Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Eluana e a Eutanásia, o que podemos aprender?

por Jorge Soares, em 09.02.09

Eluana

 

Há uns dias atrás, no Vila Forte  o Pedro Oliveira neste post em que se falava de Eutanásia, perguntava:

 

"Para quando a discussão da Eutanásia sem preconceitos e desculpas da ética e da religião?"

 

Na altura eu não tinha ouvido falar da Eluana e da sua morte que promete deixar marcas não só na Itália mas em todo o mundo. Em Itália havia um contra-relógio entre os médicos que aceitaram cumprir os desejos da Eluana e da sua família e o governo de direita pressionado pela Igreja católica. ... Ganhou Eluana e finalmente pode ter paz, ela e os seus..... esperemos que com ela e com o seu exemplo, ganhem também muitas outras pessoas.

 

Eluana "vivia" há 17 anos em estado vegetativo, estava presa ao mundo de uma maneira artificial, não podemos dizer que sofria, sabemos que os seus familiares sofriam por eles e por ela, mas será que podemos dizer que vivia?

 

No post do Vila Forte, alguém dizia que antes de discutirmos a Eutanásia, devíamos discutir a melhoria dos cuidados paliativos e a ajuda à vida. Estou de acordo, no nosso país e no mundo em geral há muito para fazer em relação a cuidados paliativos e a cuidados médico... mas será que era justo manter indefinidamente Eluana presa a este mundo? Como dizia nos meus comentários, com os avanços da medicina chegará a altura em que será possível manter as pessoas a respirar indefinidamente... mas será que isso é viver? Será que algum de nós quer ser preservado a respirar para sempre?... Eu não.

 

Manter alguém a respirar durante 17 anos simplesmente porque está ligado a uma máquina fará algum sentido? qual? na esperança de um milagre?, na esperança que a medicina evolua tanto que seja possível refazer o funcionamento do cérebro?  E nesse caso, onde está o limite do aceitável?, 20 anos?, 30?... 50? 

 

Nunca fui pessoa de pensar na morte, já é tão difícil pensar na vida, mas acho que ao contrário do que seria de esperar, os avanços da medicina e as possibilidades de prolongar a vida de uma forma cada vez mais artificial, vão fazer com que a discussão sobre a eutanásia seja cada vez mais necessária, se é tão pacifico aceitarmos que todos temos direito a uma vida com dignidade, não teremos também direito a uma morte com dignidade?

 

A Eluana morreu hoje, ganhou a sua corrida contra a estupidez dos políticos e da igreja.... descansa em paz Eluana..e que  o teu exemplo sirva para que o mundo aprenda algo.

 

Já agora que falamos do Vila Forte, o Pedro pediu e eu deixo aqui a referência ao Primeiro Encontro da Blogosfera Portomosense

 

 

 

 Jorge

Imagem retirada de aqui:http://www.laici.it/writable\Immagini\eluanaenglarorv6.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41


19 comentários

Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 09.02.2009 às 23:00

Então eu penso como tu, porque também não quero ser obrigada a vegetar quando o meu corpo já morreu.
Viver para mim tem sentido enquanto eu puder usufruir do minímo de capacidades psico-motoras.
Vegetar se for temporário (há casos em que se justifica e é reversível) aceito, mas se chegarem à conclusão que nada há mais a fazer, então desligue-se a ficha.
É assim que penso!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.02.2009 às 23:20

Olá

É isso mesmo... viver em quanto faz sentido.

Beijinho
Jorge

Sem imagem de perfil

De artesaoocioso a 10.02.2009 às 06:19

Tenho editado no meu blogue vários postes sobre a eutanásia, com pouco ou nenhum sucesso.
Tomo a liberdade de «roubar» este para juntar aos outros.
Cumprimentos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.02.2009 às 23:21

Olá

É para mim uma enorme honra ... obrigado.

