Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Crianças passam muitas horas no infantáriosO Dias do Avesso é um programa da Antena 1 em que a Isabel Stilwell e o Eduardo Sá falam de coisas da vida em modo de conversa descontraída, tornei-me ouvinte quando passei as 3 semanas em Macau e passava os meus dias ligado à internet a ouvir a Antena 1.

 

O tema de hoje era as crianças e os infantários, dizia o Eduardo Sá que algures um estudo (eu procurei, mas não encontrei)  constatou que as crianças portuguesas passam em média 9 horas por dia nos infantários, o que é um exagero, segundo ele, no máximo deveriam passar  6 horas.  

 

Disse também que as educadoras passam muito tempo nos infantários, tem muitas crianças em cada sala e que segundo o mesmo estudo, 70% das crianças, as nossas crianças, passam uma boa parte do dia a ver televisão nos infantários... , terminou dizendo que em média, pagamos quase 400 Euros por mês, um verdadeiro exagero.

 

Deixou-me a pensar, lembro-me que quando estávamos grávidos da R. foi uma verdadeira odisseia  arranjarmos lugar para ela, foi de tal modo que ela nasceu em Outubro, entrou para o Infantário em Fevereiro, mas nós estávamos a pagar desde Setembro, ainda ela estava bem aconchegada na barriga da mãe e já nós estávamos a pagar infantário.... é ridículo, mas é a mais pura verdade, consequências do sistema educativo e do apoio social que temos.

 

Tanto a R. como o N., sempre passaram 9 ou 10 horas no infantário, ambos trabalhamos, e não há avós ou tios por perto, e como a generalidade das famílias portuguesas não ganhamos para abdicar de um dos empregos ou ter empregada para ficar com as crianças. Eu estou de acordo com o Eduardo Sá, as crianças não deveriam passar tanto tempo nos infantários, mas a realidade em que vivemos é esta, por muito que este (pretensamente) seja um estado social, não há condições para que seja de outra maneira.

 

Estes dias fomos à Segurança Social tratar do processo da D. a assistente social disse logo que nem pensar em a colocar no infantário nos próximos meses e até que o processo esteja concluído...  uns 7 a 8 meses no mínimo, acho que vamos tirar à sorte a ver quem se despede do emprego para ficar em casa com ela...depois pensamos em como a alimentamos e aos irmãos..... há pessoas que devem viver noutro mundo.

 

Quanto ao facto de as crianças verem televisão, também sentimos isso, as nossas também viam, sempre fomos contra e quando achávamos que era exagero chamávamos a atenção para o assunto. A verdade é que a maioria do infantários não tem pessoal em quantidade suficiente e/ou  com as qualificações necessárias, muitas vezes as educadoras só passam uma parte do dia com as crianças e depois ficam as auxiliares... e a forma mais fácil de entreter as crianças é sentá-las frente à televisão.. 

 

Em suma, os infantários em Portugal são caros, tem pouco pessoal e muitas vezes sem as qualificações necessárias, as crianças passam muito  tempo lá e nós, os pais, não temos alternativas nem condições para que seja de outra forma.

 

Faltou falar das condições físicas de muitos dos infantários.. mas o post já vai largo.

 

É ao estado que compete fiscalizar e verificar que se cumpram as leis a todos os níveis, assim como é ao estado que compete zelar para que todas as crianças tenham as mesmas oportunidades, o que faz o estado?

 

 

Jorge Soares

PS:Imagem da internet

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:24


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D