Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Crianças hiperactivas.. há vida para além da doença

 

"...Quando vejo um hiperactivo que muito sofreu na sua infância, tal o meu G., com imensas dificuldades de aprendizagem, escrever assim, já adulto, não consigo conter a minha alegria. Só me pode trazer esperança de um dia ver também o meu G. realizado e feliz.

Há 30 anos, a hiperactividade não era diagnosticada. Há 30 anos, um hiperactivo era tido como mal-educado, irrequieto e até mesmo "burro".


Há 30 anos, ser hiperactivo era uma sentença difícil e conduzia muitas vezes ao abandono escolar.

Hoje, este hiperactivo é capaz de escrever de forma agradável, com metáforas e imagens alusivas ao que pretende descrever, de forma harmoniosa.


Ao ler este texto, e, apesar da imagem que nos assola a mente, senti uma luz lá bem ao fundo, uma certeza que, seja qual for o rumo que o G. tomar, poderá ser tão realizado e feliz como qualquer outra criança."

 

O texto acima é da Anabela, retirei-o deste post do seu blog, Abigai... todos os pais sonhamos com o melhor para os nossos filhos, no possível e cada um à sua maneira,  queremos que eles sejam educados, comportados e bons alunos, que tenham sonhos e que sejam bem sucedidos na sua realização. Isto é o normal, o que ambiciona quem tem filhos "normais"... quando temos um filho hiperactivo as coisas mudam um pouco de figura, quando lemos o Energia a mais, percebemos que a Teresa não tem muito tempo para sonhar ou para pensar no futuro, a sua luta diária é tal que para ela ter um dia mais calmo já é uma enorme vitória.

 

Nunca falei com a Anabela, mas pelo que leio dos seus posts e a julgar pelo texto acima, partilhamos uma luta e uma preocupação, as dificuldades de aprendizagem dos nossos filhos. Vivemos numa época em que o sucesso na vida está ligado aos êxitos escolares, sabemos que não é verdade, mas na nossa sociedade ser alguém na vida é ter um curso superior.. mesmo que no fim se termine numa caixa de supermercado ou num call center... o importante é estudar.. E não é fácil pensar que com o que vemos no dia a dia dos nossos filhos, eles terão muita dificuldade para lá  chegar.

 

Uma criança hiperactiva não é menos inteligente que qualquer criança dita normal, pelo contrário, muitas vezes a inteligência está acima da média, simplesmente as dificuldades de concentração e os restantes problemas associados à doença, fazem com que a atenção se canalize para tudo menos para o que é essencial.. o que torna as coisas muito complicadas na escola. Se a isto juntarmos o desinteresse e o preconceito contra quem não está formatado pelos cânones ditos normais da nossa sociedade... temos garantida uma enorme luta.

 

Por vezes dou por mim a  pensar o que será do futuro do N., nem sempre da melhor maneira ou com muitas esperanças, por isso textos como o da Anabela, ou mesmo esta noticia do Ionline fazem-me olhar em frente e acreditar que a nossa luta diária não é em vão, que lutar contra um mundo que por vezes só aceita quem é formatado vale a pena..e que de forma alguma podemos desistir.. porque os nossos filhos contam connosco e pouco mais.

 

Como eu te entendo Anabela.

 

O texto a que a Anabela se refere chama-se  o Suicídio e está neste outro post dela

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42


11 comentários

Sem imagem de perfil

De DH a 25.10.2010 às 10:31

Olá Jorge.
Tenho repartido o tempo por mais sítios, agora que voltei ao trabalho, e não consigo vir comentar, apesar de te ler. Hoje saltou-me à vista uma coisa neste teu post. Transcrevo: "Por vezes dou por mim a pensar o que será do futuro do N., nem sempre da melhor maneira ou com muitas esperanças". Queria só dizer-te (e não o entendas como crítica de alguém que não sabe o que é ter um filho hiperactivo), que as crianças têm tendência a corresponder ao que esperamos delas... E se tu sonhares alto e esperares que o N. seja feliz, é de certeza isso que ele vai ser.
Um beijinho
Dulce
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.10.2010 às 23:44

Sonhamos sempre alto Dulce.. como dia a Anabela no comentário abaixo, todos temos sonhos altos e ambicionamos o melhor.. por vezes a realidade parece querer mostrar como é difícil sonhar... é por isso que ver que há quem apesar de tudo consiga, nos deixa cheios de alegria.

