Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Setúbal desde o rio Azul...o Sado

 

Vivo em Setúbal desde 1995, a primeira vez que cá vim foi em Julho, visita exploratoria à baixa, almoço de peixe grelhado e praia à tarde em Troia. Eu Gostei. Em Setembro viemos viver para Cá.

 

Curiosamente viemos viver para Setúbal porque apesar de nem eu nem a minha meia laranja sermos de cá, ambos recém licenciados, arranjamos emprego por cá. Desde o inicio que ouvia os mesmos comentários por parte das pessoas com quem ia falando, familia, amigos, conhecidos, a maioria das pessoas nunca cá tinha estado, mas todos tinham uma opinião formada.

 

-Vais viver para Setúbal?

-Sim

-Dizem que aquilo por lá está mau, não há empregos.

 

A mim nunca me pareceu, eu vinha de viver em Lisboa e antes disso em Caracas, a mim Setúbal parecia-me um lugar especial, praia e serra, cidade e campo, longe e perto do bulicio da cidade. Nunca me senti inseguro, bem pelo contrario, à medida que fui conhecendo a cidade e as pessoas fui gostando mais, e fui ficando. Agora a minha vida é cá, os meus filhos nasceram cá, gosto da cidade, das suas pessoas, do seu rio Azul... sou de cá.

 

Nos ultimos dias os comentários voltaram, todos ouviram falar da Belavista e do que por lá se passa. Mas o que se passa?

 

Hoje ouvia o Marcelo Rebelo de Sousa falar do assunto e não posso estar mais de acordo, ao contrario do que algumas pessoas tem tentado fazer passar, o que se passa na Belavista é um caso de policia, e é à policia que cabe resolver. 

 

Na Belavista vivem muitos milhares de familias, a grande maioria delas vive lá há 30 ou 40 anos e são pessoas de bem, é um bairro com muitas infraestructuras, com escolas, com creches, com instituições de solidariedade, com praças e jardins. Os meus filhos vão nadar à Belavista, foi na Belavista que organizamos dois encontros nacionais de adopção, já lá fui muitas vezes, nunca senti medo, nunca me senti a mais, ou pressionado.. ou inseguro.

 

É evidente que quando juntamos num bairro do tamanho de uma pequena vila todas as familias carenciadas da cidade, o mais normal é que com o tempo apareçam problemas sociais, problemas sociais que devem ser resolvidos como o devem ser em qualquer outro lugar.

 

Quem tenta olhar para a Belavista e ver o que aconteceu em França ou na Grecia, ou não sabe do que está a falar, ou está a tentar obter vantagem politica. Setúbal não é Paris, os portugueses não são os franceses e nunca serão.

 

Eu continuo a olhar para Setúbal e ver  a Cidade do rio Azul e dos bairros com vista para o Sado.. cada vez mais a minha cidade, e porque como dizia no outro dia no Momentos e olhares cada vez mais,..... a cidade somos nós

 

 

Jorge

publicado às 22:00


17 comentários

Sem imagem de perfil

De smootha a 11.05.2009 às 02:05

Sinto o mesmo em relação ao meu novo local de trabalho.
Quando anunciei que agora trabalhava no Vale da Amoreira, os comentários íam todos no sentido de saber como eu tinha coragem, se não tinha medo, etc.
Na verdade: não, não tenho.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.05.2009 às 22:27

Olá Smoo.

Em todos lados há boas e más pessoas, está em nós fazer a diferença e contribuir para que cada lugar seja melhor.... ainda bem que não tens medo, porque de certeza que deixas a tua marca em cada uma das pessoas que formas, bem haja por ti.

Jorge
Imagem de perfil

De Teresa a 11.05.2009 às 09:45

Eu gostei muito da tua cidade, tomara eu encontrar um emprego por essas bandas...agrada-me muito mais que Lisboa para ser sincera.
'Belavistas' há muitas por esse Portugal fora, de vez em quando "explodem" e depois são outra vez esquecidas...quanto a mim o problema é que descartam-se das pessoas com menos posses e mais carenciadas a todos os níveis, juntam-nos todos no mesmo bairro e "dão-lhes" uma casa, é como um barril de pólvora...mais tarde ou mais cedo haverá problemas, cabe à polícia resolve-los, como deveria ser tal como se houvesse problemas noutro bairro da cidade.

Beijinhos, boa semana***
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.05.2009 às 22:38

Olá

Eu trabalho em Loures, as pessoas perguntam-me porque não me mudo para mais perto... nunca, Setúbal é uma cidade com uma excelente qualidade de vida, é verdade que não é fácil arranjar emprego, mas eu prefiro fazer os 50 Kms para cada lado...e viver aqui, ao pé da praia e da serra....

Tens toda a razão, Belavistas há muitas por esse país fora, são o resultado da politica de colocar as pessoas a viver em guettos e olhar para o lado.

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Maria a 11.05.2009 às 11:27

Curiosamente, eu gosto muito de Setúbal. Pelas razões que apresentaste e porque as minhas férias de infância eram passadas na Figueirinha e eu adorava aquilo! Mas a maior parte das pessoas com quem falo tem uma má imagem da cidade... E casos como os da Belavista ajudam "à festa". É tudo metido no mesmo saco... É pena!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.05.2009 às 22:39

Olá

Infelizmente tens razão, as pessoas só conhecem o que aprece na televisão, a maioria nem nunca cá passou, mas tem uma opinião formada... é pena, porque esta cidade tem uma excelente qualidade de vida.

