Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os cubanos inventam qualquer coisa para sobreviver

 

Imagem do Público

 

Esta semana ficamos a saber que afinal em Portugal há portugueses de Primeira, os accionistas das grandes empresas que com a cumplicidade dos mesmos do costume PS, PSD e CDS,  vão antecipar o pagamento de dividendos de modo não pagar os novos impostos por mais valias. Estes são os mesmos empresários que depois vem para a televisão a falar de peito feito e a reivindicar que se possa despedir a torto e a direito sem tantos problemas.

 

Depois há os de segunda, alguns funcionários públicos nos Açores para quem o Governo regional, que é do PS, decidiu criar um subsidio especial de modo a contrariar a descida de salários decretada pelo governo.

 

E há os outros, que vão pagar mais IVA, mais IRS e ter menos salários...ou seja todos nós.

 

Há uns dias li uma reportagem do Público que se chamava:Trinta dias como um cubano, a história de alguém que decide ir um mês para cuba e viver com o salário de um empregado médio cubano, aconselho vivamente que todos leiam, é só seguir o link.  Na reportagem explica-se que com o salário normal ninguém vive mais que 12 dias, para viver o resto do mês todo o mundo se torna um chico esperto e tira ao estado tudo o que pode.

 

A julgar pelo que aconteceu esta semana, parece que o caminho que seguimos é o mesmo de Cuba, o estado tira por um lado e os chico espertos vão buscar pelo outro... a diferença é que em Cuba a coisa é igual para (quase) todos, por cá, ainda é só para alguns.... mas a julgar pelo que vamos lendo ... em breve será para todos... a miséria, que as benesses acabam mais tarde ou mais cedo.

 

Isto irrita... mesmo, será que eles não tem vergonha na cara?

 

Jorge Soares

publicado às 22:22


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Fernando Peixoto a 24.02.2011 às 09:53

Bom dia,Francamente já não sei é de facto o Jorge Soares que responde ou se é quem está resposável pelo blog!Mas retornado ao assunto espanta-me que não faça a miníma referência à multidão que em Portugal não tem sequer para um dia.Espanta-me também que não apareçam sinais relativos ao porquê da situação não ter evoluido para melhor;As barbaras sanções da ONU,do FMI,e afins.Mas penso que o melhor de facto é ficar por aqui,pois se 0,8% concentra toda a riqueza em Portugal e há mais uns poucos a viver bem e achar tão diferente as situações é para mim confuso.Sabe que em Portugal fui um dos que mais "barulho"fiz sobre o acumular de trabalhos(olhe o Pacheco Pereira,diz mal de portugal até dizer chega,mas tem programas de televisão,é deputado,escritor,comentador rádiofonico,professor etc...Mas não dá lugar aos novos)e pensões obscenas,casos havia até Dezº2010 de 6 reformas acumuladas e alguns com 175€ para sobreviver um mês(acha que este valor dá para os tais 12 dias?!)!Já vi que temos cocepções de sociedade diferentes mas garanto-lhe que a sociedade Portuguesa é muito,mas muito mais injusta que a de cuba.Lá de certeza não havia Pachecos Pereiras,nem nenhuma Vara que pudesse passar por todos num centro de saúde. Olhe aqui,só por cima do meu cadáver ! Continuação em bons escritos ! Cumprimentos fp

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D