Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sobre a homossexualidade e a pedofilia na igreja

por Jorge Soares, em 11.03.10

Pedofilia na igreja católica

 

Esta semana foi pródiga em noticias sobre a igreja católica, o Publico  dá conta da indignação do governo Alemão pela forma como a igreja trata os problemas da pedofilia que existem no seu seio. Na mesma noticia podemos ler que 18 das 27 dioceses alemãs estão a ser investigadas por suspeitas de abusos sexuais, num dos casos mais recentes está a ser investigado o abuso reiterado durante anos de crianças de um coro infantil, sendo que o irmão do papa foi reitor da instituição durante um período do tempo em que alegadamente ocorreram estes abusos.

 

Esta outra noticia no Ionline implica um alto dirigente do Vaticano na compra de serviços homossexuais, sendo que o intermediário foi um dos membros do coro do Vaticano, ele mesmo um prostituto.

 

Há bem pouco tempo, foi este artigo do the Guardian que implica o próprio Ratzinger, na altura cardeal e agora Papa, no envio de uma carta a todos os bispos e que ordena sob pena de excomunhão, o silêncio sobre todas as investigações de abusos de crianças por parte de membros da igreja. No entretanto surgiram denuncias de abusos sexuais na Áustria, na Irlanda,  na Holanda e não foi assim há tanto tempo o escândalo que abalou a igreja norte americana.

 

Na maioria dos casos são denuncias de abusos e maus tratos que se deram de forma continuada durante anos e anos, abusos que em muitos dos casos foram cometidos não por uma pessoa mas por um grupo de pessoas e ignoradas ou mesmo silenciadas por quem está à volta.

 

É para mim evidente que há algo de errado com a igreja católica, como é que uma instituição que se diz guardiã da moral e dos bons costumes, pode ter no seu seio tanta gente que tanto mal causa a crianças? Como é que se pretende silenciar tanto sofrimento causado a tantos?

 

Há bem pouco tempo vimos a forma como a igreja portuguesa foi tão feroz na sua cruzada contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo e contra a homossexualidade, vimos e ouvimos bispos e cardeais a bater no peito como guardiãs da instituição família e até o Papa veio a terreiro falar do assunto. Então e se antes de virem a publico falar da família e pretender dar pretensas lições de moral, eles se debruçassem sobre o quehá de errado na sua instituição de modo a que este tipo de coisas não aconteça?

 

O que será necessário para que a igreja e o  mundo católico que a rodeia façam um mea culpa e uma reflexão sobre o que está errado e o tente corrigir? o que será necessário para que a igreja deixe de ser um mundo de homens sozinhos e reprimidos?

 

Jorge Soares

 

publicado às 21:19


16 comentários

Sem imagem de perfil

De Dida a 12.03.2010 às 01:11

Vais à missa?
Não?! Pois!... Deixa lá eu também não!
Mas deves recordar uma frase que diz:
"Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço!" (sempre foi o lema da igreja).

Estou convencida andamos todos um pouco à deriva.
Catrástrofes; crimes; pobreza; insegurança; instabilidade, e muita, muita polémica para camuflar assuntos graves e importantes.
Ou serei só eu a pensar assim????

Até o teu Porto homem...
Até o teu Porto, mete água por tudo que é lado.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2010 às 23:11

Tu não metas o meu Porto aqui carago.... este ano decidimos dar descanso aos troféus até para que os outros não desistam.... tem que ter um cheirinho a vitória de vez em quando

Não, eu não vou à missa, decidi que só lá voltava quando fosse possível interromper um sermão e esclarecer o padre sobre o que ele estava a falar... ou pedir esclarecimentos ....

A igreja à muito que anda à deriva, não é de agora.

beijinho e boa semana
Jorge
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 12.03.2010 às 08:53

Bom dia meu caro,
acho que lancei uma isca no vila forte no comentário do texto da Telma.Provavelmente vamos ter de conversar, se o meu repto for aceite...
abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2010 às 23:12

Olá Pedro

Eu vi... espero que seja, porque as crianças precisam e pessoas com ideias e iniciativas nunca estão demais.

