Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Peixe com manjericão

 

Imagem da internet

 

Hoje é dia de receita, sim eu sei, estava tudo à espera que eu para aqui viesse bater no Sócrates... desculpem lá, mas eu não bato mais neste ceguinho... desta vez não. Passamos os últimos meses a dizer que era preciso cortar na despesa.. que era preciso cortar era a quem ganhava muito.. que era uma vergonha haver gente a ter duas e 3 reformas e a ganhar o salário por estar em cargos Públicos, que era preciso era cortar nos carros e nas ajudas de custo.... Pois, parece que esta vez eles decidiram fazer a vontade ao povo... fizeram isto tudo. É claro que o aumento do Iva vem por acréscimo... mas do meu ponto de vista não há milagres...e pelo menos por enquanto, o dinheiro não nasce das árvores. Quanto a mim tudo isto só peca porque vem pelo menos com um ano de atraso.

 

É claro que hoje veio tudo bater no ceguinho... mas eu gostava de ouvir do PSD, do BE, do PCP, do CDS, dos sindicatos e de todo o mundo que veio hoje criticar... era alternativas.. se estas medidas também não servem... quais são as alternativas?, o que fariam eles? Bater no ceguinho é fácil.... complicado é dizer qual a solução...e isso, eu não ouvi a ninguém. E já se fala de uma greve geral .. é mesmo o que o país precisa nesta altura para sair da crise.

 

Como dizia ao inicio, hoje é dia de receita... uma receita para a Bimby. Eu sei que há muito boa gente que não gosta de aproveitar os restos, mas cá por casa nada se perde, e muito menos em época de crise. Tínhamos no frigorifico restos das duas ultimas refeições de peixe, postas assadas no forno, vai daí decidimos inventar, Peixe com coentros.. ou seja, utilizar a receita do Bacalhau com coentros mas com peixe desfiado em lugar de bacalhau... já tinha desfiado o peixe quando descobri que afinal também não havia coentros cá em casa... mas havia manjericão e salsa... ora, peixe com manjericão fresco.

 

3 Postas de Peixe já cozinhado e desfiado

600 Gramas de batatas em cubinhos

50 Grs de Azeite

1 cebola

alhos

200 grs de água

Pão ralado

Molho bechamel

Manjericão fresco  (umas 10 Folhas)

Salsa Picada

Pimenta

Sal

 

Colocar o manjericão e a salsa no copo e picar 5 seg veloc. 5 (reservar)

Coloque a cebola o azeite e os alhos  no copo, pique 5 Seg, veloc 5, refogue 5 minutos, velocidade 1 a 100 Graus.

Junte as batatas e o sal, Programe 12 minutos/Varoma/ Velocidade colher invertida.

 

Escorra o liquido, junte o peixe o manjericão e a salsa, programe 5 minutos /100/ velocidade invertida.

 

Coloque num pirex, regue com o bechamel e polvilhe com o pão ralado. Leve ao forno a gratinar.

 

Eu não me tenho saído lá muito bem com os meu inventos culinários na Bimby... mas este ficou muito bem... o manjericão fresco dá um sabor picante e diferente ao peixe... para o gosto português é um sabor exótico... mas eu adorei. Para quem gosta de sabores mais tradicionais, pode sempre utilizar os coentros.

 

Jorge Soares

PS:Afinal terminei por falar mais do que queria do tema do dia... mas pelo menos não bati no ceguinho

publicado às 22:08


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Sandra Cunha a 30.09.2010 às 23:40

Jorge, o prato tem muito bom aspecto. Muito mesmo. Mas eu fiquei pregada aos dois primeiros parágrafos do teu post .

Reduzir pensões, salários, congelar progressões, etc...não vai estimular a economia. Quanto menos dinheiro tem o povo, menos compra! Em que é que isso estimula a economia?! Não me parece que seja preciso sermos muito inteligentes para chegar a essa brilhante conclusão, mas lá para os lados do Governo, inteligência é coisa que de facto não abunda.

Depois, perguntas por alternativas?
Não desfazendo nas medidas que eles agora tomam (redução de despesas com carros, entre outras) e que são, a meu ver, boas medidas - só pecam por tardias já que é fácil cortar nessas despesas depois de se ter renovado a frota inteira de carros -(que conveniente!) há várias alternativas.

Por exemplo,

Cobrar impostos a todas as transferências de capitais e às fortunas.

Taxar ou acabar com as offshore

Acabar com os benefícios injustificados nos seguros privados de saúde ou outros

Impor a obrigação de um pagamento mínimo no IRC em todos os sectores económicos.

Taxar a paga a 25% de IRC em vez dos 5% que paga, vá lá saber-se porquê!!!!

