Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Pode a escola educar para a pontualidade?

por Jorge Soares, em 20.09.16

Pontualidade (1).jpg

 

Imagem de aqui

 

Já aqui falei sobre a pontualidade ou a falta dela, foi neste post, hoje vou voltar ao assunto, porque ele foi tema na reunião de pais do inicio do ano na escola da R:

 

Há episódios que nos marcam, andava eu no segundo ano da faculdade no IST e tinha uma cadeira chamada Medida da Integração, era uma coisa super teórica em que se falava de teoria dos números e de muitas outras coisas super abstractas da matemática. O professor era o Manuel Ricou, trabalhava numa multinacional e dava aquela cadeira  às oito da manhã, era sempre super pontual.

 

Um dia, deviam ser oito e quinze quando entram dois alunos atrasados, ele interrompeu a aula e virando-se para eles disse:

 

-Desculpem lá, para eu poder estar aqui às  oito da manhã em ponto, os meus filhos tem que se levantar às seis e meia de modo a que eu os possa deixar na escola, se eles se podem levantar a essa hora para eu estar aqui a horas, vocês pelo menos deviam ter a decência de chegar a horas, façam favor de sair e não voltem a chegar atrasados.

 

A semana passada na reunião com a directora de turma da R., fomos informados que o liceu de Setúbal alterou o regulamento interno, acabaram-se os 10 minutos de tolerância e as faltas por atraso, a partir de agora após cinco minutos as portas das salas são encerradas e quem não tiver entrado já não entra. E os alunos ficam inclusivamente proibidos de andar pelos corredores após  este tempo.

 

Confesso, não pude deixar de sorrir ao ouvir isto, a professora reparou e ficou a olhar para mim... alguns dos pais pediram esclarecimentos mas o assunto foi pacifico. No dia a seguir fiquei a saber pelo Facebook que houve turmas em que os pais que não acharam piada nenhuma e inclusivamente exigiram que ficasse a sua reclamação em acta.

 

Pessoalmente não posso estar mais de acordo com esta medida, que melhor lugar que uma escola para ensinar aos jovens a importância da pontualidade?

 

Imagino que os pais que estão contra são os mesmos que chegam sempre pelo menos 15 minutos atrasados às reuniões de turma, à hora em que devia iniciar-se a reunião, numa turma de 23 alunos,  estávamos: a professora, eu e uma mãe. A reunião começou 15 minutos depois da hora marcada e houve muita gente que chegou depois disso.

 

É claro que quem não consegue ser pontual dificilmente consegue transmitir a ideia aos seus filhos, e quando o exemplo não vem de casa ... 

 

Custa-me entender que os pais sejam contra uma medida destas, se a importância da pontualidade não se ensina em casa e não queremos que seja ensinada na escola, então queremos o quê? Alguma coisa se tem que fazer porque a verdade é que cada vez mais este país é um atraso de vida com tanta gente a chegar sempre atrasada..

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33

Vem aí a Feira de Santiago 2016

por Jorge Soares, em 18.07.16

feira de santiago 2016.jpg

 

Assim de repente parece que cada ano que passa temos menos feira, o meu primeiro post sobre a feira é de 2010, aqui, nesse ano era  de 24 de Julho a 8 de Agosto, 16 dias de feira e de festa,  no ano a seguir  foi de 23/07 a 07/08, aqui, em 2012 o número de dias manteve-se (aqui), em 2013 a crise estava no auge mas continuávamos com 15 dias de feira, aqui, em 2014 não sei porquê, mas não houve post, em 2015 parece que finalmente chegou a crise, 10 dias de feira (aqui), este ano é de 29 de Julho a 7 de Agosto, 10 dias que de certeza vão saber a pouco... valham-nos as figuras do Cartaz

 

Cartaz da Feira de Santiago 2016 em Setúbal

 

Dia 29 de Julho, sexta-feira

• 21H00 - BANDAS DE GARAGEM DE SETÚBAL 2016
• 21H45 - JOAQUIM GOUVEIA URBAN TRIO
• 23H00 - TIAGO BETTENCOURT

 

