Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E agora Portugal?

por Jorge Soares, em 06.04.11

Portugal pediu ajuda externa.. e agora?

Imagem do Público

 

A dificuldade de Portugal em aceder “em condições de normalidade” ao financiamento dos mercados de crédito internacionais tornou-se “uma ameaça real” ao financiamento do Estado, do sistema bancário e da economia nacional....

 

Andávamos há uns dias no jogo do empurra, o governo chegou ao ridículo de sugerir que seria o Presidente da República quem deveria fazer o pedido de ajuda. A campanha eleitoral está instalada, a oposição aproveitou os últimos dias de funcionamento da assembleia da república para num claro acto de atirar areia para os olhos do povo, chegar finalmente a acordo para deitar abaixo normas e decretos do governo.  

 

O governo não soube tomar as medidas em tempo útil, estas  foram sempre tomadas com pelo menos um ano de atraso, mais que resolver foi tapando buracos.. até que o buraco era maior que ele.

 

O que se segue será muito duro, a chegada de dinheiro ao pais terá contrapartidas que irão incidir sobre todos nós, basta ver a crise social que se instalou na Grécia após a chegada da ajuda.... virá dinheiro sim, mas ninguém dá nada a ninguém. Estamos há dois anos sobre medidas de austeridade... mas virão mais, muitas mais.

 

Entretanto há coisas que são difíceis de perceber, no mesmo dia que pede ajuda exterior, o governo anuncia que suspende portagens nas SCUTS, não sei quantos milhões representa isto nas contas do estado, mas é mais uma medida eleitoral. Estas portagens foram uma exigência do PSD, o governo quis sacudir a água do capote... quanto a mim de forma completamente irresponsável..  porque em época de crise, todos os milhões contam.

 

Entretanto parece que a maioria da população ainda não percebeu a verdadeira situação do país, dizia-se hoje de manhã na Antena 1 que as viagens para as Caraíbas, Brasil e Cabo Verde, estão esgotadas para a época da Páscoa, e que os hotéis no Algarve prevêem reservas de quase 100%.... pois é, crise!

 

Jorge Soares

 

publicado às 21:41


19 comentários

Sem imagem de perfil

De Sandra Cunha a 06.04.2011 às 22:13

Jorge, estou em crer que essas pessoas que vão de férias para o estrangeiro e para os hotéis do Algarve, são aqueles mais ricos, que cada vez estão mais ricos e respectivas famílias. E aqueles, que trabalhando no privado, julgam que a coisa não vai chegar também a si...

Eu, pelo que me toca, nem férias ali a Milfontes (como consegui ir o ano passado), quanto mais para o Algarve ou para o estrangeiro :(

Ainda não comecei a cortar nas outras coisas. Mas nas férias tem de ser...e a seguir vem o resto...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 06.04.2011 às 22:20

Sandra, os mais ricos encherão um ou dois aviões, estamos a falar das viagens para o Brasil, Cabo Verde, Caraíbas... o Algarve tem muitos milhares de camas... não há assim tantos ricos neste país.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Leamar a 07.04.2011 às 09:49

Oh Jorge...dois aviões enche só o nosso governo...há muita gente rica neste país!!!! Aqui por Fátima é........e mais não digo! Mas convém sempre queixar-se! Pena é eu não estar incluida...já não vou de férias praticamente desde que tive a minha filha. Pronto...não me posso queixar...porque tenho trabalho, o meu marido tem trabalho...já não é assim tão mau.
Mas que há muitos ricos, isso há....pena é que haja muitos mais pobres...e esses não entram nessas estatísticas. Vá lá...quanto muito entram naquelas imagens de praia cheia em fins de semana prolongados! Mas também a praia ainda é gratuita...e eu posso não ir de férias...mas não vou deixar de levar a minha menina à praia só para dizer que estou a poupar no gasóleo. Santa paciência...se há coisa que me irrita é ver a minha patroa dizer que o pessoal não sabe poupar quando as praias estão cheias...apenas porque é o refúgio de quem pouco tem!!! Porque quem tem muito...não é nessas praias que vão a banhos! Eu tenho uma perspectiva diagonal...sou uma "tesa" com alguns familiares cheios dele! E até às vezes tenho sorte... a minha cunhada que tem um apartamente no Algarve, mas vai lá "prá i" um ou dois fins de semana por ano porque férias, como te disse, não são por cá! Mas o ano passado quando ela decidiu ir fazer limpeza no dito apartamento, lá fui eu "à pendura" com a filhota para ela experimentar as águas algarvias. Como vês, mesmo sendo uma "tesa", de vez em quando ainda tenho uma abébiazinha...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.04.2011 às 23:52

Sabes, eu gostava que o que diz a Sandra fosse verdade, mas temo que não assim.

Quem vai de férias para estes destinos não são os realmente ricos, é a classe média. E esta noticia o que mostra é que as pessoas ainda não interiorizaram a crise, continuam a comportar-se e a gastar como se não estivesse a acontecer nada.

