Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A vacina da gripe A, é uma questão de consciência

 

A empresa onde trabalho todos os anos fornece a vacina da gripe comum a todos os empregados que a desejem tomar, basta ir ao posto médico num dos dias em que a enfermeira por lá passa e em 5 minutos estamos imunes a uma serie de virus.  De todos os meus colegas do departamento, sou o unico que lá vou, todos os demais inventam uma desculpa qualquer e não põe lá os pés. Isto sempre me fez confusão, sempre achei que não iam lá por medo a agulhas, hoje, não tenho tanta certeza.

 

Ontem  escutei nas noticias que metade dos médicos e enfermeiros do serviço nacional de saúde se nega a tomar a vacina da Gripe A, fiquei admirado, mas não muito, a maioria das pessoas com quem tinha falado não me pareceu nada motivada para apanhar a vacina, mas faz-me confusão que pessoas com formação na área da saúde tenha este comportamento.

 

Eu consigo perceber que o comum mortal não queira tomar a vacina, mas custa-me acreditar que um profissional de saúde que lida diariamente com centenas de pessoas, muitas delas com sistemas imunulógicos debilitados, não tenha a consciência para o problema que pode representar se apanhar o vírus e passar dois ou três dias contagiar todos os pacientes com quem lida.

 

Já aqui falei do assunto, também eu acredito que esta gripe não é mais perigosa que uma gripe normal, que todo o problema foi empolado quem sabe em nome de que interesses, mas não deixa de ser uma doença, e para pessoas doentes qualquer gripe pode ser mortal. Os profissionais de saúde, médicos, enfermeiros, não deveriam ter consciência disto? Um médico doente num hospital com centenas de pessoas debilitadas pode ser uma ameaça mortal para muitos deles, será que os médicos não tem consciência?

 

No inicio da pandemia havia quem se revoltasse porque ao contrário de outros países, Portugal não ia comprar vacinas para todos os habitantes, aposto que vão sobrar muitas vacinas, é que depois deste exemplo dado por médicos e enfermeiros, qual vai ser a reposta da população em geral?

 

Consciência meus senhores, tenham consciência.

 

Jorge Soares

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58


35 comentários

Imagem de perfil

De Escondida a 23.10.2009 às 22:27

Não consigo concordar, não consigo mesmo.

Sabes que o risco de tomar a vacina, para alguém sem problemas de saude, chega a ser maior do que não a tomar e ter gripe?

Saberás também que o médico com gripe, não está a trabalhar, e que médico em zona de doentes de sistemas fragilizados, usa máscara. (Agora mais do que nunca).

Eu não pertenço ao grupo de risco (embora tenha doenças respiratórias) mas seria muito mais perigoso para mim tomar qualquer uma dessas vacinas do que apanhar qualquer uma dessas gripes.

Bem, se até médicos e enfermeiros não a tomam, é porque de facto, o perigo pode existir.

Infelizmente, sei de quem tenha morrido por... ter tomado a vacina.

Não a tomo, nem digo a ninguém para a tomar. Medidos os prós e os contras? A mim nunca nenhum médico me disse "Tome, e a família que também tome que faz bem", muito pelo contrário!

Boa noite
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.10.2009 às 22:33

Olá

Tens todo o direito a não concordares.

Mas gostaria que me explicasses porque dizes que o risco ao tomar a vacina é maior. E isso é válido só para as vacinas da gripe? ou é para todas?

O meu médico e o pediatra dos meus filhos sempre receitaram a vacina da gripe aos meus filhos desde que eles eram bem pequenos, e sempre tomaram, e a verdade é que cá por casa raramente a gripe entra.

O médico com gripe não está a trabalhar quando já tem os sintomas, mas para esta ou qualquer outra gripe, começamos a transmitir o vírus alguns dias antes de termos os sintomas entretanto, quantas pessoas terá ele infectado?

Jorge
Imagem de perfil

De Escondida a 24.10.2009 às 17:55

Devido ao facto de inserires o virus e mais algumas substâncias em ti. E agora dizes "Ah, mas isso acontece com todas as vacinas", para eu te responder que sim, acontece, mas (e falo por conhecimento de causa) esta vacina, com a sua constituição provoca-te uma resistência a algumas susbtâncias que servem de tratamento a doenças. Se as contraires, e tendo em conta que estás com resistência aos tratamentos, corres sérios riscos.
Como já disse, e infelizemente, falo por conhecimento de causa.
A seguinte pergunta já está respondida, eu sei desse risco na vacina da gripe.

"Saberás também que o médico com gripe, não está a trabalhar, e que médico em zona de doentes de sistemas fragilizados, usa máscara. (Agora mais do que nunca)." Os médicos usam máscaras que evitam o contágio. Usam sempre, doentes ou não, principalmente, como referiste, quando estão em contacto com doentes mais frageis.

