Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ser baixo não é problema

 

Tinha lido algo sobre isto há uns dias num dos blogs que costumo seguir, hoje foi noticia do telejornal. Parece que está a virar moda dar  hormonas de crescimento às criancinhas para que elas cresçam mais uns centímetros, mesmo que estas sejam saudáveis e tenham o tamanho normal dadas as características dos pais.

 

Sempre ouvi dizer que as pessoas não se medem aos palmos, a genialidade, a aptidão para as artes, para as ciências ou para o desporto não tem nada  a ver com a altura, mas parece que há uma corrente que acha que altura é formosura e pior que isso, parece que há muito paizinho por aí que acha que a criancinha deve crescer mais uns centímetros para poder jogar futebol... foi o médico que disse na reportagem..... 

 

Todos sabemos que vivemos a era das aparências, das cirurgias plásticas, do fútil, do parecer em lugar do ser,  mas levar isto ao limite de queremos fazer crescer as crianças de forma artificial é muito grave, e mais quando não sabemos os efeitos secundários que esta medicação poderá trazer a longo prazo...e há médicos que pactuam com isto.

 

Há tantos valores importantes que se podem transmitir às crianças, porquê transmitir este tipo de coisas?..e se é pelo futebol, o Maradona, o Chalana, O Messi,... alguns dos jogadores mais geniais que o futebol já viu...são todos bem baixinhos.

 

As pessoas não se medem aos palmos.... digo eu.

 

 

Jorge Soares

 

 

publicado às 22:47


18 comentários

Imagem de perfil

De RosaOliveira a 17.01.2010 às 23:40

Desculpe!
Não podia de registar aqui a minha opinião:
Não se pode prender estes pais anormais?
Sim porque há limites para tudo... ou não?
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.01.2010 às 00:06

Olá

Não tens que pedir desculpa, eu é que agradeço o comentário.

Prender, os pais, os médicos, todas as pessoas que pactuam com isto... sim, estou de acordo, deveria haver um limite para o que podemos fazer aos nossos filhos.... infelizmente parece que não há.

Jorge
Imagem de perfil

De RosaOliveira a 18.01.2010 às 13:56

E pensar que o melhor jogador do mundo mede pouco mais de um metro e meio...Lionel Messi!
Será que faria diferença ter tomado hormonas de crescimento? Pobreza!
Sabe? eu não acho que seja só vaidade, é egoísmo e falta de respeito por tudo, principalmente pela próprias crianças.
Será que não há hormonas para esses cérebros de projecto de pais?
Maria Rosa
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.01.2010 às 22:11

Olá

E não é só o Messi, a maioria dos génios da bola são baixinhos, o centro de gravidade mais baixo ajuda a técnica.

Tem razão, é muita falta de respeito pelos filhos.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Carlos, VF Xira a 02.09.2011 às 19:38

Parabéns Rosa, colocou a questão onde ela deve ser colocada!
Já que se gasta dinheiro em tanta coisa, não se podem investigar as componentes desses pais que os levam a ter estas atitudes???
Se há psicólogos a ler por aqui façam lá o favor de doutorar sobre o assunto, a malta agradece!
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 18.01.2010 às 01:48

Costumo dizer que me faltam dois centímetros para ser gente.
Não me fazem falta para chegar a sitio algum, mas bem que eu gostaria de ver escrito lá no cartão os tais dois centímetros
O meu pai não é alto. A minha mãe é como eu. Se crescesse muito mais do que eles hummmmmmmmm
A coisa poderia dar para o torto lá por casa ahahahha (estou a brincar!)
Todos sabemos que é negócio. Se der para o torto...
O negócio ainda fica mais lucrativo.
Somos uns insatisfeitos.
Já se escolhe menino ou menina, a cor do cabelo, agora a altura...
Um dia não somos gente. Somos uma produção em série, tipo a roupa que sai das confecções. – Saia agora um tamanho M para um atleta de maratona
- Saia agora um tamanho L para um jogador de futebol
- Saia agora um XL para Basquete
- Saia um XXL para “alombar” com pesos
- Um quilo de músculos a mais para este que vai para …(sei lá o quê?!)
Claro! Há quem nasça com deficiência no crescimento – óptimo se houver tratamento!
No entanto, não me parece que estejas a falar destes casos. E a reportagem que vi era precisamente sobre o uso para outros fins e com resultados ainda pouco testados que não compensam o risco.
MODERNICES!!!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.01.2010 às 22:17

Amiga...se é para estar escrito no cartão.... isso com um sorriso ao funcionário da conservatória....... mas olha que eu acho que ao contrario do que dizes, não te falta nada mesmo.... porque o que te falta em altura está a mais em sensibilidade, personalidade e bom gosto....

Tens razão, é quase pedir a la carte... resta saber o que vem a mais no prato..mas isso só aparece quando a criança já é crescida e já realizou o sonho de jogar futebol.... ou o que quer que se tenha escolhido... Todos os sonhos tem um preço a pagar, se calhar mais tarde alguém descobre que este era alto demais... mas....