Hoje aumentaram os juros, foi pouco, mas vai ter alguma influência em quem comprou casas caras e pediu 100%..se a isto unirmos a descida dos salários... já vai ser significativo,.. mas as pessoas não querem saber... continuam na boa... um dia vão acordar e vai ser tarde...

Jorge
Imagem de perfil

De Miss Pepper a 06.04.2011 às 22:35

Agora é que vão ser elas. Muita gente ainda não tinha "sentido" bem a crise mas agora... penso que ninguém vai escapar. Talvez apenas os ricaços. A propósito das férias, não vás mais longe: conheço um fulano que tem um trabalho precário, sem contrato, sem descontos para seg. social, sem nada. Se por acaso o sítio onde trabalha fecha, o gajo vai viver do ar, literalmente. No entanto, foi passar o carnaval ao Brasil onde teve alguns 15 dias e acho que já tem outra viagem planeada para as férias de verão. Que os ricos façam isso ainda vá porque tªem condições financeiras para se aguentar, agora um pé rapado?!? Não tenho nada a ver com isso mas acho que é uma irresponsabilidade este tipo de coisas num época destas. É a minha opinião e vale o que vale.

Beijokas!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.04.2011 às 23:54

Olá

É também graças a irresponsabilidades como esta que estamos como estamos... o consumismo e o acesso ao crédito fácil levaram a que muita gente viva para além das suas posses.. quando acordam, já é tarde.

Jorge
Imagem de perfil

De Mia a 06.04.2011 às 22:59

Olá, Jorge!

Eu por mim falo. Vou passar uns dias com a família à Eurodisney . Sim e vou gastar uns valentes "trocos". Para fazer este passeio familiar, amealhamos e cortamos em coisas, muitas coisas, que não eram prioridade... posso dizer mesmo futilidades. Recordo que passamos os últimos verões por cá e fizemos férias caseiras. Deixamos de ir jantar fora tantas vezes. troquei de cabeleireiro por um muito mais económico , troquei compras de marca por compras mais em conta.... e podia passar aqui umas boas horas a dizer artimanhas para poder poupar mais.
Como queríamos que os miúdos aproveitassem ao máximo , deixamo-los crescer... porque na Eurodisney existe limite mínimo de altura para todos os divertimentos. E o que fizemos enquanto eles cresciam???Fomos criando, e aumentando, uma reserva monetária para esse fim.No meu parco entender é que a maior parte das pessoas não pensa assim. disponibiliza aquilo que tem (e à justa) e aquilo que não tem para ir de férias. desde que me lembro que sempre ouvi dizer que a vida está mal. Pois está! O problema é que a maior parte não tem uma lista de prioridades e nem sequer tenciona em diminuir o estilo de vida. E se a vida está mais cara é claro que o dinheiro não dá para tudo. Nem a propósito : hoje, ouvi dizer alguém que estava aflita de dinheiro, que este não dava para nada e se os transportes aumentassem não sabia como os ia pagar. Passado uns 10 a 15 min . mostra orgulhosamente uma peça para a sua pulseira da Pandora ( cujo o valor mínimo da peça é de 29 euros)... diz que não conseguiu resistir LOL .

bjinho
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.04.2011 às 23:59

Olá Mia

É claro que há casos e casos.. eu também vou sair na Páscoa, vou até ao Alentejo, mas os planos para ir com os miúdos a Londres no Verão passaram para outra altura.. e lá iremos acampar como todos os anos.

Há muita gente como a que descreves, muita gente que simplesmente nunca soube o que era poupar, nunca soube a real importância do dinheiro..e essas pessoas vão ter muitas dificuldades... porque há muitas coisas que damos como garantidas e que de um momento para o outro podem simplesmente deixar de lá estar.. coisas como subsidio de férias... ou o de natal... imaginas o que seria isso para muita gente?

Jorge
Imagem de perfil

De Marta M a 06.04.2011 às 22:59

Jorge.
Como já escrevi hoje, foi com muita tristeza que assisto a esse estender de mão do meu país à ajuda externa.
Onde estão os estadistas deste país??
Esta é a pergunta que hoje não me deixa em paz...
Os partidos? Necessários ao saudável funcionamento da democracia...Mas estes são uma receita para o fracasso...
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Jorge. <BR>Como já escrevi hoje, foi com muita tristeza que assisto a esse estender de mão do meu país à ajuda externa. <BR>Onde estão os estadistas deste país?? <BR>Esta é a pergunta que hoje não me deixa em paz... <BR>Os partidos? Necessários ao saudável funcionamento da democracia...Mas estes são uma receita para o fracasso... <BR class=incorrect name="incorrect" <a>trsite</A> , Jorge, triste. <BR>E eu não sou de desanimar fácil...Mas ela há dias... <BR>Veremos <BR>Abraço <BR>Marta M
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.04.2011 às 23:15

Olá Marta

Temos os políticos que elegemos... a cegueira pelo poder é mais forte que o bem estar da população... é o poder a qualquer custo o que nos leva até aqui...