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De Essência a 12.03.2010 às 09:19

Olá Jorge,

Em 1º deixa-me dizer-te que mediante o marasmo que se instalou por quase todos os blogs que sigo, tu és a excepção. Sempre com post´s actuais e oportunos. Admiro-te imenso a maneira como expões todos estes assuntos polémicos.

Agora para tentar dar uma resposta à tua pergunta, último parágrafo do post, só me ocorre que enquanto a Igreja Católica continuar a ser protegida e a lidar-se com ela "só com paninhos quentes", com medo que seja melindrada, e não se começar a encostar à parede os altos mandatários da instituição eles continuarão a encobrir-se para sempre.

Paula
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2010 às 23:17

Olá

Obrigado pelas tuas simpáticas palavras. Mas tens razão, isto está um marasmo... esperemos que melhore.

Quanto à igreja, acho que não vão mudar nunca e as pessoas continuarão a afastar-se ou a ser católicos sem nunca serem praticantes e com o tempo... tudo acaba não é?

Boa semana
Jorge

Sem imagem de perfil

De Leamar a 12.03.2010 às 09:40

"O que será necessário para que a igreja e o mundo católico que a rodeia façam um mea culpa e uma reflexão sobre o que está errado e o tente corrigir?"

Pelo andar da carruagem e referindo-me ao tempo que demoraram a pedir desculpa pela Inquisição....acho que faltará muito, mas mesmo muito tempo!!!!
Sendo eu de Fátima...ouve-se com cada uma!!!! Mas nunca são comprovadas, é claro! Para não falar das anormalidades de padres e freiras que para aqui há! Ajudassem eles todos o próximo que o mundo estaria bem melhor e eu respeitá-los-ia muito mais! Eu só gostava que vissem a quantidade de pessoas de Fátima que frequentam a igreja. A pobre está às moscas na maioria das vezes...até ao Domingo na missa das 11h, missa essa que quando eu era garota estava sempre à pinha! Cá em Fátima a fé está nas prateleiras das lojas e reza-se para que se venda bem rápido e muito!

Vou contar-te uma história sobre um colega meu que faleceu há já alguns anos, aqui em Fátima. Era um rapaz trabalhador, humilde e vivia com a mãe e um irmão. Esse irmão era muito, mas mesmo muito católico (estava sempre no santuário) e tinha uma atrazo mental qualquer...não era puro, mas trabalhava! Esse meu colega desabafava muita vez connosco. Tinha imensa dificuldade em pagar o aluguer da casa, por comida e tudo em casa...e o irmão tudo o que ganhava dava ao Santuário nas mãos de um padre! Discutiam imensas vezes. Ele por diversas vezes foi falar com o reitor do Santuário e outros padres para que não aceitassem esse dinheiro, pois fazia falta para outras coisas e o irmão não tinha cabeça suficiente para ver isso! Sempre se recusaram a recusar...
Chegou a um ponto que o irmão disse que ia alugar um apartamento mais pequeno, e não o queria lá...não tinha que o sustentar uma vez que ganhava e poderia contribuir nas despesas! Várias vezes lho disse, que esse irmão pegou num machado e matou o G. a sangue frio sem dó nem piedade!
Posição da igreja: ele deu porque quiz...não temos nada com isso!
Eles conhecem muito bem mesmo aquela parte do Pai Nosso: "Venha a nós..."
A instituição católica anda mesmo na rua da amargura...fechada em si mesma para não se ver o podre que por lá se passa! E ai de alguém que tente espreitar...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2010 às 23:23

Esta historia que contas é chocante e o espelho do que tem sido a igreja católica, não há caridade na igreja, só interesses....eu só não percebo porque é que é tão difícil ver que as coisas são assim...

E não é só aí em Fátima que a fé está na caixa registadora... porque isso começa na mesma igreja e nas suas instituições...

