Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Marta e a Latika

por Jorge Soares, em 20.04.09

O mundo em que vivemos não para de me surpreender, hoje o blog Um olhar sobre o mundo levou-me a duas noticias diferentes, ambas tem em comum que falam de crianças, mas as semelhanças ficam por aí.

 

LatikaEu devo ser uma das poucas pessoas que não viu o Slumdog Billionaire, o ultimo grande sucesso do cinema. Se bem entendi, a fita foi gravada num dos muitos bairros de lata de Bombain e utilizou como actores principais algumas das crianças que nasceram e cresceram no bairro, conferindo um (enorme) toque de realismo às filmagens e chamando a atenção do mundo para os pobres e esquecidos que na Índia são aos (muitos) milhões.

 

Todos vimos as crianças felizes a entrar na passadeira vermelha do Kodak Teathre em Hollywood, todos os vimos felizes a receber os vários Óscares que o filme ganhou. Muitos, milhões em todo o mundo, viram o filme e muita gente ganhou muito dinheiro à custa daquelas crianças... mas o que aconteceu com elas quando as luzes da ribalta se apagaram e elas voltaram à sua vida? Será que alguma parte dos muitos milhões que o filme gerou serviu para retirar as crianças e as suas famílias do bairro de lata retratado no filme?, será que algo mudou nas suas vidas?

 

Quem me lê sabe que sou sensível a toda a problemática da adopção e das crianças abandonadas e em risco, esta noticia do Publico chocou-me profundamente, diz o seguinte:

 

Pai de actriz de "Slumdog" quis vendê-la por 310 mil euros.

 

Reza a noticia que o pai da menina tentou vender a Latika para adopção por 310 mil Euros, não sei o que me choca mais, se o facto de todo o dinheiro gerado pelo filme não ter servido para mudar nada na vida daquelas crianças, se o facto de existirem pais que tentam vender os seus filhos..... a noticia termina com o seguinte paragrafo em que todos deveríamos pensar....e eu, fiquei sem vontade de ver o filme 

 

"O tráfico de raparigas para o Médio Oriente é um problema grave na Índia. Muitas são transformadas em escravas sexuais ou criadas domésticas. O “News” adianta que todos os anos, 11 milhões de crianças são abandonadas no país, tornando-se vítimas fáceis. "

 

Algo que nos deveria fazer pensar a todos, algo que nos deveria levar a olhar para o filme e para aquelas crianças com outros olhos

 

 

O outro post diz o seguinte:

 

Ajudem a Marta

 

 Ajudema a Marta

 

A vida da pequena Marta , de quatro anos, mudou em Fevereiro quando descobriu que sofria de leucemia. Depois de vários tratamentos de quimioterapia, a menina precisa agora de um transplante de medula óssea para viver.

 

Na impossibilidade de arranjar dador entre a família, tanto os pais como a irmã mais velha e a mais nova, nascida há 15 dias, foi lançado um pedido de ajuda na Internet .

 

Um amigo do pai lembrou-se de criar uma conta no Facebook - chamada 'Ajudar a Marta' - que ao fim de cinco dias conta já com quase cinco mil pessoas associadas à causa. "Com o Facebook temos a noção desta mega rede de solidariedade, porque com os e-mails não temos o mesmofeedback", revela ao Expresso Maria João Dray, a tia da criança.

 

O objectivo da campanha é não só tentar arranjar um dador compatível mas também sensibilizar a população para a importância de se doar medula óssea . "Hoje em dia é mais simples do que ser dador de sangue. O risco de físico do dador decorre apenas de uma colheita de sangue", diz Maria João.

 

A partir do apelo já há instituições, escolas e empresas que organizaram centros de recolha para quem quiser ser dador.

 

 

Via Expresso

 

 

Jonas obrigado por ouvires o meu apelo.. porque ajudar não custa!.. passem a palavra

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34


18 comentários

Imagem de perfil

De aespumadosdias a 21.04.2009 às 00:33

Ouvi nas notícias da noite a história da tentativa de vender a jovem Latika. O pai desmente, mas não há fumo sem fogo. Fiquei chocado ao saber que as crianças ainda moram naquele bairro. Ouve muita gente a ganhar dinheiro com a sua participação no filme.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.04.2009 às 22:56

Olá

Sim, li algures o desmentido... mas isso também não importa muito, o que me chocou realmente foi saber que apesar de tudo, apesar dos milhões que o filme produziu... para aquelas crianças pouco ou nada mudou.... e isso é chocante.

Abraço
Jorge

Imagem de perfil

De jonasnuts a 21.04.2009 às 09:15

Obrigada eu pela chamada de atenção. Mais ajuda se seguirá hoje (quer a nível institucional quer a nível pessoal).
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.04.2009 às 22:58

Todos somos poucos para ajudar...principalmente quando se fala de crianças.

Jorge
Imagem de perfil

De jonasnuts a 21.04.2009 às 23:03

Eu, que ando nisto há tantos anos, continuo a surpreender-me, pela positiva, com a demonstração de solidariedade das pessoas.

Nunca vi tantos Twitts sobre o mesmo site num tão curto espaço de tempo.
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 21.04.2009 às 09:28

vou adicionar no meu texto de hoje mais este texto.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.04.2009 às 23:00

Olá Pedro.

Obrigado

Jorge
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 21.04.2009 às 10:10

Nunca me tinha perguntado sobre esses meninos. Vi o filme e retrata realmente, mas será que mudou alguma coisa? Não acredito. As pessoas ficaram a saber, mas nao fazemos nada.

