Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Grafittis, arte, ou vandalismo?

por Jorge Soares, em 21.06.09

No outro dia e a propósito de um dos posts da Irlanda o amigo José A perguntava se eu por lá tinha visto Grafittis.... não, por lá não vi graffitis, na Irlanda, pelo menos na pequena parte da Irlanda que eu vi, não havia Grafittis.

 

Há quem considere o graffiti uma arte, eu acho que em 99% dos casos é puro vandalismo, basta dar-mos uma volta por Setúbal para vermos isso, por todos lados, nas ruas, ruelas, avenidas, não importa se é uma casa antiga, ou uma nova, se é um prédio de habitação ou um monumento da cidade, se tem uma parede lisa, é certo é sabido que não demnorará muito a aparecer uma Tag, ou um rabisco, ou um simbolo... há até um blog dedicado aos grafittis de Setúbal e tem material para posts diários.

 

No Jardim da Algodeia, num dos lados do lago há um coreto, não me lembro de o ver branco, há um ano estava assim

 

Jardim da algodeia, grafiitis

 

No Outono passado estava assim:

 

Jardim da algodeia

 

Grafittis na algodeia, Setúbal

Por volta de Dezembro foi pintado de branco...esteve uns dias assim, mas na primavera já estava de novo pintado como podemos ver aqui ao lado.

 

Este é só um pequeno exemplo, todas as paredes à volta do jardim estão pintadas, e os arcos que já deram o nome ao lugar e que são o que resta do aquedcto que levava a água para a cidade, cada vez que são pintados, são imediatamente riscados e grafitados...

 

Pode haver quem goste, como dizia antes, pode haver até quem ache isto arte, mas eu acho que não passa de vandalismo... 

 

Ir pela cidade deixando tags, simples assinaturas pintadas nas paredes dos prédios ou dos lugares publicos, é vandalismo, não é arte. Ou alguém acha que chegar à luisa Tody e num dos golfinhos simbolo da cidade escrever um nome, uma assinatura ou lá o que é, não é vandalismo?

 

 

 

Jorge Soares

publicado às 23:01


19 comentários

Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 22.06.2009 às 00:40

Talvez seja boa ideia depois de pintarem as paredes afixarem um aviso do género "GRAFITAR AS PAREDES". Sabes que eles só gostam de pintar onde é proibido....
Fora de brincadeiras porque sei que falas a sério.
Para mim é arte e basta olhar a beleza dos desenhos nas tuas fotos. Há gente com muito talento e bom gosto e fazem coisas maravilhosas.
Claro que não concordo que desatem a pintar as paredes apenas porque lhes apetece ou risquem por riscar tudo o que encontram limpo.
Excelente semana para ti.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.06.2009 às 23:59

Olá

Sim há quem tenha talento e faça coisas muito engraçadas.. mas deveriam limitar-se a pintar os locais apropriados, um comboio, um autocarro, ou um coreto de jardim não me parecem sítios apropriados....

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De DH a 22.06.2009 às 09:39

Não podia estar mais de acordo. Para mim é puro vandalismo, quando feito em locais públicos, em monumentos, em paredes que a Câmara ou particulares tentam manter brancas.
Um colega meu esteve há pouco tempo em Viseu. E veio ter comigo, porque sabe que tenho lá os meus pais e fui lá criada. Disse-me que achou a cidade impecável e, não fosse saber onde estava pensava estar fora de Portugal, num país do norte da Europa. Confesso que ainda não me habituei a Setúbal... na falta de respeito pelos locais públicos, no lixo amontoado nas ruas, na falta de jardins bem cuidados, na ausência de uma circular externa da cidade... Nas paredes sujas com grafitis...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.06.2009 às 00:01

Eu gosto muito de Setúbal..mas sem duvida que um dos maiores problemas são os grafitis e pintadas por toda a cidade.
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 22.06.2009 às 11:32

É arte que demasiadas vezes é aplicada por vândalos.
Há graffitis espectaculares em locais bem escolhidos, a maior parte são riscanhadas de mau gosto em sitios impróprios.Há que lutar e punir os vândalos, há que estimular os artistas de rua para embelezarem locais devidamente criados para tal.
boa semana
abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.06.2009 às 00:12

Olá Pedro... sim, estou d acordo, arte muitas vezes utilizada .

