Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Adopção, há coisas na justiça portuguesa que são surreais

 

Há uns tempos escrevi um post que tinha por titulo: Adopção:Sou mãe adoptiva - preciso desabafar,  e que aconselho a irem ler aqui, entre outras coisas aquela mãe dizia o seguinte:

 

"Eu e o meu marido, fizemos o nosso processo de adopção correctamente, através da Seg. social e estivemos quase cinco anos à espera que o telefone tocasse. Temos a viver connosco duas  irmãs já fez um ano. Quando vieram viver connosco, tinham sete e quatro anos. Recentemente, fomos à audiência para a adopção plena e qual não é o nosso espanto, quando o juiz nos diz que por ele estava tudo muito bem, mas que no nosso processo falta um documento - o da autorização dos pais biológicos - e que portanto tinha de pedir ao tribunal onde foi decretado que as crianças iam para adopção, que verificasse se se tinha extraviado, senão teria de mandar a GNR ir à procura dos pais biológicos para obter o seu consentimento!!!! (nesta altura do campeonato!)."

 

Recebi um mail da mesma mãe, que para além de me deixar muito feliz por ela e por aquelas duas crianças, me deixou perplexo, a forma como as coisas se terminaram por resolver é no mínimo surreal e mostra o quanto a nossa justiça mais que depender das leis, depende das pessoas e da forma como estas olham para os assuntos.. vejam lá se isto não é surreal?

 

 

Está tudo resolvido, a sentença já saiu e as alterações de nomes das meninas já seguiram para a conservatória!! 2ª feira já vou pedir as novas certidões de nascimento e fazer a marcação para emissão dos cartões únicos!!! Agora já ninguém mos tira!!!

Agora, quer saber como se resolveu tudo?? Depois daquele inferno para o qual nos vimos violentamente atirados, tivemos a felicidade da juíza ir de licença de parto e o Juiz que ficou com o nosso caso decidir logo que a adopção plena estava decretada!! Já viu?? É óbvio que nós ficámos felicíssimos, mas não deixo de pensar como é incrível poder haver duas decisões tão diferentes, como pode ser uma questão de sorte ou azar, cair nas mãos de um juiz ou de outro!!! Se a senhora não tem ido de licença, nós ficávamos numa situação inacreditável, porque, para cúmulo, como se já não bastasse o medo de qual seria a reacção da mãe biológica, não nos era facultada qualquer informação!! 

 

Eu sei a angustia porque passaram estes pais, nós passamos por algo muito parecido no nosso primeiro processo de adopção, e sei o que pode doer a incerteza do que poderá acontecer... este tipo de coisas não deveria acontecer, é evidente que as leis devem ser cumpridas, mas será que há algum motivo para fazer sofrer as pessoas desta forma?

 

Jorge Soares

 

 

publicado às 12:00


21 comentários

Sem imagem de perfil

De Essência a 29.09.2009 às 12:13

Mais um destaque. Parabéns.

Que continues a escrever assim por muito tempo.
Bjs
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 30.09.2009 às 23:47

Olá

Obrigado... continuarei sim...e a esforçar-me para melhorar

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De DH a 29.09.2009 às 15:01

Fiquei tão feliz com o desfecho que o resto "quase" me parece irrelevante...
Em qualquer situação são as pessoas que fazem a diferença: SEMPRE. Por isso é tão importante estar atento/desperto.
Na justiça também deveria existir objectividade ou... justiça! Parece-me, no entanto, por esta e outras situações que surgem na comunicação social, que há juízes que nasceram para criar problemas onde eles não existiam...
Fiquei mesmo feliz pela família
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 30.09.2009 às 23:59

Olá

Sim, eu também fiquei feliz pela família e as crianças.. mas não posso deixar de pensar, quantos casos mais estará a senhora juíza a emperrar com estas decisões parvas? Quantas crianças estarão sujeitas a parvoíces destas?

Jorge
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 29.09.2009 às 15:08

O mais triste é isto se ter passado com uma senhora que vai ser mãe.Coitada da criança...
abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 01.10.2009 às 00:00

É triste mesmo.. sem dúvida, que classe de mãe irá ser esta senhora?
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 29.09.2009 às 16:41

Meu caro Jorge, muitos parabéns pelo destaque deste, nosso ,espaço na plataforma sapo.
Bem merecido.abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 01.10.2009 às 00:00

Obrigado Pedro
Imagem de perfil

De Miss Pepper a 29.09.2009 às 20:14

Parabéns pelo teu merecido destaque! :)))
Porque é que estes processos de adopção têm de ter sempre histórias rocambolescas à mistura?
Trata-se da vida de pessoas... adultas e crianças!
Ainda bem que esta história teve um desfecho feliz!

Beijinhos!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 01.10.2009 às 00:03

Olá

Obrigado amiga

Porque será que as pessoas decidem complicar quando era tão fácil.... não é?

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Néua a 29.09.2009 às 20:22

Ridiculo é uma palavra leve demais para tal situação :S

Principalmente vindo a primeira decisão de uma juiza que está prestes a ser mãe...

Será que no lugar do coração tem uma pedra??? :S

Parabéns ao casal e agora só tenho uma coisa a dizer: "Façam o favor de ser felizes"
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 01.10.2009 às 00:05

Olá

Ridículo é pouco.. triste, tudo isto é muito triste
Sem imagem de perfil

De lua a 29.09.2009 às 20:54

Ola Jorge,
mais um post sobre adopção que me chama a atenção. Infelizmente sei bem o que é sentir na pele a impotencia de estar dependente de um juiz. Eu e o meu marido estamos certificados desde Maio e já há uma menina de 9 anos "indicada" para nós. Mas enquanto não vier uma resposta final de um juiz não a podemos trazer para casa.
É uma ansiedade enorme. Os juizes não sabem o que sofremos e o que as crianças que estão à espera de uns pais novos vivem.
É indecente...
Abraço
lua
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.09.2009 às 21:12

Olá

Alguém me fez chegar por mail o que se está a passar com vocês, foi retirado algures de um forum... estava para falar sobe o assunto... posso?

O meu email é jfreitas.soares@sapo.pt, queres-me enviar um mail?

Muita força, vai tudo correr bem.
Jorge
Imagem de perfil

De maria mendonça a 29.09.2009 às 22:40

Jorge, parabéns pelo destaque.
beijos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 01.10.2009 às 00:06

Olá

Obrigado

Jorge
Sem imagem de perfil

De Anuncios Relax a 30.09.2009 às 03:11

Parabéns pelo destaque!
Mais um caso vergonhoso da justiça Portuguesa...
Enfim... fico contente pelas crianças!

Imagem de perfil

De Jorge Soares a 01.10.2009 às 00:15

Olá

Obrigado

Jorge
Imagem de perfil

De Paola a 30.09.2009 às 16:08

Deixo-te um beijinho de solidariedade com esta causa tão nobre. Ah! E outro pelo mais que merecido destaque.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 01.10.2009 às 00:17

Olá

Beijinho para ti e obrigado
Jorge

Comentar post


Pág. 1/2



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D