Beijinho amiga
Jorge
Imagem de perfil

De Abigai a 18.01.2010 às 09:13


A inconsciência de alguns pais é inacreditável!
Não consigo entender como se arisca a vida de um filho por um questão de estética... a altura será assim tão importante?
Porque não deixa de ser um risco, as consequências ainda não estão totalmente avaliadas.
E eu que tive tanta dificuldade em decidir se havia ou não de medicar o meu filho para diminuir o défice de atenção, medicação essa mais do que recomendada no caso dele, por todos os médicos que o acompanhavam, um fármaco necessário para tratar um défice que o limitava muito no dia-a-dia... foi difícil para mim tomar essa decisão, não deixa de ser uma droga, e decidir por ele foi extremamente dramático para mim, hoje não me arrependo, não sofreu qualquer efeito segundário e permitiu-lhe controlar os impulsos e finalmente ser.
Como é possível haver pais que sem qualquer indicação médica ou patologia, resolvem medicar os filhos, sem saber avaliar consequências, apenas porque querem que tenham mais alguns centímetros?
Não entendo mesmo!
Mas enquanto existir oferta, haverá sempre procura. Os médicos que disponibilizam estes tratamentos são a meu ver os principais responsáveis.
Se um cliente me pede soluções tecnicamente desaconselhadas, não o vou fazer só porque pagam, tem que haver um mínimo de consciência daquilo que fazemos!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.01.2010 às 22:20

Olá

Sobre medicar as crianças... eu entendo-te, aliás, já aqui falei sobre isso mais que uma vez...e acho que um destes dias volto a falar... que ainda a semana passada estivemos no médico...

Há muita gente inconsciente e muitos médicos que se aproveitam... porque no fim o que interessa é o lucro..e a responsabilidade é dos pais e os possíveis efeitos adversos só aparecem anos depois...e é muita falat de consciência.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Essência a 18.01.2010 às 09:35

Olá,

Eu tb vi várias reportagens este fim de semana na TV sobre o assunto, e a única coisa que posso dizer, é que esses pais nunca tiveram nenhum problema de saúde com os filhos, pq no dia que forem obrigados a ir ao médico ou ao hospital por necessidade, de certeza que não vão ter voltade de lá ir por uma futilidade.

Bjs
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.01.2010 às 22:21

Olá

Sim, tens razão, se tivessem que passar por algumas coisas que já passamos por cá.... se calhar pensavam duas vezes... mesmo.

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 18.01.2010 às 12:03

Soube há dias que um Pai foi a um médico especialista em desporto pedir-lhe para dar qualquer ao filho para ele ter mais corpo. O rapaz tem 11 e joga Futebol, o pior é que o médico deu mesmo.
Tudo gente doida, coitados dos garotos com pais assim.
abr e boa semana
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.01.2010 às 22:23

E depois chegam aos Seniores e só jogam alguma coisa se tiverem tomado uma droga qualquer.. é uma tristeza.

Os médicos que pactuam com estas coisas para as crianças, deveriam ser presos.

Abraço Pedro
Jorge
Sem imagem de perfil

De DH a 18.01.2010 às 12:04

Bom dia!
Penso como tu, creio que a aparência se tornou de tal forma importante que nos esquecemos do que realmente vale.

No entanto, não posso deixar de te tentar mostrar outra face. A minha irmã é a pessoa mais equilibrada que conheço (mil vezes mais ponderada e equilibrada do que eu) e já teve que fazer uma consulta de desenvolvimento com um dos filhos para ver se havia algum problema de saúde que estivesse a provocar o deficit de crescimento que esse meu sobrinho tem. Esses tratamentos são usados em casos específicos, para tratar problemas de saúde e não "paranóias" (desculpa a expressão) dos papás. O meu sobrinho é muito baixinho, mas não foi preciso tomar nada, porque não tem nenhum problema de saúde.

Agora... a sociedade é cruel... ele está no 8º ano e sente na pele os comentários/violência dos colegas (é vítima de bullying). Não sei até que ponto não há pais que preferem a via mais fácil, que passa por tentar evitar o sofrimento dos filhos fazendo-os crescer artificialmente, do que a mais difícil, que passa por fortalecer a auto-estima deles de outras formas.

Somos os primeiros a julgar, os primeiros a atirar pedras, e os jornalistas pegam num tema que sabem poder acender uma discussão e lançam-no no ar sem grande conhecimento/profundidade.

A hormona de crescimento é utilizada por actrizes, cantores, etc. para manterem por mais tempo a aparência jovem... ...pois...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.01.2010 às 22:28

Olá Dulce

É evidente que há casos em que o tratamento se justifica, e é para isso que os medicamentos foram inventados, para tratar os casos em que se justifica, os casos em que o beneficio supera o risco.

Mas para se sofre de Bullyng não é necessário ser baixo, eu era alto para a idade e fui... e sei que é algo muito mau e para o que devemos ter muita atenção.

Jorge
Imagem de perfil

De cigana a 20.01.2010 às 00:00

Então eu sou ao contrário, eu levei o meu à pediatra por estar a crescer demais! Como é que um miúdo de 12 anos de repente chegou quase ao 1m,70? Como é que o ano passado calçava 37 e agora calça 42? Como é que as camisolas de há 3 meses já lhe ficam curtas?
Mas ela é que se riu e disse que era normal, e que ele não ia ficar por aqui...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.01.2010 às 00:07

Olá

E tu se em vez de o levares ao médico lhe cortares na ração?...

Só tu!

Isso é de ser bom material genético.... ter boas heranças não é doença

Beijinho
Jorge

Imagem de perfil

De cigana a 21.01.2010 às 11:48

Cortar na ração???? O rapaz está esquelético, pesa 44 k com quase 1m,70!
E concorda que a herança genética da altura não vem dos pais!

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D