Dia 30 de Julho, sábado

• 21H00 - FEEL YOUR HEART BEAT
• 22H00 - GRANDE FILARMÓNICA SETÚBAL
• 23H30 - DEOLINDA

 

Dia 31 de Julho, domingo

• 18H00 - DIA DAS FAMÍLIAS - VILA DOS HERÓIS
• 21H15 - OS MASSACOTES
• 22H30 - OS ALCORRAZES

 

Dia 1 de Agosto, segunda-feira

• 21H00 - MESTIÇO + L. REPRESAS e PAULO FLORES
• 23H00 - CAROLINA DESLANDES

 

Dia 2 de Agosto, terça-feira

• 20H30 - CORAL ALENTEJANO OS AMIGOS DOS SADINOS
• 20H50 - CORAL ALENTEJANO OS AMIGOS DO INDEPENDENTE
• 21H30 - MIGUEL GUERREIRO
• 23H00 - ANTÓNIO ZAMBUJO

 

Dia 3 de Agosto, quarta-feira

• 21H00 - Flashmob ACM/YMCA
• 21H30 - ÁTOA
• 23H00 - CARLÃO

 

Dia 4 de Agosto, quinta-feira

• 21H00 - BANDAS DE GARAGEM DE SETÚBAL 2016
• 21H45 - SUPERNOVA
• 23H00 - CAIS SODRÉ FUNK CONNECTION

 

Dia 5 de Agosto, sexta-feira

• 21H00 - VENCEDORES DO CONCURSO DE FADO DE SETÚBAL 2016
• 21H45 - QUARTETO DE FADO DEOLINDA DE JESUS
• 23H00 - CUCA ROSETA

 

 Dia 6 de Agosto, sábado

• 18H00 - TARDE INTERCULTURAL
• 21H00 - BANDAS DE GARAGEM DE SETÚBAL 2016
• 21H45 - BRANCO
• 23H00 - DENGAZ

 

Dia 7 de Agosto, domingo

• 18H00 - GRUPO DE ANIMAÇÃO E TEATRO ESPELHO MÁGICO
- O MUNDO FABULOSO DE BOCAGE
• 21H00 - FADISTAS DE SETÚBAL
• 23H00 - MARCO PAULO

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16

Setúbal Cidade europeia do desporto 2016?

por Jorge Soares, em 10.01.16

setubal.jpg

 

Imagem de aqui

 

Setúbal é a cidade Europeia do Desporto de 2016, durante o ano irão acontecer na cidade uma uma série de  provas e eventos desportivos de todos os tipos, sendo que no fim de semana de 30 e 31 de Janeiro haverá uma cerimónia de inauguração do evento.

 

Durante esse mesmo fim de semana estava desde há meses programada para o Pavilhão das Manteigadas a Final For do campeonato distrital de basket da categoria sub 16.

 

Digo estava programada porque a Câmara Municipal de Setúbal, numa decisão que não lembra nem ao diabo, decidiu que no Pavilhão das Manteigadas nesse fim de semana em lugar de um evento desportivo deveria haver um concerto integrado no programa de abertura e como são necessários vários dias para montar e desmontar o palco, a Final For não se poderá disputar em Setúbal.

 

Ou seja, o ano  internacional do desporto começa com a anulação de um evento desportivo em que iriam participar os clubes mais representativos do basket do distrito incluindo um da cidade. Mas será que não havia na cidade outro lugar onde realizar o concerto? Tem que ser num pavilhão?  É assim que a câmara promove o desporto e os clubes da cidade? 

 

Senhores da câmara, há vida para além do Vitória e do futebol, sabiam? É a cidade europeia do desporto ou de alguns desportos?

