Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

"Sou professora na escola de Vila Real, digo no frigorífico, porque as temperaturas dentro da escola são inferiores às da rua. Na primeira 3ªfeira do ano tive aulas toda a tarde e apesar de estar enregelada e a meio da tarde me ter sentido febril, como tinha reunião de encarregados de educação só sai da escola às 20 horas. Quando cheguei a casa estava com temperatura e nos dias seguintes fiquei mesmo sem voz, no entanto graças à colaboração dos alunos consegui dar as minhas aulas. Mas todos os dias há alunos a faltar e alguns professores que não se aguentam de pé. Ainda bem que o estatuto do aluno mudou e as faltas justificadas já não contam para efeitos de testes de recuperação, se isto tivesse acontecido no ano anterior para além de doentes ainda estaríamos sobrecarregados de trabalho…

Mas o que me levou a escrever este comentário é que, segundo o ministério da educação, não há escolas públicas a rebentar pelas costuras, porque eles resolvem isso com 30 alunos ou mais por turma, já tive uma com 32…
Quanto às distâncias nem imaginam o que as crianças de Trás-os-Montes passam – 20 km não é nada – caminhos em mau estado e estreitos e no Inverno, devido ao gelo, extremamente perigosos, ou pensam que as aldeias são todas acessíveis pelo IP4 ? Em muitas aldeias têm mesmo que andar 3 ou mais Km para apanhar o transporte…
Sabem que há crianças que a única refeição em condições é a que comem na escola e, por vezes, nem agasalho adequado trazem para suportar o frio? Sabem a que preço está o pão? E o leite? E as batatas? E o arroz?
Deixo-vos um tema de discussão sobre o Portugal real!!!"

 

O comentário acima foi-me deixado no post da passada quinta feira em que se falava do financiamento das escolas privadas. Ao contrario do que diz a Leamar, eu não acho que o Ministério da Educação esteja a lançar as pessoas umas contra as outras. Estamos a falar de um protocolo que foi pensado e assinado há muitos anos atrás quando as condições das escolas, da educação e até do país eram outras. Acredito que como diz a Leamar, existam escolas destas que são uma verdadeira mais valia e o garante de uma educação de qualidade para muita gente, mas a percepção que tenho, até pelo que conheço aqui em Setúbal, é que na maioria dos casos, estas são escolas para as elites, onde dificilmente se consegue uma vaga a menos que se tenham muitas cunhas e onde  a maioria das pessoas paga um balurdio por condições que afinal não diferem muito das escolas públicas da cidade...e eu falo por experiência... não quero alongar muito o post, mas a coisa terminou quando numa reunião de pais eu disse às senhoras freiras que elas não eram sérias...e não eram.

 

Não é necessário ler o comentário desta professora da Escola de Vila Real para percebermos que apesar de as coisas terem melhorado bastante, falta muito por fazer nas nossas escolas, e como disse no outro post, acho que o governo em lugar de estar a financiar escolas privadas, tem que utilizar esse dinheiro para melhorar o ensino público e garantir que todas as crianças tem acesso a escolas dignas e com um mínimo de condições.

 

Jorge Soares

publicado às 21:56


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D