Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A abstenção e a lógica da batata

por Jorge Soares, em 24.01.11

A abstenção e a lógica da batata

 

Imagem do Público

 

No post de ontem deixei uma pergunta, graças ao pessoal do SAPO que colocou o post em destaque, não só tive uma avalanche de visitas, mais de 7000, como tive uma avalanche de respostas, mais de 100 comentários.

 

Depois de tudo lido, a conclusão é no mínimo estranha, as pessoas não vão votar porque os políticos que temos são todos iguais e acham que a melhor maneira de os castigar é não votando.... Curioso, porque eu diria que o efeito é mesmo o contrário, os politicos estão-se a marimbar para quem não vai lá e só lhes interessa mesmo quem vota... neles de preferência. No fim fiquei com uma dúvida ainda maior, há uma solução para tudo isto, ou simplesmente não votar vai resolver tudo?

 

Estou cada vez mais convencido que o voto deveria ser obrigatório, se não temos um povo com consciência do dever cívico então a solução é arrebanhar tipo cordeirinhos e levar às mesas de votação.

 

Jorge Soares

publicado às 22:41


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Portuga a 25.01.2011 às 12:24

O que o Senhor e os seus amigos vêm aqui fazer é ridicularizar com os seus comentários uma decisão de mais de 50% dos portugueses chamando-os de estúpidos por se terem abstido de votar! Esta decisão foi baseada numa liberdade cívica contemplada na Constituição da República Portuguesa e em qualquer democracia ocidental! A sua sugestão do voto passar a ser obrigatório tem tudo menos de teor democrático!
E já agora, porque não aplica isso ao Regimento da Assembleia da República para os Deputados? Se calhar os Deputados do seu partido já são obrigados a não se poderem abster! Isso sim, já acredito...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.01.2011 às 13:26

Não tinha dito há bocado que não ia cá voltar?, ou acha que por mudar de zé povinho para portuga passa a ser outra pessoa?.. há algo chamado IP sabia?, e o seu é 89.206.183.35, quando comenta como zé povinho ou como portuga.

Não percebo de qual partido está a falar, se há algo de que me orgulho é de não ter nem nunca ter tido nenhum, penso por mim e pela minha cabeça.

O que eu faço aqui é criticar sim, criticar quem não vota e depois diz que o faz para mudar o sistema, como se não ir votar fizesse mudar alguma coisa.

Não sei o que é para si a democracia mas para mim é poder criticar e dar opinião....
Sem imagem de perfil

De Zé a 25.01.2011 às 13:37

O senhor é mal educado e mal formado...nem a escola primária o poderá ajudar

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D