Beijinho e boa semana
Jorge
Sem imagem de perfil

De Cris a 12.03.2010 às 09:54

Pois, essas perguntas também me coloco, assim como faço as mesmas quando os políticos dizem uma coisa e fazem outra. A igreja católica nunca foi flor que se cheire, e isso está na história antiga e mais recente. No fundo é tudo uma questão de poder. Eu fui educada na igreja católica, mas, quando comecei a pensar por mim, surgiram perguntas para as quais ou não obtive resposta ou a resposta que obtive não fazia muito sentido.
Não admito lições de moral da igreja católica ou de quem quer que seja. Não admito que associem a homossexualidade a esse tipo de prática. Há perversidade em todo o lado, quer seja na homossexualidade, quer na heterossexualidade. Detesto chavões, de pessoas ignorantes e com falta de capacidade de se colocar no lugar dos outros. A igreja católica só tem podres, e começa a ficar desesperada com as verdades que estão a aparecer (e ainda bem) porque não quer perder o poder sobre as pessoas.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2010 às 23:29

Olá

Não admites tu e não admito eu... quanto ao resto, estou completamente de acordo contigo, há perversidade em todos lados, e a igreja tem que rever as suas normas, porque estas potenciam comportamentos e atitudes deste tipo.

Boa semana
Jorge
Imagem de perfil

De cigana a 12.03.2010 às 13:09

É uma política de contenção de danos, uma política de hipocrisia, uma política de proteger uma instituição em declínio...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2010 às 23:33

Olá

Uma politica que faz com que se sintam impunes e achem que podem continuar... é tão culpado que é responsável pelos actos como quem os silencia.... ...

Beijinho e boa semana
Jorge
Imagem de perfil

De Existe um Olhar a 12.03.2010 às 17:55

Olá Jorge
Confesso-me triste e desiludida com estas notícias.
Na minha família, há primas freiras, primos padres, tios e até tive um bispo. Apesar de arredada da igreja e das suas práticas, apesar de me terem colocado num colégio de freiras com a esperança de ser mais um membro da família a enveredar por esse caminho....(livra...do que eu me safei...), tenho e sempre tive uma enorme admiração por eles. Um esperou pela maioridade, para poder fazer frente á minha avó que não queria que ele partisse e foi para um seminário. Foi missionário em Moçambique e fez um trabalho extraordinário. Não me passa pela cabeça que algum deles tivesse cometido actos como os que são agora noticiados.
Hoje sou levada a colocar tudo em dúvida, mas penso que a maioria será excepção.
Espero que estas notícias sirvam para alertar a igreja, fazê-la pensar que algo tem que mudar. As velhas regras não fazem sentido nos nossos dias e abusar de crianças é um acto vil e desumano, que terá de ser combatido, denunciado e punido.
Nunca concordei com o celibato dos padres e sempre que é eleito um novo papa eu penso cá para comigo:...será este que vai ter coragem de alterar esta situação?.
Porque será que tem que haver escândalo, para abanar consciências e talvez, assim esperamos, alterar comportamentos!?

Beijo
Manu
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2010 às 23:39

Olá

Isso é que é uma família de gente piadosa....

É claro que na igreja há de tudo, e há pessoas que realmente se preocupam em fazer o bem e em proteger, mas é um facto que as normas e regras da igreja católica potenciam este tipo de comportamentos, e a tentativa de os silenciar só mostra que há muito pouca piedade e sentido da justiça entre os seus responsáveis.

É verdade que se tem multiplicado os escândalos, mas isso é porque as vitimas começam a tomar consciência e há mais denuncias, mas eu não acredito que os responsáveis aprendam algo com tudo isto. O que vai acontecer é que as pessoas se vão afastando e mais tarde ou mais cedo, só restará a memória de uma igreja católica... felizmente, digo eu.

Beijinho
Jorgfe
Imagem de perfil

De maripossa a 12.03.2010 às 23:42

Olá Jorge! Toda esta polémica me dá arrepios de frio. Como podem estes senhores da igreja virem pregar coisas que não praticam, só podridão. A mim que penso pela minha cabeça, nunca me enganaram, se for a igreja orar a Deus e não ao padre, o que para muitos é ao contrário. Eles já a muito tempo deviam casar ter família para acabar com os problemas, claro está (alguns) e depois vem reclamar que estão contra isto e aquilo, que olhem por eles abaixo, e deixem de atirar pedras ao vizinho.
Beijinho bfs Lisa
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2010 às 23:42

Olá Lisa

bem vinda a este meu humilde cantinho.

Estou completamente de acordo, a igreja tem que mudar, tem que rever as suas normas, tem que evoluir...e tem que deixar de olhar para os pecados dos outros para poder corrigir os seus.. só assim pode continuar a existir.

Beijinho
Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D