sobretudo, honra seja feita a Fernando Santos, ele acreditou desde o inicio, todos acharam que ele estava maluco quando disse que ia a França para ser campeão da Europa, todos se apressaram a criticar quando os jogos da primeira fase não saíram como mais desejávamos... Ele continuou a acreditar, repetiu uma e outra vez que só voltava a Portugal no dia 11

 

Muitos vaticinaram que não passaríamos da primeira fase, depois todos os comentadores eram unânimes, com aquele futebol não passávamos a Croácia... Não jogávamos  o suficiente para passar a Polónia... e não gabaríamos ao País de Gales. Ele continuava a repetir, só voltava no dia 11.... ele não era só o homem da estratégia, por vezes parecia que era o único que acreditava... ele só voltava a casa no dia 11.. ele sozinho levava o país às costas.

 

E só volta dia 11, e volta com a taça... volta como campeão da Europa... todos os jogadores merecem esta vitória porque foram eles dentro do campo que deram tudo para a conseguir, mas  ele merece um pouco mais que todos os outros e que todos nós, porque ele acreditou que era capaz e contra ventos e marés... conseguiu.

 

Uma palavra para o Éder, o jogador que todos os portugueses deixaríamos  em casa e que hoje marcou um golo que vale um campeonato da Europa... e outra para o Cristiano Ronaldo, hoje teve azar e saiu em lágrimas do jogo, mas não há dúvida que é dele uma parte enorme deste título.... 

 

Obrigado Ronaldo, obrigado Éder, obrigado Fernando Santos, obrigado Selecção, em meu nome e no de todos os portugueses. OBRIGADO

 

Jorge Soares

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:46

Quaresma é a alegria do povo

por Jorge Soares, em 25.06.16

quaresma.jpg

 

Imagem do Twitter

 

Foi um jogo diferente, com uma equipa inicial diferente e um resultado diferente. A Croácia entrou a tomar conta do jogo, e por primeira vez neste Euro a equipa portuguesa não teve mais posse de bola.

 

Com as duas equipas a tentarem lutar pelo controlo do jogo, foi uma batalha de meios campos, quase sempre longe das duas áreas e ao contrário de novo ao contrário do que tinha acontecido nos jogos anteriores, quase sem remates.

 

Sem bola perto da área houve muito poucas oportunidades para Cristiano Ronaldo e Nani. Felizmente no único remate de Cristiano Ronaldo em todo o jogo, a passe de Quaresma, que ante a defesa do guarda  redes Croata, estava no sitio certo e a quatro minutos do fim do prolongamento marcou o golo que carimbou a passagem aos quartos de final.

 

Fernando Santos hoje esteve muito bem, tanto nas escolhas para a equipa inicial como nas substituições, Renato Sanches entrou para dominar o meio campo e Quaresma para fazer o golo. 

 

Pepe hoje fez um jogo enorme, foi uma autêntica muralha àfrente da área que manteve sempre os croatas longe da baliza de Rui Patricia, sem dúvida o homem do jogo.

 

Está visto que Quaresma está fadado para ser a alegria do povo.

 

Venha a Polónia

 

Jorge Soares

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Quando o Quaresma é a alegria do povo

por Jorge Soares, em 08.06.16

quaresma2.jpg

 

Imagem de A Bola 

 

Podem dizer que era a feijões, que não interessa para nada, podem dizer o que quiserem, mas em dias como este ficamos a perceber porque é que alguém disse "O futebol é a alegria do povo", Num estádio da luz com mais de 50000 pessoas tivemos futebol e golos para todos os gostos, não é todos os dias que mesmo a feijões, a selecção portuguesa marca sete golos, bom, hoje foi o dia.