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De Cátia a 22.06.2009 às 11:55

Olá Jorge,

Há cerca de um / dois anos, fiz uma pesquisa para fazer um artigo sobre os grafittis na nossa sociedade e nas nossas cidades. Foi uma pesquisa que tive que abandonar por motivos profissionais, mas que ainda há pouco tempo estive a reler e que um dia quero retomar. Tendo eu formaçao sobre Urbanismo e gostando de sociologia, gostava que este tema fosse estudado. Espero que possa escrever sobre a "importancia dos grafittis na sociedade portuguesa".

Mas pondo tudo isto à parte e de parte, quero só salientar que os tags não sao grafittis, nem têm pretensão a se-lo. Nós, meros leigos na matéria é que fazemos essa confusão. Os tags surgiram para serem marcas de território, entre grupos rivais. Não é por acaso que vemos os comboios com tags... Para além disso existe ainda a "necessidade" de procurar locais cada vez mais arriscados... são formas de "marcar terreno". Os grafittis pelo contrario são uma exteriorização de arte urbana, que apenas são vandalismo porque não é concentida no nosso pais. E uma coisa é certa: tambem existem muitos grafittis que são "vandalizados" por tags...

Porque é que não se vê tags (e não grafittis) na irlanda?! Porque não têm as diferenças e problemas culturais como nós temos, e a nossa miscelania de culturas provenientes dos PALOPs...

Fico-me por aqui porque, como disse, este é um assunto que dará para um artigo ou até mesmo para uma tese...

Beijinhos,
CA
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.06.2009 às 00:42

Olá Cátia

Sim, muito haveria a dizer... mas não partilho a tua opinião quando comparas com a Irlanda... não acho que as coisas vão por aí.. eu acho que é uma questão de educação... talvez no inicio fosse como dizes, mas acho que agora simplesmente é uma moda, acham giro e vão por aí rabiscando a cidade... mas é só a minha opinião.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Óscarito a 22.06.2009 às 18:18

Eu gosto de ver um muro grafitado. Prefiro isso a vê-lo degradado.
Mas aquilo que condenas e que eu igualmente não gosto, não são grafitis. Muitos deles não passam de tentativas de afirmação quando não, vandalismo puro.
Como em tudo, às vezes não nos apercebemos que, num impulso de repulsa, estamos involuntariamente a generalizar.
Porque alguns são autênticos murais e que posteriormente são também vandalisados...
Abraço/Oscar.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.06.2009 às 00:46

Eu acredito que em muitos casos seja arte..mas deve ser só os locais definidos para tal... fazer uma obra de arte num local que não é nosso, sem autorização, é vandalismo....

Eu não gosto de generalizar.. mas mesmo os desenhos da fotografia, que até são muito bem conseguidos, para mim são vandalismo, porque aquele não é um lugar para isso.

Abraço
Jorge
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 22.06.2009 às 18:58

evia de haver locais próprios para os fazer, com qualidade. Há por todo lado muito vandalismo.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.06.2009 às 00:47

Completamente de acordo
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 23.06.2009 às 00:07

Talvez seja porque cresci numa altura e num local em que as paredes sempre contiveram mensagens e pinturas, começando com as palavras de ordem e murais do pós 25 de Abril e terminando nos actuais graffitis, não esquecendo as eternas e sempre presentes mensagens de amor e ódio. Talvez seja porque a primeira escola de que tenho memórias a sério -- o meu secundário em Oeiras -- ter tido as carteiras escritas e pintadas, onde se deixavam mensagens para os alunos das turmas seguintes, que nós não conhecíamos (assim como se fossem blogs sem Internet). Ou então é por outra razão qualquer...

O que é facto é que gosto de ver as paredes escritas e gosto de graffiti, especialmente se for de qualidade, como aquele que partilhaste connosco nas fotos acima. E também prefiro ver paredes graffitadas a paredes degradadas, como alguém disse acima, ou a paredes cinzentas de cimento, como parece ser moda por cá nas obras públicas ( há alguém que não se sinta oprimido por ver aquela massa de betão nu na Estação do Oriente?).