Parabens pelo blog. Ja nao vinha cá desde ontem e sin senhora...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.04.2009 às 23:04

Olá Cláudia

Sim, o filme retrata uma realidade muito má e muito triste, mas seria de esperar que com tantos milhões de lucro, alguma parte fosse parar aos verdadeiros protagonistas... que pelo menos aquelas crianças tivessem lucrado algo. ... e independentemente da noticia que até já foi desmentida, é triste ver que depois de se apagarem as luzes dos oscares, eles simplemente voltaram À sua vida anterior...

Enfim, é este o mundo em que vivemos.
Jorge


Sem imagem de perfil

De carlosbarbosaoliveira a 21.04.2009 às 15:27

Abordo hoje o tema de Ruben Ali ( a miúda que fez de Latika) lá no meu Rochedo e levanto algumas questões que me parecem ser pertinentes, nomeadamente sob o prisma jornalístico. Adorei o filme, mas não aprecio esta forma de o jornalismo se aproveitar de determinadas situações para polemizar. Se quiser dar lá um saltinho...
Já agora, devo dizer que gostei de vir ao seu blog, onde cehguei através do Vilaforte
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.04.2009 às 23:19

Olá Carlos

Já lá fui e como disse no meu comentário, estou completamente de acordo... tentei utilizar a noticia e focar outro aspecto...mas reconheço que não fui feliz...acontece
Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De João Silas a 21.04.2009 às 20:03

Há gente mesmo sem escrúpulos porra.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.04.2009 às 23:28

Olá

Há de tudo em todos lados... mas há coisas que chocam mesmo.

Jorge
Imagem de perfil

De entremares a 21.04.2009 às 22:10

O assunto de hoje é... mediático, diria eu.
Isto não quer dizer que não seja importante... mas é mais mediático que importante, porque resultou do aproveitamento jornalístico de um caso que só se tornou conhecido do grande público devido ao sucesso do filme em questão ( que também não vi, a propósito ). E isso deixa-me preocupado.
A India é para mim ainda um gigante desconhecido, com uma cultura que pouco conheço, norteada por princípios que porventura até classificaria de estranhos... se os conhecesse. Desde já, convido todos para uma visita ao blog http://indiagestao.blogspot.com , sem dúvida uma referência quando se pretende falar daquele país.
E vou deixar aqui um dado que me chocou ainda mais, na sequência do assunto do post.
“Um estudo pioneiro realizado na Índia indica que 53% das crianças do país sofreram abusos sexuais”

Os dados são de 2007, e segue a transcrição. Depois de os lerem, certamente ficarão a pensar, como eu: Mas que país é aquele, que gentes são aquelas ?

Ainda não descobri a resposta. Mas preciso, preciso mesmo de uma resposta.

...................................................................
Maioria de crianças da Índia já sofreu abuso sexual, diz pesquisa
Um estudo pioneiro realizado na Índia indica que 53% das crianças do país sofreram abusos sexuais.
Encomendada pelo Ministério do Desenvolvimento da Mulher e da Criança indiano, a pesquisa mostra ainda que duas em cada três crianças na Índia são abusadas fisicamente.
O estudo indica também que 70% das crianças não comentou sobre os abusos com ninguém.
"Na Índia, existe a tradição de negar o abuso infantil. Costumamos dizer que isso não acontece aqui", disse a ministra Renuka Chowdhury. "Mas, ao permanecermos em silêncio, nós ajudamos e somos cúmplices com essa prática."
Chowdhury descreveu as conclusões do estudo como "perturbadoras", e pediu o fim do que chamou de "conspiração do silêncio".
Meninos sob risco
O estudo revela outros dados desconhecidos, como por exemplo o fato de que, ao contrário do que se acreditava até agora, meninos correm os mesmos riscos de abuso que meninas.
Loveleen Kacker, responsável pela área de Bem-Estar Infantil do Ministério, e uma das autoras do documento, disse ainda que uma boa parte dos autores do abuso são "pessoas de confiança", como parentes, professores e até os próprios pais.
A Índia abriga quase 19% das crianças do mundo, sendo que milhões delas já estão no mercado de trabalho.
Para a pesquisa, foram entrevistadas 12 mil crianças com idades entre 5 e 12 anos, e pouco mais de 2 mil com mais de 12 anos.
O estudo cobriu 13 Estados indianos e levou dois anos para ser concluído.


..................................


Um grande abraço.
Segue em frente.

- entremares -
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.04.2009 às 23:35

É de facto assustador.... duas de cada três crianças ?????!!!!!!!!!.

A Índia como a China, são dois países grandes demais para sequer conseguirmos imaginar a realidade... Infelizmente associado ao tamanho existe uma cultura muito diferente da nossa, uma cultura com outros valores e outros princípios... mas não há nada que nos prepare para o que diz no seu comentário....

Obrigado pelos seus comentários.
Jorge
Sem imagem de perfil

De Sandra Bose a 16.05.2009 às 20:50

Obrigada Entremares por indicar meu blog. Realmente o Indiagestao eh o blog mais completo e realista sobre a India. A VERDADEIRA India!
Om Shanti
Sandra Bose
Sem imagem de perfil

De iris barroso a 21.04.2009 às 22:20

Já faço parte da base de dadores. O que eu podia fazer, já fiz.

Desejo muita sorte à Marta e a todos que a amam e que sofrem por ela.

Um abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.04.2009 às 23:41

Olá

Desejamos todos...sem duvida.

Jorge


Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D