 

Já sabíamos, mas hoje também foi dia de recordar porque é que aquando da sua passagem pelo Porto, Ricardo Quaresma era conhecido como o Harry Poter. Nos últimos jogos pela selecção temos visto um Quaresma ao seu melhor nível, com muita confiança e sobretudo muita vontade de fazer a diferença,  

 

Ricardo Quaresma é predestinado para o futebol, é difícil encontrar alguém com mais recursos técnicos e que os consiga aliar com uma visão de jogo extraordinária, nem sempre conseguiu mostrar esses atributos durante a sua carreira, mas felizmente para quem gosta de futebol e torce pela selecção portuguesa, nestes últimos jogos eles tem estado lá todos e isso é um regalo para quem vê futebol.

 

Com um Quaresma a este nível, com um Cristiano Ronaldo em forma e com o excelente conjunto de jogadores que os acompanham, é fácil concordar com Fernando Santos, Portugal vai a França para ganhar.... mesmo.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03

quaresma.jpg

 

Imagem do Sapo

 

A seguir ao jogo com a Albânia disse aqui que o verdadeiro valor da selecção portuguesa não seria o que naquele dia não tinha dado para ganhar à Albânia, mas também não seria o que tinha mostrado nos últimos 15 anos, estaria sim algures no meio, nem tão má como a daquele dia, nem tão boa como a maioria dos portugueses que gostam de futebol querem acreditar que temos.

 

Entretanto mudou-se o treinador e em lugar da renovação que tanto se criticou que Paulo Bento não fez, o que temos visto é que apesar das estreias (quase) forçadas de um ou outro jogador jovem, regressaram à selecção jogadores que por um outro motivo estavam fora das escolhas de Paulo Bento e sem fazer as contas, diria que no jogo contra a Arménia a média de idades deve ter subido um ou dois anos.

 

Também é verdade que depois de uma derrota contra a França no primeiro jogo da era Fernando Santos, se seguiram 3 vitórias por um zero, incluindo a de hoje contra a Argentina, vice campeã mundial, naquele que de certeza foi um dos jogos mais fracos e aborrecidos dos últimos anos.

 

É verdade que o que interessa é ganhar e quanto a isso Fernando Santos está a fazer um excelente trabalho, mas também é verdade que o que vemos é uma selecção que em lugar de mostrar jogo o que mostra é uma cada vez maior dependência dos momentos de génio de Cristiano Ronaldo e que quando este falta deixa de saber muito bem para onde jogar.

 

Um destes dias alguém dizia num dos muitos programas sobre futebol que  o que faltou no jogo contra a Albânia foi o Cristiano Ronaldo e que se este tivesse jogado, de certeza que Paulo Bento continuaria a ser seleccionador e que dificilmente alguma coisa teria mudado. Mas Ronaldo não jogou e na altura não havia Quaresma para tirar um dos seus passes mágicos como os que tem tirado ultimamente, três jogos, três momentos à la Harry Potter e três golos da selecção... o resto é história.

 

Hoje viu-se algo da tão necessária renovação, estrearam-se 4 jogadores pela selecção, infelizmente nenhum deles é avançado e por muito que se olhe para as selecções mais jovens, dificilmente se vislumbra que apareça algum nos próximos anos e não será de certeza a marcar só um golo por jogo que conseguiremos ir a algum lado.

 

Quanto ao jogo de hoje, valeu pelo mais de um milhão de Euros que a federação recebeu de cachet, mas não passou de um enorme tédio, do prometido e desejado duelo pela conquista da bola de ouro que tanto se tentou vender, nada se viu. Messi e Ronaldo jogaram o quanto baste, a Argentina foi melhor, Fernando Santos tirou conclusões importantes sobre o muito trabalho a fazer, quanto a futebol que se visse,... muito pouco mesmo.

