Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Mercado Medieval de Óbidos, figurante

 

Imagem Minha do Momentos e Olhares

 

Aproveitando que fomos passar o fim de semana ao Oeste, já aqui falarei do parque de campismo da Foz do Arelho, fomos a Óbidos ao Mercado Medieval. Não quero ser injusto com ninguém, mas tenho para mim que Óbidos é o local do país que melhor aproveita  o seu  fantástico património histórico. Para além da preservação da vila e do castelo, tem ao longo do ano  várias actividades que para além de ocuparem uma boa parte da sua população, atraem um enorme fluxo de turistas e de uma forma ou outra, contribuirá para animar a economia local.

 

Na época do natal há a Vila do Natal, na Primavera há a Festa do Chocolate, no verão há este Mercado Medieval... durante o resto do ano há muitíssimas actividades culturais, podem ver aqui a agenda, uma agenda, cultural  que fará a inveja de muitas capitais de distrito e que sem duvida,  fazem de Óbidos um exemplo a seguir por muitas outras cidades com ou sem castelo.

 

Eu acho óptimo que se promovam actividades deste tipo, para além desta Feira Medieval, já estive na de Bragança, muito mais pequena e mais pobre e na de Santa Maria da Feira, maior e que nada fica a dever à de Óbidos, excepto no enquadramento paisagístico, a de Óbidos é toda ela dentro do Castelo, a da Feira espalha-se pela cidade e pelas encostas do Castelo.

 

A maior diferença para as outras duas feiras em que havia estado, é que a de Óbidos foi a única em que tive que pagar para entrar, 7 Euros por pessoa, sendo que as crianças pagam a partir dos 10 anos. Logo à entrada duas crianças de 10 anos e dois adultos, 28 Euros.

 

Dentro do recinto, de mercado medieval havia muito pouco, havia sim muitíssimas tascas de comes e bebes, ora, pagar 7 Euros por pessoa para ir para um local atulhado de gente, sentar-me a comer com as mãos e a beber vinho carrascão... desculpem lá, mas a mim não me apanham lá mais.

 

Voltando às comparações, em Santa Maria da Feira, para além de haver muito mais exemplos de mercado medieval que em Óbidos, a zona do comércio e das comidas é  de entrada livre, depois há actividades que são pagas e nas quais só participamos se assim o desejarmos, que quanto a mim é o que faz sentido.

 

Acho os 7 Euros por pessoa um enorme exagero, principalmente porque pagamos para entrar num recinto em que há muito pouco que ver e muito que consumir... com preços destes a mim não me apanham lá outra vez.

 

Podem ver o programa da Viagem Medieval de Santa Maria da Feira, aqui

 

Jorge Soares

publicado às 22:14


9 comentários

Imagem de perfil

De cigana a 25.07.2010 às 23:40

Fomos ontem à Feira Medieval de Caminha. Gratuita.
A cidade é belíssima mas torna-se demasiado apertada para tanta multidão. Gostei mais da de Santa Maria da Feira, mais espaçosa e mais variada.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.07.2010 às 22:24

Olá

Vou a Caminha.. na segunda quinzena de Agosto... lá para o fim do mês...

Jorge
Sem imagem de perfil

De xana a 26.07.2010 às 01:00

De todas as feiras que falaste só conheço a Vila Natal.
Só fui uma vez à Vila Natal em Óbidos e bastou. A entrada foi cara e além da fila para entrar numa quinta feira à tarde, antevéspera de Natal, pouco tinha que ver, para além de que a única actividade que não se pagava para ver era o teatro do conto de Natal. Aqui mesmo ao lado e puxando a brasa à minha sardinha a CM Palmela tem uma agenda cultural também bastante atractiva, e está a dinamizar toda a área do castelo, bem como as actividades aí disponíveis, e creio que quase todas gratuitas ou pelo menos com preços bastante mais atractivos. Podes subscrever a agenda cultural da CMP grautitamente e receber a mesma na tua caixa do correio com todas as actividades do concelho, bem como sugestões de locais de interesse, restaurantes e outros que tais, hotéis e sítios onde descansar, sugestões de novos livros e dvds nas bibliotecas municipais, receitas e outras sugestões.
E claro não castelo mais bonito que o Castelo de Palmela, bem lá no alto, com um miradouro e vistas fantástiscas, e se estiver aberta, para quem se atrever a lá subir, as vistas da torre são em 360º e bem desafogadas em dias "limpos" consegues ver até onde nem imaginas. São das melhores memórias da minha juventude, as vistas da torre do castelo e Lisboa fica logo ali tão perto vista da torre altaneira.
Tu que vives aqui ao lado devias experimentar, dar por lá um passeio, com os garotos num dia mais ameno, e levar a máquina fotográfica, vais ver que não te arrependes.
Eu confesso há uns bons anos que não vou ao castelo, só ao miradouro do lado que se vê Setúbal e a Arrábida.
bjks
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.07.2010 às 22:26

Olá Xana

A vista do Castelo de Palmela é sem dúvida de cortar a respiração... adoro lá ir.

Vou tentar subscrever a agenda cultural, obrigado pela dica.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Leamar a 26.07.2010 às 15:46

Pelo menos ir à praia AINDA não se paga...tudo o resto... Com este calor foi o que fiz no fim de semana! A minha N. adorou e chorou por mais!!!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.07.2010 às 22:28

Olá

Não se paga quer dizer... na zona da comporta, se não queres deixar o carro a 3 ou 4 kms da praia, pagas 3 euros por estacionar... já nada é grátis amiga

Jorge
Sem imagem de perfil

De Ribatejana a 26.07.2010 às 19:57

Por causa desse tipo de coisas é que eu já simpatizei mais com Óbidos. Das poucas vezes que lá fui passear foi em dias normais, quando não há essas festividades e não me enfiam um barrete brutal.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.07.2010 às 22:45

Olá

Barrete é a palavra certa... e ainda por cima um barrete caro
Imagem de perfil

De Existe um Olhar a 01.08.2010 às 21:44

Olá Jorge
Assisti e tive papel activo na organização de dois dos eventos que aqui referes...Mercado e Festival de chocolate.
Reconheço que o que hoje se pratica é muito diferente da ideia inicial.
O Mercado Medieval começou por ter entrada livre e decorria por toda a vila. Foi um tempo de muita festa e confesso que muito mais agradável que o da Feira. Depois os moradores começaram a refilar, porque não tinham sossego e queriam de volta a pacatez. Os comerciantes e associações nunca estavam contentes com os lugares que lhes eram destinados para as suas vendas, haviam guerras constantes e muitos obrigavam a organização a mudar-lhes as tendas...eram problemas atrás de problemas até que se decidiu confinar o mercado á Cerca do Castelo. Má ideia na minha opinião e penso que o preço exagerado que se pratica é para diminuir a afluência, porque se fosse barato ninguém conseguia lá entrar.
Quanto ao festival de chocolate, como foi uma ideia inovadora e única a nível nacional, teve um impacto jamais previsto. Todas as empresas queriam patrocinar e lembro-me que no primeiro ano a Nestlé deu seis toneladas de chocolate para a casa de chocolate das crianças, fora o que ofereciam a cada visitante. Foi uma afluência tal que teve de se interromper o trânsito na A8
Hoje os tempos são de crise e as empresas estão a cortar-se e há que pelo menos tentar não perder dinheiro.
Perdeu-se qualidade, mas a gulodice continua e a afluência também.
Beijos
Manu

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D