Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Pelo direito a uma família

 

Ia escrever o meu post mensal sobre a nossa  espera, mas não há muito para dizer, a P. ligou esta semana para a segurança Social, só para elas se lembrarem de nós, perguntou para as nossas características quantas pessoas ainda estavam à nossa frente... 13, foi a resposta. Estes dias soube de um casal que se inscreveu depois de nós em Lisboa e já há uns meses que recebeu uma criança com as características que nós colocamos.... alguém falou de lista nacional de adopção? ..... não?, pois, bem me parecia.  Entretanto o processo avança em Cabo Verde. 

 

Bom, mas não era disso que ia falar, certamente que se lembram da campanha nacional que organizamos e da petição para o dia nacional da adopção, a ultima vez que vi havia mais de 5000 assinaturas. Depois da entrega das assinaturas na Assembleia da Republica, e da apresentação da petição aos diversos grupos parlamentares, o bloco de esquerda decidiu avançar com uma moção que foi discutida há umas semanas atrás. 

 

Todos os partidos acharam o tema relevante, o PS achou que apesar do tema ser importante, não justifica a existência de um dia nacional, já há o dia da criança e portanto nesse dia podemos celebrar o que quisermos. Eu não estive lá, não sei se foram estas as palavras exactas, mas foi esta a ideia. Entretanto a moção nem foi a votação, e caberá ao governo decidir.. sendo o governo do PS.... 

 

Já o disse aqui várias vezes, sou contra os dias, não gosto, pronto, aderi à ideia de mais este dia porque acho que qualquer iniciativa que chame a atenção para a problemática da adopção, para as crianças que estão esquecidas nos centros de acolhimento, para as crianças que crescem sem nunca conhecerem o amor e o calor de uma família,  é uma iniciativa importante.

 

O PS não acha importante, o partido do governo não acha importante.... é pena. Este é um ano de eleições, muitas eleições, eu ainda não sei em quem vou votar, mas já tenho a certeza de em quem não vou votar...  quem não acha o tema da adopção importante, quem não acha que chamar a atenção para as crianças esquecidas é importante,.... não merece o meu voto.

 

Jorge Soares

publicado às 21:36


2 comentários

Sem imagem de perfil

De José A a 12.05.2009 às 23:05

Amigo Jorge, é lamentável o que li, neste post. Por isso detesto maiorias absolutas. Aqui se vê como um assunto, de certeza, que era aprovado em assembleia, sem maiorias. Para mim, uma maioria, tem "tiques" de ditadura. Está na nossa mão, mudar este estado de situações...três vezes, este ano.
Um abraço.
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 13.05.2009 às 11:59

Meu caro está incorrer num erro, tinha sempre de ser aprovada pela maioria dar AR, o que aconteceria era ter de haver maioria com deputados de vários partidos, o que muitas vezes se torna impossivel.
Não sei se seria o caso.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D