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De miepeee a 10.02.2009 às 08:36

Sou a favor da eutanasia. Para que manter uma vida que afinal ja nao e vida ? Nao tenho nada a acrescentar ao que escreveste, estamos de acordo :)
Beijinho.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.02.2009 às 23:22

Olá


Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De mrodrigues a 10.02.2009 às 10:06

Bom dia, vejo regularmente este blog mas esta é a primeira vez que comento porque no meu entender há uma grande diferença entre eutanásia e o caso da Eluana.
Para mim eutanásia é conscientemente desejar e levar outros a realizar a nossa morte, por exemplo em caso de doenças degenerativas ou doenças mortais. Nesse caso não é um suicídio porque aí seria a própria pessoa a obter a sua morte, mas é a própria pessoa ainda na fase consciente que solicita que a matem ou a deixem morrer. O caso da Eluana é um prolongamento artificial de uma vida que já não existe. Medicamente essa pessoa já está morta (o que para mim não acontece na eutanásia) e é apenas porque a ciência evolui bastante que os Homens, na sua arbitrariedade, a mantêm "viva". Cumprimentos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.02.2009 às 23:25

Olá

Sim, foi algo que também pensei... e acho que tem razão, mas não deixa de ser algo que nos faz pensar...e toda a discussão foi feita em volta da Eutanásia... que é algo que se deve discutir.

Obrigado pelas visitas e comente mais vezes...

Jorge
Sem imagem de perfil

De sininho a 10.02.2009 às 12:26

Concordo contigo..faz todo o sentido ..o que escreveste..um bom dia para ti..jinhos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.02.2009 às 23:27

Olá


Bom dia para ti também

beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Sad Tear a 10.02.2009 às 14:39

Eu não quero ser um vegetal... todos devemos morrer com dignidade...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.02.2009 às 23:27

É mesmo isso, viver e morrer com dignidade... porque merecemos isso.

Jorge
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 11.02.2009 às 10:24

Como sabes li o teu texto noutro blogue e como tal devo-te o agradecimento por teres divulgado neste teu cantinho que também é nosso o meu texto sobre a Eutanásia.Está corrigida a injustiça.Quero agradecer-te também a divulgação do evento e espero que corresponda ás nossas expectativas e seja também um catalizador para encontros mais alargados, temos de pensar nisso um dia, não achas?
abraçoe aguardamos vossa visita e participação, através da net, neste encontro.
Grande Abraço Jorge
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 11.02.2009 às 10:27

A tua sugestão foi direcionada para o artista que percebe dessas coisas no Vila Forte, que é o Paulo Sousa. Obrigado.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.02.2009 às 23:42

Olá Pedro.

Não tens nada que agradecer, é um assunto importante, que deve ser discutido, e é de louvar quando as pessoas o invocam.

Quanto ao encontro, acho que é uma óptima iniciativa, os meus parabéns e o meu desejo de que corra muito bem....e sim, acho uma óptima ideia que aproveitem a experiência para organizarem algo maior...em que participaria com todo o gosto.

Abraço Pedro.
Jorge
Sem imagem de perfil

De maria a 11.02.2009 às 19:40

Concordo absolutamente com o que dizes.. Há que deixar as pessoas partirem em paz..
um bjnho.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.02.2009 às 23:44

Olá

Nem mais, há que deixar as pessoas partirem em paz.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Wesley a 12.02.2009 às 17:01

Chega de piedade humana, o que igreja faz é a vontade de Deus, e a eutanásia é inaceitavel de qualquer ponto, assim como o aborto, todos temos o direito de viver e só Deus pode criar ou tirar a vida de alguém. Ninguém quer sofrer, e querem fazer coisas que vem na cabeça ao invés de aceitar a vontade de Deus.
Quem sou eu pra condenar alguém, só que intristesse pessoas pensando dessa maneira aceitando tais ações.
Sem imagem de perfil

De alguem a 14.02.2009 às 17:17

Hoje em dia todos querem viver bem, nem que para isso se atropelem direitos fundamentais.
Começando pela natureza: não importa a quantidade de recursos e energia que gastamos, o que importa é viver bem. Quem vier depois que limpe a sujeira e pague a factura de um mundo egoista, que só quer a satisfação imediata dos seus desejos.
Depois devo falo-vos da falta de respeito pela vida. Primeiro quem está em estado vegetativo, nao pede para morrer, apenas os familiares que cansados de olhar uma realidade dificil de suportar, perferem descartar-se dessa pessoa como costumam fazer a milhares de milhares de idosos que se amontouam nos lares. Um dia também lhes chegara essa vez.
Devo falar-vos da falta de higiene e de comportamentos responsaveis que costuma acabar quase sempre em abortos, ou SIDA . Aborto agora já sem razao para ser clandestinos, mas hipocritamente fruto de um Estado e sistema de saude que se esquece de educaçao sexual e assistencia social.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D