 

De todos modos não é todos os dias que se ganha à Argentina, Portugal não ganhava há 42 anos e de certeza que Raphael Guerreiro, grande jogador cheio de raça e personalidade que em boa hora escolheu jogar pela selecção portuguesa em detrimento da francesa, não esquecerá nunca o dia em que se estreou a marcar pela selecção.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42

A Selecção viu-se grega, mas Ronaldo resolveu

por Jorge Soares, em 14.10.14

ronaldo.jpg

 

Imagem do Sapo 

 

A seguir à derrota com a Albânia disse aqui que sem Ronaldo a selecção portuguesa é pouco mais que uma boa equipa.. houve quem não gostasse e o mostrasse nos comentários.

 

Entretanto saiu a fava a Paulo Bento e algumas coisas mudaram, Fernando Santos é o novo treinador e entre os convocados estão alguns jogadores que já por opção própria, caso de Tiago, ou por decisão de Paulo Bento, casos de Ricardo Carvalho e Danny, estavam afastados há algum tempo... 

 

Apesar da mudança de treinador e dos regressos, hoje a selecção viu-se grega para controlar os dinamarqueses que já não são tão toscos. Tirando alguns momentos do jogo do fim de semana contra a França, a verdade é que mudaram os artistas e o maestro, mas a música não mudou assim tanto.

 

Hoje, contra uma selecção com bem menos estrelas e qualidade individual que a portuguesa, voltaram-se a fazer sentir alguns dos problemas que já vinham de antes. Fernando Santos sabe colocar as pedras em campo, as suas equipas são sólidas, não sofrem muitos golos, mas a verdade é que também costumam ter dificuldade em marcar e hoje viu-se isso tudo.

 

É verdade que graças a Ronaldo e Quaresma a vitória terminou por cair do céu quando já ninguém acreditava, mas o jogo em si foi pobre, lento, em algumas fazes aborrecido,... faltou alguma da atitude que se tinha visto em Paris apesar da derrota.

 

Uma equipa que conta com Cristiano Ronaldo e Quaresma pode sempre esperar um passe de magia que resolva um jogo, mas não podemos contar que essa magia apareça sempre e o que hoje se sentiu é que faltam soluções e sobretudo, falta quem para além de Cristiano Ronaldo, consiga resolver.

 

Ricardo Carvalho terá sido o melhor em campo, mas isso não me impede de manter o que disse no que é o post com mais comentários do Blog, um jogador que tem o comportamento e a falta de humildade que ele teve naquele dia, não pode voltar a ser convocado para a selecção, tal como não o deveria ser Danny se é verdade o que se diz que aconteceu.

 

Fernando Santos é um treinador competente, não sei é se haverá neste momento matéria prima suficiente para fazer deste grupo de jogadores uma selecção acima da média.. não há de certeza para fazer uma selecção campeã da Europa, não nos iludamos.

 

Jorge Soares

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48

Paulo Bento

 

Fim da linha para Paulo Bento, sinceramente não entendo o porquê desta decisão agora, se era para trocar de treinador devia ter sido logo após o mundial. Assim o que parece é que os dirigentes federativos que tinha prolongado o contrato ao seleccionador, não tiveram valor para o despedir logo após o fracasso do mundial e estavam à espera do primeiro tropeção para o empurrar.

 

Foi Paulo Bento que conseguiu classificar a selecção para o Euro 2012 quando já poucos acreditavam que seria possível, foi Paulo Bento que levou a selecção ao terceiro Lugar nesse Europeu e que só foi eliminado nos penalties pela selecção que era campeã do Mundo e da Europa, foi Paulo Bento que levou a selecção ao mundial.... não me parece que um jogo menos conseguido seja motivo para despedir um treinador que já mostrou mais que uma vez que é competente e que consegue bons resultados.

 

Como já disse aqui, não me parece que o problema da selecção esteja no treinador, parece-me sim que o problema está nas expectativas demasiado elevadas dos portugueses e principalmente na falta de um leque de jogadores com a qualidade suficiente para levar a que a selecção Portuguesa seja mais que uma boa equipa.

