Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Livro:Valete de copas e dama de espadas

por Jorge Soares, em 20.03.09

Joanne Harris

 

Há muito que não falo de um livro.... também quem costuma reparar ali para os livros da barra lateral pode ver que os livros que lá estão são os mesmo há muito tempo... é verdade, tenho descuidado as leituras, os blogs, as fotografias, os miudos....são muitas coisas....

 

Tenho pendente o meu comentário à adopção por homossexuais...e as minhas respostas ao amigo Rolando do Entremares, mas ainda não assentei as ideias todas... já lá irei.

 

Vamos ao livro? Comecei a ler este livro no Hospital do Outão, num dos dias em que estive horas para ser atendido na consulta.... uma manhã à espera deu para ler quase metade. Não sou de abandonar livros a meio..mas confesso que este não me seduziu. Li algures que este foi o livro da transição da fase Inglesa para a fase Francesa da Joanne Harris e se não me engano era o unico que não tinha lido desta autora. 

 

É um livro estranho, violento, um retrato gótico da Inglaterra Victoriana, uma história fria e forte. Henry Paul Chester é um artista vitoriano cujo passado esconde um segredo terrível que deixou marcas profundas nele próprio e na sua arte. A sua obsessão em pintar raparigas jovens e "inocentes" vai conduzi-lo a Effie, uma menina de nove anos, que passa a usar como modelo. Mas além de a utilizar como seu modelo exclusivo educa-a para mais tarde ser a sua mulher. Anos depois, Effie e Chester casam e é precisamente neste momento que a relação entre ambos azeda. Henry não aceita que Effie cresceu, que já não seja uma menina de traças e bibe e que reclame o seu papel de esposa e de mulher. Henry quer mantê-la numa redoma de vidro, quer só e sempre uma menina, tenta por isso mantê-la drogada e longe de tudo o que a faz sonhar, os seus livros, a poesia que ela adora.   Effie procura então consolo junto de um rival de Chester, o inescrupuloso Moses Zachary Harper, que vai dar asas á sua imaginação e com quem cria uma enorme cumplicidade. Mas não vai ser ele a confortá-la e sim Fanny Miller, a dona de um bordel, que revê na doce Effie a filha assassinada dez anos antes. Juntas tentam e  conseguem desvendar o sinistro passado de Henry Chester e tramam um sinistro plano para o desmascarar. No entanto o uso da magia, dos opiáceos, não vão dar exactamente ao rumo que traçaram e o fim é ainda mais tenebroso, cruel e surreal do que alguma vez se poderia imaginar. Apaixonante, violento e ao mesmo tempo terno, só mesmo Joanne Harris para o escrever, e aqui está a contradição, por um lado impossível ligá-lo a chocolate, por outro a sua extrema sensibilidade.

 

Demorei quase meio ano a retomar a leitura....e reconheço que a ultima parte conseguiu atrair  aminha atenção...... é um livro com uma atmosfera diferente, Para quem leu Chocolate ou A praia roubada, poderá ser um livro estranho...mas não deixa de ser um bom livro.

 

Jorge

publicado às 21:59


4 comentários

Imagem de perfil

De Paola a 21.03.2009 às 18:39

Nada consigo dizer... Joanne Harris não é mesmo um autor que eu goste... nada li. Nada tenciono ler!

Beijinhos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.03.2009 às 19:06

Olá

Amiga.... gostos não se discutem...e gostos de leitura contigo.... muito menos. Mas há algo que não percebo, se nada leste...como sabes que não gostas?

Beijinho e bom domingo
Jorge
Imagem de perfil

De Paola a 21.03.2009 às 19:19

Claro que tens razão! Não sei explicar... uma questão de "pele"...comentários de amigas...a quantidade de autores que sou obrigada a ler [por causa do ofício] que me roubam tempo para outras experiências... vícios de leitura...opções de escrita... fidelidade a certos escritores [já que o tempo escasseia]... Juro que tenho na estante, a olhar para mim, o Chocolate. Comprei e não abri... Um dia, quando tiver muito tempo lerei... ou não! Sou assim...

Beijo

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D