Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Andar de transportes públicos

por Jorge Soares, em 26.10.09

De Setúbal para Lisboa não é de comboio

 

 

Hoje estive em Lisboa, tinha que estar às 9 na Rua do Ouro, ontem ponderamos qual seria a melhor maneira de ir de Setúbal para a baixa de Lisboa, sendo que ir de carro até lá estava fora de questão, estacionar um dia inteiro em Lisboa fica um bocado caro.

 

Terminei por optar por ir de carro até ao Parque das nações, estacionei num lugar gratuito perto da Torre Vasco da Gama, caminhei até à estação do Oriente e depois fui de metro. É claro que havia alternativas mais ecológicas, que não mais baratas. Vejamos: O Comboio - Moro longe da estação, teria que ir de carro até à estação encontrar onde estacionar, e apanhar o comboio das 7:20 da manhã até Sete Rios e depois apanhar o metro. O Autocarro pela ponte 25 de Abril está fora de questão, teria que ser pela Vasco da Gama, sair na Estação do Oriente e apanhar o Metro.

 

Sem duvida que o meio de transporte de eleição entre Setúbal e Lisboa deveria ser o comboio,  e é o meio de transporte que melhor funciona na maioria das grandes cidades Europeias, por algum motivo que não consigo perceber, de Setúbal para Lisboa é quase impossível que tenha utilidade, há uma ligação por hora para cada lado e ainda por cima em horários que não lembram a ninguém. Para além de que mesmo pagando portagens, fica mais barato ir de carro...

 

Sempre achei que se arranjasse um emprego em Lisboa passaria a andar de transportes públicos, hoje descobri que para estar em na baixa às 9 tenho que sair de casa mais ou menos à mesma hora que para estar em Loures às 8.

 

Sobre o que fui fazer a Lisboa, já falarei noutro dia, mas uma coisa é certa... não quero trabalhar na baixa de Lisboa.

 

Jorge Soares

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37


18 comentários

Sem imagem de perfil

De xana a 26.10.2009 às 23:17

Antes, tinha duas opções, ou ia até á praça de Espanha, deixava o carro e depois apanhava o metro, ou ia de carro até ao Montijo e depois usava o catamarã, dependia da zona de Lisboa para onde queria ir. Agora não tenho sentido necessidade de ir ao outro lado do Tejo, se bem que neste Verão lá fui três vezes, mas fui de carro até ao Parque das Nações, pois era para essa zona que ia mesmo. Também já usei o combóio, mas foi só uma vez, e ia para o Arreeiro e Alameda, portanto o combóio serviu na perfeição, o ter de andar um pouco não é problema, até porque quando dei por mim, andava a passear em Arroios, junto ao Mercado, e na Morais Soares na pastelaria Lido( hummm que saudades do bolo rei da Lido...) perto de onde vivi, junto ao Largo do Leão. E olha que achei tudo tão perto, e quando morei lá, achava que de Arroios à Alameda era quase meia maratona.
Oh, Jorge o que me foste lembrar...acho que nas férias vou até lá, só para trazer um bolo, e matar saudades.
bjks
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2009 às 22:53

Olá Xana

Hum... o andar a pé não é problema, eu deixei o carro bem longe do metro. O problema é o preço e os horários que forma feitos a pensar não sei bem em quê.

Andar a pé em Lisboa foi o meu único passatempo durante anos... e agora foste tu que me fizeste recordar :-)

Beijinho

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.10.2009 às 23:26

Olá Jorge, recordar é viver, já diz o ditado.
Quando "vivi" em Lisboa usava o metro, e á noite quando chegava no barco (23: 50 horas, vinha da escola no Pinhal Novo 3x por semana), apanhava um táxi, porque já era arriscar muito ir para Arroios de metro. E achava que ir de Arrioios à Alameda era uma distancia enorme, mas de vez em quando ia dar um passeio à Praça de Londres a pé para um café na Mexicana com uma amiga do curso. Lembro-me ainda antes de morar em Lisboa, que a minha irmã trabalhava em Lisboa e morava na casa do casal para onde eu fu morar depois, e eu fui lá ter com ela e depois descemos a Almirante Reis, até à baixa, a pé, com a mala de fim de semana dela, que era enorme, e viemos sempre a pé até ao barco para o Barreiro.
bjks
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 27.10.2009 às 08:09

