Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Casa Pia será caso único?

 

Imagem do Ionline

 

A noticia no ionline falava da hipótese de vir a ser o estado a pagar as indemnizações a que foi condenado o Carlos Silvino (Bibi) , na verdade quando lemos as letras pequenas percebemos que não é o estado e sim a Instituição Casa Pia quem deverá assumir as despesas, dá-se o caso que esta instituição é propriedade do estado e no fim será ele, ou seja, todos nós, quem terminará por pagar.

 

Passaram 8 anos desde o início deste processo, ninguém sabe quantos anos terão passado desde o início dos abusos, sabemos sim que o assunto era conhecido dentro da instituição e até da tentativa de alguns dos jovens de chamar a atenção para ele numa visita do então presidente da República Ramalho Eanes. Durante estes 8 anos que durou o processo, para além dos nomes dos agora condenados, foram lançadas acusações e suspeitas sobre muitíssima mais gente e a acreditar nas insinuações de Carlos Cruz, muitos mais nomes irão aparecer.

 

No meio de tudo isto há algo que não entendo, se as vítimas estavam ao cuidado da Casa Pia, se eram levadas para os locais dos abusos por um funcionário da instituição e segundo consta, muitas vezes numa viatura da instituição, a que se deve que a instituição nunca tenha sido acusada ou responsabilizada?

 

Durante todos estes anos passou muita gente pela Casa Pia, funcionários, professores, gestores, subdirectores, directores, será possível que todos tenham passado por lá sem verem aquilo que era evidente? As crianças estavam entregues à guarda da instituição, ninguém reparava nas ausências dos jovens?  Ninguém reparou nos sinais? Ninguém viu? Ninguém ouviu? Eram todos cegos, surdos e mudos?

 

Todos ouvimos as palavras emocionadas de Catalina Pestana na passada Sexta Feira, não estava Catalina Pestana na instituição na altura em que os jovens eram levados para Elvas? Em que eram levados e abusado por um funcionário e por um dos subdirectores da instituição? Não ouvia os boatos?  Não conhecia os jovens? O que fez nessa altura para evitar ou denunciar a situação?

 

Quanto a mim, a Casa Pia era a família destes jovens, era responsável pela sua formação, educação e o seu bem estar, terá falhado claramente em várias destas  responsabilidades, qualquer família que não cuida dos seus filhos é julgada e penalizada por isso, porque não foi a Casa Pia julgada e responsabilizada por tudo isto?

 

Existem em Portugal mais de 10000 jovens institucionalizados, entre Cats e lares existem quase mil instituições de acolhimento em Portugal, alguém acredita que a Casa Pia é caso único? Em quantas mais instituições haverá jovens a serem abusados, ou maltratados? Na passada Sexta Feira na Antena 1 Eduardo Sá chamava a atenção para o facto de neste caso só haverem rapazes abusados, e mostrando a sua incredulidade sobre a não existência de raparigas abusadas. O que faz o estado Português para garantir que as instituições cumpram o seu papel de guarda dos jovens?  Para garantir que não há mais casos como este nas centenas de instituições deste país? Para garantir que não há mais cegos, surdos e mudos? O que fazemos todos nós?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18


7 comentários

Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 08.09.2010 às 22:50

Olá, a culpa nunca é de ninguém e para a maioria é bem melhor fazer que não vêem, além dos abusos físicos também há os psicológicos, eis aqui alguns que não deixam nódoas negras:
As pessoas que cuidam das crianças muitas vezes não têm formação e acima de tudo falta-lhes vocação e bom senso, gritar com os miúdos no pátio da escola em altos "berros" (responsáveis dos centros), como se estivessem a vender no mercado não me parece uma atitude louvável de qualquer cuidador, deixá-los à espera do transporte tempos sem fim, mudar constantemente de escola, este assunto é muito delicado e estou convencida que muita gente não se quer maçar...não merece a pena, vão ser marginais.
Isto até pode parecer cruel, mas é muitas vezes a realidade, muito embora ninguém admita que fez ou disse...
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Olá, a culpa nunca é de ninguém e para a maioria é bem melhor fazer que não vêem, além dos abusos físicos também há os psicológicos, eis aqui alguns que não deixam nódoas negras: <BR>As pessoas que cuidam das crianças muitas vezes não têm formação e acima de tudo falta-lhes vocação e bom senso, gritar com os miúdos no pátio da escola em altos "berros" (responsáveis dos centros), como se estivessem a vender no mercado não me parece uma atitude louvável de qualquer cuidador, deixá-los à espera do transporte tempos sem fim, mudar constantemente de escola, este assunto é muito delicado e estou convencida que muita gente não se quer maçar...não merece a pena, vão ser marginais. <BR>Isto até pode parecer cruel, mas é muitas vezes a realidade, muito embora ninguém admita que fez ou disse... <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Parabens</A> pelo seu espaço, sempre actual, isso é o que falta a um cuidador é preocupar-se em se manter actualizado. <BR>Alice
Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 08.09.2010 às 22:55

Não sei bem o que se passou...com a escrita, espero que entenda, ficou repetido, é como o assunto, volta e meia e toca a mesmo.
Alice
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.09.2010 às 23:37

Não se preocupe.. de vez em quando o Sapo tem destas coisas.

A formação das pessoas que estão nos centros de acolhimento, quem lida no dia a dia com as crianças, aqueles com quem elas em primeiro lugar se identificam, será quanto a mim um dos maiores problemas, a boa vontade é enorme, todos sabemos isso, mas a boa vontade por si só não chega e será muitas vezes até perniciosa. As crianças necessitam de pessoas formadas, que saibam educar e orientar... e na maior parte dos casos não é isso que acontece.

De resto, para muita gente as crianças são os coitadinhos, os que foram abandonados... e é muito difícil fugir a este estigma.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Omeuinfinitoparticular a 09.09.2010 às 03:19

Talvez porque a Instituição é do Estado e acusar a instituição seria acusar o Estado Português, o que pelos vistos não é do interesse do Estado..

Quanto ao Carlos Cruz parece-me que está enterrado até aos cabelos nesta história, foi de certa forma um bode expiatório não isento de culpas, e parece-me que as ameaças dele são indirectas do tipo: se nenhum tubarão vier em meu auxílio, levo-os todos comigo.

Ou isso ou ando a ver muitos filmes!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.09.2010 às 23:38

Eu diria que andamos todos a ver muitos filmes, e então nesta ultima semana tem sido um fartote de filmes.

Jorge
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 10.09.2010 às 11:44

Falhou tudo!
E estamos de acordo, só podemos estar.

A imagem conta, sempre a imagem da instituição…
Esconder, tapar, fechar os olhos e o mais fácil - ignorar.

Como bem dizes a Casa Pia é no fundo o Estado, e quem trabalha para o Estado (bicho papão) não quer e nem pode denunciar situações que lhe possam pôr o lugar em causa. São cargos que dão destaque nacional e "quiça" bem remunerados.
Ou seriam mesmo cegos, surdos e mudos?
Acredita que eram isso tudo e ainda por cima agora tentam fazem-nos de BURROS ao desviar a atenção do que é mais importante – educar – proteger – cuidar.
Não é a missão desta instituição? Falhou!
Claro que deve haver outras, mas tudo se repete. Não se mexe para não cheirar mal.
Abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.09.2010 às 23:40

E entretanto quem paga.. são as crianças, que continuam a sofrer, que não tem passado nem futuro, que ninguém sabe quantas são ou como são.. as crianças, que fazem parte do nosso futuro.. ou não, porque não interessam a ninguém... raio de mundo este.

Beijinho
Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D