 

Com um Cristiano Ronaldo em forma a selecção portuguesa é capaz de atingir patamares de qualidade acima da média, sem o melhor do mundo não passa de uma boa equipa mas que dificilmente será capaz de grandes feitos, é essa a realidade e dado o estado das coisas nos clubes portugueses, dificilmente isso irá mudar nos próximos tempos.

 

Como era de esperar, já começou a dança dos nomes, Fernando Santos, Jesualdo Ferreira, Victor Pereira, de quem sou um admirador confesso... aposto que nos próximos dias irão parecer muitos mais, ... para mim qualquer destes três seria um bom treinador, mas se me perguntassem eu apontaria Rui Vitória, especialista em fazer em Guimarães grandes equipas só com jogadores jovens e a prata da casa.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Paulo Bento

 

Imagem de A Bola 

 

É verdade que a derrota contra a Albânia foi um balde de água fria para muita gente, quem vinha criticando a selecção, Paulo Bento e a federação desde a eliminação precoce do mundial,  ganhou agora motivos para deitar cá para fora tudo o que lhe vai na alma e pelos vistos há muita gente com muita coisa para dizer.

 

A selecção portuguesa vale mais do que aquilo que se viu ontem, tem jogadores e qualidade para bater esta Albânia e atrevo-me a dizer que em dez jogos ganharia sempre sete ou oito, mas também é verdade que não tem o valor que tem conseguido mostrar nos últimos 15 anos, do meu ponto de vista o anormal não é acontecerem estas derrotas, o anormal é uma selecção com a base de recrutamento que há em Portugal e com um campeonato em que fim de semana sim, fim de semana também, 80% dos clubes tem mais estrangeiros que portugueses a jogar, possa ter chegado por várias vezes a estar entre as cinco primeiras do mundo.

 

A verdade nua e crua é que para além dos 25 ou 30 que tem sido chamados por Paulo Bento não há mais por onde escolher e apesar de haver quase sempre nas selecções mais jovens jogadores que prometem ter um futuro risonho, na altura em que deveriam chegar às equipas principais,  há sempre um brasileiro, um uruguaio, um argentino, um croata, um sérvio, um colombiano...., que apesar de ter a mesma idade e muitas vezes ter provado bem menos que o português,  é o estrangeiro  o escolhido e a jovem promessa que até tem largas dezenas de internacionalizações pelas selecções jovens portuguesas, termina emprestado a um clube grego ou turco qualquer, onde deixa de ser acompanhado e formado  e raramente se volta a ouvir falar dele.

 

Há muito que clame por uma renovação, quem peça a entrada de jogadores novos, mas eu pergunto, quais jogadores novos? onde jogam? Podem despedir o Paulo Bento e colocar lá quem quiserem mas a verdade é que no futebol como na vida não se fazem omeletas sem ovos nem equipas competitivas sem jogadores com tarimba.

 

Eu sei que é impossível porque existe uma coisa chamada união europeia e tratados internacionais com o Brasil e com meio mundo, mas Portugal só voltará a ter uma equipa competitiva quando limitarem no clubes portugueses, os grandes e os pequenos, o número de estrangeiros permitidos nas suas equipas desde a formação até aos seniores, até lá vamos voltar a ser uma selecção que de vez em quando até faz uns brilharetes, mas que irá perder algumas vezes com a Albânia ou com Malta e muitas vezes com as equipas de topo da Europa.

 

Estamos mal habituados é o que é.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00

Cristiano Ronaldo no jogo contra a alemanha

 

Imagem do Público

 

O futebol são onze contra onze,  e no fim ganha a Alemanha... bom, as vezes são onze contra 10... vá lá, onze e meio se contarmos com um árbitro com inclinações....

 

O jogo do dia era mesmo o Portugal-Alemanha, a estreia do melhor do mundo no mundial do Brasil, a desforra da derrota do jogo inaugural do último europeu... o tal jogo em que a estatística estava contra nós.... 

