Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tomatina em pamplona

Imagem de aqui

 

Não tenho nada contra Espanha ou os Espanhois, aliás, basta ver que é normalmente o meu destino de férias no Verão, acho que nuestros hermanos são um povo muito mais terra a terra que nós, que vivem de uma forma muito mais intensa as suas cidades e as suas tradições, muito senhores de si e da sua cultura.

 

Nós valorizamos muito menos o que é nosso e temos uma enorme tendência a copiar, muitas coisas, até algumas que não lembram nem ao menino jesus...  e dito isto, faço minhas as palavras do Shark, no Charquinho

 

"Cada um de nós vive em função da conjuntura, da personalidade, da formação pessoal, de uma série de factores que nos distinguem por dentro e por fora, a influência do exterior que nos educa e acaba por nos encaminhar para determinada forma de estar que encaixa ou não nos valores que subscrevemos.

Essa diferença que nos torna únicos não impede que exista uma interacção, o apelo social irresistível que lima as arestas ou fornece os pretextos para ultrapassarmos aquilo que nos distingue e pode, pelo conflito de interesses ou mera incompatibilidade de vivências ou de características, afastar.

 

Por vezes as tais diferenças podem tornar-se obstáculos incontornáveis, quando o comportamento dos outros colide de forma frontal com a escala de valores que abraçamos. O conflito pode (embora não deva) nascer dos termos em que manifestamos a nossa opinião, esse exercício de liberdade de que podemos usufruir enquanto estiverem salvaguardados os seus limites mais ou menos consensuais.

Por isso confesso que estou a fazer um esforço para reprimir a expressão linear do repúdio que uma das notícias para encher chouriço de uma televisão qualquer me provocou, tentando moderar as emoções que as palavras deveriam transmitir.

 

Em causa está uma iniciativa levada a cabo em Braga, nomeadamente uma tomatada que um grupo de cerca de mil pessoas entendeu copiar dos espanhóis.

Durante dois ou três minutos vi no ecrã a forma como largas centenas de pessoas investiram a sua energia, o seu tempo e recursos, toneladas de comida, que poderiam salvar vidas noutro lugar qualquer. Mais de mil pessoas, numa praça, divertidas a arremessarem comida umas às outras apenas porque lhes deu para aí e não para encherem contentores com os seus projécteis improvisados e tratarem de os fazer chegar às bocas de outras pessoas que, neste mesmo país, jamais se divertiriam daquela forma por não terem com o quê. Nem força anímica para o conseguirem.

 

Podia agora dissertar uma moral qualquer, a minha, acerca do que está implícito de hostil na brincadeira tão pueril daquela gente minhota.

Mas prefiro entregar a ti que lês este texto a conclusão que a tua visão das coisas, a tua escolha, entenda extrair.

 

Já disse o que precisava de dizer."

 

Há tantas coisas de jeito que podiamos copiar da Espanha, porque escolher logo uma destas?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42


16 comentários

Imagem de perfil

De shark a 22.05.2011 às 23:28

Não vale a pena ser hipócrita: estou vaidoso por te merecer esta distinção.
Quanto ao tema, acho que partilhamos a conclusão...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.05.2011 às 21:29

Não tens que ficar vaidoso.. as tuas ideias e opiniões são sempre pertinentes e muito bem escritas e explicadas....e estamos muitas vezes de acordo.

Obrigado

Jorge Soares
Imagem de perfil

De poetazarolho a 22.05.2011 às 23:30

“Empate técnico”

Sondagem para teu gosto
Aqui nesta santa terrinha
Eu cá vou fazer a minha
Para não ter um desgosto

Portas vai vencer é normal
Sócrates cuidará deste país
Louça identifica causa raiz
Jerónimo tem vitória moral

Coelho consegue o empate
Ninguém irá sair derrotado
Haverá um líder para abate

Ângela Merkel ditará as leis
O país será bem controlado
Um mau futuro não receeis.
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 22.05.2011 às 23:41

Sabes Jorge?

A mim parece-me que se estivesse por lá me ia apetecer acertar-lhe com tomates verdes na cabeça.

É que parecem-me mais rijos, não sujam tanto e quem sabe com dor o discernimento fizesse luz nos cérebros apagados?

Concordo convosco: com tanta coisa inteligente a copiar, para quê copiar a imundice e o desperdício?
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.05.2011 às 21:29

Acertar com os tomates verdes ... uma pedra se calhar era melhor... no caramelo que teve a ideia.. isso é que era.

Beijinho amiga

Jorge
Imagem de perfil

De poetazarolho a 22.05.2011 às 23:42

“Molho de tomate"

Observo as desigualdades
E que faço para as esbater
Quase nada ou banalidades
Pois continuam a crescer

Muito têm e mais querem
E eu tento ter pr’a comer
É por não compreenderem
Que nos andam a espremer

Espremem tudo até ao fim
Que já só falta devorar-te
Será o final deste folhetim

Pois já estão a preparar-te
Está a aproximar-se o festim
Faça-se o molho de tomate.
Imagem de perfil

De Fátima Velez de Castro a 23.05.2011 às 09:05

Faz-me impressão o desperdício de tanto tomate, tanta comida, quando há gente em Portugal a passar fome ou a não poder comprar todos os bens básicos.

Bem pior que a imitação...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.05.2011 às 21:30

Faz mesmo impressão.... há coisas que simplesmente não deviam ser permitidas.

Jorge
Imagem de perfil

De Fátima Velez de Castro a 24.05.2011 às 10:06

Não sei se li mal, mas acho que o evento se vai repetir em Agosto... valha-me a santa paciência!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.05.2011 às 00:07

Eu li isso algures.. mas pensei que estavam a falar da versão espanhola que é mais para o verão.
Sem imagem de perfil

De Leamar a 23.05.2011 às 09:46

Não podia estar mais de acordo...deu-me náuseas tal notícia!! E logo numa altura destas, em que a crise aperta e deparamo-nos com verdadeiros cenários de pobreza mesmo em Portugal! Há pessoas que nem tomate têm para comer. Há outras que preferem brincar com ele ao invés de oferecê-lo.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.05.2011 às 21:31

Olá

Nem mais, há coisas que não tem nome.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Maria a 23.05.2011 às 14:19

Devem ser os mesmo que acham um piadão aos perdidos na tribo! ...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.05.2011 às 21:31

Hahahahahahhahaha
De certeza absoluta... e quem teve a ideia deve estar na fila para a segunda série do programa.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Tiago Batista a 23.05.2011 às 17:44

Na maior parte das vezes copiamos e muito mal!
Este fds estive em Sevilha e a simpatia de um empregado de mesa, é das tais coisas ou se têm ou não! Cá, em alguns casos,as trombas são até aos pés e pronto. Numa das mesas ao lado estava um grupo de senhoras de idade a almoçar, ás tantas uma delas apercebesse q uma amiga minha estava a abanar se com a mão, mete conversa e ofereceu- lhe o seu próprio leque e disse " ofereço to, aceita é uma recordação de Sevilha", cá vai lá vai.....
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 23.05.2011 às 21:33

Olá

Esse é um tema que já passou cá pelo blog... o conceito de serviço e profissionalismo é muito diferente nos dois países....

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D