Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fórum de gerações

 

Imagem do Público

 

Hoje falta-me o tema e a inspiração... há dias assim, há pouco estava a dar a volta pela vizinhança e deparei-me com este post da Marta, concordo com ela em quase tudo, excepto na importância que se dá às músicas e em especial ao JEL. A mim quer-me parecer que mais que fazer andar o que quer que seja, ele soube aproveitar muito bem o andamento da carruagem.

 

Ouvindo tudo o que ele diz no vídeo fico a pensar que já ouvi tudo aquilo, mas isso sou eu, que costumo dar atenção ao que se diz nos discursos da festa do avante, ou ao que dizem os deputados do bloco de esquerda no parlamento. Não, ele não diz nada de novo, ele não inventou nada, nem anda a ler livros que outros não tenham lido antes... mas é muito triste que num país como o nosso, tenha que aparecer um palhaço para que as palavras façam sentido.. com todo o respeito pelo profissional da comunicação que é o JEL.

 

 

 

 

 

Jorge Soares

 

PS: Acabo de ver uma nova petição do Facebook que pede 1 Milhao no facebook para DEMISSÃO DO GOVERNO... se calhar era melhor darem uma palavrinha ao Passos Coelho antes, não vá a ser que ele não esteja interessado em ficar com o menino e o tenham que dar para adopção...sabe-se lá de quem.

 

publicado às 21:52


11 comentários

Sem imagem de perfil

De in-perfeita a 13.03.2011 às 23:44

Um pouco no seguimento de tudo isto, Sócrates, Passos Coelho, políticos, acabo de passar num blog e consegui rir :)
Lê quando puderes:
http://dilemasdeumpais.blogs.sapo.pt/4935.html
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2011 às 22:52

Olá

LOL... e podia ser aplicada a 90% dos comentadores e políticos deste país.
Sem imagem de perfil

De xana a 14.03.2011 às 00:13

O P.P.C. está desejando agarrar o menino, ainda que este seja uma bomba relógio... até está desejando ser ele a ligar o cronómetro...
bjks
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2011 às 22:53

Não sei não.. como estão as coisas? não sei se será assim tão liear
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.03.2011 às 01:17

“Velha austeridade”

Durão saúda a austeridade
Lá da sua austera poltrona
Cá a nossa já é quarentona
Está-se a acabar a mocidade

Está a começar a envelhecer
E já tem umas rugas na face
Não é coisa que lhe desejasse
Um dia acabará por morrer

Outra coisa não era de esperar
Bem austero será seu funeral
Por isso comecem já a pensar

Quem lhe sucederá em Portugal
Será outra e não tarda a chegar
Num estilo bem mais ditatorial.
Sem imagem de perfil

De Avelino Anonimus a 14.03.2011 às 14:48

Só me apetece dar Parabéns a esta geração.
Levantada das ruínas a que muitos lhe destinaram.
E perante a descrença de muitos, quer no associativismo e cooperativismo e na organização.
Deram uma boa chapada de luva branca ao todos esses.
Demonstraram a muitos que não estão sozinhos nesta geração rasca.
Á rasca estamos todos nós com a situação precária em que vivemos.Arrastaram Pais, Familiares e outros profissionais para este protesto.
Fazendo crer que os valores partidários, desde a esquerda á direita, estão muito mais ultrapassados do que realmente nos apercebemos.
BE, PCP, PS, PSD, CDS.
Não temos adevida representatividade que politica que merecemos.
Aliás desafio quem quer que seja a dizer qual o Partido politico que quer uma reforma ao seu proprio partido?
Nenhum...
E o que esta manifestação demonstrou foi isso mesmo.
Que esta geração "aflita", não vota nem quer intervir mais profundamente nas questões politicas, porque não se revêem em nenhum deles.
Aliás foi muito mau o que quiseram fazer todos os partidos políticos ao se colarem a esta manifestação.

Parabéns ao movimento que não se deixou politizar.
Parabéns Geração "Aflita" que vai dos 8 aos 80.

Avelino Anonimus
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2011 às 22:54

Da maneira como colocas as coisas... fico a pensar, se nenhum dos partidos nos representa.. que achas que deva acontecer no futuro próximo? quem deveria governar-nos?

Jorge
Sem imagem de perfil

De Avelino Anonimus a 14.03.2011 às 15:03

Tchii...
Esqueci de deixar expresso que embora esta movimento tenho sido um bom ensinamento á classe politica.
Não acredito que vá fazer grande mossa ou trazer grandes mudanças.
Pois o poder de decisão está fora de Portugal e dos nosso políticos.
Sejam eles quem forem.

Avelino Anonimus
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 14.03.2011 às 22:55

"Pois o poder de decisão está fora de Portugal e dos nosso políticos."

Isso é algo que li muitas vezes e não consigo entender... está onde? em quem?
Imagem de perfil

De Marta M a 15.03.2011 às 14:47

Jorge:
Percebo o que diz sobre a mensagem do Jel ser apenas o retomar de um discurso conhecido e já testado por aí..Mas ser absolutamente original hoje em dia em que as declarações e os meios para o fazer se multiplicam, pois tornou-se imensamente difícil.
Se é verdade que ele não sai muito do "guião" e do politicamente correcto, também tudo o que disse não se tornou menos verdade por ser dito por ele...Ou por ter sido sublinhado novamente.
O facto de ter introduzido a entrevista no post, prendeu-se em muito a que se percebesse que, sendo a cantiga uma arma (e neste caso, foi, gostemos ou não do género) esta serviu o propósito de mobilizar e de despertar muitos que, de outra forma, nem dariam pela manif...E também mostrar que eles (ele, em particular) não são apenas aquele personagem que se conhece.
Continuo apensar que todas as ajudas e todas as formas de mobilização limpas servem a causa.
Mas isso sou eu a pensar alto na minha função de optimista de serviço ;)
Ainda acredito neste país - que hei de fazer?
Abraço
Marta M
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.03.2011 às 23:00

Marta...

No essencial eu concordo com tudo o que dizes aqui e no teu post.. só acho que neste caso e apesar de a cantiga poder ser efectivamente uma arma, esta cantiga não é mais que o aproveitar de uma situação... e ele como bom comunicador que é, está a aproveitar muito bem a situação para promover a sua forma de fazer humor.

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D