Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Informática:Que computador portátil comprar?

por Jorge Soares, em 26.01.10

Notebooks e portáteis

 

Imagem da internet

 

Ando há uns tempos para comprar um portátil, o meu tem uns 5 anos, tem pouco espaço, é pesado e muitas vezes muito lento....  tenho ido adiando e entretanto outros valores se levantam.. como uma viagem à casa da cegonha, que no nosso caso mora em Cabo Verde... mas isso é outra história.

 

Estes dias uma colega chegou ao pé de mim meio furiosa, tinha comprado um portátil no dia anterior  e de tão deslumbrada com o bichinho pequenino e levezinho, na altura da compra nem reparou num pequeno detalhe....  não tinha leitor de CDs... ora, um pequeno detalhe... excepto quando queremos instalar software tipo o office.....

 

A maioria das pessoas nem repara, mas no mercado há laptops e notebooks, os notebooks são aqueles portáteis pequeninos, levezinhos e bem giros que ainda por cima anda na maior parte dos casos abaixo dos 400 Euros. Os laptops são os outros, os grandes que custam por norma mais de 500 Euros.

 

Mas a diferença não está só no preço, para manter os notebooks baratos, a industria definiu limites para os componentes, sendo que normalmente os processadores tem mais de um ano de vida, as placas gráficas tem menos resolução, levam menos memoria, não tem leitor de cd, etc...é claro que no fim, estas limitações são um preço a pagar muitas vezes demasiado alto, há uns tempos li um comparativo, um dos testes consistia em reproduzir vídeos do Youtube, quase nenhum conseguia reproduzir vídeos em alta definição, e havia alguns que tinham dificuldade nos vídeos normais.

 

Para além desta limitação, há o tamanho do monitor, normalmente abaixo das 13 polegadas. Voltando à minha amiga, dizia ela que era levezinho e portanto ela podia-o levar nas viagens,  .. quais viagens?... pois, lá muito de vez em quando ela faz uns passeios.

 

Comprar leve e barato (notebook)  está na moda quando se fala de computadores, quanto a mim só se justifica a compra de um destes pcs se a pessoa viaja realmente muitas vezes e o utiliza como segundo computador, caso contrario, para utilização diária e a menos que não queira aumentar drasticamente a conta do oculista, só com um monitor externo de tamanho normal e isto para quem não utiliza programas pesados. Se trabalha diariamente no computador, gosta de ver uns dvds, se como eu tem o Hobby da fotografia, nesse caso é melhor pensar em gastar mais duzentos ou 300 Euros e comprar um Portátil de tamanho mais normal e da ultima geração...  

 

Quanto a mim, vou instalar o linux aqui no meu velho amigo e dar-lhe uma segunda vida de velocidade, não troco o meu monitor de 15,4 por nada mais pequeno.... gosto de ver as minhas macros em tamanho grande.

 

Jorge Soares

 

publicado às 21:30


5 comentários

Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 27.01.2010 às 23:07

1. não tinha leitor de CDs... ora, um pequeno detalhe... excepto quando queremos instalar software tipo o office.....

Não precisas de um leitor de CD no PC para instalar software. Podes usar uma das seguintes alternativas: (1) usar um leitor externo, (2) aceder a um leitor noutro PC pela rede ou, a minha preferida, (3) usar uma vulgar pen. Para além disso, que raio de software é que vem em CD? (ok, era a brincar... ou não ;)

2. Não são notebooks (http://en.wikipedia.org/wiki/Laptop), são netbooks (http://en.wikipedia.org/wiki/Netbook). Como o nome indica, são computadores para aceder à Internet. São leves, pequenos, de grande autonomia, excelente conectividade, baratos e de pouca capacidade de processamento. Não é um defeito, foram pensados para ser assim (embora isso esteja a mudar). O objectivo era aceder à Internet em qualquer lado, ler o correio electrónico, aceder ao facebook, ao twitter, ao youtube, publicar um artigo no blog, escrever um texto num processador de texto ou usar uma folha de cálculo simples, etc. Não foram feitos para jogos nem para cálculo matemético.

3. ... sendo que normalmente os processadores tem mais de um ano de vida

Errado. Os netbooks usam maioritariamente processadores de última geração, a família Intel Atom (http://en.wikipedia.org/wiki/Intel_atom). O que se passa é que estes processadores são feitos especialmente para estes dispositivos: reduzido poder de processamento para se poder ter um reduzido consumo.

4. há uns tempos li um comparativo, um dos testes consistia em reproduzir vídeos do Youtube, quase nenhum conseguia reproduzir vídeos em alta definição, e havia alguns que tinham dificuldade nos vídeos normais

Ainda ontem estive a experimentar no da Sandra (Asus EeePC 1101HA) e não tive qualquer problema em ver filmes do YouTube em alta definição, para além das letras demasiado pequenas para os meus olhos... mas isso não tem nada a ver com o youtube :)

Portanto, escolher um computador tem a ver, principalmente, com definir muito bem o uso que lhe queremos dar. É como escolher um carro: se vamos andar quase sempre em auto-estrada não devemos comprar um todo-o-terreno.

Já agora, e porque falaste em Linux, duas coisas. Os primeiros netbooks que apareceram no mercado, os EeePC, vinham apenas com um Linux bastante simples instalado, não tinham disco rígido (usavam memória flash) e tinham um ecrã de 7''. Quanto ao teu velho PC, um aviso: as mais modernas distribuições de Linux também são bem pesadas (embora não tanto como o Vista ou o XP). Por isso informa-te primeiro antes de apanhar uma desilusão.

