Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




as asneiras devem ou não vir no dicionário?

 

Ontem fui buscar o N. à escola, foi a primeira vez este ano, a saída das crianças é basicamente caótica, o passeio é estreito, a porta é pequena e os pais amontoam-se... no meio da confusão é quase um milagre que pais e crianças se consigam encontrar.

 

De repente no meio da confusão, nem sei bem a propósito de quê, começo a ouvir um senhor aos gritos, olho para trás e vejo um marmanjo a sair de um BMW e  com muitos maus modos, a dirigir-se a um senhor que claramente podia ser seu pai e que de certeza era avô de uma das crianças. O que se seguiu foi uma amostra do melhor (ou pior) vernáculo, aqui e ali misturada com empurrões e ameaças de porrada ao senhor de idade. Tudo isto em frente de uma escola primária e com dezenas de crianças a olhar embevecidas para o (degradante) espectáculo...

 

Hoje fiquei a pensar se este senhor não será um daqueles pais que aqui em Setúbal ficaram tão indignados porque o dicionário que a escola recomendou (ver noticia) para os seus rebentos, vem com as palavras todas... vernáculo incluído.. Não deve ser, porque esta escola é de outro agrupamento..   Como a notícia teve honras de telejornal e tudo, podem ver aqui,  passou enquanto estávamos a jantar,  o N. disse logo:

 

- Qual é o problema?.. o nosso também tinha!

 

Ora lá está, o dicionário dos meus filhos é completo.. como deve ser, porque as palavras existem todas, e com cenas como a que descrevi acima, é melhor que eles as ouçam e tenham onde ir consultar.... será que nenhum dos pais dos colegas dos meus filhos deu pela coisa... ou esta zona da cidade será menos púdica?

 

É claro que se em lugar de Setúbal, fosse um agrupamento de escolas do Porto, não havia problema nenhum.. por lá as crianças aprendem o que significam todas estas palavras muito antes de aprender a ler...como ficou mais ou menos claro, nos 43 comentários a este meu post : Feitio ou falta de educação?

 

Ainda a propósito disto, no outro dia num daqueles programas de rádio sobre futebol, alguém defendia o Carlos Queiroz e a sua já famosa frase... dizendo que não havia problema nenhum naquele palavreado, que no norte era assim que as pessoas se cumprimentavam..... há pois..!

 

Já agora, vocês o que acham, as asneiras devem ou não aparecer no dicionário das criancinhas?

 

Jorge Soares

PS:Eu hoje ia voltar a falar de ciganos.. ia mesmo, quando dei por mim o post ganhou vida própria e deu nisto.... mas não pensem que se safam!

publicado às 21:38


11 comentários

Imagem de perfil

De Miss Pepper a 22.09.2010 às 22:34

Desconhecia que havia um dicionário tão... "completo", digamos assim!
Não concordo nada com os palavrões lá metidos. Ainda por cima para crianças do 1º ciclo? Isto já anda giro em termos de linguagem e de disciplina... com um dicionário assim é uma alegria! Este ensino está perdido!

Beijokas
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.09.2010 às 22:52

Olá

Tu és professora.. de certeza que já ouviste as tuas criancinhas dizer essas palavras... de que serve que não apareçam no dicionário?

Beijinho
Imagem de perfil

De Miss Pepper a 28.09.2010 às 22:31

Não concordo por uma questão de educação e permissividade. Qualquer dia passam por mim e dizem-me " cum c***lho teacher! já não a via há C...ões! E eu que posso dizer? Nada. Se disser que não se deve dizer isso, os meninos irão responter não com o artigo 128º do CCP, mas que estas palavras estão no dicionário, não é asneira. Como o já fizeram com outras que já constavam do dicionário antes. that's it!

Beijokas
Imagem de perfil

De Existe um Olhar a 22.09.2010 às 23:25

Nunca imaginei que pudesse existir um dicionário tão completo, mas o que mais me espanta é fazerem do assunto tanto alarido.
As crianças com ou sem dicionário completo sabem-nas todas, uns vão usá-las, outros por uma questão de educação e pelo que lhes é transmitido em casa, não o farão.
Hoje estão no dicionário, mas há muito que estão na net e não ouvi ninguém contestar o assunto.

Bjs
Manu
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.09.2010 às 23:01

Como não imaginaste?.. então os dicionários não vem com as palavras todas?

Tudo isto não passa de mais uma mostra de purtitanismo parolo..e a comunicação social vai atrás,,, quem agradece é a editora..

Beijinho
Sem imagem de perfil

De xana a 23.09.2010 às 00:44

O problema desse fulano, não era a língua que falava, mas sim a educação, e a falta de respeito que não tem...
Há dicionários com tudo isso? Porreiro pá! Acho que até eu preciso de um, porque já começo a achar que ando a ouvir muitas vezes dialectos com origem no português de antes do acordo ortográfico, e não reconheço muitas palavras...
bjks
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.09.2010 às 23:02

Olá Xana

Nem mais..e bem que me apeteceu mandar calar o senhor

Beijinho.
Sem imagem de perfil

De xana a 23.09.2010 às 00:46

Queria dizer a educação que não tem, e a falta de respeito pelos outros que tem.
:)
Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 26.09.2010 às 20:53

Dicionário é dicionário e se lá tem essas ditas palavras, não é por lá as ter que as crianças as dizem, repito dizem. Eles não as vão aprender no dicionário pois a verdade é que "só se busca o que se conhece". Assim se as não conhecem não é lá que as aprendem, se já as conhecem, tanto dá. O que conta é saberem que há certas palavras que não se devem repetir. Nunca ouvi nenhuma dessas "ditas" palavras aos meus filhos, mas tenho a certeza que eles as conheciam. Escola é escola para tudo, nela aprende-se o bom e o mau, o que é preciso é educá-los no bom sentido...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.09.2010 às 23:04

A grande maioria das crianças já sabe essas palavras antes de entrar para a escola, e muitas dessas porque as ouvem em casa.

Os pais acham que é por elas não virem no dicionário que eles não as aprendem.. e não há quem se preocupe em educar.. é melhor esconder.

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D