Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Adopção em portugal

 

 

Esta semana o grupo nós adoptamos tem estado animado, a conversa tem versado sobre a forma como as assistentes sociais abordam as entrevistas e como os candidatos devem reagir e comportar-se.

 

A dada altura dei por mim a lembrar-me daquele dia em que tive a conversa telefónica com a assistente social, e que me deixou completamente angustiado, como expliquei naquele post em que falava de viver ou  limitar-me a existir. A verdade é que desde esse dia não voltei a ver a assistente social, ainda estou à espera da reunião de esclarecimento que me foi prometida e na única entrevista que tivemos, só esteve a Psicóloga, a senhora com quem falei ao telefone decidiu arranjar algo que fazer para aquela hora, isto apesar de ser a responsável do processo.

 

Esta semana ao ler a série de emails em que a maioria das pessoas fala em não fazer ondas, em não questionar muito, em parecermos todos muito simpáticos e atinadinhos, eu pergunto-me, mas somos candidatos à adopção, pessoas adultas e bem formadas ou um monte de carneirinhos a tentar fugir à degola? Mas porque carga de água é que havemos de levar com a incompetência e o desleixo das senhoras da segurança social e reagir que nem parvinhos? porque é que não havemos de reclamar?, porque é que não podemos exigir que se cumpram as leis e que elas façam o seu trabalho como deve ser?

 

É claro que há uma resposta simples para tudo isto.... porque as pessoas que estavam a participar naquela conversa querem ser pais...e pelos vistos neste país quem reclama, quem exige que se cumpram as normas, quem levanta ondas, deixa de ter direito a ser pai... pelo menos parece que é essa a conclusão que retiram os candidatos à adopção ... pelo menos foi isso que eu percebi no fim de ler os mais de 30 mails que compunham aquela conversa.....

 

Desculpem-me todas as pessoas que participaram...mas é muito triste.

 

Há uns dias escrevia um post em que se falava de sermos um povo triste, nos comentários eu tentei dar o meu ponto de vista e dizer que não o somos, afinal, se calhar tenho que me render à evidência, eu estou enganado, além de tristes, somos medrosos e parvos. Sim, somos, porque isto não é uma característica só dos candidatos à adopção, é uma característica geral, somos incapazes de fazer valer os nossos direitos, limitamo-nos a olhar para o lado... pior, muitas vezes pactuamos com as situações, deixamos ir para não nos chatearmos, deixamos andar para não sairmos escaldados, entretanto, a incompetência e o desleixo seguem o seu caminho e quem reclama é tildado de mal educado ou de ter mau feitio.... Depois falamos muito, deitamos  a culpa ao  governo, ou a alguém, a culpa nunca é nossa.. na verdade, nós somos os culpados, porque somos nós que deixamos andar, somos nós que não reclamamos, que não exigimos.

 

É triste, mas a conclusão que eu tiro, é que temos os funcionários públicos que merecemos, temos os serviços que exigimos, e como não somos capazes de exigir mais... nunca teremos mais!

 

Jorge

 

publicado às 21:57


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D