Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Marketing directo:O que é demais é molestia

por Jorge Soares, em 29.01.10

Crédito fácil

 

Já aqui falei várias vezes do meu mau feitio, sim, eu tenho mau feitio, e para além do mau feitio, há muito que perdi a vergonha. Até ao fim da adolescência era muito tímido, um dia dei por mim a perder a vergonha...e acreditem, não há nada pior que um tímido ressentido de anos de vergonhas.... e de vez em quando passo-me.... hoje foi um desses dias.

 

Recebi um cartão de crédito novo, com ele vinha o numero de telefone para onde devia ligar para o activar, é o segundo que recebo em poucos meses, o anterior tinha sido substituído por razões de segurança, já da outra vez não tinha gostado, hoje decidi que era demais.

 

Ligo o número, passo incólume pelo atendimento automático e finalmente, depois do aviso que tudo o que eu disser será gravado para minha segurança, chego à parte que interessa. Atende-me uma menina, lá explico que quero activar o cartão, ela pede-me a data de nascimento e mais uns dados, e cartão activado. Eu tinha mais umas questões para colocar, mas antes de poder falar, ela começa a debitar uma serie de informações que eu não pedi e que tem a ver com marketing de crédito.

 

Ora, eu estou farto dos telefonemas e das mensagens deles com ofertas de crédito, e acho que ter que levar com eles quando ligo para a assistência é demais, tentei interromper a menina, e explicar-me.. em vão, ela tinha mesmo que debitar aquilo tudo... aí foi quando o meu mau feitio veio ao de cima:

 

-Desculpe lá, eu liguei para activar o cartão e pedir informações, não para levar com o marketing dos créditos, a seguir eu já lhe vou perguntar para onde reclamo por causa disso, agora pode responder às minhas questões? - Esta ultima parte já foi num tom a dar entender que era a sério.

 

Fez-se silêncio, ela estava a engolir em seco, mas lá concordou em responder às minhas questões.... eu perguntei, ela respondeu, muito profissional.

 

-Agora que já estou esclarecido, diga-me por favor para onde faço a reclamação sobre o marketing aos créditos?

 

Aqui a menina ficou muda... após uns segundos pediu-me para aguardar e deu-me musica... uns 20 segundos, depois voltou.

 

-Como toda a comunicação foi gravada, a sua reclamação está registada!

-Não me entendeu, eu sei que fui gravado, mas também sei que ninguém me vai ouvir, vocês de certeza que tem uma forma de receber as reclamações dos clientes, um número de telefone, um email, certo?

-... sim

-Bom, e pode-me dizer qual é?

 

De novo silêncio, um novo pedido de desculpa e mais música..... passado algum tempo, lá voltou, ela mesmo ia aceitar a reclamação.....e claro, levou com a missa toda.

 

Senhores do Barclays, se acham que eu vou esquecer isto, estão enganados, se daqui a 15 dias não me tiverem contactado, vão levar comigo outra vez, porque eu vou querer uma resposta... podem ter a certeza.

 

O marketing telefónico é uma praga, já aqui expliquei como tratar as meninas que me telefonam a oferecer dinheiro, foi neste post, por norma é sempre um momento de boa disposição, mas o que é demais é moléstia, quando telefonamos a pedir esclarecimentos ou ajuda não temos porque levar com ofertas de dinheiro, não abusem.

 

Jorge Soares

 

publicado às 21:27


15 comentários

Sem imagem de perfil

De DH a 01.02.2010 às 09:38

Bom dia Jorge.

Também não suporto que me queiram impingir crédito que não pedi... Pensei que fosse só o Santander. O maior atrevimento que teve foi fazer uma oferta em que bastava ir ao MB e activar. Aliás, a oferta aparecia assim que colocava o Cartão MB numa caixa. Mas não tenho tido telefonemas, pelo que aqui descreves nisso parecem-me melhor que o Barclays.

Em relação ao Tele-marketing não tenho a coragem de "refilar", nem despejar o meu descontentamento sobre as pessoas que o fazem. É um emprego horrível e mal pago, não consigo sobrepor o meu descontentamento à sensação com que fico de estar a ser indelicada com a pessoa errada. Esta é a minha mania de me pôr "na pele do outro".

Talvez aligeirar a coisa no Tele-marketing , como descreves no outro post, seja mais correcto, e depois pegares e escreveres no livro de reclamações do Banco, Aí sim... a reclamação chega ao Banco de Portugal e eles são obrigados a darem-te uma resposta adequada.

Mau feitiozinho
;) Dulce


Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D