Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A justiça é cega, a injustiça podemos ver

Imagem de aqui 

 

Há alturas em que ainda me espanto com a minha inocência, terminei o post de ontem questionando-me se depois de condenado o Isaltino Morais seria capaz de manter a candidatura, parece que nasci ontem, é claro que mantém, e a julgar por este comentário que o meu post mereceu no Câmara de Comuns, para além de inocente, falta-me o bom senso de não saber estar calado ou de falar antes de tempo.

 

Hoje à hora do almoço falávamos disto,   dizia eu que se o homem tivesse vergonha e moral, renunciaria de imediato ao cargo e à candidatura, resposta rápida da Catarina:

 

"Jorge, se o homem tivesse moral e vergonha, não estava agora a ser condenado, nem estávamos a falar disto, não achas?"   ..... e contra factos não há argumentos.

 

Estive a reler os comentários, diz o amigo Rolando que é Terceiro mundismo   falar de justiça de ricos e de pobres, talvez, mas a verdade é que seja qual for o mundo em que se vive, haverá sempre a justiça dos ricos e dos pobres, porque se é verdade que a justiça é cega,  quem a pratica não o é e haverá sempre quem tenha mais capacidade de chegar aos bons advogados e aos melhores conhecimentos, porque onde não se compra, dá-se a volta à lei.

 

Sobre a moral do senhor Isaltino Morais, estamos conversados, mas sobre a moral dos que apesar de tudo isto, apesar das contas na Suiça, apesar do dinheiro das campanhas desviado em proveito próprio, apesar das suspeitas de negociatas, continuam a votar nele, sobre a moral desses, nem sei o que diga. Porque há algo que não consigo entender, se a desculpa para a cada vez maior abstenção nas eleições é a falta de confiança nos políticos, se as pessoas acham que são todos iguais, se nem lá vão porque não vale a  a pena, porque continuam a votar no Isaltino?, ou na Fátima Felgueiras?, ou no Adelino Ferreira Torres?, afinal, está mais que provado que estes não são iguais, são bem piores  que os outros todos.

 

Somos sem duvida um país estranho.

 

Jorge Soares

PS:Já agora, bom senso o tanas, que o homem foi condenado!

 

publicado às 21:14


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria a 05.08.2009 às 11:37

Pois, isto é mesmo chover no molhado! Que dizer mais?!!!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.08.2009 às 00:51

Olá

Eu tenho esperança que de tanto falar... alguém nos ouça :-)


Sem imagem de perfil

De Sara a 05.08.2009 às 17:37

Palavras para que?... É um "artista português!!"... :)
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.08.2009 às 01:24

Sim, mais um artista português
Sem imagem de perfil

De Óscarito a 05.08.2009 às 18:37

Isaltino+Valentim+Torres+Felgueiras+ + + + ......
Há uma frase/expressão popular que diz:
...são mais do que as mães!
É uma brejeirice mas não deixa de espelhar o que se passa; e o que considero gravoso é que tudo isto se processa com a complacência dos dirigentes políticos, ao mais alto nível, que não se coíbem de "botar" discursos mais ou menos inflamados, condenando estes casos, mas que não passam disso.
Como dizem os brasileiros: discursos para boi dormir!
Agora "agarrarem o toiro pelos cornos" é que não parece estarem para aí virados.
Será que têm TODOS telhados de vidro?
Mas o "drama" é que eles candidatam-se sem vergonha, e o povo esquecido assobia para o lado e volta a elegê-los.
É também um reflexo da nossa sociedade do desenrascanso? Até quando?
Abraço/Óscar.
Imagem de perfil

De Paola a 05.08.2009 às 21:28

Pois! Se assim não fosse, como é que Portugal era considerado um dos países mais corruptos da Europa? Ó Jorge, eles são todos iguais... ou parecidos... talvez semelhantes no poder que nós lhe damos... e continuamos a dar... Eles enriquecem, nós empobrecemos... e que importância tem se os tipos até falam bem e a malta gosta mesmo é de ouvir? Quanto mais sangue melhor. É disto é se gosta! E com a velocidade a que a justiça anda, eles têm muito tempo para cumprir... ou tugir e voltar para tornar a ganhar. Somos umas mãos largas!!!!!

Beijinho

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D