Jorge
Imagem de perfil

De rodrigando a 07.04.2011 às 02:31

Penso o mesmo. E agora?
Desiluda-se quem pensar que vamos ficar melhor porque não vamos.
Vamos apertar ainda mais o cinto mas a vantagem é que vamos todos.
Pelo menos aqueles que não se puderem pôr a milhas.
Eu já não me espanto com coisa nenhuma. Mas tenho pena dos mais jovens e das crianças, que pouco já tinham e ainda vão ficar com menos.
Liberdade, Igualdade, Fraternidade, começam cada vez mais a soar a cinismo.
Um abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.04.2011 às 23:17

Olá

Agora resta-nos tomar consciência de que os problemas existem de que será muito complicado continuarmos com o estilo de vida que se instalou. Há muita gente a dar tudo por garantido... muita gente que vai ter muitas dificuldades.

Jorge
Imagem de perfil

De Fátima Velez de Castro a 07.04.2011 às 13:18

Bem, se o Algarve enche, isso é bom para a economia regional, para o Turismo. Porém também acho que há muita gente que vai de férias sem poder arcar com os custos. Alguém aqui disse que poupou... excelente, porque vai de férias e fica sem os encargos! Outra comentadora diz que vai aproveita a praia que está próximo da residência...óptima decisão!
E aqueles que vão à custa de um crédito, ou que usam o dinheiro do orçamento familiar de forma irresponsável? Viver de aparências é o que dá.
E lá venho eu com a pirâmide de Maslow...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.04.2011 às 13:41

Olá Fátima

Era precisamente esse o meu ponto.... as pessoas ainda não interiorizaram que a situação do país mudou, continuam a viver como se não se estivesse a passar nada..

Obrigado.
Sem imagem de perfil

De Ladrão de açucar a 07.04.2011 às 14:29

Olá Jorge. As pessoas ainda andam com a cabeça enterrada na areia . Depois das férias a bronca vai estourar e vai doer muito a alguns e quando abrirem os olhos será tarde! Muitos estão a queimar os ultimos cartuxos e não sabem. A nós, que estamos neste momento a pensar como vai ser o fututro dos nossos filhos, já dói, mas já nos tentamos safar!
Quando puder asse no meu cantinho. ladraodeacucar.blogspot.com
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.04.2011 às 23:20

As pessoas continuam a dar tudo por garantido, como se vivêssemos num paraíso .. mas estamos muito longe disso.

Esta semana subiram os juros, vai ser muito mais difícil obter crédito... é bom que as pessoas percebam isso.

Jorge

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.04.2011 às 23:10

“Portugal dos pequeninos”

São do arco da governação
Os que nos têm governado
O país está todo encravado
Culpados é que eles não são

Morrerá solteira a malvada
Com ela ninguém quer casar
Vamos ter que nos aguentar
Sem haver culpados de nada

No horizonte estão alinhados
Com suas almas abençoadas
Todas as culpas expurgadas

Caras novas, outras renovadas
Assumirão de novo os destinos
Cá do Portugal dos pequeninos.
Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 08.04.2011 às 19:00

Como a minha querida aluna Fátima, ela hoje professora universitária, não entrou em pormenores relativamente a teoria de Maslow eu resolvi investigar e encontrei isto, ela que me desculpe "meter foice em ceara alheia"!
Aqui vai:
A hierarquia de necessidades de Maslow , é uma divisão hierárquica proposta por Abraham Maslow , em que as necessidades de nível mais baixo devem ser satisfeitas antes das necessidades de nível mais alto. Cada um tem de "escalar" uma hierarquia de necessidades para atingir a sua auto-realização define um conjunto de cinco necessidades:
-necessidades fisiológicas (básicas), tais como a fome, a sede, o sono, o sexo, a excreção, o abrigo;
-necessidades de segurança, que vão da simples necessidade de sentir-se seguro dentro de uma casa a formas mais elaboradas de segurança como um emprego estável, um plano de saúde ou um seguro de vida;
- necessidades sociais ou de amor, afeto, afeição e sentimentos tais como os de pertencer a um grupo ou fazer parte de um clube;
-necessidades de estima, que passam por duas vertentes, o reconhecimento das nossas capacidades pessoais e o reconhecimento dos outros face à nossa capacidade de adequação às funções que desempenhamos;
-necessidades de auto-realização, em que o indivíduo procura tornar-se aquilo que ele pode ser: "What humans can be, they must be: they must be true to their own nature!".
Um abraço para o Jorge e para a Fátima
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 10.04.2011 às 23:21

Olá

Muito obrigado, o saber nunca está demais..

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D