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:01

Vem aí a Feira de Santiago ....

por Jorge Soares, em 23.07.15

feiradesantiago.jpg

 

 
A Feira começa amanhã.... e é por lá que me podem encontrar nos próximos dias 
 

O Parque de Santiago, na Avenida Emídio Graça, em Setúbal, recebe, entre os dias 24 de julho e 2 de agosto, mais uma edição da Feira de Sant’Iago. Ana Moura, Diogo Piçarra, Master Jake, Expensive Soul, Toy, GNR, Capicua e Amor Electro são os artistas principais dos dez dias de festa.

 

Cartaz completo da Feira de Sant’Iago 2015:

 

24 de julho

  • Susana Almeida
  • Mickael Salgado
  • Ana Moura

25 de julho

  • Cante Alentejano
  • Orquestra Filarmónica de Setúbal

26 de julho (Dia das Famílias)

  • Espetáculo de SID, Dudu e Winx
  • Radiophone

27 de julho

  • Low Budget
  • Diogo Piçarra

28 de julho

  • Master Jake

29 de julho

  • Expensive Soul

30 de julho

  • Toy

31 de julho

  • Loosense
  • Capicua

1 de agosto

  • GNR

2 de agosto

  • Conjuntoevinte
  • Amor Electro

Fonte A música Portuguesa

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:23

 Imagem de aqui

 

Já lá vai um tempo, por isso a maioria nem se lembrará do caos que foi a colocação de professores no inicio de este ano lectivo. A minha filha mais velha, que está no 10 ano no liceu de Setúbal esteve, quase até ao inicio de Novembro à espera que fosse colocada a professora de matemática (ver este post, ou este, ou este, ou este), na semana passada foi a reunião de avaliação do primeiro periodo dos pais com a directora de turma.

 

Estava tudo a correr muito bem, a julgar pelo que a senhora contou esta deve ser a melhor turma do país e arredores, aplicados e bem comportados, até que uma das mães reparou no detalhe das aulas de matemática, então era assim:

 

Aulas previstas: 76

Aulas ministradas: 43

 

A professora de matemática que foi colocada no fim de Outubro,  pouco mais deu que metade das aulas, é mais que evidente que não vai ser possível cumprir o programa e uma das encarregadas de educação queria saber o que estava a escola a pensar fazer para resolver o assunto.

 

A conversa foi quase surreal, a escola não está a pensar fazer nada, além do evidente atraso na matéria, há alguns alunos com dificuldades de aprendizagem na disciplina e estão planeadas aulas de apoio. É claro que aulas de apoio não tem nada a ver com aulas de compensação, e eu fiz ver isso à directora de turma, sem deixar de recordar que o  ministro Crato se tinha comprometido em que todos os alunos teriam as devidas aulas de compensação para recuperar o tempo perdido.

 

Não, ela não tinha ouvido nada disso, não estavam planeadas aulas de compensação para a turma, nem há plano algum para recuperar o tempo perdido. Segundo ela a escola tinha planeado aulas de compensação para os alunos do nono ano, que tem exame obrigatório no fim do ano lectivo, mas desistiu da ideia, porque além de que é muito complicado conjugar horários, como as aulas não são obrigatórias os alunos não aparecem.

 

E é isto, felizmente na turma da minha filha só faltou colocar um professor, mas há turmas no Liceu de Setúbal e um pouco por todo o país em que faltaram quatro, cinco e até mais professores, turmas em que se deu metade das aulas previstas e pelos vistos, ninguém além de dois ou três pais e encarregados de educação, se preocupa com o assunto. 

 

Uma vez mais ficamos a saber o que vale a palavra do ministro e dos funcionários do ministério da educação, senhor ministro, quando há uns tempos  falava de aulas de recuperação para todos os alunos, estava a falar de quê?

 

Jorge soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:06

Meo-box.jpg

Imagem da internet

 

Há uns tempos atrás eram comuns por aqui os posts em que eu falava do péssimo que era o serviço de cabo que tinha na altura, até que um dia me fartei, mudei de operador e nos últimos 3 anos a única vez que estive sem serviço de internet foi durante o tempo em que estiveram a mudar a ligação para a fibra. Sei que há quem tenha problemas, mas cá em casa desde que entrou a MEO, terminaram os problemas com o serviço.... mas nem tudo são rosas.