"a verdade é que cá por casa raramente a gripe entra." Ainda bem! Por aqui também não entra já há uns anos valentes, mesmo sem a vacina, para o bem de todos.

Crianças na família é o que não falta e nenhuma tomou nada. Os adultos também não. Idosos também os há, e só esses tomaram a vacina, embora em três médicos consultados um ter dito para não tomar.

Eu cá, gosto mais da ideia de dar dois atchins! de segundo a segundo, do que a possibilidade de nunca mais ouvir dizer "Santinho!"
Sem imagem de perfil

De Sara a 16.11.2009 às 17:43

Pura Ignorância!!!
Sem imagem de perfil

De kim a 23.10.2009 às 22:52

Não sei se este meu esclarecimento lhe será útil, mas aqui fica.
Qualquer vacina pode ser mortal. Para o bem e para o mal, sofro de uma doença do foro respiratório que me obriga a submeter-me a duas diferentes vacinas anualmente e, há anos atrás, a uma vacina mensal. Fui desde o início informada de que, a cada toma, estava a arriscar potencialmente a vida. O meu pneumologista obrigava-me, tal como o actual me obriga, a permanecer no consultório durante meia hora cronometrada.
Não me parece, pois, insensato pensar bem antes de tomar uma decisão sobre esta vacina tão pouco testada ainda e cujos efeitos a médio e longo prazo são desconhecidos. Pertenço a um grupo de alto risco e, ainda assim, não tomei ainda uma decisão. Mais ainda agora, já que na Suécia, como deve ter lido ou ouvido hoje, morreu um homem depois de a receber, sem outra razão aparente.
O pessoal médico é, como todos nós, humano e, consequentemente, frágil perante a ideia da morte.
Desejo sinceramente que nada de mal lhe aconteça, quer tenha já levado, ou não, a vacina.
Kim
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.10.2009 às 23:00

Kim, percebo o seu ponto de vista, mas repare, como diz há anos que recebe essa vacina, se não fosse em seu beneficio, de certeza que não a tomaria. Se calhar essa vacina já lhe salvou a vida e é por isso que a toma, duas vezes por ano.

Há doenças como o Sarampo e a varicela que quase foram erradicadas devido à existência de vacinas, a raiva é uma doença mortal da que morreriam muitíssimas pessoas se não existisse uma vacina, o tétano, etc, etc, etc.

Estive 15 dias na Espanha em Agosto, nesses quinze dias morreram 7 ou 8 pessoas devido à gripe, todas elas sofriam doenças crónicas, será que a vacina não lhes teria salvo a a vida?

Respeito a sua opinião, como todas as outras, mas há sempre mais formas de ver as coisas.

Obrigado pelo seu comentário.

Jorge
Sem imagem de perfil

De xana a 23.10.2009 às 23:50

A vacina mais importante é a que está por inventar... contra a inconsciência e irresponsabilidade humanas... quando quem devia dar o exemplo, é quem mais vai contra, já não se pode fazer muito. Parece-me é que quem vai beneficiar com isto é a segurança social, porque alguns idosos e doentes debilitados vão "quinar" com a gripe, seja a sazonal ou a A, e sempre são menos reformas e apoios a pagar.
Vamos ver se eu não sou apanhada pelos vírus, eu que andei quase 20 anos sem apanhar gripe, tive duas no ano passado, se bem que de muito curta duração, e a última em finais de Novembro. Vacina nunca levei e não tenciono levar, se bem que tenha um sistema respiratório que não é de fiar, mas a idade tem ajudado a melhorar, será o que tiver de ser.
Bom fim de semana, bjks
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2009 às 22:24

Olá Xana

Esta gripe ataca mais os mais jovens que os idosos, talvez porque a maioria já por cá andava quando foi a epidemia dos anos 60 e estão imunizados... ora, o que vai acontecer é que vai haver muita gente de baixa e o estado vai ter que soltar os cordões à bolsa... mas esperemos que o verão continue até Março e a gripe não venha.

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Sandra Cunha a 24.10.2009 às 00:23

Oi,

Concordo em absoluto com a escondida.

O problema da vacina para a gripe A é que ainda não foi suficientemente testada.

Várias entidades já denunciaram os riscos da toma da vacina, nomeadamente o Governo Britânico que através da Health Protection Agency já alertou mais de 600 neurologistas sobre as suas consequências e exigiu explicações para o facto de não terem sido divulgadas as possíveis consequência da vacina da gripe A

A vacina da gripe A pode provocar uma doença neurológica grave, a síndrome Guillain-Barré que causa paralisia, insuficiência respiratória e pode levar à morte.