Vir a Lisboa de carro pela 25 de Abril só depois das 10h. Mas às vezes há surpressas. Nunca andei no comboio.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2009 às 22:55

Para quem mora entre Lisboa e o Fogueteiro, o comboio é uma boa opção, porque há horários suficientes, infelizmente não é assim para Setúbal...e acho que os preços não fazem sentido, se fica mais barato ir de carro que de comboio, as pessoas vão de carro.
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 27.10.2009 às 09:29

o eterno problema das conexões entre transportes em Portugal.
Costumo dar este exemplo: há uns ano tive de ir a uma terrinha na Suiça bem próximo da Alemanha, cheguei de Lisboa de avião a Zuriuqe à noite, não conhecia nada, apenas com informações claras e objectivas e transportes a funcionar como deve ser fui direitinho a terriola.Imaginem o que era aterra às 22 horas em Lisboa para vir para Porto de Mós....
abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2009 às 22:57

Olá Pedro

Sim, basta ir ali ao lado à Espanha para vermos como o conceito de Comboios de aproximação pode ser util e funciona.

Só em Portugal parece que não vemos esse tipo de coisas.

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De Maria a 27.10.2009 às 10:16

Quando estive em Viena de Áustria constatei o que é, de facto, uma cidade em que os transportes públicos funcionam: existem em qualquer horário, confortáveis, limpos, seguros e fazem ligação com zonas distantes, como o aeroporto, pagando apenas 1,50 Euros!!! Enfim, outras realidades!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2009 às 22:59

Sim, e podemos dar o exemplo de Madrid, ou Paris, ou... muitíssimas outras cidades, só em Portugal parece que o comboio é o parente pobre dos transportes.
Sem imagem de perfil

De marta a 27.10.2009 às 12:53

às vezes quando estamos a 10 minutos do local de trabalho, não valorizamos a sorte que temos ;)

...e obrigada pelo convite prá castanhas :)

beijo
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2009 às 23:00

Olá Marta, o que eu não dava por estar a 10 minutos... alguém sabe de um emprego para um informático em Setúbal?

Estás sempre convidada
Sem imagem de perfil

De xana a 28.10.2009 às 23:31

Quando necessitarem de um informático na R. eu aviso-te, sempre é só a 20 kms de Setúbal sem trânsito e portagens. Eu só faço 1500 mts, para lá chegar, , tão bom...
bjsks
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 27.10.2009 às 13:54

Os transportes públicos na Península de Setúbal são caros e, muitas vezes, de má qualidade. Um amigo publicou uma série de artigos sobre o assunto, que pode ser lida aqui: http://tinyurl.com/yhdjl7m .

No entanto, o teu artigo apresenta uma incorrecção: há comboios entre Setúbal e Lisboa, à hora a que foste, de meia em meia hora e não de hora a hora. É, de qualquer forma, muito pouco -- o que se nota pela quantidade de pessoas que levam esses comboios. Provavelmente está na altura de exigir da Fertagus uma duplicação da oferta às horas de ponta e a criação de horas intermédias com mais oferta que a actual. Aí está uma boa petição para ser lançada :)
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2009 às 23:01

Olá António

Mea Culpa que não fui ver horários actualizados.

Gostei da ideia da petição.
Sem imagem de perfil

De Óscarito a 27.10.2009 às 17:00

Òh meu caro Jorge, então tu que tens a sorte de trabalhares fora de Lisboa e morares fora de Lisboa, havias de querer trabalhar em LISBOA? E logo na baixa lisboeta?
Nada melhor do que viver na província; mais ainda no teu caso que tens o portinho da Arrábida "a teus pés"!

Abraço!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2009 às 23:02

Bom, se chamas sorte viver em Setúbal e trabalhar em Loures.... são só 55 kms para cada lado.

Mas numa coisa tens razão, ninguém me tira de Setúbal.

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De Sara a 27.10.2009 às 18:32

Que sorte eu tenho ;) Em Munique os tranportes sao fantásticos, de tal forma que praticamente nao compensa andar com carro próprio (muito menos no centro da cidade).

Da última vez que estive em Lx andei de autocarro em hora de ponta... acho que nao me vou esquecer nunca de tal aventura ;)

Beijinhos, Sara
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2009 às 23:03

Olá Sara

Há muito que não ando de autocarro em Lisboa... mas por algo será que quando vivia lá, a maior parte do tempo andava a pé

Beijinho
Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D