Deixar de gastar dinheiro com a Nato e com as guerras

Passar a usar software livre em todos os organismos públicos em vez de esbanjar dinheiro com as licenças e negociatas com a Microsoft (uma Câmara que mudou para software livre poupa por ano cerca de 30.000,€. Multiplica por 308 câmaras = 9.240.000,€. E agora multiplica isto por tudo quanto é organismo público no país. Estás a ver os milhões a passar?)

e há mais. Eu é que tenho mais em que pensar e não as tenho todas na ponta da língua.

Alternativas existem Jorge. O PS/PSD/CDS é que não querem sequer ouvir falar delas. Porque não lhes convém. É mais fácil continuar a ROUBAR aos mais fracos, porque esses, esses conformam-se e acatam e calam-se e até acham que é justo e que todos têm de fazer um esforço porque não há alternativas!!

Que alternativas?!! Tu és grande, Jorge, mas se estivesses aqui ao pé de mim tinha-me posto em bicos de pés e dava-te uma belinha!

Depois voltarei aqui para tirar a receita que me deixou água na boca! :)
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 30.09.2010 às 23:49

Ora alguém com alternativas...

Não sei se as tuas contas cobriam o valor destas medidas.. eu diria que podiam ter feito mais.. muito mais... juntar ao que fizeram as tuas alternativas...

Sabes uma coisa em que estive a pensar no outro dia?.. quanto será o orçamento do ministério da defesa?.. quantos mil milhões por ano? .... e serve para quê?

Digamos que deixamos 25% para o essencial, vigilância marítima e policia e poupamos o resto?.. será que há alguém com eles no sitio para propor algo assim?

Jorge

Imagem de perfil

De Rosinda a 30.09.2010 às 23:53

A comidinha tem muito bom aspecto... bater no ceguinho, bem bate muita gente mas... ele lá anda vaidoso e feliz e é menino e moço porque a "malta" quiz!
Um abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 03.10.2010 às 22:38

Olá

Pois.. é verdade, ele foi a votos..e o povo é soberano :-)

Boa semana
Jorge
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 01.10.2010 às 01:05

E eu que não sabia o que era manjericão?!
Aliás, pensava que servia para fazer algo parecido com chá.
Nunca vi usar por aqui!

Quanto aos restantes ingredientes conheço-os mas devo andar com alergia pois nem vontade dá para falar.

Contra factos...

A receita tem bom aspecto espero que resulte como aproveitamento do que sobejou.

E que vá sobejando...

Imagem de perfil

De Jorge Soares a 03.10.2010 às 22:40

Olá

Não0 conhecias o manjericão?.. mas olha que eu acho que é aí para o norte que há mais... e é muito utilziado nos pratos italianos.

beijinho amiga
Imagem de perfil

De Existe um Olhar a 01.10.2010 às 19:31

Ao olhar para a foto, ninguém diria que é uma receita para combater a crise, está com um aspecto óptimo.
Falando dos protestos que os partidos já estão a pensar fazer, prepara-te para continuar a inventar mais receitas baratinhas, porque neste momento, só quem for ceguinho é que não vê que com o actual estado de coisas não há greves que nos valham nem que resolvam seja o que for.

Beijos
Manu
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 03.10.2010 às 22:44

Olá

Pois, quer-me parecer que a coisa está para apertar o cinto... e aproveitar muito bem o que temos.

Mas olha que o raio do ceguinho insiste em pôr-se a jeito... raio de coisa

beijinho e boa semana
Jorge
Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 01.10.2010 às 23:30

Que falta me faz por aqui essa maquineta que dá pelo nome de "Bimby"! Por aqui só tenho uma "very slow" varinha mágica e uma velhinha e pequena panela de pressão que já deixa sair vapor por todos os lados!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 03.10.2010 às 22:45

Olá

Mas esta é daquelas receitas que se faz facilmente sem a Bimby...

Jorge
Sem imagem de perfil

De Gajo bué esquisito a 31.10.2010 às 02:27

Também quero deixar a minha proposta de lobotomia generalizada, lavagem de cérebros ou qualquer coisa na água que meta na cabeça dos portugueses que não ter origem aristocrática não é um defeito de carácter e que por muito que baptizem a prole com os nomes que devam dar essa ideia e falem com o mais afectado sotaque de Cascais, o mais perto que a generalidade dos portugueses estão da aristocracia é por via das criaditas que engravidavam em funções. Segundo ouvi dizer, a D. Carlos não escapava uma! Bem, desse ponto de vista não faltará sangue real por aí e afinal de contas justifica-se tanta altanaria e desdém das caixeiras para com os criados de mesa.
Sem imagem de perfil

De tv online a 24.11.2010 às 23:25

Estou a ver na televisao informacao sobre a greve geral de 24 de Novembro- os trabalhadores lutam pelos direitos conquistados com tanto sacrifício ao longo de várias gerações, pela manutenção dos salários, pela dignidade das condições de trabalho e de vida em geral.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D