Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A crioula que meus olhos beijaram a medo

por Jorge Soares, em 28.02.10

Mulher de Cabo Verde, Cidade da praia, Plateau

Imagem do Momentos e Olhares

 

O lugar é a Praça Alexandre Albuquerque, no Plateau, podia ser uma praça qualquer numa qualquer cidade de Portugal, no centro há uma fonte com agua a correr, há canteiros com flores, bancos de ferro com assentos e espaldares de  madeira daqueles que vemos em tantas das nossas praças, árvores a toda a volta, há até um posto de Turismo num dos cantos. Nos bancos de madeira  ou sentados na fonte há gente com computadores portáteis, deve haver Wireless gratuito. Mas há algo que a distingue das nossas praças, debaixo das árvores há quem faça pela vida, dois ou três engraxadores, jovens que vendem agua e refrigerantes conservados frescos em gelo, crianças que vendem doces, senhoras que vendem bolachas em pacotes coloridos,....  ela estava entre eles, sentada frente a uma pequena mesa com bijutaria...  a fazer pela vida.

 

 

Vida

 

A crioula que meus olhos beijaram a medo

perdeu-se na confusão de um porto francês

 

Ela sorria continuamente, erguendo no seu riso uma canção extraordinária.

 

Não foi um romance de amor

nem mesmo um pequeno segredo entre ambos.

 

Somente, quando Ela falava ao pé de mim, eu sentia:

um aprazível devaneio

pela maravilha escultural duma Mulher Perfeita.

 

Depois,

a Vida separando Nós-Dois

a confusão, os ruídos, os braços agitando-se

e o vapor levando para outros mares, 

outros portos, 

a graça, o mistério, o perfume e os cantares 

da crioula que meus olhos beijaram a medo 

no tombadilho daquele vapor francês. 

 

  (Clima, 1963)

 

Onésimo Silveira

 
Cidade da Praia, Cabo Verde
Fevereiro de 2010
 
Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01


8 comentários

Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 01.03.2010 às 02:19

A D O R E I!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.03.2010 às 22:34

Olá

Estava sem tema e sem vontade... entretanto lembrei-me que este post cabia aqui... ainda bem que adoraste, porque acho que o poema reflecte perfeitamente o que aconteceu lá naquele dia .. porque foi uma imagem roubada a medo.

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 01.03.2010 às 14:01

Tirando ums minutos para programar uns textos no VF, o meu tempo blogosférico tem sido reduzido, daí que nem sempre comente,mas queria desejar-te uma boa semana.
abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.03.2010 às 22:35

Olá Pedro, espero que esteja tudo bem contigo e a tua família.. que é o que realmente importa..

Um abraço
Jorge
Imagem de perfil

De Miss Pepper a 01.03.2010 às 20:58

Que lindo poema! Quando comecei a ler pensava que tinhas sido tu a escrever.

Beijinhos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.03.2010 às 22:36

Olá

Sim, é lindo...e expressa exactamente o que senti quando a medo, roubei esta fotografia em Cabo Verde

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Existe um Olhar a 02.03.2010 às 23:31

Olá Jorge
Gostei deste texto, talvez por me fazer lembrar outros tantos rostos que tenho apreciado por esse mundo fora e que nos transmitem uma sensaçãol de bem estar, de paz, de beleza pura e inocente. Rostos anónimos que apesar de não serem capas de revista, são o que de mais genuíno se pode encontrar.
Gente que luta, que faz pela vida e que mesmo na pobreza nos fazem pensar quão exigentes nós somos com tudo, quando ao nosso lado alguém se contenta com tão pouco.
Beijos
Manu
Sem imagem de perfil

De Emprestimo a 09.01.2011 às 02:06

Muito bom o post, vou adicionar o blog nos meu favoritos. abs!

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D