Jorge
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 25.10.2010 às 13:22

A vida é complicada. O que é preciso é lutar contra as adversidades. Desistir não é a solução.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.10.2010 às 23:45

Tens razão, desistir nunca é a solução
Imagem de perfil

De prisioneirodoseupropriomundo a 25.10.2010 às 20:30

normalmente as pessoas costumam por de parte até mesmo os mais jovens apenas por terem doenças ou atitudes diferentes e isso é tao injusto porqe todos deveriam ter a mesma oportunidade d ser qem é sem ter constantemente pessoas a olharem d lado e agir d uma forma estupida :/
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.10.2010 às 23:47

Olá..a sociedade consegue ser muito cruel.. é verdade..e há uma tendência natural a segregar os que achamos menos capazes.. ou simplesmente diferente... está em nós lutarmos para que não seja assim.

Jorge
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 25.10.2010 às 23:07

Que o teu "menino" liberte toda a energia em brincadeiras como esta para poder aplicar-se na "hora certa" às suas obrigações.
Talvez precise de mais liberdade, mais brincadeira, mais...
És (sois) atento e com certeza ele vai compensar esse teu (vosso) esforço (amor).
Talvez demore mais um pouquinho para estes meninos. Talvez amadureçam mais lentamente, mas acabam por conseguir encontrar o rumo.
Felicidades “N”. Não esqueço o teu olhar meigo e bondoso. Na hora de prestar atenção, tu deste-ma sem que eu a solicitasse.
Beijo
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.10.2010 às 23:48

Olá Flor

Esperemos que sim.. que consiga superar-se e à vida... estaremos para para o ajudar

beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Abigai a 26.10.2010 às 09:25

Olá Jorge,
Nos primeiros anos, eu tinha muitas ambições em relação ao futuro do G. Demorei algum tempo a perceber e sobretudo a aceitar que ele era diferente, que não iria ter o percurso que desejava que tivesse, que não iria ser a mente brilhante que esperava. Hoje, não ambiciono nenhum futuro específico para ele, apenas que siga o seu caminho feliz, sei que qualquer que seja o seu percurso, dará sempre o seu melhor, e é apenas para isso que o educo, para que dê sempre o seu melhor e aprenda a nunca desistir e lutar para chegar lá.
A hiperactividade e sobretudo o défice de atenção, são um entrave grande, não por não serem capazes mas por demorarem mais do que os outros e sem o apoio certo, muitos desistem. O pai do G. só não desistiu porque teve a sorte de conhecer uma professora espectacular que acreditou nele, prof. de desenho que viu as potencialidades criativas dele e o soube convencer e encaminhar. Se não fosse essa professora, aos 18 anos, quando terminou o 9º ano, teria desistido, falta de apoio, falta de disgnóstico e muito mal rotulado! 9º ano com 18 anos, muitas retenções e pouca compreensão e apoio!
A minha luta é para evitar que aconteça o mesmo com o G., não me preocupa que seja retido em algum momento, sei que pode ser necessário, mas preocupa-me que seja posto de parte e que ninguém veja nele as potencialidades que tem.
Anabela
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.10.2010 às 23:52

No fundo é o que passamos todos os pais de crianças hiperactivas, rapidamente a luta do dia a dia se sobrepõe a tudo.. mas não podemos desistir nem deixar de acreditar.. porque eles merecem todo o nosso empenho.

Jorge
Sem imagem de perfil

De crema aumento seno a 27.10.2010 às 13:49

Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou estudando Português, eu não consigo entender tudo, mas quase! ;)

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D