Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Desafio e prémio

por Jorge Soares, em 04.10.08
A Pepita lançou-me um desafio... é engraçado, portanto aqui está.
 
Comida: Grelhados, peixe ou carne, mas grelhado.. please!
 
Clube: Porto
 
Estação do Ano: Primavera
 
Música: muita e todos os estilos
 
Animal preferido: Gato
 
Escritor: Miguel Sousa Tavares, Isabel Allende, Gabriel Garcia Marquez, Mário Vargas Llosa, João Aguiar e ultimamente Anita Shreve.... mas se o livro for bom... pode ser qualquer um.
 
Vinho: Os da península de Setúbal e os verdes.
 
Árvore: Castanheiro
 
Filme: 9 semanas e meia
 
Monumento:O mundo é um monumento... gosto dele
 
País: Portugal
 
Cidade: Setúbal, Caracas, Aveiro, Praga, Helsinkia, Paris, Ribadesella, A Corunha....etc,etc...
 
Livro: A tia Julia e o escrevedor, a Casa dos espiritos, A Voz dos Deuses.
 
Perfume: às vezes
 
Fruto: Pêssego
 
Flor: Silvestres
 
Cor: Azul
 
Peça de roupa: t´shirt + jeans
 
Programa TV:  Todos as série de investigação criminal... JAG
 
Carro: Qualquer um desde que seja Toyota!
 
Maior qualidade: amigo do meu amigo
 
Maior Defeito: Alguém diga!
 
Nome Feminino: Raquel
 
Nome Masculino: Nuno
 
Sonho para a Vida: viver até ver os meus filhos encaminhados na vida (Boa Pepita!)

  

 

A Gaja com o nome do blog mais original da blogosfera, digam lá que Perfume das palavras não é o nome certo para um blog?.... e a minha amiga que é a unica flor com  Alma amargurada que conheço, deixaram-me este prémio:

 

 Prémio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bom, como sempre a malta toda que está ali na lista da esquerda, está nomeada e desafiada.... façam favor

 

Jorge

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:22

HIV - ou a falta de justiça que temos

por Jorge Soares, em 03.10.08

Quebra cabeças de arame

 

Nos últimos dias e a propósito de casamentos, tem-se falado muito de descriminação no nosso país, infelizmente a descriminação não se esgota nos casamentos, vai muito mais além, aliada desta vez à ignorância.

 

Este post da Sonia chamou-me a atenção para esta noticia do Publico. Já aqui tinha falado sobre isto, a minha opinião não mudou entretanto, vou copiar aqui o post que fiz no dia 20 de Novembro do ano passado.... as minhas desculpas a quem já o leu.

 

 

O caso do dia é a sentença que dá razão a um Hotel no despedimento de um cozinheiro simplesmente porque era HIV - positivo, isto apesar de todas os pareceres científicos que dizem que a probabilidade de alguém apanhar o vírus através do seu contagio, andar na mesma ordem de grandeza que a de se ganhar o Euromilhões.
 
Isto tudo fez-me recordar uma pessoa que conheci por acaso e de maneira efémera, há muitos anos atrás.
 
Algures no ano 1992 ou 93, estava eu na loja da Valentim de Carvalho no Rossio... acho que já não existe, e acercou-se a mim um jovem, teria mais ou menos a minha idade, tinha um alicate e arame de cobre na mão, enquanto falava ia moldando o arame. Disse o nome, e que era portador do HIV, falou-me do vírus, e das dificuldades que sentia, ele e os portadores, para poder viver na nossa sociedade.
 
No fim da conversa, ele tinha moldado um quebra-cabeças de arame, e disse-me que era para mim, não custava nada, mas que agradecia se eu o pudesse ajudar com algum dinheiro, não era fácil a vida para ele, não conseguia arranjar emprego.
 
Eu era um estudante deslocado em Lisboa e sem muitas posses, ofereci-lhe 500 Escudos, e algumas palavras, para a média eu era uma pessoa informada sobre o assunto, disse-lhe isso e algumas outras coisas, lembro-me de no fim lhe ter apertado a mão e senti que ele ficou surpreendido, comovido, percebi que ele não estava à espera de aquele aperto de mão.
 
Ora isto foi em 1992 ou 93, na altura não existia a informação que existe agora, não sei o que terá acontecido com aquele ser humano, como não sei o que aconteceu com o quebra-cabeças de arame, de vez em quando lembro-me dele. Estamos em 2007, passou muito tempo, vivemos na era da informação, do google, todos deveríamos saber que o HIV é só mais um vírus, como é possível que três juízes dêem uma sentença destas?
 
E já agora, o que é que estes juízes acham que esta pessoa deve fazer para viver?, ir pela rua com arame de cobre e um alicate a fazer quebra cabeças?
 
Justiça, procura-se!
 
Jorge
PS:imagem retirada da internet
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58

Livro:Casamento em Dezembro

por Jorge Soares, em 02.10.08

Livro

 

Um casamento fora de tempo e na ressaca do 11 de Setembro entre dois antigos namorados de liceu, reúne num lugar bucólico um grupo de 7 velhos amigos.

 

Durante o fim de semana vão sendo desfiados um a um  os segredos e recordações que os unem e separam. Amores, rancores, culpas e desculpas, cada um dos personagens vai revivendo pouco a pouco o que os unia e separava muitos anos antes.Comum a todos é o sentimento de culpa por algo que aconteceu numa festa de adolescentes no ultimo ano do liceu  e que de certa forma mudou a vida de cada um. Os velhos fantasmas vão sendo desenterrados e as emoções vão crescendo.

 

O livro tem uma particularidade interessante, Agnes, a solteira do do grupo, está a escrever um livro um pouco à imagem da sua historia de vida e na sombra dos ataques do 11 de Setembro, de modo que de uma certa forma temos um livro dentro de outro livro.

 

Sinopse

 

Um casamento reúne um grupo de velhos amigos num reencontro que mudará as suas vidas para sempre.
Casamento em Dezembro é o mais comovente e ambicioso romance de Anita Shreve. Uma incursão na motivação e anseios humanos, escrita com a elegância e a perícia que fazem da autora “uma das melhores romancistas do nosso tempo”, nas palavras do Boston Herald.

 

Gostei muito deste livro, e cada vez mais gosto desta escritora, apesar do tema comum das mulheres de algum modo abandonadas e que de alguma forma tem que lutar sozinhas contra as injustiças do mundo que as rodeia.

 

Jorge

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42

Pág. 3/3



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D