 

Hoje a Alemanha provou que é uma muito seria candidata á vitória no mundial, em poucos minutos fez gato sapato da selecção portuguesa, pôs a nu todas as falhas e debilidades da nossa selecção e reduziu ao mínimo o melhor jogador do mundo. Foram 4 golos mas ficou sempre a sensação que bastava acelerar um bocadinho para ir por ali fora e passar pela defesa portuguesa como se de uma equipa amadora se tratasse.

 

Hoje a selecção portuguesa que jogou com 10 dos 11 que jogaram contra a Alemanha em 2012, e se calhar isso explica algumas coisas, foi uma pálida imagem daquilo que já mostrou e do que sabemos que ela é capaz. Cristiano Ronaldo faz o que pode, mas está à vista tanto ele como a maioria dos restantes colegas de equipa estão muito longe das condições físicas ideais.

 

É verdade que o árbitro não foi nosso amigo, o penaltie é forçado, há uma bola na mão de um alemão antes do terceiro golo, há um penaltie contra a Alemanha mais claro que o anterior e  que ficou por marcar, mas não é pelo árbitro que perdemos o jogo.

 

Perdemos o jogo porque faltou sorte, faltou guarda redes, faltou cabeça fria e esperteza ao Pepe, faltou segurança no centro da defesa, faltou garra no meio campo e sobrou muito azar... Logo hoje que Paulo Bento fez a vontade ao mundo e deixou de fora o Helder Postiga, o Hugo Almeida lesionou-se ainda na primeira parte, Pepe foi expulso de forma infantil, Coentrão lesionou-se.

 

Tudo isto resultou num enorme balde de água fria para milhões de portugueses pelo mundo inteiro e numa derrota humilhante.

 

Não é a primeira vez que Portugal perde o primeiro jogo de uma grande competição, mas nunca tinha perdido desta forma, aliás, exceptuando um amistoso contra o Brasil, não me lembro de uma derrota como esta.

 

O próximo jogo é no próximo domingo, não há tempo para melhorar muito a forma física, esperemos que sobre tempo para mudar a mentalidade, para mudar o chip para um com pensamento positivo e crer e para mudar algumas coisas, como o Guarda Redes, e para dar consistência ao meio campo.....

 

E ao quinto dia surgiu o primeiro empate, o Irão de Carlos Queiroz empatou com a Nigéria naquele que terá sido o pior jogo deste mundial.

 

Do outro jogo do dia falo amanhã.

 

Jorge Soares

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17

Uma selecção presa por arames?

por Jorge Soares, em 20.05.14

Paulo Bento

 

Não tenho memória de uma  convocatória da selecção que não tenha gerado discussão, já seja para um mundial ou para um jogo a feijões há sempre quem ache que conseguia escolher melhor que o treinador.

 

Há em em cada português um treinador de bancada, todos percebemos imenso de futebol, todos sabemos as leis e vemos melhor que os árbitros e todos conseguíamos fazer uma melhor selecção... de preferência com os jogadores do nosso clube que são sempre melhores que os outros... ainda que agora seja mais difícil, é que portugueses nos clubes grandes passou a ser a excepção e não a regra

 

Esta vez não foi a excepção, como seria de esperar as escolhas para o Brasil deixaram muita gente indignada, principalmente porque falta o nome de Quaresma na convocatória.

 

Tenho Paulo Bento como um excelente treinador, um excelente profissional e sobretudo, como uma pessoa coerente. É verdade que na selecção devem jogar os melhores, mas também é verdade que não podemos olhar para a equipa como um grupo de bons rapazes que se juntam de vez em quando para dar um chutos ao fim de semana...

 

Qualquer equipa, já seja uma selecção ou uma equipa dos campeonatos amadores, deve ter uma espinha dorsal, um grupo forte no qual se apoie  ao que se vão juntando peças nas alturas certas.. O trabalho principal dos seleccionadores é construir esse grupo, escolher os melhores não é difícil, fazer com que eles funcionem como uma equipa dentro do campo, está reservado aos vencedores... e quanto a mim Paulo Bento tem conseguido isso muito bem.

