Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




No dia da criança:Os olhos do nosso filho

por Jorge Soares, em 01.06.09

Os olhos do meu filho

 

Os olhos do nosso filho

 
Os olhos do nosso filho
São ainda de cor incerta
Não sei sequer se existem
Vão ser de Deus uma oferta
 
Existem na minha alma
Cravados no meu semblante
Os olhos do nosso filho
Que teve nascer errante
 
Foste esculpido a preceito
Nas entranhas de outro ser
Não vais sorver do meu peito
Este meu longo querer
 
E nestas voltas da vida
Cuidou-te Deus sem saber
Para que não herdes no sangue
Este meu estéril sofrer
 
Não vais nascer de mim
De outro ventre virás
Mas filho da minha alma
Tão amado serás!
 
E nesta triste incerteza
Me pergunto em desalento
Já nascente de alguém?
Ou é Deus que te traz?
 
Ala dos Reis

 

 

Não vou à bola com os dias, nem com este nem com nenhum.... feitio... porque este é um dia de prendas, de consumo..deveria ser um dia para reflectirmos, pensar em todas as crianças que não tem família, que não tem que comer, que não tem onde dormir...e são tantas, tantas.

 

Jorge

PS:Fotografia minha.. poema de alguém que anseia por dar amor.

publicado às 21:48


13 comentários

Sem imagem de perfil

De stiletto a 02.06.2009 às 00:34

Poema belíssimo e não preciso de dizer mais nada.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.06.2009 às 23:07

É um poema que veio do coração.... de quem sofre... sim, é lindissimo

Jorge
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 02.06.2009 às 08:57

Infelizmente os dias que se comemoram, no inicio tiveram como base um alerta de consciências, de inh«justiças,mas rapidamente tudo se virou para o consumismo, mesmo nestas alturas de crise,mostra bem para onde estamos a caminhar.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.06.2009 às 23:08

Olá Pedro

Não há crise que faça algumas coisas mudarem, há muito que ninguém se lembra a origem deste dia... é pena, porque cada vez mais há muito que fazer pelas crianças.

Abraço
Jorge
Imagem de perfil

De mimi a 02.06.2009 às 10:14

Olá Jorge,

Eu tb não ligo muito a estes dias, mas nós lá em casa acabámos por comemorar à nossa maneira, sem presentes, mas com um programa diferente para os 4.

Este teu post, ilustra o que fiz para a escolinha do meu mais pequenino. Pediram-nos a nós pais, para fazermos um cartaz alusivo aos nossos filhos, para exporem e de certa forma comemorarem o dia da criança. Eu optei por falar de todas aquelas crianças que não têm nada, desde um colo, comida, casa, assistência médica, etc. e tentei com isso sensibilizar todos para que com um pequeno gesto que cada um de nós possa fazer, poderá fazer a diferença para uma destas crianças.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.06.2009 às 23:11

Olá... gosto em ver-te por cá.

Essa é a atitude certa, nós cá em casa tentamos... mas não foi fácil.

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Paola a 02.06.2009 às 10:17

Contigo na opinião do dia... De que vale, se o transformaram em negócio?

Contigo no afecto que passas... que um dia será, outra vez, teu. De alma e coração.

Beijinho, amigo.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.06.2009 às 23:12



Obrigado
Jorge
Sem imagem de perfil

De P. a 02.06.2009 às 14:18

Não imaginam o complicado que foi explicar às crianças cá de casa, que o dia da Criança não serve para comprar prendas. Mas este ano decidimos, dizer não ao consumismo e obriga-las a focarem-se na essência do que se comemora neste dia.

Resultado: Muitas lágrimas .e a seguinte acusação:
- Mãe fizeste me passar pelas maiores vergonhas da minha vida. Todos os meus colegas me perguntaram o que é que eu recebi no dia da Criança e eu tive que admitir várias vezes que nada!

Esta é a sociedade que temos. E é difícil e duro remar contra ela.
P.
Sem imagem de perfil

De Fa menor a 02.06.2009 às 18:17

Os dias da criança são todos os dias... em que as deveriam deixar brincar como crianças que são e não como adultos em miniatura que querem que sejam...
depois tentam compensá-las com um dia...
Mas, por outro lado, enquanto houverem crianças a quem tiram o direito de serem crianças é necessário um Dia da Criança para que sejam lembradas.

Bjs
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.06.2009 às 23:18

Olá

Sim, estou de acordo... não gosto do caminho por onde seguimos, porque não vi ninguém lembrar essas outras crianças.... ninguém lembra mais que as suas..as que tudo tem...

O dia da criança devia ser todos os dias...e elas deveriam ser felizes todos os dias...sem duvida.

Jorge
Sem imagem de perfil

De alex a 02.06.2009 às 22:18

"Para que não herdes no sange
este meu estéril sofrer"

E é por estes 2 versos que não gosto do poema.
Bjs,
alex
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.06.2009 às 23:19

Olá Alex....

Não coisas perfeitas.... nem poemas.

Beijinho
Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D