Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quem ganhou estas eleições presidenciais?

por Jorge Soares, em 23.01.11

Democracia

Assim à primeira vista a primeira conclusão a retirar é que estas eleições eram mesmo dispensáveis, parece que a lógica prevaleceu, os presidentes da república ganham sempre as reeleições e por norma se contarmos os votos dos que não puseram lá os pés, quem ganhou foi a abstenção... quem perdeu?.... bom, quanto a mim, quem perdeu foi mesmo o país....

 

Não puseram lá os pés mais de 6 milhões de pessoas, há que ter em conta que os emigrantes também votam para as presidenciais, 6 milhões de pessoas que acham que podem deixar o destino do país, o seu destino, nas mãos dos outros... por muito que tente eu não consigo perceber qual é a lógica disto, se alguma dessas pessoas passar por aqui, faz favor de me deixar um comentário a explicar porque não votou.

 

Como não podia deixar de ser, estas eleições tiveram um caso, e foi por mero acaso que eu não fui apanhado por ele,  há muito que a P. perdeu o cartão de eleitor, como nas eleições anteriores fui ao site do MAI ver qual o seu número de eleitor. Por curiosidade decidi ver o que aparecia para mim... e descobri, que desde as ultimas eleições até hoje, mudei de número de eleitor e de local de votação. Entendo que com a actualização dos meus dados via cartão do cidadão, se actualizem os cadernos eleitorais, o que não entendo é porque motivo não avisam os eleitores quando isto acontece. Se não fosse a minha curiosidade, teria batido com o nariz na Urna..e duvido que alguém me tivesse conseguido explicar onde era o local certo.  Não havia necessidade.

 

Dos últimos dias da campanha, ficou-nos a certeza que o agora presidente eleito tem bastantes rabos de palha, passamos os últimos 5 anos a ouvir falar do canudo do Sócrates, dos valores da compra do apartamento da mãe do Sócrates, do caso Freeport...  veremos se a partir de amanhã continuamos a ouvir falar ou não das acções do BPN e da escritura da casinha de férias da Coelha, veremos se há neste país jornalistas com tomates para exigir ao senhor as explicações que ele disse que daria depois do dia 23, ou se todo o mundo passa uma esponja sobre o assunto.

 

Respondendo ao titulo do post, quem ganhou já sabemos, quem perdeu?.. É claro que Alegre perdeu, o Bloco de Esquerda perdeu, não sei se o PS as queria ganhar, foi por demais evidente a falta de empenho e  apoio na campanha... é estranho, mas assim de repente, quer-me parecer que o PS prefere um Cavaco conhecido que um Alegre por conhecer....mas uma coisa é certa, o país perdeu..e lá para Abril vamos perceber porquê.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37


130 comentários

Sem imagem de perfil

De Ricardo José Costa da Silva a 23.01.2011 às 23:22

Aceito a sua opinião com todo o respeito e é livre de votar ou não votar, mas não é por deixar de votar que vai fazer frente a quem quer que seja.
Se querem fazer frente ao desgoverno que existe no nosso país, porque é que não deixa de pagar os seus impostos? Porque não deixa de usufruir dos bens do Estado? Porque não deixa de contribuir para o Estado?
Sem imagem de perfil

De Martins a 23.01.2011 às 23:34

Os unicos bens do Estado que usufruo sao as pessimas estradas por onde circulo... Mas devo pagar bem o luxo nos combustiveis...

Quanto aos impostos n sou eu que pago, e o estado que me rouba, e descaradamente... Nao sei para que pois nem consigo uma simples consulta...

A minha esperanca e a reforma dourada que vou ter!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.01.2011 às 23:41

E acha que é não votando que vai conseguir mudar isso?.. é o contrário, não votando só consegue que continuem lá os mesmos... porque quem vota vota sempre nos mesmos.. e está visto que com os que por lá tem passado as coisas não vão mudar... que tal votar noutros e ver se são ou não capazes de fazer melhor.. ou, em alternativa, porque não se candidata e mostra que era capaz de fazer melhor?

O mais fácil é isso, não votar e depois dizer que quem lá está não serve, que tal fazer algo para que as coisas mudem?

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Martins a 23.01.2011 às 23:51

"porque quem vota vota sempre nos mesmos.. '

Entao se e pra votar nos mesmos... vale a pena?
Como posso votar nos outros se sao sempre os mesmos?
Quem sabe n surge por ai um movimento de abstencionistas...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.01.2011 às 21:48

Os abstencionistas estão-se a marimbar para o governo e para quem governa.. como é que se poderiam juntar no que quer que fosse?.. não me parece que isso possa ser possível.

