Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A abstenção e a lógica da batata

por Jorge Soares, em 24.01.11

A abstenção e a lógica da batata

 

Imagem do Público

 

No post de ontem deixei uma pergunta, graças ao pessoal do SAPO que colocou o post em destaque, não só tive uma avalanche de visitas, mais de 7000, como tive uma avalanche de respostas, mais de 100 comentários.

 

Depois de tudo lido, a conclusão é no mínimo estranha, as pessoas não vão votar porque os políticos que temos são todos iguais e acham que a melhor maneira de os castigar é não votando.... Curioso, porque eu diria que o efeito é mesmo o contrário, os politicos estão-se a marimbar para quem não vai lá e só lhes interessa mesmo quem vota... neles de preferência. No fim fiquei com uma dúvida ainda maior, há uma solução para tudo isto, ou simplesmente não votar vai resolver tudo?

 

Estou cada vez mais convencido que o voto deveria ser obrigatório, se não temos um povo com consciência do dever cívico então a solução é arrebanhar tipo cordeirinhos e levar às mesas de votação.

 

Jorge Soares

publicado às 22:41


1 comentário

Sem imagem de perfil

De xana a 24.01.2011 às 23:55

Concordo contigo. Não votar não é solução. Se ninguém votar, mais depressa voltamos a ter um "Dr. António" no poder, e isso, espero que não se repita, porque não voltará a acontecer outro Abril de 74 com cravos. Estamos mal governados desde as bases, é bem verdade, mas não fazer nada, é deixar que continuem a roubar-nos à descarada, a pisar nos nossos direitos, só mantendo as nossas obrigações. Achas que Cavaco vai impedir a nova lei de despedimentos, e indemnizações? Óbvio que não. Querem ser iguais aos outros países da Europa? Paguem salários como os outros países da Europa, e depois então podem rescindir como nos outros países da Europa. Tanto que os nossos antepassados, pricipalmente as mulheres lutaram pelo direito ao voto, muitas morreram por essa luta. É nosso dever honrar essa luta, mostrar que estamos cá para fazer valer os nossos direitos, e deveres. Foi uma luta para que todos possamos hoje ter mais liberdade, mais poder de escolha, e não votar não é esolher coisa nehuma, é deixar que outros escolham por eles, e depois reclamam do presente envenenado. Se nenhum dos candidadtos agrada, vote-se em branco, mas vote-se. Cá está um imposto que devia ser criado, quem não votasse pagava multa, mas ia dar no mesmo que dão outras taxas e impostos, era vê-los a fugir de pagar o que só mostra que na prática são iguais àqueles que tanto criticam e em quem não querem votar. Votar devia ser obrigatório, já que como direito as pessoas não se dignam usufruir dele.
(vou embora, já fiz uma "salganhada de uma coisa simples).
bjks

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D