É claro que deve haver limites, o que o os verdadeiros writers sabem perfeitamente. Mas este é o perigo das generalizações -- tratarem de forma igual o que é diferente. Respondendo à tua pergunta, o graffiti nem é arte nem vandalismo, por si. Pode ser uma ou outra coisa, nenhuma delas ou ambas.

BTW, a Sandra fez três trabalhos sobre este tema na licenciatura, estão aqui: http://maracuja.homeip.net/doc/soc

PS: Este filme não é sobre graffiti, mas tem graffiti e faz-me sempre vir as lágrimas ao olhos:

http://www.youtube.com/watch?v=UTpaABPUMWY
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2009 às 23:35

Olá António

Bom... está visto que vou ter que voltar a escrever este post... isso depois de pegar na máquina e ir dar um passeio ali pela baixa de Setúbal.... não sei é se depois ele cabe aqui ou no de fotografias... mas pronto.

Eu concordo que o grafitti pode ser arte.. mas por muito giras que possam ser as pinturas...e algumas até são, quando são feitas em locais que não estão pensados para isso.. passam a vandalismo... e definitivamente aquele coreto não é mural de grafitti.

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 30.06.2009 às 11:17

Arte e vandalismo são dois conceitos subjectivos, mesmo no seu significado alargado, e, por isso, passíveis de diferentes interpretações.  Não são, no entanto, conceitos antagónicos, pelo que a pergunta que dá título a este artigo não tem resposta -- ou pode ter mais do que uma.

Se calhar este assunto também merecia um artigo meu, mas tenho tido muita pouca paciência para escrever ultimamente.  Vamos ver o que reservam os próximos dias.
Sem imagem de perfil

De José A a 23.06.2009 às 23:44

Definitivamente...vandalismo.
Morei quase sempre na margem sul do Tejo e sei bem o que significa graffiti e vandalismo. Conheci uma pessoa que fazia graffiti e revoltava-se com o que via nas paredes, estores, portas, comboios etc...
Ele gostava de fazer em sítios próprios, muros indicados para os fazer...e garanto-vos que cada desenho dele, era uma obra de arte.
Foi ele que me fez ver a diferença entre graffiti e vandalismo e existem muitas diferenças...
Graffiti é arte...mas o que se vê por aí (como nas fotos do Jorge ), não tenho dúvidas que é vandalismo.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2009 às 23:37

Olá

Completamente de acordo.. pode ser arte, mas na maior parte dos casos.. é vandalismo

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.03.2011 às 06:17

Eu gosto de grafiti mas quando, como por vezes é, em fachadas ou sobre mármore, pedra, azulejos e monumentos acho mesmo que deviam ser multados e condenados a 3 meses de serviço cívico a limpar grafitis.
Sem imagem de perfil

De ARPires a 23.06.2011 às 09:56


PURO VANDALISMO, UMA VERGONHA, GENTALHA QUE NÃO RESPEITA COISA ALGUMA, ENFIM...É NESTES CASOS QUE EU GOSTAVA DE SER MINISTRO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA, MAS COM PODERES TOTAIS PARA ACTUAR, POIS IA DAR LUTA A ESSA ESCUMALHA PONDO AS VÁRIAS POLÍCIAS NA RUA A TRABALHAR.
A MINHA ÚNICA ESPERANÇA É COM O NOVO GOVERNO, SE POR COBRO A ESTA TOTAL BANDALHEIRA, UMA POUCA-VERGONHA O QUE SE PASSA E SEM CONSEQUÊNCIAS PARA OS INFRATORES.
ESPERO VER OS POLICIAS A TRABALHAR E COM PODERES REFORÇADOS PARA PODEREM ATUAR.
VOTANDO EU À ESQUERDA, ATÉ UM DIA, NISTO COMO EM MUITAS MAIS COISAS SOU TOTALMENTE DE DIREITA.
COMEÇO A FICAR CANÇADO DESTA BAGUNÇA, DO DEIXA ANDAR...

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D