Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dar sangue é segurar vidas, desde que não sejas gay

 

Depois de dez anos como dador, André viu-lhe ser rejeitada "definitivamente" a sua dádiva. Motivo? Informou que tinha tido uma relação homossexual. (Noticia do Público)

 

O André é uma pessoa consciente e honesta, durante 10 anos ele deu sangue, este sangue foi analisado, aceite e utilizado, quem sabe se até salvou alguma vida.  De um dia para o outro o sangue do André deixou de servir para salvar mais vidas, porquê?  Porque o André foi honesto e informou a médica que há 15 meses teve uma relação homossexual. Reparem, se ele não tivesse dito nada, o sangue teria sido recolhido, analisado e utilizado e quem sabe poderia ter salvo alguma vida.

 

Agora imaginemos o seguinte cenário; o XXXX é heterossexual, nada de confusões, como todo macho latino que se preza, para além da fiel esposa, que pode não ser tão fiel assim, mas ele acha que sim, tem um arranjinho lá no emprego. Uma miuda gira que para além de com ele anda com mais meia empresa, mas ele não sabe, é claro.

 

Pelo menos uma vez por semana deixa a mulher a tratar dos filhos em casa e vai para os copos com os amigos, e como bom engatatão, trata de mijar fora do penico com qualquer pau de vassoura com saias que lhe mostre os dentes... sem preservativo,  é claro.

 

Como é um bom português, vai dar sangue, como é heterossexual e os comportamentos de risco  (os dele, que os da mulher e da amiguinha  ele nem sonha) não se contam a pessoas desconhecidas, é claro que o sangue dele é aceite.

 

Agora vejamos, qual sangue é mais perigoso, o do consciente e homossexual André ou o do macho latino heterossexual?

 

Isto é discriminação pura por parte do instituto português do sangue, porque nunca ninguém explicou em que se baseia esta regra, mas não é nada de novo,  o mesmo se aplica a quem quer adoptar, não há nada que impeça um homossexual de adoptar, mas basta o candidato dizer que o é, para que lhe seja vedado este direito, em nome de quê?

 

Nós gostamos de ser o país do faz de conta, retiramos os direitos às pessoas em nome de moralismos e hipocrisias, obrigamos as pessoas a mentir e a esconder factos para poderem viver e serem felizes, e depois passamos a vida a olhar para o lado, a quebrar as leis e as regras porque achamos que os limites não são para cumprir, os impostos não são para pagar, etc, etc, etc .... gostamos da mentira e do engano.., raio de cultura esta.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D