 

Ele fez as suas escolhas dentro do que é o seu grupo e poucos terão dúvidas de que todos os escolhidos são excelentes jogadores, a mim o que me levanta algumas dúvidas é  se alguns desses jogadores, os que passaram por uma época longa e desgastante e os que tiveram lesões mais ou menos graves, estarão em condições físicas para suportar um mundial que se vai disputar num país com um clima que não é dos melhores para jogar futebol, pelo menos para jogadores europeus.

 

Eu sempre fui um admirador do Helder Postiga, mas ele vem de uma lesão grave, tal como Eder, tal como Nani, só para referir 3, é verdade que por um lado são jogadores que fizeram menos jogos, mas também passaram por períodos de recuperação longos, voltaram a jogar há muito pouco tempo e não tem evidentemente ritmo de jogo e muito menos para as exigências de um mundial.

 

Todos sabemos a enorme dependência que a selecção tem do jogo de Cristiano Ronaldo, mas também sabemos que neste momento a sua condição física é uma enorme incógnita. Os jornais espanhóis falam de problemas no joelho que se arrastam à meses e que nunca foram tratados como deve ser, porque tal como a selecção o Real Madrid depende dele para ganhar e o próprio Cristiano tem uma sede de vitórias que o levam a querer jogar sempre e sempre no limite.

 

Para mim a incógnita não é se estes são os melhores jogadores portugueses, são de  certeza, a incógnita é se uma selecção que parece em muitos casos presa por arames, terá estaleca física para aguentar sem quebrar, as exigências do que se avizinha.

 

De resto, atendendo ao que disse antes, espero que Quaresma continue a treinar-se e a manter o Físico, porque não me estranharia nada que entre tantos tocados, algum não desse de si antes da partida para o Brasil... de resto, como tem acontecido em quase todas as convocatórias para eventos deste tipo.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:12

Cristiano Ronaldo, Bola de Ouro

 

Imagem do Público 

 

Não é todos os dias que se vê um homem feito chorar, hoje o Cristiano Ronaldo chorou em directo para o mundo, ele bem tentava minimizar o resultado da eleição, mas na hora da verdade não há como esconder as emoções

 

Ronaldo trabalha todos os dias para ser melhor, mais forte, mais importante e mais decisivo dentro do campo, hoje todo esse trabalho foi recompensado quando ele foi eleito o melhor jogador do mundo para a época que passou.

 

Independentemente de  gostarmos mais ou menos dele como pessoa e como cidadão, o que se estava a eleger hoje era o melhor jogador de Futebol e do meu ponto de vista  ao serviço da selecção nacional ou do Real Madrid, ele foi melhor que toda a concorrência e a eleição que recorde-se é feita por treinadores e jogadores de futebol, foi inteiramente justa e completamente merecida. 

 

Anos houve em que a disputa terá sido mais renhida, mas que a eleição de Messi não chocou, acho por exemplo que em 2012 a eleição de Messi foi injusta mas a de Ronaldo também teria sido, teria sido muito mais justo que tivessem ganho Iniesta ou Xavi Alonso, mas este ano não me resta a mínima dúvida, Cristiano Ronaldo foi muito melhor  que todos os restantes e por tudo o que trabalhou e mostrou, o prémio está muito bem entregue.

 

Este ano é ano de mundial, esperemos que o capitão da selecção nacional continue inspirado e em forma por muito tempo, ele não joga sozinho, mas ter um Cristiano Ronaldo inspirado e com fome de vitórias é meio caminho andado para que a selecção possa dar algumas alegrias a quem gosta de futebol e da selecção nacional... ao resto, e a quem não gosta dele, tenham lá paciência.

 

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails







Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D