Procura na net que tens várias coisas a explicar isto e várias notícias

E acho que as pessoas quanto têm gripe têm de ficar em casa, ponto final. Não só para não contaminarem outros mas porque com gripe ninguém está em condições de trabalhar. E isto aplica-se também aos médicos e enfermeiros.

Pessoalmente nunca tomei a vacina da gripe sazonal. Sendo raro ter gripe (mesmo sem vacina) e não sendo uma pessoa de risco, não vejo porque é que vou estar a encher o meu organismo de organismo estranhos - neste caso, as vacinas!

Do mesmo modo, também não vou tomar a vacina da gripe A.

Já agora, e sobre o assunto, deixo-te este vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=nTgyakGAddM
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2009 às 09:43

Sandra, essa doença foi associada à vacina para a epidemia dos anos 60, isso foi há 50 anos, há 50 anos o mundo e as tecnologias eram muito diferentes.

As pessoas quando tem gripe devem ficar em casa, é verdade, mas o problema é que 3 ou 4 dias antes de teres os sintomas já estás a disseminar o vírus, e temos que concordar que isto no caso dos médicos e enfermeiros que trabalham num hospital pode ser bem grave.

Quanto a não tomares a vacina da gripe sazonal, tenho uma pergunta para ti, também não dás as outras vacinas à tua filha?, as do plano nacional de saúde?, quando ela tiver a idade não lhe vais dar a vacina contra o cancro do colo do útero?...afinal, também são organismos estranhos como os da vacina da gripe.

A verdade é que todos tomamos vacinas e todos achamos muito bem o plano nacional de vacinas, damos por adquirido que temos que tomar todas as outras vacinas, mas temos um problema qualquer com a vacina da gripe... gostava de perceber porquê.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Ribatejana a 24.10.2009 às 01:21

Esta gripe foi transformada num autêntico negócio e quando um médico se recusa a tomar a vacina devemos tomar isso como sobreaviso de que alguma coisa está a escapar ao nosso conhecimento... ou seja, alguma coisa eles sabem que nós não sabemos...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2009 às 09:51

Olá

Estou de acordo, esta gripe foi transformada num negocio, isso é verdade.

Quando um médico se recusa a tomar a vacina só está a mostrar a sua ignorância e até falta de ética... mas isso é a minha opinião..e como já alguém disse nos comentários, eu não sou médico.

Jorge
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 24.10.2009 às 03:50

Hoje este teu post e os comentários fazem-me lembrar o programa "Prós e Contras".
É que normalmente no fim do programa também não chego a conclusão nenhuma.
Tomo? Não tomo? Porque devo tomar? Porque não devo?
O que eu sei é que as consultas nos centros de saúde não são marcadas à espera que "alguém" tenha gripe.
Os doentes, aqueles que como eu estão neste momento a precisar de consulta têm de mendigar por uma coisa chamada "consulta aberta". Invariavelmente a resposta é: não se fazem marcações por causa da gripe!
Cheguei ao cúmulo de entrar no consultório e escutar: tenho 15 minutos por doente, estou atrasada e você está já fora da hora, e eu, tenho doentes para ver. Não tenho tempo para a escutar.
- Como se eu tivesse culpa de o médico estar atrasado nas consultas. Fiquei com a impressão que sou daquelas a quem não lhe dão o direito de ter maleitas.
Respondi que era uma doente como as que estavam na sala de espera e que dificilmente o incomodava. Respondeu-me: Tenho doentes que vejo todas as semanas e nós somos avaliados!!!
- AVALIADOS???? AVALIADOS???? (pensei com os meus botões pois já não abri mais a boca!)
Vou ao médico. Ele não me pergunta porque lá fui. Não avalia o meu estado de saúde, limita-se a passar uns exames (que outros indicaram) e está preocupado com a sua avaliação profissional???
Sabes, fico com a sensação que neste momento parece que estão todos à espera para estender a passadeira vermelha para sua alteza (o vírus) entrar sem aguardar vez.
Prevenção? Sou a favor!
Mas isto não chega a ser prevenção é mais CONFUSÃO.
Claro que saí de lá mais doente do que quando entrei. Se estava com arritmias, sai de lá quase em colapso nervoso.
Abri os cordões à bolsa e fui procurar uma clínica particular …
A vida não está mesmo nada fácil! Ou serei eu a azarada? Se sou, começa a ser muitas vezes e sempre com o médico de família.
Médico de família, não deveria ser aquele em quem podemos confiar e nos deveria conhecer?
É que, só quando estou a pagar consigo dizer qual é lado “que me dói a barriga” de resto…
Desculpa o desabafo, afinal nem és "doutor".
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2009 às 10:04

E tu ainda vez tal programa?

