Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A cor do coração

 

O blog Entremares é sem a menor duvida um dos melhores que encontrei até hoje na blogosfera,  para mim é quase um vicio, cada dia o Rolando tem um novo texto que invariavelmente é uma nova lição de vida. Ontem o texto tocou-me especialmente, não consegui ler os blogs durante o dia e só o consegui fazer depois de ter escrito o meu post, falar sobre adopção toca-me sempre... ler este texto depois disso.... as lágrimas chegaram-me aos olhos, esta conversa e não aconteceu cá em casa com estas palavras, aconteceu com umas muito parecidas.... estou a ficar velho.


Há muito que não fazia o post de "Coisas que eu poderia dizer, se conseguisse escrever assim", não pedi autorização ao Rolando... espero que ele me desculpe, mas até porque sei que o tema adopção chama muita gente a este blog, e há perguntas que são difíceis de fazer e muito mais difíceis de responder, decidi partilhar.

 

A cor do coração

 

 - Mãe...

- Tu gostas muito de mim, não gostas?

- Se gosto? Mas isso nem se pergunta, meu amor... eu adoro-te.

- E a Joana?

- Também a adoro... muito, muito, muito...

- Mas eu cheguei primeiro... devias gostar mais de mim...

- Oh, Luisinha... como seria possível? Eu adoro as duas, vocês as duas são as coisas mais especiais da minha vida...

- Então... gostas o mesmo... de nós as duas?

- Gosto... gosto muito... e gosto o mesmo das duas...

 

( Silêncio )

 

- Sabes, mãe... lá na escola às vezes perguntam-me coisas... que não consigo responder...

- Sim, Luisinha? E que coisas?

- Tantas coisas... mas há sempre uma coisa que perguntam mais do que todas as outras...

- Sim, meu amor? E o que é?

- Querem sempre saber... porque é que eu sou de uma cor e a mana é de outra cor... não deveríamos ser ambas da mesma cor?

 

( Silêncio )

 

- Luisinha... chega aqui...

- Sim, mãe?

- Queria só mostrar-te uma coisa... estás a ver isto?

- Estou ... são aquelas duas blusas novas que tu compraste ontem... a branca e a preta...

- Sim... essas mesmas... fecha os olhos, quero que descubras uma coisa...

 

(...)

 

- Estás a sentir? Consegues senti-lo?

- Claro que sim, mãe... é o teu coração a bater... já me tinhas mostrado antes...

- Sim... mas agora é outra coisa que te quero mostrar... não abras os olhos, deixa-me só trocar...

 

(...)

 

- E agora? Continuas a senti-lo?

- Sim... está igual. É outra vez o teu coração.

- E não notaste nenhuma diferença, nem um pedacinho?

- Não... porquê? Já posso abrir os olhos?

- Já, querida, já podes...

 

(...)

 

- Mãe... trocaste de camisa? Para quê?

- Nada de especial, meu amor... foi só para ter a certeza que reconhecias o bater do meu coração...

- Mas o teu coração... é sempre o mesmo, mãe...

- Pois é... A cor da blusa é como a cor da pele, não é? Como é que eu não hei-de gostar de vocês as duas por igual? O coração é o mesmo...

 

( Silêncio )

 

- Mãe...

- Sim, meu amor?

- Estavas a falar da Joana, é isso? Da cor da pele dela, é isso?

A mãe sorriu.

 

- Não meu amor...da cor da pele, não... da cor do coração.

 

 Agora vão..e leiam tudo o que o Rolando escreve... vão!

publicado às 21:30


11 comentários

Imagem de perfil

De Paola a 21.09.2009 às 23:33

Também eu, Jorge, me calei... na leitura do diálogo... e ouvi o coração... de mãe.

Beijo, amigo.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.09.2009 às 23:11



Beijinho amiga
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 22.09.2009 às 08:42

Passo pr lá regularmente. Escrevre muito bem.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.09.2009 às 23:11

Sim, muito bem mesmo

Abraço
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 22.09.2009 às 09:38

Lindo.Uma explicação fantástica.
abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.09.2009 às 23:12

Olá Pedro

Assim de repente.... isto quase que podia ser aplicado noutros campos

Abraço Pedro
Jorge
Sem imagem de perfil

De Fábio Dias a 22.09.2009 às 22:00

Olá Jorge!

Por momentos fiquei sem palavras, de facto um texto simples mas ...absolutamente emotivo e LINDO!

Um abraço!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.09.2009 às 23:13

Olá Fábio

É mesmo... um texto Lindo

Abraço
Sem imagem de perfil

De Carla Oliveira a 23.09.2009 às 09:29

Olá Jorge,

As lágrimas continuam a cair, já passei por aqui antes, li e reli, mas não consegui escrever nada. Fica-se sem palavras para descrever a emoção que este texto provoca. Lindo, lindo!
Bjs
Carla Oliveira
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.09.2009 às 23:14

Olá Carla

Um enorme beijinho para ti.

Sem imagem de perfil

De Sil a 29.09.2009 às 14:58

A M. tem 5 anos. Perguntou-me uma outra vez porque não esteve na minha barriga. Respondi-lhe de forma mais elaborada do que a primeira vez visto já estar mais crescidinha.
- A barriga da mamã não crescia para caberes lá dentro e a sementinha do papá não estava boa.
- O que é a sementinha ?
- É o que os papás colocam dentro das barrigas das mamãs.
- Então eu nasci do teu colo ?
- Não, tu esperaste pelo meu colo. E aninhaste-te assim que te peguei.
A M. já perguntou uma vez de quem era a barriga onde tinha estado, e eu na altura respondi-lhe que era de uma senhora que ela não conhece e que está longe. Ficou satisfeita com a resposta; os pormenores são dados gradualmente.
A M. adora o contacto fisico e penso que ao substituír a figura da barriga pela do colo, fá-la sentir parte de mim. É que ela consegue encaixar-se tão bem no meu colo ...

Um beijinho
Sil

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D