 

Este fim de semana tivemos um problema com uma troca de telemóveis, o cartão antigo não servia no novo e ficou encravado dentro do aparelho, com receio de estragar, decidimos ir à novíssima loja da MEO no também novo centro comercial Alegro de Setúbal.

 

Primeira surpresa, as lojas da MEO não são todas iguais e não prestam todas o mesmo serviço, o telemóvel tinha que ir para os técnicos, mas eles naquela loja não o mandam, tínhamos que ir a outra.. que ao fim de semana está fechada. Curiosamente ao lado havia um cliente que pretendia resolver um problema que tinha a ver com troca de pontos... não, também não era ali, só em Almada... ali pelos vistos só vendem telemóveis.... indignada a senhora pediu o livro de reclamações e com toda a razão..

 

Entretanto como ainda tínhamos o telemóvel antigo, pedimos um cartão novo para utilizar enquanto não retiravam o antigo de dentro do novo... Sim senhor, elas tem lá muitos, mas a activação custa sete euros e meio! Aqui veio ao de cima o meu mau feitio ... e depois de reclamar, a menina lá decidiu ligar não sei para onde e afinal conseguiam activar o cartão de forma gratuíta.

 

Já que estava numa de reclamar, e dado que passam a vida a bater-me à porta com ofertas do mesmo serviço mas bastante mais barato, decidi perguntar quando termina o meu período de fidelização... Março de 2015... ora, então está numa óptima altura para renegociar o contrato...

 

Nova chamada telefónica por parte da menina, depois de muita música, pelos vistos elas ligam para a mesma linha para a que ligam os clientes, passou-me o telefone e pôs-me a falar com alguém do call center.

 

Depois de muita conversa e de muitas explicações de parte a parte, a menina do call center começou por me oferecer 5 Euros de desconto, coisa que não aceitei, o meu vizinho da frente paga muito menos pelo mesmo serviço e eu tenho pelo menos dois outros operadores a oferecer bem mais barato.

 

Mais conversa, mais música, mais conversa, no fim abdiquei de dois serviços que em dois anos nunca utilizei, fiquei com os mesmos canais, os mesmos 3 telemóveis associados ao pacote, as mesmas chamadas gratuitas para todas as redes quer do fixo quer dos telemóveis, ou seja, com o mesmo serviço, mas fiquei a pagar menos 20 Euros por mês...  um desconto de mais ou menos um quarto do que pagava.

 

Os sete euros e meio que me queriam cobrar converteram-se em menos 240 Euros por ano... nada mau... e quando cheguei a casa o meu filho conseguiu resolver o problema com o cartão encravado.

 

Acho sinceramente que a MEO deveria rever a sua política de serviços nas lojas, não faz sentido nenhum que um cliente compre um telemóvel numa loja e se quando o abre, mesmo que seja ainda dentro da loja, este não funcionar, o tenha que levar a outra loja que pode ser a dezenas de kms, para tratar da garantia... assim como não faz sentido não conseguirem resolver uma situação de uma simples troca de pontos por carregamentos e nem sequer tenham um simples catálogo dos pontos para tentar ajudar o cliente.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18

Cães na praia

Imagem minha do Momentos e olhares

 

Aproveitamos que após a noite de tempestade o dia aqui em Setúbal acordou claro e soleado, para irmos dar um passeio até à praia de Albarquel, a meteorologia prometia chuva pelo que não havia muita gente.

 

O dia estava bonito e a água nem estava muito fria, à medida que se acercava o meio dia a praia ia ficando composta e havia até alguns turistas espanhóis que apreciavam a beleza do lugar.

 

Todo o mundo sabe que é proibido levar cães para a praia e por acaso em Albarquel até lá está o sinal bem à vista na entrada da praia, mesmo assim há quem se esteja a lixar para as leis e para as pessoas.