Amiga, no teu caso, que trabalhas em casa, que não tens associada nenhuma patologia de risco, duvido que alguma vez tenhas direito à vacina, quer dizer, depois de todo o barulhos dos médicos, se calhar vão sobrar e até ta oferecem.

Todas as vacinas comportam um risco, mas quantos milhões de pessoas salvam?, a vacina da poliomielite quantos milhões de pessoas terá salvo?, e a do sarampo?, é claro que há riscos, há sempre riscos em todas as vacinas, mas deixamos de tomar as outras por causa desses riscos?

Quanto ao resto, se a mim me tivesse calhado esse médico com essa conversa, garanto que ele tinha conhecido o meu já famoso mau feitio e tinha levado uma reclamação por escrito. Há médicos idiotas ...a ti calhou-te um.

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 24.10.2009 às 08:47

Mas olha que da gripe sazonal anda muita gente a tomar a vacina. Provavelmente pensam que também essa lhe vai dar imunidade para a A.
Eu cá já ando farto de borrifar as mesas das salas de aula com desinfectante por causa da gripe A. Os miúdos até gostam de limpar as mesas.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2009 às 22:27

É bom saber que há escolas onde se seguem as regras, a verdade é que nas dos meus filhos, há muito que a gripe foi esquecida.

Sem imagem de perfil

De stiletto a 24.10.2009 às 09:10

Essa atitude dos médicos e dos enfermeiros são mais uma prova da sua falta de conhecimentos a nível de tecnologia farmacêutica. A vacina contra a gripe A não foi desenvolvida, na sua totalidade, nos últimos meses. Já se tinha investigado a maior parte há uns anos aquando da gripe das aves e agora só foi adaptada a este novo vírus. Eu acredito na segurança da vacina mas parece-me que se esqueceram que os farmacêuticos também são profissionais de saúde e que também contactam com pessoas doentes por isso não sou abrangida pela vacina. No entanto, também acho que o medo da gripe A está a passar dos limites. A vacina da gripe sazonal já tomei há algumas semanas.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2009 às 22:29

Parece que esse desconhecimentos é geral... infelizmente. Mas eu acho que se a gripe atacar a sério, muita gente irá repensar a maneira de ver este assunto.


Sem imagem de perfil

De Anabela a 24.10.2009 às 10:58

Olá Jorge,
Existe de facto uma grande confusão relativamente à vacina da gripe A. De um modo geral as pessoas têm medo de a tomar, ouve-se muita coisa, lê-se muita coisa e agora vêm médicos e enfermeiros dizer que não querem tomar porque não é segura?
Na minha modesta opinião, na eventualidade de pensarem assim, no mínimo não deviam tornar essa opinião pública.
Além de como dizes, estarem em contacto diário com pessoas debilitadas e poderem contagiá-las, estão a criar um ambiente de insegurança e desconfiança. Deveriam ser os primeiros a dar o exemplo, e não dando, pelo menos não deviam destabilizar e criar confusão nas pessoas.
Concordo com a vacina, esta existe há cerca de 3 anos, foi adaptada a este novo virus, e, pelo que julgo saber, é segura. Os riscos de a tomar são os mesmos que existem em qualquer vacina que não hesitamos em dar aos nossos filhos, como tão bem exemplificaste.
Ninguém contesta vacinar-se ou vacinar os filho contra a tuberculose, pois não? Sabes que essa vacina já não é eficaz há já alguns anos mas na falta de melhor, continua-se a utilizá-la? Mas disso, ninguém fala....
Anabela
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2009 às 22:33

Eu percebo que as pessoas tenham receio, mas acho inadmissível o exemplo dos profissionais de saúde, como dizes, deveriam estar calados.

Jorge
Imagem de perfil

De cigana a 25.10.2009 às 22:01

A questão é que consta que a vacina não está ainda suficientemente testada e pode causar problemas neurológicos, se é verdade não sei, mas agora nem sei se o medo da vacina não ultrapassa o da Gripe A!

Eu achei piada foi ouvir os deputados todos a pisgarem-se, que não eram grupos de risco e que haveria mais quem precisasse. É a 1ª vez que vejo os políticos serem tão altruístas!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2009 às 22:35

Olá

Tu viste as imagens de hoje da forma como ela está a ser administrada nos Estados Unidos, milhares e milhares de pessoas a fazer filas... não sei se foi testada ou não, mas com aquela gente toda a tomar, de certeza que num instantinho ficamos a saber se é segura ou não.

Também achei piada aos deputados com desculpas esfarrapadas...

Beijinho
Jorge

Comentar post


Pág. 1/2



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D