Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Isaltino Morais

Imagem do Público

 

Alguém me consegue explicar como é que se consegue governar uma câmara municipal desde a prisão?


Relativamente aos crimes que os desembargadores consideraram provados, Isaltino de Morais foi condenado por três crimes de fraude fiscal em quatro meses por cada um e na pena de 17 meses pelo crime de branqueamento. O cúmulo jurídico destes dois ilícitos é de dois anos.

 

O Tribunal da Relação de Lisboa aplicou hoje a Isaltino Morais uma pena de dois anos de prisão, pelos crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais mas anulou a pena de perda de mandato.

 

 

É claro que deve haver uma lei qualquer que explique tudo isto e de certeza que o juiz terá elaborado um texto magnífico a suportar a sua decisão... mas a imagem que fica é que para a justiça portuguesa, lesar o estado em mais de um milhão de Euros não é crime suficiente para se impedir alguém de governar.... belo exemplo que se dá ao país.

 

Já agora, haverá alguma prisão em Oeiras?.... seria um bocado estranho que o presidente da câmara  governasse o município desde Alcoentre.. ou desde Custóias.

 

É claro que isso não importa nada, todos sabemos que a seguir sairá mais um recurso.... e daqui a uns 10 anos, ele será inocente e aqueles milhões que estavam na conta da Suíça eram os lucros do sobrinho  taxista....

 

Bonito serviço que se fez hoje à justiça Portuguesa.

 

Jorge Soares

publicado às 21:02


1 comentário

Imagem de perfil

De severino a 14.07.2010 às 11:42

Bom dia Jorge,
Permita-me uns versitos, já que vivemos na mesma frequência de observação, destas realidades estranhas do nosso sistema de justiça!?:
Aí vai:
Tanta gente admirada
Com mais esta decisâo
Nesta justiça estagnada
É lógica... a solução

Vão de mandato em mandato
Sempre da mesma maneira
Comendo "lebre por gato"
Nesta fúria mamadeira

Umas por imunidade
Outras por adiamento
Há sempre uma habilidade
Apropriada ao momento

No labirinto engenhoso
Inerente à situação
Num percurso sinuoso
Que vai ter à Prescrição

E se a coisa não prescreve
E julgamento é solução
Há sempre uma pena leve
Em regime de suspensão

Assunto arrumado!

Um abraço
J/severino

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D