 

Íamos a passear junto à agua quando nos apercebemos de um senhor não com um mas com dois cães sem trela que corriam para lá e para cá entre quem descansava nas toalhas, as crianças que chapinhavam junto à água e os banhistas quem tomavam banho,  e até faziam as suas necessidades ali no meio do areal ao lado das crianças que brincavam

 

Tudo isto enquanto os nadadores salvadores estavam em amena cavaqueira junto aos toldos de aluguer. A minha meia laranja não resistiu e foi questionar porque permitiam que dono e cães se passeassem assim impunemente quando isso é proibido. A resposta foi esclarecedora, pelos vistos os senhor vai para lá repetidamente com os cães, já foi chamado à atenção várias vezes para o facto de não poder levar os cães para a praia e simplesmente ignora, os nadadores salvadores não podem fazer mais que chamar a atenção, já chamaram a policia marítima mais que uma vez mas esta demora tanto tempo que quando eles chegam já os cães e o dono foram para casa.

 

Tive pena de não ter levado a máquina fotográfica comigo, porque de certeza que teríamos aqui a imagem do animal que leva os seus cães para a praia sem trela e se ri das leis, das normas e do civismo.

 

Os turistas espanhóis devem ter achado imensa piada à praia de Setúbal onde os cães fazem as suas necessidades no meio das toalhas dos banhistas... além disso aqueles não eram os únicos cães na praia, havia mais gente com o cachorrinho a apanhar sol.

 

Quanto ao dono dos cães, de certeza que gosta muito de animais, mas está-se mesmo a ver que se está a lixar para as pessoas

 

E é assim o civismo neste país.... 

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53

A estupidez não é deficiência

 

Imagem de As coisas do mundo 

 

É uma daquelas coisas que me deixa irritado, mesmo, tanto que andava à espera da oportunidade para falar aqui do assunto... foi hoje.

 

Foi por volta da hora do Almoço no Pingo Doce da Luísa Tody em Setúbal, feitas as compras e arrumadas na mala do carro, enquanto esperava que a minha meia laranja arrumasse o carrinho vazio, reparei como uma senhora após alguma indecisão e troca de ideias com quem ia ao lado, decide estacionar o carro no lugar reservado a deficientes que fica mesmo ao lado da entrada na loja.

 

Puxei do telemóvel e preparei-me para tirar uma fotografia para ilustrar o post, entre o pegar no telemóvel, desbloquear e encontrar o botão certo para disparar, já ela não estava ao lado do carro e até terminei por não tirar a fotografia. Entretanto a senhora e a sua acompanhante, que evidentemente não mostravam sinais de qualquer deficiência física e que até já tinham entrado na loja, foram avisadas por alguém do que eu estava a fazer.

 

Ela voltou para trás e o diálogo que se seguiu foi mais ou menos assim:

 

- O senhor estava a tirar uma fotografia ao meu carro?

- Por acaso estava.

- Então espere aí que eu vou tirar o carro dali e já conversamos.

 

Reparem, havia montes de lugares vagos no parque e ela sabia isso e também sabia que não podia estacionar ali, resta saber se teria retirado o carro se eu tivesse dito que não tinha tirado a fotografia. Foi estacionar a cinco metros dali e voltou cheia de genica.

 

- O senhor estava a tirar fotografias ao meu carro, tem que as apagar, se elas aparecerem em algum lugar eu meto-lhe um processo.

- A senhora é deficiente?

- Não, não sou, mas o senhor não pode tirar fotografias ao meu carro.

- Se não é deficiente sabe que não pode estacionar ali, além de uma questão legal, é uma questão de civismo.

- Eu meto-lhe um processo!

- Minha senhora, chame a policia que a gente resolve já o assunto da denuncia.

- O senhor não tem nada de fazer isso!

- E a senhora sabe perfeitamente que não pode estacionar ali!

- Olhe, o seu problema é falta de sexo, vá dar uma volta que isso passa!

{#emotions_dlg.amazed}

- Pois, falta de sexo, arranje mulher que isso passa!