Um abraço.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.01.2010 às 23:20

Olá António

Não duvido que estejas muito mais por dentro do assunto que eu, e que o meu post tenha algumas incorreções, que agradeço tenhas corrigido.

Como dizes, estes pcs foram pensados para a internet e coisas leves, mas a maioria das pessoas não sabe isto e acha que vai comprar um portátil para fazer tudo o que fazia antes, um exemplo: na empresa em que trabalho estão a comprar máquinas destas para substituir alguns pcs de secretária, porque são leves e baratos, o problema é que há uma serie de aplicações da empresa que são bem pesadas, e até no meu dektop com 4 gigas de memoria, são lentas.. o que achas que acontece nos netbooks?

Fizeste o teste no pc da Sandra com o vista, um antivirus, um anti spyware e o firewall activo? não, fizeste com o Linux.. pois, assim funciona. Eu li o teste numa das revistas da especialidade..... e eles testam o que está no mercado com as instalaçõe do mercado.

Sobre o linux, neste momento estou a utilizar um portatil que tem mais de 4 anos, era da minha sogra, ia para o lixo poque era lento e ela comprou um novo, formatei, instalei o linux, e é duas ou 3 vezes mais rápido que o meu com o XP... estou convencido.

Falando disso, preciso de falar contigo, instalei a versão em inglês e agora não sei como colocar os diccionários em português :-)

Abraço
Jorge

Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 28.01.2010 às 10:27

Se na tua empresa estão a comprar netbooks para substituir pc's de secretária... aconselho-vos sinceramente a começar a despedir os gestores do vosso parque informático! Netbooks no meio empresarial são bons para as vendas ou para a assistência local, por exemplo. Ou seja, para se manter ligado à empresa quando a trabalhar na rua.

Quanto ao pc da Sandra sim, fiz o teste em linux. Por acaso tenho tido alguns problemas com a instalação de linux no pc dela e duvido que uma pessoa menos experiente o tivesse conseguido por a funcionar (não por ser difícil mas porque provavelmente não saberia onde procurar a informação e teria medo de a pôr em prática se a encontrasse). Hardware bastante recente é muitas vezes problemático em linux. O mesmo se passa em XP, tendo bloqueado várias vezes a fazer coisas normais, como utilizar o gravador de voz.

Por outro lado, tenho ouvido bastantes elogios ao windows 7... mas confesso que ainda não lhe coloquei a vista em cima. É claro que quando se adicionam anti-vírus, anti-spyware e toda a parafernália de coisas necessárias para ter um windows ligado à Internet as coisas mudam de figura.

Sobre o linux que instalaste. Se o que necessitas são apenas os correctores ortográficos podes ver aqui: http://maracuja.homeip.net/software/dict . Mas tudo isso devia ter sido instalado ao instalar o linux -- o processo de instalação devia ter ido buscar tudo à Internet automaticamente. Que distribuição usaste?
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 28.01.2010 às 21:53

Instalei o ubuntu, e escolhi libgua inglesa, e já tinha passado lá pelo maracujá, mas no Firefox continua a achar que stou em inglês.

Jorge
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 29.01.2010 às 00:13

Pois, devias ter escolhido português logo na instalação. Se estivesses ligado à Internet ao instalar terias ficado com o sistema completamente (bem, quase) na nossa língua. Fica para a próxima (*).

Quanto ao Firefox. Se já instalaste a extensão com o dicionário basta, numa qualquer caixa de introdução de texto, como a caixa de comentários neste blog, clicar com o lado direito, escolher Idiomas (deve ser Languages ou qualquer coisa do género) e escolher Português / Portugal a seguir. Isto só muda a correcção ortográfica. Para mudar a língua da Interface o mais fácil é mesmo instalar de novo (é possível mudar sem instalar o sistema de novo, mas não te aconselho a não ser que tenhas uma dose grande de paciência e vontade de partir pedra).

(*) Uma dica: ao instalar o ubuntu escolhe sempre o particionamento manual. Assim podes dividir o disco a teu gosto, o que torna as reinstalações bem mais fáceis do que se utilizares o sistema automático. Partições a fazer:

1. Root, ponto de montagem '/'. Aqui é onde fica o sistema operativo e é a única que precisa de ser formatada no caso de uma reinstalação. O espaço a reservar para ela depende do tamanho do disco e do que estejas a pensar instalar no sistema. Não convém que seja inferior a 3 GB e, em princípio, não deve valer a pena ser maior que 10 GB. 5 GB é um valor razoável para a maioria das instalações.

2. Home, ponto de montagem '/home'. Aqui é onde ficam as directorias com os ficheiros pessoais e definições dos utilizadores. Pensa nela como a 'C:\Documents and Settings' do XP. Se não a formatares no acto de uma reinstalação ficas com todas as definições e documentos anteriores, sem necessidade de fazer e restaurar um backup, o que poupa a maior parte do trabalho (é claro que deves sempre fazer backup de tudo o que é importante; sempre, não é só quando se reinstala o sistema). O tamanho da partição é o que sobrar das outras duas. Quanto maior mais filmes e músicas e outras coisas lá caberão.

3. Swap. Esta é a "área de transferência" do linux, que fica numa partição separada para aumentar o desempenho. É tão mais importante quanto menos memória física tiver o PC. Se queres que o adormecer e hibernar funcione correctamente, deve ter pelo menos o dobro do tamanho da RAM. Não precisa de mais do que isso.

Um abraço.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D