Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quem ganhou estas eleições presidenciais?

por Jorge Soares, em 23.01.11

Democracia

Assim à primeira vista a primeira conclusão a retirar é que estas eleições eram mesmo dispensáveis, parece que a lógica prevaleceu, os presidentes da república ganham sempre as reeleições e por norma se contarmos os votos dos que não puseram lá os pés, quem ganhou foi a abstenção... quem perdeu?.... bom, quanto a mim, quem perdeu foi mesmo o país....

 

Não puseram lá os pés mais de 6 milhões de pessoas, há que ter em conta que os emigrantes também votam para as presidenciais, 6 milhões de pessoas que acham que podem deixar o destino do país, o seu destino, nas mãos dos outros... por muito que tente eu não consigo perceber qual é a lógica disto, se alguma dessas pessoas passar por aqui, faz favor de me deixar um comentário a explicar porque não votou.

 

Como não podia deixar de ser, estas eleições tiveram um caso, e foi por mero acaso que eu não fui apanhado por ele,  há muito que a P. perdeu o cartão de eleitor, como nas eleições anteriores fui ao site do MAI ver qual o seu número de eleitor. Por curiosidade decidi ver o que aparecia para mim... e descobri, que desde as ultimas eleições até hoje, mudei de número de eleitor e de local de votação. Entendo que com a actualização dos meus dados via cartão do cidadão, se actualizem os cadernos eleitorais, o que não entendo é porque motivo não avisam os eleitores quando isto acontece. Se não fosse a minha curiosidade, teria batido com o nariz na Urna..e duvido que alguém me tivesse conseguido explicar onde era o local certo.  Não havia necessidade.

 

Dos últimos dias da campanha, ficou-nos a certeza que o agora presidente eleito tem bastantes rabos de palha, passamos os últimos 5 anos a ouvir falar do canudo do Sócrates, dos valores da compra do apartamento da mãe do Sócrates, do caso Freeport...  veremos se a partir de amanhã continuamos a ouvir falar ou não das acções do BPN e da escritura da casinha de férias da Coelha, veremos se há neste país jornalistas com tomates para exigir ao senhor as explicações que ele disse que daria depois do dia 23, ou se todo o mundo passa uma esponja sobre o assunto.

 

Respondendo ao titulo do post, quem ganhou já sabemos, quem perdeu?.. É claro que Alegre perdeu, o Bloco de Esquerda perdeu, não sei se o PS as queria ganhar, foi por demais evidente a falta de empenho e  apoio na campanha... é estranho, mas assim de repente, quer-me parecer que o PS prefere um Cavaco conhecido que um Alegre por conhecer....mas uma coisa é certa, o país perdeu..e lá para Abril vamos perceber porquê.

 

Jorge Soares

publicado às 21:37


1 comentário

Sem imagem de perfil

De xana a 23.01.2011 às 23:47

Acho que os cadernos eleitorais por aqui não foram actualizados, eu continuo com o mesmo número, ainda me disseram, para ir à sede de freguesia, por ter cartão de cidadão, mas eu sabia o meu número de eleitor e lá constava ele dos cadernos.
Sou da mesma opinião que tu, se era para ficar igual, nem valia a pena gastar dinheiro dos nossos impostos. Sou da mesma opinião que tu, enquanto mais de 50% dos eleitores ficar em casa, só mudaremos para pior, e a próxima etapa para piorar tudo é mesmo em Abril. Eu irei votar, como sempre fiz, mas sei que como nestas eleições, o meu voto fará pouca diferença, enquanto houver pessoas que deixam as sondagens ditar quem ganha antecipadamente, e que ficam em casa à espera que outros escolham por eles e depois são os primeiros a queixarem-se. Quem não escolhe, não tem de queixar-se, tem que se sujeitar. Nós que votamos, podemos reclamar, fizémos uma escolha, boa ou má, mas exercemos um direito que é de todos. Votar não é obrigação, é antes de mais um direito, um poder escolher uma orientação para o país, escolher quem olhe pelos nossos diereitos e deveres enquanto cidadãos de um país. O probelma surge quando uma maioria de memória curta escolhe quem apenas olhe pelos nossos deveres, e obrigações, atropelando os nossos direitos, tornando aquilo que deveria ser uma Democracia, em algo que tenderá a tornar-se semelhante a uma ditadura encapotada por sorrisos, e palavras mansas só para entreter. Custa-me a entender esta mentalidade portuguesa, de manter pessoas na política a dirigir os destinos do país, que já se provou que fugiram aos impostos, facilitaram negócios, fecharam aos olhos á corrupção e beneficiarm uns quantos, e foram benefiados por outros tantos, mas parece que este tipo de governção já vem desde os tempos dos descobrimentos, já está no ADN português.
bjks

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D