- No seu caso é falta de civismo mesmo, ou isso ou a senhora é deficiente mental e por isso estaciona ali.

 

Entretanto a senhora voltou para dentro da loja e eu continuei à espera da minha meia laranja.

 

Passado um minuto voltou, acompanhada do segurança da loja... achei aquilo tão surreal que passei a cancela do parque e parei, só para ouvir o que me ia dizer o segurança.

 

- Está aqui o segurança da loja, ele quer falar consigo.

- Então diga lá??!!

- O parque tem câmaras de vigilância e o senhor tirou fotografias

- Sim tirei, porque a senhora estacionou no lugar de deficientes e isso além de ilegal é uma enorme falta de civismo, o senhor quer o quê de mim?

- Eu nada, só vim porque a senhora me chamou 

 

Entretanto a senhora não se calava e continuava com a ladainha de que eu não podia tirar fotografias...  o vigilante ameaçou com chamar o gerente da loja e eu pedi que chamasse também a policia, como aquilo não nos ia levar a lado nenhum, meti-me no carro e vim-me embora, mas depois fiquei a pensar que devia ter esperado pelo gerente da loja, sempre ficava a saber qual era a posição do Pingo Doce sobre clientes que estacionam nos lugares reservados a deficientes mesmo quando há muitos lugares vagos no resto do parque de estacionamento.

 

Infelizmente em centros comerciais ou em qualquer outro parque de estacionamento, os lugares reservados a deficientes raramente estão livres, há muita gente que prefere estacionar ali que caminhar mais meia dúzia de metros, mesmo quando o parque é pequeno como acontece no Pingo Doce de Setúbal.

 

A senhora do caso que conto, para além de uma enorme falta de civismo tinha muita falta de educação e a julgar pela quantidade de vezes que ela repetiu a palavra sexo, das duas uma, ou se estava a oferecer, ou estava ela com muitíssima fome.

 

Evidentemente não podemos todos ser policias uns dos outros, mas há coisas que puxam pelo meu mau feitio,  tal como no caso dos cãezinhos  de que já aqui falei (ver aqui), se calhar se todos reagíssemos aos abusos viveríamos num mundo muito melhor e com mais civismo.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38

Não há abstenção

 

Imagem de aqui

 

Faltam 3 dias para as eleições, vou votar é claro, mas se me perguntarem, ainda não sei muito bem em quem... Em Portugal as campanhas nunca andam perto daquilo que interessa, mas talvez nunca como esta vez terá andado tão longe de esclarecer e de debater as ideias que realmente interessam.

 

Sou uma pessoa atenta, leio jornais, vejo noticias na televisão, ouvi na Antena 1 uma boa parte dos debates para as principais cidades, mas mesmo assim se alguém me perguntar,  o único que sei sobre propostas para a minha cidade, Setúbal, é que um dos candidatos, não faço ideia qual, prometeu que vai criar o Roaz, uma moeda nossa.... e isso porque hoje no Público a ideia aparecia listada como uma das anedotas da campanha.

 

De resto, de propostas a sério para se melhorar a mobilidade, a educação, a vialidade, os transportes, para se dar vida à baixa da cidade que cada vez mais se torna numa zona fantasma... zero. Atenção, não quer dizer que não tenham sido apresentadas soluções e ideias, se calhar foram, mas do meu ponto de vista algo terá falhado nas formas de comunicação de candidatos e partidos.

 

Só sei quem são alguns dos candidatos à câmara municipal porque vi cartazes e outdoors espalhados pela cidade... mas quem vê rostos não vê propostas... e a dizer verdade, há casos em que nem o nome nem o rosto me dizem o que quer que seja.

 

Sobre os candidatos à junta de freguesia, não faço a menor ideia de quem sejam ou das suas ideias.... o sitio onde moro é na fronteira com outra freguesia e já praticamente na saída da cidade... deve ser por isso que nem os costumeiros folhetos na caixa de correio com nomes e caras me chegaram.