Jorge
Imagem de perfil

De entremares a 11.05.2009 às 18:33

Meu caro Jorge.
Já me tinha passado pela cabeça que um post sobre estes "acontecimentos" da tua terra era capaz de aparecer por aqui...
E estou completamente de acordo com a tua opinião, é mesmo um caso de policia e nada mais.
E isto a propósito de algumas situações passadas no nosso país, em outras cidades...

1. É só impressão minha, ou temos uma maioria de cidadãos esmagada pelas minorias étnicas? Às vezes dá a ideia de que só é noticia o acontecimento que retrata a vida das comunidades "minoritárias"...

2. Bairros carenciados, não os há só em Setúbal. Hoje, Portugal inteiro é um bairro carenciado. Irrita-me bastante que certa comunicação social associe automáticamente pessoas carenciadas económicamente com pessoas criminosas, gangs organizados ou afins. Onde foram eles buscar essa ideia ?

3. Tenho pena que a policia não possa sempre agir como policia. Tenho pena que o uso da força, mesmo quando necessário, seja sempre associado ao uso do excesso da força, como se as duas coisas fossem iguais...

4. Temos o país que merecemos. Não há volta a dar-lhe. Somos um país de emigrantes, de imigrantes, somos mestiços de natureza, misturámos todas as raças do mundo. Problemas ?
Não nos atirem areia para os olhos. Sempre ouvi dizer que " casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão"

Bastava portanto, haver mais pão...

Um abraço.
Imagem de perfil

De Paola a 11.05.2009 às 20:43

Sou suspeita, tu sabes. Não vivo em Setúbal... mas sou de lá. Estou longe... mas estou lá. Mesmo que Setúbal tenha mudado e o rio já não tenha a mesma cor... estou lá!

Não sei! Porque não sei. Se calhar é " caso de polícia"... se calhar a polícia tem limitações politicas... Se calhar não é. Até podemos estar a falar de questões sociais, culturais, opções políticas, desemprego... Se calhar "caso de polícia" é redutor. Um caso ou outro, como em todo o lado... Não sei! Mas que este país é, cada vez mais, um "bairro carenciado" até é... e não é um "caso de policia"...

Beijinhos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.05.2009 às 00:27

Olá amiga

Não partilho do teu pessimismo, se calhar sou eu que tento ser optimista, .... o que se passa ali é o resultado de politicas erradas de muitos anos... há quem queira ver ver muitas coisas ali... não sei.

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Paola a 13.05.2009 às 13:58

Não lhe chamaria pessimismo... Duvido é que seja um simples caso de polícia. Falo de políticas e de culturas... as primeiras muitas vezes erradas, as segundas sempre certas... Se falarmos de níveis de instrução, vai dar ao mesmo...

Beijinhos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.05.2009 às 22:45

Perguntas muito pertinentes, sem duvida.

Somos um país pequenino, e não me refiro ao tamanho físico, refiro-me ao tamanho das mentalidades...

Partilho a 100% tudo o que diz.

Abraço
Jorge
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 12.05.2009 às 09:16

Também quando fui a Setúbal a primeira vez talvez em 97-98 também gostei do peixe grelhado,Da serra, do portinho e de troia.Bom local para se passar um excelente fds.
Concordo contigo comparar o que se passou na Bela vista e em Paris é confundir a estrada da beira com a beira da estrada e não querer olhar com olhos de ver os reais problemas dos nossos bairros sociais.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.05.2009 às 00:29

Olá Pedro

Nem mais, estamos em ano de eleições e há muito quem queira ver politica em tudo... eu não consigo ver mais que o desleixo das varias câmaras municipais e dos vários governos que passaram pelo país nos últimos anos.

Abraço
Jorge
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 12.05.2009 às 17:45

O problema está no que escreveste no antepenúltimo parágrafo.
A polícia não vai resolver o problema.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.05.2009 às 00:31

Olá

A policia tem-se limitado a tentar acalmar... se calhar falta alguma vontade para resolver...de quem?... é difícil dizer, a câmara é comunista, o governo é socialista e estamos em ano de eleições....

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De Selma a 05.10.2015 às 19:05

Boa tarde! vi seu blog , gostei muito. Estou indo morar em Setúbal , mais gostaria de saber quais são os bairros que vc me aconselha, que fique um pouco perto do centro e que não seja muito caro , pois vou levar meus animais e terei que ter uma casa com quintal . Vou trabalhar em Lisboa. Por favor me envie uma resposta, obrigada
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2015 às 19:41

Eu também estou desesperadamente a procura de casa em setubal, mas estou a procura na net nos sites de imobiliárias, porque eu vivo em Viseu e quero sair daqui e não sei porque elegi setubal para viver, só que vejo tantos bairros e não sei onde ficam, eu queria ficar num bairro perto do rio e perto da Av Luisa todi, pode-me ajudar? Eu em novembro vou passar aí uns 4 dias para ir a procura obrigada e boa noite

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D