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Daniel a 24.01.2011 às 11:56

concordo plenamente com essa ideia, pena é que poucas pessoas pensem assim. Está mais que visto que os ultimos governantes do "vira o disco e toca o mesmo" não tem ideologias democraticas , mas sim imperialistas! cada vez mais a população tem menos acesso a qualquer producto seja de 1ª ou 2ª necessidade, nós tambem temos direito a beber , fumar ,comer viajar, ou seja disfrutar de simples "luxos"! quanto aos combutiveis , retomando ao comentario anterior acho que o povo se devia juntar e riendivicar uma reduçao significativa dos mesmos! Se bem repararam ultimamente nao se tem ouvido as vozes dos camionistas, porque será!!?? talvez um acordo benéfico que nós desconhecamos. .
Sem imagem de perfil

De sandra a 24.01.2011 às 12:27

Concordo quem não vota não pode criticar, pois nada fez para mudar....eu somento posso dizer que o grande vencedor continua a ser a abstenção (infelizmente).
Sem imagem de perfil

De Cris a 24.01.2011 às 19:24

O problema é que eu vejo os mesmos em todo o lado. Não vejo outros. Outros só apareceriam quando o paradigma da ganância desaparecesse. Para isso, eu faço o que posso, mas garanto que não é na mesa de voto. Estou farta de bla bla bla, promessas vãs aos cidadãos, porque as verdadeiras promessas que cumprem é para os amiguinhos. Convenhamos, este sistema está podre. Eu não confio nos políticos! E assim como o Jorge não entende quem não vota, eu não entendo quem vota. Na verdade, eu gostava que não tivesse ido votar ninguém. Isso sim, seria bom de ver!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.01.2011 às 21:52

Cris, imaginemos que por uma daquelas coisas, tínhamos umas eleições com 100 % de abstencionismo, o que se passaria a seguir? a classe politica decidia que o povo não os queria e abandonava o governo, o que acha que se passaria a seguir?

Jorge
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.01.2011 às 02:50

Devo dizer como estudante em Londres, este jovem de 20 anos, decidi não ir à embaixada votar para, num domingo (tão lindo dia santo), estar na faculdade a trabalhar, coisa que não se vê nos politicos do nosso país -trabalho em prol de um bem comum-!

Fugi, e ainda bem que o fiz! Se agora aqui estou, não foi com o apoio do meu amado país e do seu governo é com o esforço dos meus pais e.... calma (isto é giro... sim, mete mesmo piada) é também com o apoio do governo britânico que me paga as propinas e algum sutento!

Portanto:
- sou português;
- estou no estrangeiro;
- batalhei para ter uma bolsa que me foi rejeitada pelo sistema que gere Portugal;
- o governo do meu país de acolhimento reconhece valor e autoriza-me numa das suas universidades!
(Mete piada...)

Acho mal não ter votado, mas antes não me prejudicar do que me ver associado a tal escumalha que se rege por valores negros que afundam um país que tem muito para dar e crescer, no entanto SOBREVIVE cada vez com menos esperança. Foi à procura dela que emigrei e quando a encontrar volto para Portugal.
Sem imagem de perfil

De J.C.Marques a 24.01.2011 às 14:34

P/o Anónimo deLondres.

Tens toda a razão, só é pena assinares como anónimo pois isso é uma cobardia, assim até pareces que também pertences á quadrilha do Cavaco ( ñ é aquele que assaltava bancos nos anos 80).
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.01.2011 às 21:58

Vivemos no mundo das oportunidades, agarrou a sua, parabéns, está feliz aí?, óptimo... tem que trabalhar ao Domingo porquê?, vejo que interiorizou perfeitamente o espírito do emigrante, deixe-me adivinhar, a seguir a ter um pé de meia vai pegar na mala de cartão e vai voltar para a terrinha a dizer que no estrangeiro é que era bom e que por aqui tudo é mau?, oups... acho que não precisa de o fazer, já o consegue fazer via internet.

Conheço vários estudantes estrangeiros que fazem o doutoramento por cá e dão aulas na faculdade..de certeza que sabem aproveitar muito bem as oportunidades que o estado português ainda bem..e ainda bem que você também aproveita as oportunidades que o governo inglês lhe dá a si.

Sem imagem de perfil

De safira a 24.01.2011 às 13:02

Muito bom conselho, quer dizer não ir votar para Boneco da republica é deixar que os outros decidam por nós deixar de pagar impostos, e deixar que os outros paguem por nós, bonito é por causa destes conselhos que estamos neste desgoverno uns pagam outros nem querem saber penso que o protesto de não ir votar é mais válido não acha?
Sem imagem de perfil

De Cris a 24.01.2011 às 19:28

Desde quando é que nós decidimos o que quer que seja. Não são eles (os políticos) que o fazem, sem nos perguntarem a opinião? Esse argumento não cola comigo.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.01.2011 às 22:00

Cris, nós decidimos que se reúne a tomar as decisões.. é para isso que serve o governo.. e é para isso que nós votamos, para que quem decide sejam aqueles que achamos mais capacitados para isso... quanto a mim, quem não vota está-se a marimbar para isso e acha que qualquer um serve.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D