 

Se calhar em Setúbal acontece como em Lisboa em que mais de metade dos candidatos não vota no concelho para o que pretende ser eleito... de aí aqueles rostos não me dizerem nada... porque na realidade não são pessoas que estejam empenhadas na sua cidade... aparecem nesta altura por conveniência dos partidos... depois desaparecem e voltam a aparecer daqui a 4 anos. Então e mudarem a lei para que isto não seja permitido? Só deve poder-se candidatar nas listas de um concelho quem efectivamente lá mora.. boa?

 

Setúbal tem mais de 120 mil habitantes, tem imensos problemas sociais, as escolas funcionam a duras penas, os pais tem que deixar os filhos à porta da escola porque nos arredores da maioria delas há uma enorme insegurança, todos os dias há relatos de estudantes assaltados, com consumo e vendas de droga à vista de todos. A baixa da Cidade está ao abandono e a partir das 7 da tarde é praticamente uma cidade fantasma. 

 

A Arrábida está cada vez mais abandonada e abundam as matilhas de cães selvagens, no verão torna-se um enorme estacionamento que vai do Outão ao Portinho sem que ninguém garanta as mínimas condições para toda esta gente. 

 

Entrar na cidade ao fim do dia é um caos, há uma variante que foi feita com curvas, curvinhas e cruzamentos para não se derribar ou mudar de lugar um pseudo monumento que agora está ao abandono e que um dia destes vai cair para a estrada dos Ciprestes.

 

Há o bairro da Belavista e os seus eternos problemas sociais que ninguém entende que não se combatem com mais polícia mas sim com programas sociais e de integração....

 

Era deste tipo de coisas que eu gostava de ter ouvido falar nestas semanas de campanha eleitoral... dos problemas reais da cidade... não do mesmo que costumo ouvir o resto do tempo e que é importante sim, mas não agora.

 

Não vou deixar de ir votar... é um dever e um direito do que não abdico, mas daqui até Domingo vou pensar muito bem como castigo tamanho vazio de ideias e a completa falha na comunicação por parte dos políticos desta cidade.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57

Senhor ministro Nuno Crato, defina normal!

por Jorge Soares, em 13.09.13

Nuno Crato

 

Imagem do Público

 

Li ou ouvi algures que o senhor ministro da Educação, Nuno Crato,  disse que o ano lectivo se estava a iniciar com absoluta normalidade. Hoje a meio da tarde ficamos a saber que para a turma da minha filha na secundária do Bocage em Setúbal, o normal é que as aulas se vão iniciar sem que se saiba quem são os professores de Matemática, Geografia e  Francês.

 

Para começar não consigo perceber como é que se marcam reuniões com os pais para um dia de semana às 3 da tarde, mas pronto, é sexta feira e se calhar até há muita gente a quem até dá jeito ter uma desculpa para se baldar ao trabalho... 

 

Depois gostava de perceber se é a este tipo de coisas que o senhor ministro chama "absoluta normalidade". Como referi neste post, o ano passado a escola esteve dois meses a tentar contratar um professor de matemática e não conseguiu, o resultado foi que a turma não deu perto de um terço da matéria, mas claro que ficou prometido pela directora de turma que seria recuperado no inicio deste ano.

 

Para amostra começamos bem, apesar da mesma professora continuar na escola, alguém decidiu não lhe atribuir a turma, vá lá a gente perceber porquê... está-se mesmo a ver que para uma turma do nono ano que até vai fazer exame este ano e que já vem coxa do ano anterior, o melhor mesmo é começar o ano lectivo sem professor... e se forem tão expeditos a contratar como no ano passado, eles devem ter aulas lá para Dezembro.. 

 

Mas deve ser a este tipo de coisas que o senhor ministro chama "Normalidade"... gostava de perceber o que será o anormal... 

 

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails







Estou a ler

Regressar a Casa

Rose Tremain

 

O Rapaz de Olhos Azuis

Joanne Harris

 

O jogo de Ripper

Isabel Allende

 






Visitas


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D